quarta-feira - 03/04/2019 - 14:20h
Operação Sinal Fechado

Carlos Augusto Rosado será ouvido em processo sobre propina

Justiça Nega nega pedido para absolvição sumária feito por ex-deputado estadual e mais quatro réus

O Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior negou o pedido de absolvição sumária feito pelos quatro réus no processo número 0804459-26.2018.4.05.8400, que envolve, supostamente, um esquema para pagamento de propina no valor de R$ 300 mil.

Carlos: depoimento (Foto: arquivo)

O magistrado agendou para os dias 29 e 30 de abril a audiência de instrução no processo, onde serão ouvidas as testemunhas de acusação, defesa e os réus ex-deputado estadual Carlos Augusto de Sousa Rosado, ex-senador José Bezerra de Araújo Júnior (DEM), o “Ximbica”, o ex-assessor parlamentar Antônio Marcos de Souza Lima e o advogado e empresário George Anderson Olímpio da Silveira.

“No caso dos autos, a denúncia oferecida pelo Ministério Púbico Federal (MPF), que se fundamenta nos acordos de colaboração premiada do acusado George Anderson Olímpio da Silveira e de Alcides Fernandes Barbosa, além das movimentações bancárias e interceptações telefônicas dos demais acusados, descreve suficientemente a conduta atribuída a cada um deles, não podendo, portanto, ser considerada manifestamente inepta nem muito menos de carente de justa causa”, escreveu o Juiz Federal na decisão.

“Operação Sinal Fechado”

O  processo tem com fundamento a “Operação Sinal Fechado”, investigação que apura tentativa de implantação de inspeção veicular obrigatória no estado, com a contratação do Consórcio Inspar. Levantamento da época (final de 2010 e início de 2011) apontava que o negócio envolveria som superior a R$ 81 milhões em um único ano.

Começou na gestão Iberê Ferreira (PSB, já falecido) em 2010 e desembarcou na administração Rosalba Ciarlini (DEM, hoje no PP), atual prefeita de Mossoró e mulher de Carlos Augusto Rosado.

Ela foi inocentada em julgamento da segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) – veja AQUI, ano passado. Carlos emitiu nota à época, também se dizendo inocente (veja AQUI).

Leia também: Justiça aceita denúncia contra Carlos Augusto;

Leia também: Processo de ex-senador é mantido em juízo federal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
quarta-feira - 03/04/2019 - 09:36h
Governismo

A esperança equilibrista de uma bancada em desespero


Na bancada governista na Câmara Municipal de Mossoró, quase ninguém é “queridinho” do Palácio da Resistência, onde a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) será inquilina até 31 de dezembro de 2020.

Mas essa mesma bancada banca seu desgaste, sem quase nada em troca. É uma esperança equilibrista, como na letra de Aldir Blanc para um clássico da Música Popular Brasileira (MPB) – O bêbado e a equilibrista.

Quadro "A balsa da Medusa", óleo sobre tela de Théodore Géricault, no Museu do Louvre em Paris

A rebelião dos vereadores em votações pontuais e discursos ocasionais, em verdade pouco impactou a vida do Executivo, mas lhe poupou de prejuízos incomensuráveis, talvez agora ignorados pela prefeita e o líder do seu sistema – ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado.

Só para lembrar: foi graças a essa mesma bancada, que em 2018 foi sepultada (veja Bancada de Rosalba Ciarlini acaba com a “CEI do Lixo”) a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apuraria contratos mais do que suspeitos na contratação de empresa para limpeza urbana, questão objeto até de relatório contundente do Ministério Público de Contas (MP de Contas) – MP aponta indícios de fraudes e danos em limpeza urbana.

Daqui para frente, será difícil para boa parcela desses parlamentares se livrar do peso do desgaste governista e de seus próprios pecados em votações e omissões.

O Palácio da Resistência vai escolher prioridades, sendo a primeira a própria reeleição da prefeita. Pela Câmara Municipal, um ou outro terá injeção diferenciada para igual feito. Já à maioria caberá o canibalismo pela sobrevivência, formando chapão em algum bote salva-vidas partidário.

Numa analogia, será a reprodução política da história da Fragata Medusa (1816) – veja AQUI, síntese de egoísmo e selvageria humanos, em nome da própria subsistência.

É o preço dessa relação de consórcio ou conluio com o governo, em que só um lado ganha e sempre a sociedade sai perdendo. Parceria entre machado e pescoço.

Rosalba é o machado, mas é o eleitor quem tem a força.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política
  • Repet
segunda-feira - 01/04/2019 - 19:20h
JFRN

Processo de ex-senador é mantido em juízo federal


Ximbica: 300 mil (Foto: Agência Senado)

O Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior, titular da 2ª Vara Federal, decidiu que é de competência da Justiça Federal um caso envolvendo o ex-senador José Bezerra de Araújo Júnior (DEM), o “Ximbica”. Ele é acusado de supostamente ter viabilizado o recebimento no valor de R$ 300 mil a título de propina para os acusados José Agripino Maia (DEM), Rosalba Ciarlini (DEM) e Carlos Augusto de Sousa Rosado.

O acusado José Bezerra pedia exceção de incompetência do Juízo para que o processo fosse remetido à Justiça Estadual.

A tese foi rejeitada.

“Tais delitos foram perpetrados tendo como um dos personagens principais o ex-Senadores da República José Agripino Maia e Rosalba Ciarlini Rosado. Nessa condição de Senadores da República eram agentes públicos federais e representantes do Estado do Rio Grande do Norte no Congresso Nacional, conforme art. 46 da Constituição de 1988. Situação que por si só atrai o interesse jurídico da União”, escreveu o Juiz Federal Walter Nunes ao proferir a decisão.

Para o magistrado, por se tratar de crime em que se imputa a participação de acusado que praticou a conduta quando era senador e em razão do exercício do cargo, na hipótese de desmembramento, a Justiça Federal é o juízo competente para processar e julgar os coautores e/ou partícipes.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
segunda-feira - 18/02/2019 - 20:30h
Mossoró

Henrique em compromisso eminentemente social


Carlos, Laurita e Henrique: sem politica (Foto: WhatsApp)

O ex-presidente da Câmara Federal Henrique Alves (MDB) passou nesse sábado (16) por Mossoró.

Na companhia da jornalista Laurita Arruda, sua mulher, cumpriu agenda eminentemente social.

Foi padrinho de casamento do casal Saulo Spinelly-Roberta Freitas.

Na recepção, dividiu mesa com o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, seu interlocutor por bom tempo.

Sobre política, não deixou transpirar nada.

Nadica de nada.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 22/01/2019 - 10:48h
Detran/RN

Placa Mercosul pode repetir esquema da “Sinal Fechado”


O Inquérito Civil Público (ICP) aberto pelo Ministério Público do RN (MPRN) para apurar possíveis ilegalidades na regulamentação e credenciamento de empresas para fornecimento das placas Mercosul, implantadas em 14 de dezembro de 2018 pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/RN), poderá desfigurar um esquema na dimensão ou maior do que a célebre “Operação Sinal Fechado”.

Gaeco é responsável pelo trabalho investigativo que pode exumar muita podridão (Foto: ilustrativa)

Se o MPRN mergulhar de cabeça, no caso, tende a exumar uma intrincada e restrita rede de interesses escusos envolvendo figuras ilustres da política, como aconteceu entre final de 2010 e início de 2011, com a Sinal fechado, também no Detran/RN. À época, nomes de peso da política e de outros patamares sociais e do serviço público, terminaram no olho do tufão.

A Operação Sinal Fechado descobriu que uma licitação viciada ensejou a contratação do Consórcio Inspar, obrigando proprietários de veículos ao pagamento de uma taxa para inspeção veicular. Tudo não passava de uma usina para enriquecimento ilícito de gente oculta e graúda.

Agora, há indícios de que o esquema é muito parecido e igualmente multimilionário. Portanto, fraudulento e nocivo ao estado e ao contribuinte.

Investigação

A investigação de agora foi publicada em portaria no Diário Oficial do Estado (DOE) de sexta-feira (18) e é conduzida pelo Grupo de Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), órgão do MP-RN.

O MP-RN também investiga por que as empresas Utsch do Brasil Indústria de Placas de Segurança LTDA e W.V. de Souza Comércio de Placas LTDA – ME são as únicas credenciadas na categoria fabricante e somente as empresas Autoplac Indústria e Comércio LTDA – EPP, F.V. Rocha – ME e Gil Placas LTDA estão credenciadas na categoria estampadora.

O MPRN quer saber por qual motivo as 38 empresas que anteriormente estavam credenciadas para fornecimento de placas não puderam se credenciar no próprio Detran para fabricação e estampagem das “placas Mercosul”, exigindo-se anterior credenciamento ao Denatran.

Veja AQUI mais informações sobre a Sinal Fechado, para entender a comparação.

Leia também: Agripno se torna réu pela segunda vez; Rosalba é inocentada;

Leia também: Justiça aceita denúncia contra Carlos Augusto Rosado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público / Política
quinta-feira - 27/12/2018 - 15:50h
Equipe e tempo

Fátima tem dificuldades que fazem lembrar Rosalba Ciarlini


Um dos  pecados capitais do casal Rosalba Ciarlini (DEM, hoje no PP)-Carlos Augusto Rosado, após as eleições dela ao Governo do Estado em 2010, foi quanto à formação de equipe.

Rosalba conseguiu Domício Arruda para a Saúde horas antes da posse e assim mesmo ele ficou por pouco tempo (Foto: TN)

Rosalba e Carlos imprimiram um modelo tão amador e desleixado, que só conseguiram encontrar alguém para a Saúde no último dia do ano de 2010, algumas horas antes da posse da governante em 1º de janeiro de 2011.

O cargo caiu no colo do médico Domício Arruda, depois da recusa de outros nomes. Porém ele mesmo passou poucos meses. Saiu de forma atribulada (veja AQUI), com repercussão até em noticiário da Rede Globo de Televisão.

Mas muitos outros cargos ficaram em aberto na posse de Rosalba em 2011. E assim continuaram por mais tempo.

Vale ser lembrado: o casal até viajou à Europa entre as eleições e posse, deixando a desinformação como companhia de todos: aliados, imprensa, população.

Os dois tinham certeza que poderiam levar o governo na valsa e na flauta.

Deram-se mal.

E o povo do Rio Grande do Norte, mais ainda.

Com a governadora eleita em outubro deste ano, senadora Fátima Bezerra (PT), há certas diferenças e semelhanças preocupantes num comparativo com essa fase de pré-governo Rosalba Ciarlini.

Boa parte de sua equipe, por exemplo, não foi anunciada. Tanto no primeiro escalão, como em relação a estamentos inferiores.

A expectativa era de que no inicio da semana passada tudo fosse fechado. Não foi.

É provável que alguns nomes, a exemplo do acontecido com Rosalba, terminem ficando para a “25ª hora” ou mais adiante.

Fátima não tem relaxado à procura de arrumação do seu time e tem refreado o ímpeto de aliados por cargos, com indicações até esdrúxulas.

Mas o tempo urge e ruge.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
sexta-feira - 23/11/2018 - 11:24h
Poder

História revela que nome ‘certo’ corre perigo em eleições na AL

Próxima disputa para mesa diretora do legislativo potiguar tem 'favorito' e possibilidade de surpresa

No início de fevereiro de 2019, a Assembleia Legislativa do RN, já com seus novos ocupantes à legislatura 2019-2022 vai escolher os membros de sua nova Mesa Diretora. Até lá, não faltarão favoritos e nome “certo” à presidência da Casa. Mas o adjetivo “certo’ nem sempre se encaixa nos fatos.

Ezequiel conseguiu eleição surpreendente em 2015, quando Ricardo Motta estava "certo" (Foto: João Gilberto)

É comum em eleições internas no parlamento, que aconteçam surpresas, reviravoltas e decisões alheias a prognósticos antecipados com muita antecedência. A história é quem conta.

O atual presidente da Casa e tido como provável eleito-reeleito em fevereiro, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB, à época no PMDB), é a prova viva de que está com eleição certa não é uma garantia. Ele correu por fora e foi eleito em 2 de fevereiro de 2015 à unanimidade dos votos.

Costuras silenciosas descartam Ricardo Motta

Até algumas horas antes, Ricardo Motta (PSB, à época no Pros) estava certo de sua eleição/reeleição. A contabilidade variava entre 16 e 18 votos assegurados. Nos bastidores, uma costura política silenciosa envolveu até o governador Robinson Faria (PSD), que antecipou retorno de viagem a Natal e fechou alguns apoios a Ezequiel.

Nessa narrativa, o prefeito mossoroense à época, Francisco José Júnior (PSD, hoje sem legenda), cumpriu missão pontual para reforçar a eleição de Ezequiel. E assim aconteceu. Motta ficou praticamente sozinho.

Depois, Ezequiel foi reeleito para o atual biênio, sem maiores dificuldades ou mínima oposição.

Em 1989, o deputado Vivaldo Costa surpreendeu Paulo de Tarso Fernandes, num tessitura nos intramuros desse poder, que teve como um dos principais arquitetos o deputado Carlos Augusto Rosado. Fernandes estaria eleito por aclamação, porém saiu derrotado.  Sua decepção com os acontecimentos que marcaram esse episódio foram tão grandes, que acabou até mesmo desistindo da política.

Carlos Augusto: gosto dos Maias (Foto: AL)

Nunca mais foi candidato à nada.

Eleição perdida num almoço e a força dos Maias

Em 1987, o deputado Nelson Freire foi eleito presidente da AL como “zebra”, numa chapa fechada em tempo recorde. O então deputado Valério Mesquita costuma contar, até em tom jocoso, que enquanto foi a Macaíba para almoçar, perdeu a presidência para Freire.

No pleito interno de 1981, as costuras políticas partiram do próprio Palácio Potengi (então sede do Governo Lavoisier Maia) e da Fazenda São João (endereço do ex-governador Tarcísio Maia). Os Maias tinham interesse na eleição do deputado Carlos Augusto Rosado. Queriam fortalecer seu grupo em Mossoró e região, provocando racha no rosadismo.

Marcílio Furtado e o ex-presidente Alcimar Torquato duelavam pelo cargo, mas Carlos acabou ungido. Adiante, distanciou-se da liderança dos tios Dix-huit Rosado (prefeito) e Vingt Rosado (deputado federal).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
sábado - 03/11/2018 - 15:06h
Mossoró

Filha de prefeita volta à titularidade de secretaria


Lorena e a mãe Rosalba: cargo (Foto: Mossoró Hoje)

Lorena Ciarlini (PP) está de volta à titularidade da Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura Municipal de Mossoró. O Jornal Oficial do Município (JOM) do dia 1º de novembro oficializa a posse.

Tinha sido exonerada a pedido no dia 19 de agosto, para se integrar à campanha eleitoral, como força de trabalho em prol dos candidatos do grupo governista.

Em seu lugar, nesse ínterim, esteve a adjunta Fernanda Kallyne Rego de Oliveira.

Lorena foi durante bom tempo um nome cotado para ser candidata a deputado estadual. Mas por decisão pessoal deixou claro à sua mãe-prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e ao pai e ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP), não pretender ingressar na carreira política.

O nome passou a ser então o de seu irmão, Kadu Ciarlini. Ele acabou sendo deslocado para chapa majoritária, nos acertos políticos do seu grupo, como vice do ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT). Não obtiveram êxito eleitoral.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
segunda-feira - 29/10/2018 - 09:30h
Pós-eleições

Rosalba prepara pacotão com exonerações e forte arrocho


Passadas as eleições 2018, em seus dois turnos, o grupo da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) começa a fazer o rescaldo. O balanço preliminar é desastroso do ponto de vista político: saldo zero, com possibilidade de maiores prejuízos adiante.

Rosalba: saldo zero; Carlos: exonerações em massa (Foto: Canindé Soares)

Os reflexos das urnas nas eleições de 7 de outubro e ontem (domingo, 28), logo começarão a ser sentidos na própria máquina municipal, que foi a principal fornalha da campanha dos candidatos do rosalbismo, todos literalmente derrotados.

Pacotão

Exonerações em massa de comissionados, restrição considerável em contratos terceirizados, arrocho no custeio operacional da municipalidade, reforma administrativa e outras medidas igualmente ortodoxas deverão ser tomadas.

O “pacotão” vai ser aberto. É inadiável, sobretudo porque foi postergado desde o começo da própria gestão, que prometeu austeridade e pouco ousou, agindo em sentido inverso para atender a interesses políticos.

Num desabafo entre circunstantes no final da campanha eleitoral, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, marido de Rosalba, foi claro:

- “Se não, a gente não consegue sequer pagar a folha!”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 08/10/2018 - 13:04h
Dificuldades

Carlos Augusto apressa conversas para segundo turno


Carlos: urgência (Foto: arquivo)

O ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado pegou o rumo de Natal nesta segunda-feira (8), pós-eleições 2018 (primeiro turno).

Muitas conversas e reuniões com a cúpula da campanha de Carlos Eduardo Alves (PDT)-Kadu Ciarlini (PP).

Os números para seu grupo foram devastadores em Mossoró (veja AQUI).

Mas poderiam ter sido piores.

Para não ficarem piores, não perde tempo.

E algo mais para ser conversado, noutra esfera. Nada mais posso adiantar, apesar da vontade.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
domingo - 07/10/2018 - 05:02h
Eleições 2018

Depois de eleger quatro deputados, Mossoró tenta ‘voltar’ à AL


Mossoró já chegou a determinar a eleição de quatro deputados estaduais num único ano. Foi em 1974, há 44 anos. Um feito raro. Poderá ser repetir este ano? Difícil.

Mas não será por falta de candidatos, pois pelo menos 21 nomes originários do município, em diversos partidos, foram inscritos à disputa de assentos na Assembleia Legislativa do RN neste ano.

Assis Amorim (Caricatura de Túlio Ratto)

Ao longo de décadas, a cidade sempre teve nomes na Assembleia Legislativa, o que não ocorreu em 2014. À ocasião, não elegeu ninguém.

Os dois deputados que tentaram a reeleição à época, Larissa Rosado (PSB, hoje no  PSDB) e Leonardo Nogueira (DEM), não obtiveram êxito. Uma engenharia política posterior é que permitiu que Larissa, como suplente, fosse empossada e efetivada em 2017.

Quatro nomes

Em 1974, foram eleitos João Newton da Escóssia (Arena) e Alcimar Torquato (Arena), com apoio do deputado federal Vingt Rosado (Arena). O primeiro, cunhado do parlamentar; o segundo, natural de Luís Gomes, mas que há mais de uma década atuava na medicina local.

Luís Sobrinho (MDB) e Assis Amorim (MDB), apoiados pelo ex-governador cassado Aluízio Alves (MDB), também foram eleitos no mesmo ano a partir de Mossoró.

Eleitos de 1974 a 2014  tendo Mossoró como base

1974 – João Newton da Escóssia, Alcimar Torquato, Assis Amorim e Luís Sobrinho;

1978 – Carlos Augusto Rosado

1982 – Jota Belmont e Carlos Augusto Rosado

1986 – Laíre Rosado e Carlos Augusto Rosado

1990 – Carlos Augusto, Antônio Capistrano e Frederico Rosado

1994 – Frederico Rosado e Francisco José (pai)

1998 – Frederico Rosado, Sandra Rosado e Ruth Ciarlini

2002 – Larissa Rosado, Francisco José (pai) e Ruth Ciarlini

2006 – Larissa Rosado e Leonardo Nogueira

2010 – Larissa Rosado e Leonardo Nogueira

2014 – Nenhum.

Em 1974, de “lambuja”, ainda aconteceu a reeleição do médico Dalton Cunha (Arena). Era mossoroense da gema, mas tinha como base principal de votos o município de Apodi e adjacências.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 20/08/2018 - 07:58h
Eleições 2018

Filha de Rosalba sai de secretariado para atuar em campanha


Lorena, Rosalba e Kadu: campanha (Foto: arquivo)

Mais mudança na equipe de secretários da prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP).

Sua filha e titular da pasta da Assistência Social, Lorena Ciarlini, foi exonerada.

Em seu lugar entra a adjunta Fernanda Kallyne Rego de Oliveira, assistente social que já esteve na pasta da Ação Social na era Fafá Rosado (PSB), Francisco José Júnior (sem partido) e como titular da Saúde na Prefeitura de Upanema.

Ela é servidora de carreira da municipalidade mossoroense.

Decisão política

A saída de Lorena é uma decisão política normal, para deixá-la liberada para participar da campanha dos candidatos do grupo governista da prefeita Rosalba, principalmente focada na chapa majoritária, onde está seu irmão Kadu Ciarlini (PP), candidato a vice-governador de Carlos Eduardo Alves (PDT).

Leia também: Sandra Rosado emplaca mais um cargo no primeiro escalão.

Lorena foi durante bom tempo um nome cotado para ser candidata a deputado estadual. Mas por decisão pessoal deixou claro à sua mãe-prefeita e ao pai e ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP), não pretender ingressar na carreira política.

O nome passou a ser então o de seu irmão, Kadu. Ele acabou sendo deslocado para chapa majoritária, nos acertos políticos do seu grupo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sexta-feira - 17/08/2018 - 15:10h
Mossoró

Vereador “desapoia” candidato e volta para rosalbismo


Manoel e Jorge: dez dias e uma foto (Foto: assessoria)

Dez dias após anunciar e posar para fotografia (veja AQUI) como apoio à candidatura à Assembleia Legislativa do ex-candidato a vice-prefeito Jorge do Rosário (PR), o vereador mossoroense Manoel Bezerra de Maria (PRTB) foi “rebobinado”.

À noite desta sexta-feira (17), ele vai estar no ato político (veja AQUI) organizado pelo rosalbismo, em torno da chapa governista Carlos Eduardo Alves (PDT)-Kadu Ciarlini (PP) ao governo estadual, além de seus candidatos à Câmara Federal (Beto Rosado-PP) e à Assembleia Legislativa (Larissa Rosado-PSDB).

Ex-líder da bancada da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) na Câmara Municipal de Mossoró, Manoel teve uma conversa ao pé-do-ouvido com o comandante-em-chefe do rosalbismo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP).

Foi convencido que é melhor ficar onde estava antes.

Seu apoio a Jorge ficou só como lembrança, na foto tirada no último dia 7.

Resolvido.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 07/08/2018 - 13:47h
Eleições 2018

Vereadores rosalbistas debandam para outros apoios


Vários vereadores governistas/rosalbistas mossoroense devem debandar para apoios a candidaturas à Câmara Federal e à Assembleia Legislativa fora da orientação do Palácio da Resistência. A tendência começa a se confirmar

Manoel anunciou apoio a Jorge (Foto: assessoria)

À Assembleia Legislativa, por exemplo, à manhã de hoje o ex-líder da bancada da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), Manoel Bezerra de Maria (PRTB), anunciou apoio à candidatura oposicionista de Jorge do Rosário (PR), que foi candidato a vice-prefeito de Mossoró na campanha de 2016.

A presidente da Câmara Municipal, Izabel Montenegro (MDB), está fechada no apoio à candidatura à reeleição do deputado estadual Hermano Morais (MDB).

Bancada não se afina

Outros vereadores deverão se pronunciar nos próximos dias, tanto à AL como em relação ao apoio à Câmara Federal.

À semana passada, a bancada governista teve reunião com o líder do rosabismo-governismo (veja AQUI), ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP). Mas nada evoluiu em termos de afinação e entendimento político.

Leia também: Carlos Augusto tenta acalmar dirigente do MDB.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 07/08/2018 - 11:06h
Arestas

Carlos Augusto tenta acalmar dirigente do MDB mossoroense


Izabel: insatisfação declarada (Foto: arquivo)

O ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP) convocou a presidente da Câmara Municipal de Mossoró e do MDB mossoroense, Izabel Montenegro, para uma conversa.

A reunião acontece agora pela manhã na sede do Partido Progressista (PP), no centro da cidade.

Quer aparar arestas.

Há dias que ela anda furibunda com a gestão da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e relação política.

Ela não engole, por exemplo, indicação do médico Bernardo Rosado (PP) como segundo suplente na chapa ao governo estadual encabeçada pelo ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) – veja AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 05/08/2018 - 16:48h
Política

Sandra Rosado tem mais duas razões para ficar com os primos


A vereadora e candidata à Câmara Federal, Sandra Rosado (PSDB), já pode colocar um fim à sua novelesca ‘indecisão’ pública sobre a própria postulação e apoio a governo. Ficou sem graça o suspense.

Carlos e Sandra: isso, isso, isso (Foto: arquivo)

O desembarque do empresário e ex-candidato a prefeito de Mossoró Tião Couto (PR) no palanque do governador Robinson Faria (PSD) – veja AQUI, onde o partido dela está, é a senha para dizer bye!

Sandra e Tião não se bicam desde a campanha municipal de 2016, numa arenga que saiu da esfera política para o campo pessoal.

Outra razão: a campanha Robinson-Tião vai alvejar a prefeita e ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) – veja AQUI, a quem Sandra e seu grupo dizem apoiar em Mossoró.

Primo Carlos Augusto Rosado e prima Rosalba Ciarlini, líderes do rosalbismo, aguardam notícias.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
domingo - 05/08/2018 - 12:38h
História

Mossoró volta a ter dois nomes a vice em disputa por governo

Há 16 anos, Carlos Augusto e Laíre Rosado fizeram parte de chapas derrotadas por Wilma de Faria

A campanha estadual deste ano no Rio Grande do Norte traz uma novidade que não ocorria há vários pleitos.

Outra vez, duas chapas ao Governo do Estado trazem nomes a vice oriundos de Mossoró. Ocorrera em 2002, ou seja, há 16 anos.

Em 2018, Carlos Eduardo Alves (PDT) tem como vice o filho da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), Kadu Ciarlini (PP).

Wilma, cabeça de chapa, venceu dois adversários que tinham conterrâneos como vice (Foto: arquivo)

O governador Robinson Faria (PSD) importou o empresário e ex-candidato a prefeito Tião Couto (PR).

Em 2002 foi assim

- Fernando Freire (PPB), governador, contou com deputado federal Laíre Rosado (PMDB) como vice. Obtiveram 404.865 votos (30,89%).

- O senador Fernando Bezerra (PTB) teve a companhia do ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PFL). Somaram 261.225 votos (19,93%).

A chapa vencedora tinha uma mossoroense na cabeça: Wilma de Faria (PSB). O seu vice foi o deputado estadual Antônio Jácome (PSB), paraibano de Sousa.

Venceram com 492.756 votos (37,59%) no primeiro turno, indo para o segundo turno contra Fernando Freire-Carlos Augusto.

Segundo Turno

A chapa Wilma de Faria-Antônio Jácome empalmou 820.541 (61,05%) e a perdedora com Fernando Freire e Laíre Rosado não passou de 523.614 (38,95%).

“Eu vou vencer as eleições. Meus adversários são muito fracos”, previu Wilma de Faria em fase preliminar da campanha daquele ano, quando chegava para evento na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Mossoró, em interlocução com o empresário Genivan Batista.

Acertou em cheio.

Em 2006 ela obteve reeleição, tendo o deputado federal Iberê Ferreira (PSB) como vice.

Mas aí já é outra história.

Depois a gente conta.

Leia também: A “maldição” de ter vice de Mossoró (15 de junho de 2010). Nessa postagem, há mais de oito anos, traçamos um histórico de vice de Mossoró, que vem desde os anos 50, pós-regime do Estado Novo no país.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 03/08/2018 - 09:18h
É!

Reunião de bancada com líder politico não agrada


Huuum! Não foi nada satisfatória a reunião do final de tarde de ontem (quinta-feira, 2) da bancada governista municipal de Mossoró, com o líder rosalbista Carlos Augusto Rosado (PP).

Ele ainda não conseguiu botar os pingos nos is com os vereadores que dão sustentação política ao governo de sua mulher, prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Uma ausência anotada foi da vereadora e ainda pré-candidata à Câmara Federal Sandra Rosado (PSDB).

Apesar dos pesares, todos foram convocados para a Convenção Estadual do PP que ocorrerá nesta sexta-feira (3), no auditório do Hotel VillaOeste, entre 18 e 22 horas.

Apareçam lá, caros vereadores.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
quinta-feira - 02/08/2018 - 14:30h
Urgente

Carlos Augusto convoca bancada para reunião


O líder do rosalbismo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, convocou bancada governista na Câmara Municipal de Mossoró.

Reunião às 17 horas na sede do Partido Progressista (PP), à Rua Mário Negócio, Centro.

Serão feitos comunicados de suma importância para os vereadores.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 01/08/2018 - 18:06h
Deputado

Pré-candidato está todo prosa com incentivo político


O vereador mossoroense governista Flávio Tácito (PPL) anda todo prosa.

Ah, tem lá suas razões.

Esbarrou no casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP) e ouviu afagos ao seu projeto de concorrer à Assembleia Legislativa.

Por Carlos Augusto, “Flavinho” foi logo sendo tratado por “deputado”.

Rosalba, então, inflou seu ego com incentivos do tipo – “vá em frente”.

Então, tá!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
segunda-feira - 30/07/2018 - 10:42h
Estresse

Sandra Rosado é ‘enquadrada’ para ser ou não ser candidata


A vereadora mossoroense Sandra Rosado (PSDB) participou nesse domingo (29) da Convenção Estadual do PSDB (veja AQUI) em Natal.

Em peças de propaganda como banner e em discurso de sua filha e deputada estadual Larissa Rosado (PSDB), ela foi apresentada como “candidata a deputado federal”.

Sandra está enquadrada por Ezequiel e pelo líder rosalbista Carlos Augusto (Foto: cedida)

Será mesmo? Há controvérsia.

Os próximos dias dirão se ela será realmente candidata ou não à Câmara Federal, onde já esteve – não se reelegendo em 2014.

Cerco

Sandra está sendo enquadrada pelo presidente do PSDB no RN, presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel de Souza (PSDB), para manter a postulação. O partido precisa dela para alimentar a reeleição do seu candidato preferencial à Câmara Federal, deputado Rogério Marinho.

Noutra extremidade, também é enquadrada pelo líder do rosalbismo – ao qual está ligada -, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP).

Ele quer sua desistência, para apoio à reeleição do deputado federal Beto Rosado (PP). Paralelamente, à campanha ao governo da chapa Carlos Eduardo Alves (PDT)-Kadu Ciarlini (PP), seu filho e da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

A desistência terá como contrapartida o apoio do rosalbismo à reeleição de Larissa Rosado, além de maiores espaços no governo municipal.

Leia também: Carlos Eduardo e Sandra Conversam;

Leia também: Aliado de Sandra pode ser secretário de Rosalba;

Leia também: Sandra e Larissa têm reunião decisiva com Carlos Augusto;

Leia também: Poderemos ter surpresas até o final das convenções.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 26/07/2018 - 20:50h
Em família

Carlos Augusto conversa com a prima “Poderosa”


Primo Carlos e a "Poderosa": afinação (Foto: arquivo)

Líder do rosalbismo, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP) anda conversando com a prima “Poderosa”, epíteto que tatuou na vereadora Sandra Rosado (PSDB), pré-candidata a deputado federal no palanque do governador Robinson Faria (PSD).

Quem acompanha o Blog Carlos Santos já entendeu o que isso significa.

Ouvido ao chão, como bom índio Sioux, Cherokee, Cheyenne, Navajo, Comanche ou Apache.

Leia também: Poderemos ter surpresas até o final das convenções.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.