• Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - TOPO
quarta-feira - 17/01/2018 - 19:26h
Garibaldi Filho

Nota jornalística causa embaraço político e é retirada do ar


A publicação de um texto na coluna Notas da Redação do portal do jornal “O Mossoroense”, nesta quarta-feira (17), causou profundo mal-estar político. A postagem atribuía ao senador Garibaldi Filho (MDB) má vontade em destinar emenda parlamentar à Prefeitura de Mossoró.

Após o alarido em redes sociais, a nota foi retirada do ar, sem qualquer explicação (veja AQUI).

O Blog da Chris chegou a publicar notícia (veja AQUI) de que o senador ficara “bastante chateado com o que leu, porque a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) vazou uma conversa particular; porque o teor da conversa é diverso do que foi vazado pela prefeita.”

O portal do jornal “O Mossoroense” faz parte do complexo de comunicação ligado ao grupo da vereadora Sandra Rosado (PSB), aliada política da própria prefeita.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Política
terça-feira - 16/01/2018 - 21:50h
Tome aqui, se lasquem lá

Governo Temer passará R$ 420 milhões e espera ajuste fiscal


O presidente Michel Temer (MDB) assegurou o repasse de R$ 420 milhões para o Governo do RN, com objetivo de uso em investimentos nas áreas de saúde e segurança. A transferência do valor seguirá o trâmite processual legal, e se dará por meio de convênios e programas já existentes no Orçamento Federal.

Esse o resultado prático da reunião com o presidente, em Brasília, do governador Robinson Faria (PSD) e a bancada federal potiguar.

Reunião aconteceu hoje em Brasília e assegurou liberação de recursos (Foto: Alan Santos)

A contrapartida do Governo do Estado é equilibrar as contas públicas, conseguindo principalmente aprovar o pacote do ajuste fiscal que tramita na Assembleia Legislativa.

Apesar de ser uma ajuda relevante em áreas essenciais, este montante não pode ser empregado na folha de pagamento, cuja regularização tem sido uma das prioridades da  gestão estadual.

Participantes

Neste sentido, o governo federal se comprometeu a concluir no próximo dia 25  o diagnóstico das contas estaduais chegando às possíveis saídas para o reequilíbrio fiscal.

Do governo federal, além do presidente Temer, estavam presentes os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, e o ministro de Planejamento Dyogo Oliveira.

Da bancada federal, compareceram os senadores Garibaldi Alves Filho (MDB) e José Agripino (DEM), além dos deputados federais federais Fábio Faria (PSD), Beto Rosado (PP), Rafael Motta (PSB) e Walter Alves (MDB).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 25/12/2017 - 18:18h
Acusações

Caciques do Senado terão reeleição difícil, diz Folha de SP


Garibaldi e Agripino são citados (Foto: Web)

Com o encerramento dos mandatos de dois terços dos senadores, os principais caciques do Senado vão às urnas em 2018 em cenário adverso.

Terão que explicar aos eleitores as acusações das quais são alvo, propor saída para a crise política e como e enfrentar menor disponibilidade de recursos às suas campanhas políticas.

Quem tem reportagem hoje sobre o assunto é o jornal paulistano Folha de São Paulo.

Caciques do Senado na mira da Lava Jato terão reeleição difícil – diz o título da matéria especial na edição desta segunda-feira (25) do jornal.

Dos 54 senadores que o mandato chega ao fim, pelo menos 21 respondem a investigações no Supremo Tribunal Federal (STF) da Lava Jato ou seus desdobramentos.

Entre os nomes que vem à tona estão os senadores potiguares José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 22/12/2017 - 19:40h
Petrobras

“Campos maduros” podem reanimar cadeia do petróleo no RN


Agripino: boas perspectivas (Foto: Antonio Cruz/ABr)

Em janeiro de 2018, a Petrobras fará fará um leilão dos chamados “campos maduros” do estado do Rio Grande do Norte. Esses campos são aqueles de petróleo que ainda têm matéria-prima, mas estão desativados, interessando a empresas privadas por terem como prospectar o produto a menor custo.

“Caso particulares se interessem em investir nesses campos, eles poderão voltar a produzir. Isso pode significa ativação de várias empresas em Mossoró e no estado”, destacou o senador José Agripino (DEM), que esteve reunido esta semana com o presidente da estatal, Pedro Parente, no Rio de Janeiro.

Redepetro/RN

Parente adiantou que cerca de R$ 2,5 bilhões  serão investidos no estado, entre salários e investimentos, em 2018, uma gota de petróleo no oceano, em relação a outros tempos.

Os campos maduros são defendidos, por exemplo, pela Associação Redepetro/RN, entidade que congrega os mais variados segmentos da cadeia produtiva do petróleo e gás no estado.

Nos dias 4 e 5 de outubro deste ano, a Redepetro/RN promoveu evento em Mossoró, que também tratou desse assunto (veja AQUI).

Leia também: Campos maduros precisam ser explorados, dizem debatedores.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Economia
  • Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - RODAPÉ
quinta-feira - 14/12/2017 - 22:48h
Fiern/Consult

Pesquisa mostra reprovação maciça de Temer e Robinson

Números ao Governo do RN e também ao Senado revelam quadro ainda bastante aberto para disputas

A Federação das Indústrias do Estado do RN (FIERN) divulgou nesta quinta-feira (14), durante reunião da Diretoria da Federação das Indústrias, na Casa da Indústria, pesquisa de opinião pública elaborada pelo Instituto Consult Pesquisa. O trabalho está dividido em em duas partes, uma administrativa e outra política.

A pesquisa ouviu os potiguares sobre quais são os maiores problemas do RN; iniciativas mais importantes a serem trabalhadas pelo setor público; índices de aprovação do presidente Michel Temer (PMDB) e do governador Robinson Faria (PSD); e as preferências dos eleitores para o Governo do Estado e Senado em 2018.

Temer e Robinson têm desempenhos desastrosos em números levantados pelo Consult (Foto: arquivo)

Veja uma síntese da pesquisa adiante:

Presidente Temer

Pela pesquisa o presidente Michel Temer tem 89,29% de desaprovação.

Robinson Faria

O governador Robinson Faria está com 85,24% de desaprovação.

Disputa ao Governo do RN (Estimulada)

Fátima e Carlos aparecem descolados do pelotão mais "atrasado" (Fotos: arquivo)

Para o Governo do Estado, na pergunta estimulada, o resultado é o seguinte: Fátima Bezerra (PT) tem 20,29%, Carlos Eduardo (PDT), 11,41%, Flávio Rocha (sem partido), 6,59%, Robinson Faria, 5%, desembargador Cláudio Santos (sem partido), 2%, Tião Couto, 1,41%.

Disputa ao Governo do RN (Espontânea)

Na pergunta não estimulada (Espontânea)Fátima Bezerra tem 1,94%, Robinson Faria, 1,18%, Carlos Eduardo, 1,06%, Garibaldi Filho, 0,35%, José Agripino, 0,18%.

Disputa ao Senado do RN (Estimulada)

Para o Senado, na pergunta estimulada, primeiro voto, Garibaldi Alves Filho (PMDB) tem 15,76%, Zenaide Maia (PR), 12,12%, José Agripino (DEM), 6,94%, Magnólia Figueiredo (SDD), 2,41% e Tião Couto (PSBD), 1,41%.

A preferência, segundo voto, ficou assim: José Agripino, 6,18%, Garibaldi Alves Filho, 3,12%, Zenaide Maia, 3,12%, Magnólia Figueiredo, 2,59% e Tião Couto, 1,12%.

Corrida ao Senado, com Garibaldi, Agripino e Zenaide apresenta desempenhos próximos (Foto: montagem Rede News)

Maiores problemas do RN

A “Segurança/Violência/Falta de Policiamento” (39,8%), “Saúde/Greve na Saúde/ Falta Remédios e Médicos” (20,5%), “Água” (10,8%) e “Desemprego” (8,4%).

Realizada no período compreendido entre 02 de dezembro e 07 de dezembro, o levantamento entrevistou 1.700 pessoas e abrangeu todo o Estado do Rio Grande do Norte.

Segundo o presidente Amaro Sales de Araújo, da Fiern, a pesquisa é uma prestação de serviço que a entidade presta aos industriais e à sociedade potiguar neste ano pré-eleitoral.

Nota do Blog Carlos Santos – Nessa sexta-feira (15) a gente vai fazer um material analítico, com base nessa pesquisa. Aguarde.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI

Categoria(s): Administração Pública / Política
quinta-feira - 30/11/2017 - 22:20h
José Agripino

Manifestantes hostilizam senador aos gritos de “golpista”


O ministro da Educação, Mendonça Filho, esteve nesta quinta-feira (30) em Pau dos Ferros-RN.

Entregou oficialmente obras de melhoria e ampliação da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

Um episódio à parte foi a mobilização de grupos organizados, que “recepcionaram” o ministro e o senador José Agripino (DEM). O congressista foi o principal alvo de ataques verbais e mensagens em cartazes e faixas.

- Golpista, golpista – repetiam os manifestantes, que foram acompanhados por policiais a distância.

A comitiva tinha ainda o deputado federal Felipe Maia  (DEM), o prefeito local Leonardo Rego (DEM) e o reitor da Ufersa, professor José de Arimatea Matos, entre outras autoridades.

Estudantes, populares e integrantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (SINTE/RN) fizeram parte da manifestação.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 27/11/2017 - 08:27h
2018

Zenaide Maia tem nome viabilizado para disputa ao Senado


A deputada federal Zenaide Maia (PR) é um nome já viabilizado ao Senado da República, faltando menos de um ano para as eleições 2018.

Falta-lhe a escolha de novo partido.

São duas vagas em jogo no próximo ano.

Os atuais senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB) que se cuidem.

Há boa possibilidade de um deles sobrar.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 26/11/2017 - 09:47h

A visita da saúde


Por François Silvestre

Não me lembro de ter usado esse espaço da Prosa do Domingo, desde os tempos do Novo Jornal, para tratar da política eleitoral do Rio Grande do Norte.

Faço isso hoje. Vejo nas folhas que os senadores José Agripino e Garibaldi Alves ofereceram apoio à candidatura de Carlos Eduardo Alves, prefeito de Natal, ao governo do Estado.

Carlos Eduardo tem chances reias nessa disputa? Sim. Ninguém nega isso. O problema é saber com qual companhia ele pretende enfrentar a disputa. A companhia dos anônimos, vítimas das oligarquias e de si próprios, pela culpa in elegendo, ou a companhia dinástica dos mesmos de sempre?

Imagino Agnelo perguntando: “Se José Agripino visse a chance de eleger um governador com seu apoio, quem seria esse candidato senão Felipe Maia”? Ou “se Garibaldi Alves tivesse idêntica chance, qual seria seu candidato a não ser Walter Alves”?

Ajudo Agnelo: “E se ambos se sentissem com peso de elegerem um governador, não seria entre eles a escolha de um dos filhos”? Ou não é assim que raciocina a dinastia?

Nas oligarquias, os sobrinhos vêm depois dos filhos. Se o prêmio é bom e fácil vai para o filho. Mas se for carne de pescoço, tem cunhado, sobrinho e até irmão. Filé é do filho. O eleitor e o assessor ficam com o arrasto do fato, tripas e miúdos.

Também vejo, nas folhas, que o argumento dos dois senadores parece razoável. Disseram ao prefeito da Capital: “Você tem uma chance ímpar e talvez não tenha outra”. Tudo por conta da garantia de apoio dos dois “generosos” senadores.

Faz sentido? Não. Só parece. Basta ver a história recente, das últimas eleições, para concluir que o sentido é outro. A generosidade é apenas a esperteza fantasiada de desprendimento.

Nas eleições passadas, os dois senadores estavam juntos. E ainda com Wilma de Faria. Com tudo que era prefeito. Mandaram um recado a Robinson Faria: “Você tem a vice-governança, algumas secretarias e facilidades para a eleição do seu filho. Fora disso, você não tem a mínima chance”.

Quem transmitiu essa mensagem? O deputado Getúlio Rego. Se for mentira, não é minha. Foi o próprio Robinson quem me contou, num restaurante da cidade, na presença do jornalista e escritor Alex Medeiros.

Naquele dia eu fui prestar um serviço, gratuitamente, ao governador eleito, em quem eu não votara. Serviços gratuitos que prestei, ao longo da vida, a outras oligarquias e outros oligarcas. Alguns desses serviços eu repetiria; de outros, eu faço autocrítica.

Robinson não aceitou “a única chance” e derrotou todo mundo. Ganhou o desconhecido, pois o eleitor mostrou-se cansado da esperteza manjada dos conhecidos. Infelizmente, ao tornar-se conhecido, Robinson mostrou-se apenas uma repetição decepcionante. Conseguiu a proeza de produzir saudade do governo anterior.

Portanto, Carlos Eduardo tem uma chance. A de mesmo sendo conhecido, não se tornar o boi de piranha dos parentes e aderentes espertos, que buscam a própria salvação. E não o interesse público. O boi distrai as piranhas e os espertos atravessam o rio. Pequeno do Norte.

O envelhecimento de Garibaldi Alves e Agripino Maia não é físico ou mental. É fruto de um tempo que eles construíram de enrugamento político, cansaço histórico e o poder a qualquer custo. O tempo e os fatos oferecem aos dois uma saída digna, que é a abstenção de candidaturas. Se não quiserem sepultar os últimos esperneios das próprias dinastias.

Se Carlos Eduardo decidir a candidatura por essa via, já começa declarando sua aliança com a fisiologia eleitoral. Não será novidade nem ofertará esperança. Será apenas, se vencer, a visita da saúde, ao Estado moribundo.

E vai pastorear um rebanho de carneiros deslanados, condenados ao embuste, num curral de mourões apodrecidos. Té mais.

François Silvestre é escritor

Categoria(s): Artigo
  • Repet
quinta-feira - 23/11/2017 - 21:59h
Carlos Eduardo Alves

Prefeito acerta sua candidatura ao governo estadual


Carlos: sim (Foto: arquivo)

Assunto resolvido.

O prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) será mesmo candidato a governador no próximo ano.

Sem rodeios, ele teve conversa conclusiva com os senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB).

O argumento dos congressistas para arrancar seu “sim” foi pragmático:

- Se você não for agora, não terá outra chance.

O.K!, vocês venceram!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 19/11/2017 - 20:40h
Shirley e João Maia

Casamento une diversos políticos e “nenhum” candidato


Na festa de casamento da prefeita Shirley Targino (PR), de Messias Targino, com o ex-deputado federal João Maia (PR), na última sexta-feira (17), políticos dos mais variados matizes aportaram em sua casa à comemoração.

Cláudio, Robinson e Garibaldi: paz (Foto: B. Thaisa Galvão)

Ambiente eclético e harmonioso, não obstante algumas diferenças. Ninguém parecia querer quebrar esse clima, na terra da prefeita e seu marido.

Até que…

“Essa mesa está cheia de candidatos”, provocou o ex-vereador mossoroense Genivan Vale (PDT). Contabilizou lado a lado nomes como o empresário Tião Couto (PSDB), senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB), desembargador Cláudio Santos, governador Robinson Faria (PSD) etc.

Como todos pareciam se esquivar, o juiz de direito Herval Sampaio Júnior resolveu arbitrar o suposto impasse. “Espere aí. Deixe eu ouvir a voz da experiência”, posicionou-se.

De chofre, ‘nomeou’ o senador Garibaldi Filho para falar em nome de todos.

Sem delongas, o senador arrancou risos ao avaliar o que via em sua volta: “Aqui, o menos candidato sou eu.”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - RODAPÉ
sábado - 11/11/2017 - 20:19h
2018

Luta ao Senado caminha para ter nome de Marcelo Alecrim


Marcelo Alecrim, 51, sócio da 4ª maior distribuidora de combustível do Brasil, a AleSat Combustíveis, movimenta-se sem alardes para disputa de cargo eletivo no próximo ano no Rio Grande do Norte.

Alecrim: nome à disputa (foto: Web)

Indicadores apontam que poderá ser opção ao Senado da República.

A princípio, pelo PSDB.

Até aqui, ele tem se esquivado de qualquer confirmação desse projeto.

Nomes desgastados

Percebe, o que é fácil de se identificar, um vácuo à corrida eleitoral de 2018.

Serão duas vagas à disputa do Senado, com nomes profundamente desgastados – os senadores e pré-candidatos à reeleição José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB).

Os dados estão à mesa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 10/11/2017 - 07:24h
Ministério da Educação

Agripino tenta agilizar cursos para Faculdade Diocesana


O senador José Agripino (DEM) solicitou ao Ministério da Educação (MEC) agilidade na avaliação dos processos – já em análise na pasta – que pedem a abertura dos cursos de Direito e Nutrição na Faculdade Diocesana de Mossoró (FDM), no Rio Grande do Norte.

Atendendo a um pedido do diretor-geral da FDM, Padre Charles Lamartine, Agripino se reuniu, nesta quinta-feira (9), com o ministro Mendonça Filho para discutir o assunto.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Educação / Política
  • Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - RODAPÉ
terça-feira - 07/11/2017 - 16:39h
Reunião

Refinaria Clara Camarão não será rebaixada, diz Petrobras


A polêmica em torno do rebaixamento da Refinaria Clara Camarão ganhou novos contornos após reunião entre senadores e deputados da bancada federal do Rio Grande do Norte com representantes da Petrobrás, nesta terça-feira (7). Segundo o consultor da presidência da Petrobrás, Leandro Martins, a saída de Clara Camarão da Diretoria de Refino e Gás Natural para a E&P (Diretoria de Exploração e Produção) não implica em um rebaixamento ou mudança nos investimentos reservados para a unidade.

O representante da Petrobras garantiu a manutenção dos empregos.

Reunião tranquilizou parlamentares federais do Rio Grande do Norte, que estiveram com consultor (Foto:

“Clara Camarão é significativa dentro da nossa organização e continuará a desempenhar o papel que já realiza. Não haverá demissões nem diminuição de investimentos”, garantiu Leandro.

Redistribuição de pessoal

O senador Garibaldi Filho (PMDB-RN) externou a preocupação que a possibilidade de fechamento da unidade gerou para a população e pediu esclarecimentos aos responsáveis. “É preciso deixar claro o que está sendo feito em Clara Camarão”, ressaltou.

Técnicos da Petrobrás detalharam que pode ocorrer uma redistribuição pontual de funcionários, o que, segundo eles, é bastante comum dentro da empresa. As mudanças visam proporcionar maior eficiência operacional à estatal, que tem buscado otimizar o funcionamento de suas unidades para melhorar os resultados.

Também participaram da reunião o senador José Agripino Maia (DEM-RN), os deputados federais Felipe Maia (DEM-RN) e Walter Alves (PMDB-RN), além do prefeito de Guamaré, Hélio Willamy, bem como outros executivos da Petrobras.

Leia também: Ex-secretário aponta prejuízos em mudança sobre refinaria AQUI.

Nota do Blog – Se vão existir remanejamentos, claro que teremos baixas e recuo de investimentos. O assunto não me parece sanado e encerrado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
sábado - 04/11/2017 - 09:20h
Folha de São Paulo

‘Terra arrasada’ coloca em xeque caciques do RN


Por João Pedro Pitombo (Do jornal Folha de São Paulo)

Com o governador investigado e o seu principal adversário atrás das grades, o Rio Grande o Norte vive um cenário de “terra arrasada” para as eleições de 2018.

Se há três anos Robinson Faria (PSD) e Henrique Eduardo Alves (PMDB) duelavam em uma das disputas mais acirradas do país, hoje ambos enfrentam reveses que devem mudar completamente o quadro eleitoral no Estado, tradicionalmente dominado por quatro clãs: os Alves, os Maia, os Rosado e os Faria.

Henrique Alves está preso desde o dia 6 de junho em Natal numa situação inusitada à política do RN (Foto: arquivo)

Eleito em 2014, Robinson Faria vive seu momento mais difícil: foi denunciado pela Procuradoria Geral da República por suspeita de obstrução de Justiça no âmbito da Operação Dama de Espadas, que investigou fraudes na Assembleia Legislativa.

No campo administrativo, enfrenta uma grave crise financeira que resultou em atrasos no pagamento aos servidores – os salários de setembro terminarão de ser pagos apenas em novembro. “A questão eleitoral se tornou acessória diante das adversidades da crise que o governo enfrenta”, diz o vice-governador Fábio Dantas (PC do B).

Desgastado, o governador terá dificuldades até em formar uma chapa e pode não disputar a reeleição caso se torne réu no Superior Tribunal de Justiça. Se esse cenário se concretizar, será a segunda eleição seguida na qual o governador não vai para a reeleição –em 2014, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) ficou fora da disputa.

Na oposição, a prisão de Henrique Eduardo Alves em desdobramento da Operação Lava Jato desestruturou o grupo capitaneado pelo PMDB. O ex-deputado costumava ser o principal articular político, fazendo o contato com prefeitos e coordenando campanhas.

Senadores terão reeleição difícil

Também investigados na Lava Jato, os senadores Garibaldi Alves (PMDB) e Agripino Maia (DEM) terão uma eleição difícil para renovar seus mandatos no próximo ano.

O nome natural do grupo para ao governo é o do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), primo de Henrique Alves e Garibaldi Alves. Mas o sobrenome que costumava ser um trunfo é encarado como a principal dificuldade do prefeito, que tem trajetória política própria e chegou a ser adversário dos primos em outras eleições.

Diante do desgaste dos sobrenomes tradicionais, nomes de fora dos grupos familiares têm sido cogitados para a disputa de 2018. Dono da rede de lojas Riachuelo, o empresário Flávio Rocha aparece como principal opção, assim como do dono da distribuidora de combustíveis Ale, Marcelo Alecrim.

“São dois nomes que pacificariam a nossa base. São empresários bem-sucedidos, mas que sempre tiveram bom trânsito na política”, afirma Agripino Maia.

Outro cotado ao governo é o ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Cláudio Santos, que deve se aposentar no início do próximo ano.

Nos últimos meses, ele intensificou críticas ao governo de Robinson Faria e tem participado de solenidades e eventos por todo o Estado. Procurado pela Folha, classificou como “especulação” a hipótese de candidatura.

Terceira via

Entre os dois principais grupos políticos do Estado, a senadora petista Fátima Bezerra aparece como uma terceira via na disputa pelo governo. Ligada à educação e com forte inserção no interior do Estado, é uma das principais apostas do PT para ampliar sua presença no Nordeste.

Para garantir um palanque forte, o partido conta com a presença do ex-presidente Lula como candidato a presidente ou como cabo eleitoral. E tem buscado potenciais aliados para compor a chapa uma chapa competitiva. Uma das prováveis candidatas ao Senado na chapa deve vir de uma das famílias mais tradicionais do RN: a deputada federal Zenaide Maia (PR).

Caso confirme sua candidatura, ela deverá enfrentar o primo Agripino Maia nas urnas.

Para o cargo de vice-governador, o PT busca o nome de um empresário. A ideia é reeditar uma chapa nos moldes da formada por Lula e José Alencar em 2002 e 2006.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - RODAPÉ
sábado - 04/11/2017 - 06:36h
PT e PMDB

O perdão da cumplicidade


Por François Silvestre

O PT e o PMDB se perdoam. Cúmplices de longo curso, preparam o azimute da reconciliação.

Encaixota-se o adjetivo “golpista” e monta-se nova nomenclatura. “Nova” aí força de expressão. Nenhum poderá mostrar a carteirinha de ética ao outro.

Todos lambuzados.

Aqui, nesse Rio pequenino do Norte, miserável e esquecido, as peças dão sinal de arrumação. No embalo do desgaste do governo, que torna Robinson Faria (PSD) um adversário fácil, as conversas já começaram.

O senador Garibaldi Alves iniciou o processo de convencimento do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), para apoiar a candidatura da senadora Fátima Bezerra (PT).

O prefeito indicará o vice. E a chapa ao senado, com o próprio Garibaldi e a deputada Zenaide Maia.

Uma bengalada no cocuruto de Zé Agripino e outra no cangote de Robinson.

Bye-bye “amigos” de hoje, vem-vem “inimigos” de ontem.

Leia também: PT volta a se aliar ao PMDB com aval do ex-presidente Lula AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião
quinta-feira - 19/10/2017 - 21:08h
RN

Bancada federal define emendas ao Orçamento de 2018


A bancada parlamentar federal do RN definiu nesta quarta e quinta-feira, dias 18 e 19, a destinação das emendas coletivas para o Orçamento da Geral da União de 2018. Durante a reunião em Brasília, cada parlamentar apresentou uma sugestão e duas emendas foram definidas consensualmente.

Bancada definiu emendas nos últimos dois dias em reuniões conclusivas em Brasília (Foto: Mariana Di Pietro)

Durante a reunião, a bancada optou que as emendas impositivas serão destinadas para o viaduto da Avenida Maria Lacerda (em Parnamirim) e a Barragem de Oiticica (Jucurutu).

Veja abaixo a lista detalhada de indicações dos parlamentares:

Senadores

José Agripino: Construção da Barragem de Oiticica;

Garibaldi Alves Filho: Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde- Universidade Federal do Semi-Árido (Ufersa) – Mossoró/RN;

Fátima Bezerra: Apoio à Modernização das instituições de segurança pública do estado do Rio grande do Norte;

Deputados

Felipe Maia: Adequação das instalações gerais e de Suprimentos do Terminal Salineiro de Areia Branca/RN;

Zenaide Maia: Construção de Anel Rodoviário – na BR-101 (Trecho localizado na BR 101 na divisa de Natal (Zona Norte) com São Gonçalo do Amarante/RN;

Rogério Marinho: Reestruturação e expansão de instituições Federais de Ensino Superior – Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN);

Antônio Jácome: Construção de Viaduto Rodoviário nos municípios de Natal e Parnamirim – Na BR 101/RN – viaduto da Maria Lacerda;

Walter Alves: Fortalecimento das Instituições de Segurança Pública;

Rafael Motta: Apoio à Manutenção da Saúde no Estado do Rio Grande do Norte;

Fábio Faria: Reforma, ampliação e aquisição de equipamentos hospitalares para o Hospital Walfredo Gurgel e Giselda Trigueiro e Hospitais Regionais de Assu/ Caicó/ Mossoró;

Beto Rosado: Integração do Rio São Francisco com as Bacias dos Rios Jaguaribe, Piranhas/Açu e Apodi (Eixo Norte) – Implantação do Ramal Apodi;

Emendas de consenso:

- Apoio a Política Nacional de Desenvolvimento Urbano no município de Natal/RN;

- Reestruturação e Expansão das Instituições Federais de Ensino Superior no município de Caicó/RN

Emendas de indicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte:

- Obras de saneamento básico;

-  Implantação de rodovias.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Repet
quarta-feira - 18/10/2017 - 16:42h
Agripino informa

Caixa garante continuidade do Minha Casa, Minha Vida


Agripno: reunião na CEF (Foto: cedida)

Durante discurso no plenário do Senado nesta quarta-feira (18), o presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), contou que se reuniu hoje com o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Gilberto Occhi. Discutiu soluções urgentes para a continuação das obras do Minha Casa Minha Vida, principalmente no Rio Grande do Norte.

Uma das principais preocupações do senador é a manutenção dos milhares de empregos gerados pelo setor.

De acordo com Agripino, a Caixa garantiu a continuidade do programa. Enquanto espera a decisão do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (CCFGTS) sobre a liberação de R$ 10 bilhões para empréstimos e financiamentos habitacionais, o banco reservará R$ 8 bilhões para programas da construção civil.

Prioridades

O Minha Casa, Minha Vida está incluso entre as prioridades. O conselho deve se reunir dia 24 de outubro.

“O anúncio de que o programa estaria sendo ameaçado de sofrer alguns cortes estabeleceu um clima de terror entre construtores e aqueles que vão receber as casas. Que fique claro: o Minha Casa Minha Vida não vai acabar”, relatou Agripino.

Além de Agripino, estiveram na reunião com Gilberto Occhi o senador Garibaldi Alves (PMDB) e os deputados Walter Alves (PMDB) e Felipe Maia (DEM).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Economia / Política
terça-feira - 17/10/2017 - 20:06h
Decisão

Senado garante retorno de Aécio Neves com 44 votos


Do G1

Senado derrubou nesta terça-feira (17), por 44 votos a 26, a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que havia determinado o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato. O senador mineiro precisava de 41 votos.

Com isso, Aécio poderá retomar as atividades parlamentares.

RN

Em termos de bancada do Rio Grande do Norte, os senadores potiguares votaram da seguinte forma: José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB) a favor de Aécio Neves. A petista Fátima Bezerra, não.

Com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, Aécio foi denunciado pela Procuradoria Geral da República (PGR) pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa.

Segundo a PGR, o tucano pediu e recebeu R$ 2 milhões da JBS como propina. A procuradoria afirma também que Aécio atuou em conjunto com o presidente Michel Temer para impedir o andamento da Lava Jato.

Desde o início das investigações, Aécio tem negado as acusações, afirmando ser “vítima de armação“.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - RODAPÉ
segunda-feira - 25/09/2017 - 16:23h
José Agripino

Senador convive com incômodo de saúde


O senador José Agripino (DEM) convive, nos últimos dias, com um incômodo comum aos mortais dos andares de baixo.

Está com conjuntivite.

Mais do que nunca precisa abrir os olhos.

Literalmente.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 23/09/2017 - 19:24h
Delação da Odebrecht

Lewandowski alivia situação de José Agripino


O Antagonista

O ministro Ricardo Lewandowski atendeu a um pedido de Rodrigo Janot e determinou o arquivamento de uma investigação contra o presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), aberta a partir da delação de executivos da Odebrecht, informa O Globo.

O inquérito segue no STF, mas investigando apenas o filho de Agripino, deputado federal Felipe Maia (DEM-RN).

De acordo com Ariel Parente, ex-diretor da Odebrecht, o senador recebeu R$ 100 mil, via caixa dois, em sua campanha em 2010.

Felipe Maia teria recebido R$ 50 mil.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 22/09/2017 - 06:28h
Política

Bastidores de uma delicada escolha para o TRE do RN


Do Blog da Chris

A indicação do advogado e atual suplente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN), Wlademir Capistrano, para a vaga de titular que era do também advogado Verlano de Medeiros, surpreendeu o mundo jurídico do Rio Grande do Norte.

José Agripino, Rosalba Ciarlini e João Maia, ligações que chegaram até Rodrigo Maia e à nomeação (Foto: Web)

Também candidato, o mossoroense Daniel Victor da Silva Ferreira era o favorito e tinha apoio declarado da maioria da classe política potiguar, nessa disputa que se estendia desde abril de 2016 e que contou com a substituição de um dos nomes, o jurista Paulo Linhares, por determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Não são necessárias maiores dilações para perceber o DNA da escolha: 1) a pressa para que a chancela não ficasse para Michel Temer (PMDB), que estava fora do país; 2) a ligação umbilical entre Rodrigo Maia (PMDB-RJ, que assinou a indicação e o senador José Agripino Maia; 3) o senador pretende uma aliança ampla em 2018, envolvendo João Maia (PR), padrinho do escolhido.

Relatoria no TRE

Não custa lembrar igualmente que no final do ano passado o ex-vice prefeito Antônio Capistrano, pai do nomeado, foi convidado por Carlos Augusto Rosado para assumir secretaria no Governo da pediatra Rosalba Ciarlini (PP), do qual declinou.

Wlademir é ainda relator no TRE de recurso da campanha de Rosalba Ciarlini que pretende reverter a reprovação de suas contas pela 34a Zona Eleitoral de Mossoró, cujo parecer da Procuradoria Eleitoral que atua junto ao Tribunal foi pela manutenção da decisão de primeiro grau, por considerar que a candidata praticou ilicitudes na arrecadação de recursos e gastos de campanha.

Todos esses personagens estavam em Brasília essa semana. O tabuleiro da política potiguar ferve com vistas a 2018.

Cada qual tentando se segurar como pode.

Leia também: Filho de ex-vice-prefeito é escolhido para o TRE do RN AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 13/09/2017 - 23:50h
Arena das Dunas

PGR denuncia Agripino em desdobramento da Lava Jato


Do G1

A Procuradoria Geral da República (PGR) denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), em um inquérito aberto a partir da Operação Lava Jato.

O teor da denúncia não será divulgado porque o caso está sob sigilo e, por enquanto, não há detalhes sobre as acusações contra o parlamentar.

Procurada pelo G1, a assessoria de Agripino divulgou nota na qual disse que o senador “repudia os fatos” e destaca que, em todos os depoimentos tomados e registrados no inquérito, “não consta sequer uma referência de pedido ou recebimento de valores em troca de qualquer tipo de retribuição ou vantagem”.

Agripino: sigilo (Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)

Mas o senador já disse, em outras ocasiões, não ter “o que esconder” porque ele colabora com as investigações. Agripino também já afirmou que as contas do partido estão “abertas” à Justiça.

Investigação

A investigação sobre Agripino Maia foi aberta em outubro de 2015 para apurar o suposto envolvimento do senador em fraudes nas obras da Arena das Dunas, estádio de futebol construído em Natal (RN) para a Copa de 2014.

No andamento do inquérito, o ministro do STF Luis Roberto Barroso, relator do caso, determinou a quebra dos sigilos bancário do DEM e telefônico do senador.

Agora, cabe a Barroso notificar o senador a apresentar defesa. A PGR quer que Agripino Maia vire réu e responda a uma ação penal. Essa decisão será tomada pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal.

Relatório

No inquérito, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, citou relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) no qual forma apontados depósitos fragmentados e movimentação atípica do senador.

Além disso, Janot transcreveu trecho do relatório que afirma que depósitos em espécie em contas do senador sugerem “tentativa de burla dos mecanismos de controle e tentativa de ocultação da identidade do depositante”.

Leia matéria completa AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.