quarta-feira - 30/11/2011 - 16:14h
Visão científica

Privilégios e deformidades da cultura do poder no Brasil

Carlos Santos, leia abaixo:

“O conservantismo, o irrealismo, o personalismo e a corrupção são defeitos da minoria e deles resultam as insuficiências populares. A arte de furtar é nobre e antiga, praticada pelas minorias e não pelo povo. O povo não rouba é roubado (…) A estrutura social rígida constitui também um sério obstáculo porque não só impede a emergência de novos valores na sociedade, como mantém o sistema de privilégios na distribuição da riqueza e da renda.”

E mais: “Os privilégios enfraquecem os incentivos à atividade econômica e não se refletem no índice de formação liquida de capital, mas nos padrões extravagantes de consumo conspícuo nas altas camadas da sociedade, em face das desumanas condições de vida dos grandes grupos sociais modestos. Estes padrões, por mais contraditórios que pareçam o desenvolvimento e o consumo conspícuo, são aplaudidos pelos cronistas sociais, que possuem largas colunas nos principais orgãos de imprensa, avidamente lidas não só por aqueles grupos sociais, mas pelas classes médias, sempre ambicionado o gozo dos mesmos privilégios e padrões.”

Conciliação e Reforma no Brasil; RODRIGUES, José Honório. págs 119 e 210.

João Bosco Souto (Bosquinho) – Webleitor

Nota do Blog – Sua cultura e inteligência, além de visão social aprofundada, sempre ajudam sobremodo em nosso debate aqui no Blog, meu caro. Escreva mais, fomente mais o debate.

Sobre o autor, um dos nossos maiores intelectuais, acadêmico, sou especialmente afeiçoado por seu trabalho no encalço da verdadeira história do Brasil.

Categoria(s): E-mail do Webleitor

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.