terça-feira - 31/07/2007 - 06:44h

Quem teme, deve?

O presidente da Câmara de Natal, Dickson Nasser (PSB), apega-se a uma filigrana jurídica para livrar a cara do enredo policial da Casa. Aguarda deferimento de habeas-corpus que lhe garanta meios para se salvar da "Operação Impacto".

Na petição ao Tribunal de Justiça, ele pede a devolução dos cacarecos recolhidos em seu gabinete e residência, que o implicariam em atos de corrupção. Também solicita que esse material não sirva de prova a incriminá-lo.

O vereador argumenta que na Operação Impacto estava no exercício do cargo de prefeito, em face de viagem do titular Carlos Eduardo Alves (PSB). Daí, o pedido para busca e apreensão teria de ocorrer via tribunal, não por um juiz de primeira instância.

Nota deste Blog: Literalmente, o vereador assume que parece dever, por isso o temor. Inverte ditado secular para fugir do aperto. Quem não deve, não teme!

Categoria(s): Sem categoria

Comentários

  1. maria josé diz:

    Carlos ele está assumindo a culpa.Só espero que esses vereadores implicados sejam cassados.Eles não têm autoridade moral para continuarem a frente do legislativo.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.