segunda-feira - 30/07/2012 - 17:19h
Tibau

Escuridão pública atormenta proprietários de imóveis


Carlos Santos,

Gostaria de ver uma matéria publicada neste Blog, algo com relação ao descaso na cidade do Tibau.

Sou proprietário de uma casa na praia de Manoelas, pago a Taxa de Iluminação Pública e não tenho este beneficio, o pior ainda é que tem dois postes – um de cada lado da minha casa – e  os dois estão apagados.

Já reclamei por três vezes na prefeitura e nada foi feito, procuro soluções e não sei a quem procurar pra retirar este valor da minha conta de luz. Não é pelo valor e sim pela falta do serviço.

Muito grato.

Marcelo Rodrigues.

Nota do Blog – Meu caro Marcelo, sua queixa é algo comum entre pessoas que possuem casas na cidade-praia do Tibau.

A versão que ouvi de algumas delas, é que a própria prefeitura reduz a iluminação pública em áreas de pouca ou nenhuma habitação, sobretudo em períodos fora da alta estação. É uma forma de reduzir o custo do que cobre com o serviço, pago à concessionária Cosern.

Eu adoro casa de praia, desde que não seja minha. Torço pelo progresso pessoal dos amigos, para que fiquem abastados e mantenham amizade comigo, sempre me convidando para bangolar no alpendre praiano.

Categoria(s): E-mail do Webleitor

Comentários

  1. Nicênia Aguiar diz:

    Essas maravilhosas gestões tambèm “benficiam” a minha família. Pagamos taxa de iluminação de R$18,00!!!! Fomos várias vezes solicitar uma lâmpada para o poste da rua esomente esta semana, bem no período eleitoral é que fomos atendidos!!!! Dizem por lá que pelo valor de R$18,00 um eletricista da prefeitura troca rapidinho. Acontece que pagamos R$216,00/ano de taxa de iluminação publica para não termos direito a uma unica lampada!!!! Sabe, lugar agradavel, pequeno, desprovido de politicas publicas, segurança, estrutura fisica, assistencia social…quando teremos alguem que lute pelo interese do povo naquela prefeitura????

  2. Togo Ferrário diz:

    Caro amigo/jornalista/beatlemaníaco Carlos Santos. Falando na 1ª pessoa, tenho um processo contra a prefeitura do município de Tibau por cobrança indevida da famigerada taxa de iluminação pública naquela cidade, desde março/2006, no valor de R$ 18,00. Indevida porque, jamais tive o serviço do qual sou cobrado. Processei o município e ganhei no julgamento em 1ª instância. A prefeitura recorreu da decisão e, até o presente momento, o TJ-RN não julgou o recurso. Por que será, hein? Já postei vários comentários em muitos blogs aqui em Mossoró, além de matérias em jornais e entrevistas em emissoras de rádios da cidade, inclusive este valioso espaço e, até o presente momento, não recebi nenhum apoio sobre o assunto. Ao iniciar o processo, procurei vários moradores da localidade de Gado Bravo, principalmente, e adjacências, onde está minha residência, para acionarmos a PMT em uma ação conjunta pois, quanto mais cabra, mais cabrito, e o que ouvi de muitos foi: “isso não vai dar em nada”. Quando o resultado final que, imagino, me será favorável, vier ao conhecimento da população, aparecerá, provavelmente, muitos proprietários de residencia daquela praia solicitando-me subsídios para garantir-lhe o ressarcimento da quantia paga, mais correção monetária. Mas o tempo é inexorável. Ainda irei fazer uma farra, de juntar menino, com o desfecho final desse processo. Quem viver, verá. Tenho dito!!!

Deixe uma resposta para Nicênia Aguiar Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.