sábado - 14/09/2019 - 09:38h
Operação Sinal Fechado

Suspensão de processo beneficia Carlos Augusto Rosado


O processo conhecido como “Operação Sinal Fechado”, que tem como réus o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, ex-senador José Bezerra de Araújo Júnior (Ximbica), Antônio Marcos de Souza Lima e George Anderson Olímpio da Silveira, está suspenso na Justiça Federal. A decisão é do juiz federal Walter Nunes da Silva Júnior, da 2ª Vara Federal do RN, com sede em Natal.

Carlos: decisão a seu favor (Foto: arquivo)

A demanda sob o 0804459-26.2018.4.05.8400 envolve, supostamente, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro no âmbito do Departamento Estadual de Trânsito do RN (DETRAN/RN) entre fim do Governo Iberê Ferreira de Souza (PSB), já falecido, e início da administração de Rosalba Ciarlini (DEM, hoje no PP) – mulher de Carlos Augusto Rosado.

Constam nos autos informações detalhadas acerca da movimentação financeira e fiscal dos acusados, além de outras pessoas que com eles mantiveram relações, sem qualquer autorização judicial a respeito.

STF

A posição do juiz está enquadrada no contexto da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, que entende pela ilegalidade do compartilhamento de informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) com o Ministério Público Federal (MPF), sem que ocorra autorização judicial.

Como o tema é de Repercussão Geral, o magistrado suspendeu a tramitação dessa demanda até que o processo que originou a decisão na Corte seja analisado pelo plenário do Supremo.

“Com isso, e ressaltando o risco do reconhecimento da futura nulidade, foi determinada a suspensão do processamento de todos os processos judiciais em andamento, que envolvam a matéria, até o julgamento definitivo pelo Plenário da Corte, previsto para 21 de novembro de 2019”, escreveu Walter Nunes na decisão.

Leia também: Justiça aceita denúncia contra Carlos Augusto Rosado;

Leia também: Carlos Augusto afirma confiar na Justiça;

Leia também: Agripino se torna réu pela segunda vez; Rosalba é inocentada.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
quinta-feira - 29/08/2019 - 11:22h
Está escrito

O vice de Rosalba Ciarlini e seu cronograma até 2022


Por Vicente Serejo (Tribuna do Norte)

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) tem um cronograma: sair reeleita das eleições de 2020, com um vice de absoluta confiança. 

Cumprida essa etapa, governar Mossoró mais dois anos, renunciar e disputar novo mandato de senadora.

O vice ideal: empresário Elviro Rebouças.

Destino

A sua vice atual, Nayara Gadelha (PP), vai tentar a eleição para vereador e deve ser eleita, nas previsões do bunker de Carlos Augusto Rosado.

A estratégia até lá, é manter a ex-deputada federal Sandra Rosado (PSDB) refém do mandato de vereador e as oposições divididas.

Nota do Blog Carlos Santos – “Isso, isso, isso”, diria o personagem “Chaves”, do humorista mexicano Roberto Bolaños, naquele seu conhecido bordão.

Está tudo escrito, meu caro. Ou reescrito. Ano passado, os planos passavam pela eleição do rebento Kadu Ciarlini (PP) a vice-governador. Não deu certo.

Agora, novo recomeço. Não pode ter erro.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
terça-feira - 27/08/2019 - 11:00h
Reeleição

Para apaziguar bancada, rosalbismo promete atrair partidos


Líder do rosalbismo, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP) promete providenciar pelo menos mais dois partidos para acomodação de vereadores da situação que pretendem disputar a reeleição em 2020.

Visita de Ezequiel à Liga de Combate ao Câncer (LMCC) teve presença de vários vereadores (Foto: cedida)

Existem legendas até com nominatas prontas que começam a ser sondadas para esse fim. Serão cooptadas e composição de candidaturas será reordenada para favorecimento a quem possui mandato no governismo. É o prometido.

Ele anda apreensivo com a possibilidade de dispersão de parte dessa importante base, com proximidade da campanha municipal de 2020. A insatisfação é quase generalizada.

Com o saçaricado domingo (25) de vereadores governistas – veja AQUI - no entorno do presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), Carlos Augusto passou a deduzir (com razão) que possa ocorrer “efeito manada” na direção do líder tucano.

É tudo o que ele não quer.

Leia também: Campo aberto para Ezequiel Ferreira;

Leia também: Visita ciceroneada de Ezequiel a Mossoró incomoda rosalbismo;

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 10/07/2019 - 19:48h
Em alerta

Pesquisa aponta efeito político modesto do Cidade Junina


O casal Carlos Augusto Rosado (PP)-prefeita Rosalba Carlini (PP) está com pesquisa pós-Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2019 em mãos.

Os números, principalmente político-eleitorais, ficaram bem aquém do esperado.

Simplificando: o MCJ não tem mais aquele poder de antes.

Preocupante.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner da Agência Crioula, Delegacia da Mulher - Zona Norte, Agosto de 2019
segunda-feira - 08/07/2019 - 08:30h
A "Rosa" e a coroa de espinhos

Mário Rosado passa a limpo bastidores da política

Ex-deputado descreve racha político e ingratidão da atual prefeita Rosalba Ciarlini-Carlos Augusto

Filho do ex-prefeito Dix-huit Rosado (falecido em 22 de outubro de 1996), o empresário e ex-deputado federal Mário Rosado tem postado pequenas crônicas em seu endereço na rede social Facebook (veja AQUI). São escritos sobre relação com o pai e política, por exemplo, em tom de memória e linguagem coloquial.

Veja abaixo uma das postagens, em que ele descreve racha político e ingratidão da atual prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e Carlos Augusto Rosado, seu primo, em relação a Dix-huit:

Mário Rosado escreve memórias que podem ser ferinas (ou felinas) numa linguagem coloquial (Foto: reprodução)

Passando a Limpo - Capítulo avulso

A “Rosa” e a coroa de espinhos

Mossoró 1988. Fim do mandato de Dix-huit, Laíre Rosado candidato a Prefeito, “Xuxa” cantando sem parar em disco. Laíre quase eleito disse que não precisava do voto do tio Dix-huit para ganhar a eleição. O “Velho” ficou sentido de partir o coração e enquanto Geraldo Melo (governador) procurava que eu ajudasse, Laíre endurecia.

Dix-huit dizia que quem não precisa do meu voto, não precisa do voto do meu povo e que parta sem mim no seu Palanque festivo e muito bonito.

Carlos Augusto astuto e sabido pegou Lavoisier Maia (senador à época, ex-governador) pelo braço, juntou com José Agripino (senador também e ex-governador) e foi a São Paulo para pedir meu apoio. Carlos dizia que não concordava com o isolamento de meu pai, a quem chamava de “tio querido”.

Foram embora.

Carlos foi a Mossoró pegou Rosalba e foi à minha casa em São Paulo, pedindo – como diziam humildemente – para que salvasse Mossoró de Sandra Rosado (nossa prima), que me odiava e a Dix-huit, no que eu disse não acreditar.

Luiz Pinto, Rosalba Ciarlini, Dix-huit, Mário e o ex-governador Tarcísio Maia: anúncio de apoio em 1988 à “Rosa” (Foto: reprodução do Gazeta do Oeste)

A campanha ia longe. Canindé Queiroz (jornalista fundador do Gazeta do Oeste) dizia que Dix-Huit lia o livro “O nome da Rosa”. O deputado federal Vingt Rosado radicalizou e aconteceu o rompimento.

Dix-huit acreditou em Rosalba, que em frase decorada dizia: “Quero ser médica de corpo e da alma dos mossoroenses” (lindo e falso). Fui a Mossoró 16 vezes para ajudar Rosalba na sua campanha e no seu aniversário foi o divisor de águas que passou Laire.

A “Rosa” mostrava o esplendor e Carlos fazia a coroa de espinhos que Dix-huit pensava não ser para ele. Eleita, festa, comemorações, posse da Prefeita.

Na semana seguinte, Dix-huit foi à Prefeitura e pediram que ele marcasse audiência, pois o regulamento era para ele também.

Dix-huit não voltou logo. Esperou 4 anos, derrotou Rosalba e apresentou ao povo o Relatório Marpe, que sintetiza a administração de Rosalba, devolvendo a coroa de espinhos que guardara por aqueles anos.

O terno da posse de Luiz Pinto (então vice-prefeito de Rosalba, derrotado por Dix-huit em 1992) foi entregue para Silvio Mendes (ex-vice-prefeito de Dix-huit entre 1983 e 1988) dar para os pobres, pois ele perdera a utilidade.

Nota do Blog - “Passando a limpo” foi o título de um programa de rádio que Mário fez durante período conturbado da relação dele com os primos Laíre, Sandra e Carlos Augusto, usando microfones da extinta Rádio Tapuyo de Mossoró (hoje, RPC). Foi um dos maiores sucessos de todos os tempos da radiofonia mossoroense. Relatório Marpe foi uma auditoria contratada pelo prefeito Dix-huit, que perscrutou a primeira gestão de Rosalba (1989-1992), apontando documentalmente uma série de denúncias.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 24/06/2019 - 10:20h
Dinheiro e descaso

Rosalba faz ‘duas’ obras na mesma praça e mantém abandono

Recursos utilizados para a Vigário Antônio Joaquim, marco zero de Mossoró, passam dos R$ 520,6 mil

Institucionalizada como “marco zero” de Mossoró a partir do Projeto de Lei nº 137/18 de autoria do vereador Professor Francisco Carlos (PP), aprovado em 10 de outubro do ano passado, a Praça Vigário Antônio Joaquim segue encoberta por tapumes de alumínio e em processo de depredação, sem vigilância, mesmo antes de ser reinaugurada. Pelo menos duas ordens de serviço à sua restauração foram assinadas ano passado pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP), em valores que somam R$ 520.625,10.

Tapumes arrancados abrem caminho à ocupação de viciados em drogas, além de expor o que parece não ter fim (Foto: BCS)

Segundo informava o portal da Prefeitura Municipal de Mossoró no dia 10 de abril de 2018, “a Praça Vigário Antônio Joaquim receberá reestruturação e reparos no piso, substituição das lâmpadas por led, recuperação da fonte e da estátua do ex-governador Dix-sept Rosado”.

A notícia amplamente divulgada na mídia local e em páginas jornalísticas virtuais no estado, acrescentava que o empreendimento seria executado pela “empresa Lima Engenharia e Construções, com área construída de cerca de 1.900 metros quadrados, orçada em R$ 95.491,66 e prazo de entrega para 120 dias” (veja AQUI).

Em 10 de abril de 2018, Rosalba assinava primeira ordem de serviço de obra (obras) que se arrasta (Foto: PMM)

O portal da prefeitura divulgou que em 21 de setembro de 2018 (veja AQUI) a prefeita visitara a praça em recuperação, em plena campanha eleitoral estadual. Dia 18 de outubro, novamente (veja AQUI). Não por coincidência, dias antes das eleições em primeiro e segundo turno, em que seu filho Kadu Ciarlini (PP) era candidato a vice-governador de Carlos Eduardo Alves (PDT).

Outra empresa

A Comunicação Social da municipalidade propagou que “o equipamento está sendo todo reestruturado e com a reforma receberá um novo piso, os bancos serão restaurados, a fonte será toda recuperada com a substituição do revestimento, limpeza dos bustos, recuperação do mármore e todos os postes receberão iluminação em led”.

No final de setembro trabalhadores começaram a cercar a praça (veja AQUI), com a nova obra definida (e outra empresa) no valor de R$ 425.132,44. Em seis meses tudo seria entregue, garantia a propaganda municipal. Ou seja, março de 2019.

Placa de "segunda" obra mostra prazo, nova construtora e valor de mais de R$ 425 mil (Foto: BCS)

Impressiona como o próprio noticiário oficial se confunde em valores, tempo de realização de duas obras praticamente semelhantes (conforme suas informações) e também ignora o descumprimento de prazos em dimensão despropositada.

Conforme se apura com base na divulgação do governo municipal, uma obra é sequenciada por outra no mesmo equipamento público, com duas ordens de serviço e mesmo assim não é entregue. Arrasta-se e compromete até a secular Festa de Santa Luzia, visto que a praça fica diante da catedral que leva o nome da padroeira da cidade.

Dix-sept Rosado escondido

Nesta segunda-feira, às 8h34, o Blog Carlos Santos voltou ao local, como já o fizera na sexta-feira (21) à tarde. Fácil observar que em vários locais, tapumes foram arrombados ou derrubados. Ninguém trabalhava na execução da obra (ou obras).

A placa atual com informações dos serviços aponta o valor de R$ 425.132,44, com tarefa sob responsabilidade da Vita Comércio e Serviços Ltda. A placa anterior em que citava o montante de R$ 95.491,66 foi retirada há tempos.

Ao fundo, monumento do sogro da prefeita pode ser visto após depredação de tapumes (Foto: BCS)

Um traço de ironia nesse caso, é que em plena praça está uma estátua do governador Dix-sept Rosado (25/03/1911-12/07/1951), sogro da prefeita.  O monumento tem três metros e 80 centímetros de altura e pesa 1,300 tonelada.

Foi inaugurado em 30 de setembro de 1953. Mas apesar de sua opulência, segue escondida. Um escárnio à sua imagem, e parte de quem não se podia imaginar: a mulher do seu filho Carlos Augusto Rosado.

Leia também: Mossoró tem abandono vergonhoso no centro da cidade;

Leia também: Após alerta do Blog Carlos Santos, prefeitura recuperará praças;

Leia também: Minha Mossoró, o que estão fazendo com você?

Estátua de Dix-sept durante muito tempo serviu de poleiro para pombos na cidade governada por nora (Foto: Valéria Lima)

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Repav - 30 Anos - Residencial Dix-neuf Rosado - Mais Publicidade - 240-08-19
segunda-feira - 13/05/2019 - 17:38h
???????

Item em falta


Do Blog do Barreto

Logo após o Blog do Barreto divulgar os números do Instituto Seta com retrato da sucessão municipal mossoroense e quadro administrativo, setores da mídia anunciaram que o Instituto Item, de Currais Novos, faria uma sondagem em Mossoró.

O objetivo principal seria avaliar o nome da ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB) para 2020.

Já se passaram 20 dias e nada dos números serem divulgados.

Item em falta ou tem, mas está faltando?

Nota do Blog Carlos Santos – Aí tem!

Leia também: Sandra diz esperar união com Rosalba, mas pede pesquisa;

Leia também: Primo Carlos Augusto avalia potencial de Larissa Rosado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos Twitter no AQUIInstagramAQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 11/05/2019 - 15:42h
Pesquisa

Primo Carlos Augusto avalia potencial de Larissa Rosado


Carlos e Sandra: basta pedir (Foto: arquivo)

Em entrevista ao jornalista Saulo Vale do programa Enfoque Político (TV Super), essa semana (veja AQUI), a vereadora mossoroense Sandra Rosado (PSDB) defendeu que o nome da filha e ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB) esteja incluído em sondagens eleitorais na disputa para a Prefeitura de Mossoró em 2020.

Resolvido.

Se quiser, Sandra já pode ter acesso a números quentinhos.

Basta pedir ao primo e líder do grupo governista do qual ela faz parte, Carlos Augusto Rosado.

Ele tem pesquisa atualizada do Instituto Gama, que avalia também o nome de Larissa.

Passa lá!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sexta-feira - 10/05/2019 - 19:38h
José Agripino

Ex-senador trata de questões particulares em Mossoró


Agripino: em família (Foto: Folha)

Com discrição, priorizando questões relacionadas ao espólio imobiliário da família que tem alguns gargalos a serem desobstruídos, o ex-senador José Agripino (DEM) passou por Mossoró.

Tinha a companhia dos irmãos Oto e Ana Sílvia, além do primo Américo Maia e de Manoel Dantas – que cuida de negócios deles em Mossoró e região.

Sua estada foi curta com aparição pública pontual em almoço num restaurante da cidade.

Mas ainda assim esteve com o primo Carlos Augusto Rosado, com quem trocou telefonemas e papeou ‘de corpo presente’.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 04/05/2019 - 23:38h
Eleições

Rosalbismo quer um novo vice capaz de somar em 2020


Em 2016, a vice surpresa com Rosalba (Foto: arquivo)

É escassa a possibilidade da atual vice-prefeita Nayara Gadelha (PP) figurar na chapa à reeleição da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) no próximo ano.

O rosalbismo quer alguém com maior expressão, capaz de somar.

Já começou a procura por esse nome

Em 2016, Nayara acabou sendo uma grande surpresa na chapa, depois de muitas divergências internas entre o líder Carlos Augusto Rosado e seu irmão e presidente estadual do PP, ex-deputado federal Betinho Rosado.

Para 2020, as exigências da campanha prometem ser bem maiores.

A vaga de vice será usada para atrair apoio de peso.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
segunda-feira - 22/04/2019 - 22:04h
Mossoró

Vereador da oposição amolece coração para Carlos e Rosalba


Em entrevista nesta segunda-feira (22) ao programa Meio-dia Mossoró da FM 95 de Mossoró, apresentado pelos jornalistas Carol Ribeiro e Bruno Barreto, o vereador oposicionista Alex do Frango (PMB) amoleceu seu coração:

Rosalba (centro) e Alex o último da esquerda para direita estiveram juntos em Brasília (Foto: redes sociais)

- “Carlos Augusto (Rosado) é do ramo e sabe a dor de cada um da oposição”.

Há poucos dias, Alex do Frango compôs delegação híbrida (oposição e governo) de vereadores da cidade em estada em Brasília, ao lado da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), mulher do líder Carlos Augusto.

No Meio-dia Mossoró, ele resmungou que não é procurado para “conversar” por nenhuma liderança ou nome em ascensão da oposição.

Está amuado.

Ah, tá!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 03/04/2019 - 14:20h
Operação Sinal Fechado

Carlos Augusto Rosado será ouvido em processo sobre propina

Justiça Nega nega pedido para absolvição sumária feito por ex-deputado estadual e mais quatro réus

O Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior negou o pedido de absolvição sumária feito pelos quatro réus no processo número 0804459-26.2018.4.05.8400, que envolve, supostamente, um esquema para pagamento de propina no valor de R$ 300 mil.

Carlos: depoimento (Foto: arquivo)

O magistrado agendou para os dias 29 e 30 de abril a audiência de instrução no processo, onde serão ouvidas as testemunhas de acusação, defesa e os réus ex-deputado estadual Carlos Augusto de Sousa Rosado, ex-senador José Bezerra de Araújo Júnior (DEM), o “Ximbica”, o ex-assessor parlamentar Antônio Marcos de Souza Lima e o advogado e empresário George Anderson Olímpio da Silveira.

“No caso dos autos, a denúncia oferecida pelo Ministério Púbico Federal (MPF), que se fundamenta nos acordos de colaboração premiada do acusado George Anderson Olímpio da Silveira e de Alcides Fernandes Barbosa, além das movimentações bancárias e interceptações telefônicas dos demais acusados, descreve suficientemente a conduta atribuída a cada um deles, não podendo, portanto, ser considerada manifestamente inepta nem muito menos de carente de justa causa”, escreveu o Juiz Federal na decisão.

“Operação Sinal Fechado”

O  processo tem com fundamento a “Operação Sinal Fechado”, investigação que apura tentativa de implantação de inspeção veicular obrigatória no estado, com a contratação do Consórcio Inspar. Levantamento da época (final de 2010 e início de 2011) apontava que o negócio envolveria som superior a R$ 81 milhões em um único ano.

Começou na gestão Iberê Ferreira (PSB, já falecido) em 2010 e desembarcou na administração Rosalba Ciarlini (DEM, hoje no PP), atual prefeita de Mossoró e mulher de Carlos Augusto Rosado.

Ela foi inocentada em julgamento da segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) – veja AQUI, ano passado. Carlos emitiu nota à época, também se dizendo inocente (veja AQUI).

Leia também: Justiça aceita denúncia contra Carlos Augusto;

Leia também: Processo de ex-senador é mantido em juízo federal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
  • Repet
quarta-feira - 03/04/2019 - 09:36h
Governismo

A esperança equilibrista de uma bancada em desespero


Na bancada governista na Câmara Municipal de Mossoró, quase ninguém é “queridinho” do Palácio da Resistência, onde a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) será inquilina até 31 de dezembro de 2020.

Mas essa mesma bancada banca seu desgaste, sem quase nada em troca. É uma esperança equilibrista, como na letra de Aldir Blanc para um clássico da Música Popular Brasileira (MPB) – O bêbado e a equilibrista.

Quadro "A balsa da Medusa", óleo sobre tela de Théodore Géricault, no Museu do Louvre em Paris

A rebelião dos vereadores em votações pontuais e discursos ocasionais, em verdade pouco impactou a vida do Executivo, mas lhe poupou de prejuízos incomensuráveis, talvez agora ignorados pela prefeita e o líder do seu sistema – ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado.

Só para lembrar: foi graças a essa mesma bancada, que em 2018 foi sepultada (veja Bancada de Rosalba Ciarlini acaba com a “CEI do Lixo”) a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apuraria contratos mais do que suspeitos na contratação de empresa para limpeza urbana, questão objeto até de relatório contundente do Ministério Público de Contas (MP de Contas) – MP aponta indícios de fraudes e danos em limpeza urbana.

Daqui para frente, será difícil para boa parcela desses parlamentares se livrar do peso do desgaste governista e de seus próprios pecados em votações e omissões.

O Palácio da Resistência vai escolher prioridades, sendo a primeira a própria reeleição da prefeita. Pela Câmara Municipal, um ou outro terá injeção diferenciada para igual feito. Já à maioria caberá o canibalismo pela sobrevivência, formando chapão em algum bote salva-vidas partidário.

Numa analogia, será a reprodução política da história da Fragata Medusa (1816) – veja AQUI, síntese de egoísmo e selvageria humanos, em nome da própria subsistência.

É o preço dessa relação de consórcio ou conluio com o governo, em que só um lado ganha e sempre a sociedade sai perdendo. Parceria entre machado e pescoço.

Rosalba é o machado, mas é o eleitor quem tem a força.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política
segunda-feira - 01/04/2019 - 19:20h
JFRN

Processo de ex-senador é mantido em juízo federal


Ximbica: 300 mil (Foto: Agência Senado)

O Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior, titular da 2ª Vara Federal, decidiu que é de competência da Justiça Federal um caso envolvendo o ex-senador José Bezerra de Araújo Júnior (DEM), o “Ximbica”. Ele é acusado de supostamente ter viabilizado o recebimento no valor de R$ 300 mil a título de propina para os acusados José Agripino Maia (DEM), Rosalba Ciarlini (DEM) e Carlos Augusto de Sousa Rosado.

O acusado José Bezerra pedia exceção de incompetência do Juízo para que o processo fosse remetido à Justiça Estadual.

A tese foi rejeitada.

“Tais delitos foram perpetrados tendo como um dos personagens principais o ex-Senadores da República José Agripino Maia e Rosalba Ciarlini Rosado. Nessa condição de Senadores da República eram agentes públicos federais e representantes do Estado do Rio Grande do Norte no Congresso Nacional, conforme art. 46 da Constituição de 1988. Situação que por si só atrai o interesse jurídico da União”, escreveu o Juiz Federal Walter Nunes ao proferir a decisão.

Para o magistrado, por se tratar de crime em que se imputa a participação de acusado que praticou a conduta quando era senador e em razão do exercício do cargo, na hipótese de desmembramento, a Justiça Federal é o juízo competente para processar e julgar os coautores e/ou partícipes.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
  • Repet
segunda-feira - 18/02/2019 - 20:30h
Mossoró

Henrique em compromisso eminentemente social


Carlos, Laurita e Henrique: sem politica (Foto: WhatsApp)

O ex-presidente da Câmara Federal Henrique Alves (MDB) passou nesse sábado (16) por Mossoró.

Na companhia da jornalista Laurita Arruda, sua mulher, cumpriu agenda eminentemente social.

Foi padrinho de casamento do casal Saulo Spinelly-Roberta Freitas.

Na recepção, dividiu mesa com o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, seu interlocutor por bom tempo.

Sobre política, não deixou transpirar nada.

Nadica de nada.

Categoria(s): Política
terça-feira - 22/01/2019 - 10:48h
Detran/RN

Placa Mercosul pode repetir esquema da “Sinal Fechado”


O Inquérito Civil Público (ICP) aberto pelo Ministério Público do RN (MPRN) para apurar possíveis ilegalidades na regulamentação e credenciamento de empresas para fornecimento das placas Mercosul, implantadas em 14 de dezembro de 2018 pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/RN), poderá desfigurar um esquema na dimensão ou maior do que a célebre “Operação Sinal Fechado”.

Gaeco é responsável pelo trabalho investigativo que pode exumar muita podridão (Foto: ilustrativa)

Se o MPRN mergulhar de cabeça, no caso, tende a exumar uma intrincada e restrita rede de interesses escusos envolvendo figuras ilustres da política, como aconteceu entre final de 2010 e início de 2011, com a Sinal fechado, também no Detran/RN. À época, nomes de peso da política e de outros patamares sociais e do serviço público, terminaram no olho do tufão.

A Operação Sinal Fechado descobriu que uma licitação viciada ensejou a contratação do Consórcio Inspar, obrigando proprietários de veículos ao pagamento de uma taxa para inspeção veicular. Tudo não passava de uma usina para enriquecimento ilícito de gente oculta e graúda.

Agora, há indícios de que o esquema é muito parecido e igualmente multimilionário. Portanto, fraudulento e nocivo ao estado e ao contribuinte.

Investigação

A investigação de agora foi publicada em portaria no Diário Oficial do Estado (DOE) de sexta-feira (18) e é conduzida pelo Grupo de Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), órgão do MP-RN.

O MP-RN também investiga por que as empresas Utsch do Brasil Indústria de Placas de Segurança LTDA e W.V. de Souza Comércio de Placas LTDA – ME são as únicas credenciadas na categoria fabricante e somente as empresas Autoplac Indústria e Comércio LTDA – EPP, F.V. Rocha – ME e Gil Placas LTDA estão credenciadas na categoria estampadora.

O MPRN quer saber por qual motivo as 38 empresas que anteriormente estavam credenciadas para fornecimento de placas não puderam se credenciar no próprio Detran para fabricação e estampagem das “placas Mercosul”, exigindo-se anterior credenciamento ao Denatran.

Veja AQUI mais informações sobre a Sinal Fechado, para entender a comparação.

Leia também: Agripno se torna réu pela segunda vez; Rosalba é inocentada;

Leia também: Justiça aceita denúncia contra Carlos Augusto Rosado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público / Política
  • Repet
quinta-feira - 27/12/2018 - 15:50h
Equipe e tempo

Fátima tem dificuldades que fazem lembrar Rosalba Ciarlini


Um dos  pecados capitais do casal Rosalba Ciarlini (DEM, hoje no PP)-Carlos Augusto Rosado, após as eleições dela ao Governo do Estado em 2010, foi quanto à formação de equipe.

Rosalba conseguiu Domício Arruda para a Saúde horas antes da posse e assim mesmo ele ficou por pouco tempo (Foto: TN)

Rosalba e Carlos imprimiram um modelo tão amador e desleixado, que só conseguiram encontrar alguém para a Saúde no último dia do ano de 2010, algumas horas antes da posse da governante em 1º de janeiro de 2011.

O cargo caiu no colo do médico Domício Arruda, depois da recusa de outros nomes. Porém ele mesmo passou poucos meses. Saiu de forma atribulada (veja AQUI), com repercussão até em noticiário da Rede Globo de Televisão.

Mas muitos outros cargos ficaram em aberto na posse de Rosalba em 2011. E assim continuaram por mais tempo.

Vale ser lembrado: o casal até viajou à Europa entre as eleições e posse, deixando a desinformação como companhia de todos: aliados, imprensa, população.

Os dois tinham certeza que poderiam levar o governo na valsa e na flauta.

Deram-se mal.

E o povo do Rio Grande do Norte, mais ainda.

Com a governadora eleita em outubro deste ano, senadora Fátima Bezerra (PT), há certas diferenças e semelhanças preocupantes num comparativo com essa fase de pré-governo Rosalba Ciarlini.

Boa parte de sua equipe, por exemplo, não foi anunciada. Tanto no primeiro escalão, como em relação a estamentos inferiores.

A expectativa era de que no inicio da semana passada tudo fosse fechado. Não foi.

É provável que alguns nomes, a exemplo do acontecido com Rosalba, terminem ficando para a “25ª hora” ou mais adiante.

Fátima não tem relaxado à procura de arrumação do seu time e tem refreado o ímpeto de aliados por cargos, com indicações até esdrúxulas.

Mas o tempo urge e ruge.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
sexta-feira - 23/11/2018 - 11:24h
Poder

História revela que nome ‘certo’ corre perigo em eleições na AL

Próxima disputa para mesa diretora do legislativo potiguar tem 'favorito' e possibilidade de surpresa

No início de fevereiro de 2019, a Assembleia Legislativa do RN, já com seus novos ocupantes à legislatura 2019-2022 vai escolher os membros de sua nova Mesa Diretora. Até lá, não faltarão favoritos e nome “certo” à presidência da Casa. Mas o adjetivo “certo’ nem sempre se encaixa nos fatos.

Ezequiel conseguiu eleição surpreendente em 2015, quando Ricardo Motta estava "certo" (Foto: João Gilberto)

É comum em eleições internas no parlamento, que aconteçam surpresas, reviravoltas e decisões alheias a prognósticos antecipados com muita antecedência. A história é quem conta.

O atual presidente da Casa e tido como provável eleito-reeleito em fevereiro, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB, à época no PMDB), é a prova viva de que está com eleição certa não é uma garantia. Ele correu por fora e foi eleito em 2 de fevereiro de 2015 à unanimidade dos votos.

Costuras silenciosas descartam Ricardo Motta

Até algumas horas antes, Ricardo Motta (PSB, à época no Pros) estava certo de sua eleição/reeleição. A contabilidade variava entre 16 e 18 votos assegurados. Nos bastidores, uma costura política silenciosa envolveu até o governador Robinson Faria (PSD), que antecipou retorno de viagem a Natal e fechou alguns apoios a Ezequiel.

Nessa narrativa, o prefeito mossoroense à época, Francisco José Júnior (PSD, hoje sem legenda), cumpriu missão pontual para reforçar a eleição de Ezequiel. E assim aconteceu. Motta ficou praticamente sozinho.

Depois, Ezequiel foi reeleito para o atual biênio, sem maiores dificuldades ou mínima oposição.

Em 1989, o deputado Vivaldo Costa surpreendeu Paulo de Tarso Fernandes, num tessitura nos intramuros desse poder, que teve como um dos principais arquitetos o deputado Carlos Augusto Rosado. Fernandes estaria eleito por aclamação, porém saiu derrotado.  Sua decepção com os acontecimentos que marcaram esse episódio foram tão grandes, que acabou até mesmo desistindo da política.

Carlos Augusto: gosto dos Maias (Foto: AL)

Nunca mais foi candidato à nada.

Eleição perdida num almoço e a força dos Maias

Em 1987, o deputado Nelson Freire foi eleito presidente da AL como “zebra”, numa chapa fechada em tempo recorde. O então deputado Valério Mesquita costuma contar, até em tom jocoso, que enquanto foi a Macaíba para almoçar, perdeu a presidência para Freire.

No pleito interno de 1981, as costuras políticas partiram do próprio Palácio Potengi (então sede do Governo Lavoisier Maia) e da Fazenda São João (endereço do ex-governador Tarcísio Maia). Os Maias tinham interesse na eleição do deputado Carlos Augusto Rosado. Queriam fortalecer seu grupo em Mossoró e região, provocando racha no rosadismo.

Marcílio Furtado e o ex-presidente Alcimar Torquato duelavam pelo cargo, mas Carlos acabou ungido. Adiante, distanciou-se da liderança dos tios Dix-huit Rosado (prefeito) e Vingt Rosado (deputado federal).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
  • Banner da Agência Crioula, Delegacia da Mulher - Zona Norte, Agosto de 2019
sábado - 03/11/2018 - 15:06h
Mossoró

Filha de prefeita volta à titularidade de secretaria


Lorena e a mãe Rosalba: cargo (Foto: Mossoró Hoje)

Lorena Ciarlini (PP) está de volta à titularidade da Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura Municipal de Mossoró. O Jornal Oficial do Município (JOM) do dia 1º de novembro oficializa a posse.

Tinha sido exonerada a pedido no dia 19 de agosto, para se integrar à campanha eleitoral, como força de trabalho em prol dos candidatos do grupo governista.

Em seu lugar, nesse ínterim, esteve a adjunta Fernanda Kallyne Rego de Oliveira.

Lorena foi durante bom tempo um nome cotado para ser candidata a deputado estadual. Mas por decisão pessoal deixou claro à sua mãe-prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e ao pai e ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP), não pretender ingressar na carreira política.

O nome passou a ser então o de seu irmão, Kadu Ciarlini. Ele acabou sendo deslocado para chapa majoritária, nos acertos políticos do seu grupo, como vice do ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT). Não obtiveram êxito eleitoral.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
segunda-feira - 29/10/2018 - 09:30h
Pós-eleições

Rosalba prepara pacotão com exonerações e forte arrocho


Passadas as eleições 2018, em seus dois turnos, o grupo da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) começa a fazer o rescaldo. O balanço preliminar é desastroso do ponto de vista político: saldo zero, com possibilidade de maiores prejuízos adiante.

Rosalba: saldo zero; Carlos: exonerações em massa (Foto: Canindé Soares)

Os reflexos das urnas nas eleições de 7 de outubro e ontem (domingo, 28), logo começarão a ser sentidos na própria máquina municipal, que foi a principal fornalha da campanha dos candidatos do rosalbismo, todos literalmente derrotados.

Pacotão

Exonerações em massa de comissionados, restrição considerável em contratos terceirizados, arrocho no custeio operacional da municipalidade, reforma administrativa e outras medidas igualmente ortodoxas deverão ser tomadas.

O “pacotão” vai ser aberto. É inadiável, sobretudo porque foi postergado desde o começo da própria gestão, que prometeu austeridade e pouco ousou, agindo em sentido inverso para atender a interesses políticos.

Num desabafo entre circunstantes no final da campanha eleitoral, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, marido de Rosalba, foi claro:

- “Se não, a gente não consegue sequer pagar a folha!”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
segunda-feira - 08/10/2018 - 13:04h
Dificuldades

Carlos Augusto apressa conversas para segundo turno


Carlos: urgência (Foto: arquivo)

O ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado pegou o rumo de Natal nesta segunda-feira (8), pós-eleições 2018 (primeiro turno).

Muitas conversas e reuniões com a cúpula da campanha de Carlos Eduardo Alves (PDT)-Kadu Ciarlini (PP).

Os números para seu grupo foram devastadores em Mossoró (veja AQUI).

Mas poderiam ter sido piores.

Para não ficarem piores, não perde tempo.

E algo mais para ser conversado, noutra esfera. Nada mais posso adiantar, apesar da vontade.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 07/10/2018 - 05:02h
Eleições 2018

Depois de eleger quatro deputados, Mossoró tenta ‘voltar’ à AL


Mossoró já chegou a determinar a eleição de quatro deputados estaduais num único ano. Foi em 1974, há 44 anos. Um feito raro. Poderá ser repetir este ano? Difícil.

Mas não será por falta de candidatos, pois pelo menos 21 nomes originários do município, em diversos partidos, foram inscritos à disputa de assentos na Assembleia Legislativa do RN neste ano.

Assis Amorim (Caricatura de Túlio Ratto)

Ao longo de décadas, a cidade sempre teve nomes na Assembleia Legislativa, o que não ocorreu em 2014. À ocasião, não elegeu ninguém.

Os dois deputados que tentaram a reeleição à época, Larissa Rosado (PSB, hoje no  PSDB) e Leonardo Nogueira (DEM), não obtiveram êxito. Uma engenharia política posterior é que permitiu que Larissa, como suplente, fosse empossada e efetivada em 2017.

Quatro nomes

Em 1974, foram eleitos João Newton da Escóssia (Arena) e Alcimar Torquato (Arena), com apoio do deputado federal Vingt Rosado (Arena). O primeiro, cunhado do parlamentar; o segundo, natural de Luís Gomes, mas que há mais de uma década atuava na medicina local.

Luís Sobrinho (MDB) e Assis Amorim (MDB), apoiados pelo ex-governador cassado Aluízio Alves (MDB), também foram eleitos no mesmo ano a partir de Mossoró.

Eleitos de 1974 a 2014  tendo Mossoró como base

1974 – João Newton da Escóssia, Alcimar Torquato, Assis Amorim e Luís Sobrinho;

1978 – Carlos Augusto Rosado

1982 – Jota Belmont e Carlos Augusto Rosado

1986 – Laíre Rosado e Carlos Augusto Rosado

1990 – Carlos Augusto, Antônio Capistrano e Frederico Rosado

1994 – Frederico Rosado e Francisco José (pai)

1998 – Frederico Rosado, Sandra Rosado e Ruth Ciarlini

2002 – Larissa Rosado, Francisco José (pai) e Ruth Ciarlini

2006 – Larissa Rosado e Leonardo Nogueira

2010 – Larissa Rosado e Leonardo Nogueira

2014 – Nenhum.

Em 1974, de “lambuja”, ainda aconteceu a reeleição do médico Dalton Cunha (Arena). Era mossoroense da gema, mas tinha como base principal de votos o município de Apodi e adjacências.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.