quarta-feira - 15/06/2022 - 22:38h
Pandemia

Quarta onda Covid-19 preocupa; não vacinados são maioria em hospitais

Do Blog William Robson

Não tem outro remédio. A vacina é a única forma de proteger as pessoas para os efeitos mais graves da Covid-19. O RN enfrenta um recrudescimento, e Mossoró tem sentido estes efeitos de uma quarta onda da pandemia. Desta vez, mais controlada justamente por conta da campanha de imunização. Mas, o que preocupa é o registro de casos de pessoas que não procuraram se vacinar.

Morgana segue mostrando importância de vacinação (Foto: autoria não identificada)

Morgana segue mostrando importância de vacinação (Foto: autoria não identificada)

Isso levou a secretária de Saúde, Morgana Dantas, a reforçar um apelo. Mais de 26 mil pessoas em Mossoró não se vacinaram e mais de 60 mil não procuraram a dose de reforço. São dados que preocupam as autoridades sanitárias. Pessoas que estão à mercê do vírus e dos seus efeitos que, como sabemos, são letais.

Morgana concedeu entrevista nesta quarta-feira (15) em que falou sobre a questão. “Trata-se de uma sazonalidade que vem ocorrendo em todo o país e estamos monitorando”, disse.

“A vacinação vem no trazendo a efetividade que falamos desde janeiro”.  As pessoas que estão se hospitalizando com maior gravidade são exatamente as mais vulneráveis ao vírus, devido à não ou à baixa imunização. “Somente com a vacina poderemos passar por esta fase de forma mais tranquila. A vacinação é o único meio efetivo”, comentou.

Levantamento mostra que a situação já preocupa todo o o Rio Grande do Norte. O Regula RN, o sistema eletrônico de regulação dos leitos, aponta que 52% (38 vagas) dos leitos clínicos estão disponíveis e 23% está ocupado (17 vagas). Os leitos clínicos são usados por pacientes com covid-19 em estado menos grave e que não precisam de internação em UTI.

Já em relação aos leitos críticos (semi-intensivos e UTI’s), a ocupação geral no RN chega a 54%, sobe para 56% na região metropolitana de Natal e baixa para 44% na região Oeste. Em Natal, o Hospital Infantil Maria Alice Fernandes (1 UTI) apresenta ocupação de 100% das vagas e no Hospital Giselda Trigueiro (16 UTI’s ocupadas/ 1 disponível), 95% dos leitos já estão ocupados.

A situação levou o Governo do RN a recomendar o retorno do uso das máscaras em locais fechados.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política / Saúde

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Não fizeram a VACINA ITINERANTE, mas estão fazendo festa com aglomeraçâo de centenas de milhares de pessoas sem uso e máscara e muitas sem nenhuma dose da vacina.
    NÃO PODEM ALEGAR FALTA DE DINHEIRO PARA LEVAR A VACINA AOS MAIS POBRES E QUE MORAM DISTANTES DOS LOCAIS DE VACINAÇÃO.
    Será que desconhecem a existência de mossoroenses sem dinheiro para comprar um pão, imagine para pagar transporte e se vacinar?
    O quadro se agrava e insistem em não fazer a VACINA ITINERANTE e prosseguir com este arremedo de festa junina.
    Interessante é que até ontem não falavam em casos de COVID-19.
    Quando vão começar a falar nos casos de DENGUE? Ou Mossoró não registra um só caso de DENGUE? Cadê o carro do fumacê.
    Falta de aviso não foi.
    Não é possível alguém que tenha amor a vida compareça a esta aglomeração de pessoas chamada MOSSORÓ CIDADE JUNINA.
    Coisas de Mossoró.
    /////
    IDOSO AGUARDA HÁ MAIS DE 117 DIAS A MARCAÇÃO DE UMA CONSULTA OFTALMOLÓGICA PELO SUS EM MOSSORÓ. A REQUISIÇÃO ESTÁ NA UBS SINHARIAZINHA BORGES.
    Só falta dizerem que não marcam esta consulta por falta de dinheiro.

  2. Amorim diz:

    Eu tomei as 4 doses e peguei covid. Sintomas leves.. medicamento sintomático.
    GENTE! ACREDITEM NA VACINA!
    PS. Se desejam viver!
    Bom dia!

Deixe uma resposta para Inácio Augusto de Almeida Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.