quarta-feira - 12/01/2022 - 10:30h
Economia

Inflação estoura a meta e Banco Central procura justificativas

Do Canal Meio

O Brasil teve no ano passado a maior inflação desde 2015. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,73% em dezembro, acumulando alta de 10,06% em 2021. Além do recorde, o resultado é quase o dobro do teto da meta prevista pelo Banco Central para o ano, que era de 5,25%, e dá munição para os adversários do presidente Jair Bolsonaro (PL) no ano eleitoral. Na comparação mensal, apesar de o IPCA ter desacelerado — indo de 0,95% em novembro a 0,73% —, todos os grupos de produtos e serviços pesquisados tiveram alta.Inflação no Brasil desde 2010 até 2021 - maior em 15 anos

De acordo com o IBGE, o resultado foi influenciado principalmente pelo grupo Transportes, com a alta no preço dos combustíveis. Em seguida vieram habitação, alimentação e bebidas. (Agência Brasil).

Justificativas

Em carta aberta enviada ontem ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que também é presidente do Conselho Monetário Nacional (CMN), o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, teve de justificar o descumprimento da meta inflacionária, indicar providências e o prazo para o retorno à meta.

O presidente do BC apontou o forte aumento dos preços de commodities (produtos básicos, como petróleo, alimentos e minério), a bandeira tarifária de escassez hídrica e a falta de insumos como os principais fatores que levaram a inflação ao estouro da meta em 2021. Ele também frisou a influência da pandemia e destacou que a alta inflacionária foi um fenômeno global. (Estadão)

Saiba mais informações AQUI.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Economia

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    E é preciso procurar justificativas?
    Basta olhar os cartões corporativos, as verbas de desempenho parlamentar, bilhões destinados a bancar reeleição de parlamentares, pagamento de salários que somados a PLR ultrapassam 3 milhões de reais nas estatais, auxílio de gasolina até para vereador de cidade do interior, comlpra de COENTRO com gastos de 143 mil reais e por aí a coisa vai.
    A tudo isto some a CORRUPÇÃO que se agiganta a cada dia por causa da impunidade garantida por leis frouxas que permitem condenados a mais de 8 anos por prática de corrupção continuarem soltos.
    Eu acho até engraçado dizerem que estão procurando o que causou o estouro da meta.
    ////
    LAWRENCE CADÊ O COENTRO?

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Acho que vou ter que apelar para o PACHECO. Para quem não se lembra, PACHECO é o que aqui chegou dizendo ter recebido uma mensagem divina para doar 15 milhões de reais para construção do Santuário de Santa Luzia.
    É que já estou cansado de dizer aqui que faltam medicamentos de uso contínuo e de distribuição gratuita e ninguém adota uma providência.
    O SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE esqueceu de mandar dinheiro para Mossoró?
    Pacheco, na sua próxima palestra com seres divinos, pergunte o que está acontecendo com o SUS em Mossoró. Até o PSF encolheu e áreas antes cobertas pelo programa passaram a ser consideradas áreas descobertas, deixando idosos acamados sem nenhuma assistênca médica.
    Apelar para o PACHECO.
    A que ponto Mossoró chegou….
    /////
    LAWRENCE CADÊ O COENTRO?

  3. Pedro Rodrigues diz:

    A culpa é de tudo e de todos. Menos deles.

    Detalhe pro fato de que a taxa já vinha subindo desde o início do governo do “Mito”.

  4. Fabio Salviano diz:

    Vote no presente Bolsocaro e ajude para que nossa bandeira jamais seja vermelha. Ass: Gado Bolsonarista

Deixe uma resposta para Pedro Rodrigues Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.