quarta-feira - 11/04/2018 - 03:38h
Política

Posse de prefeito dá sinais de aliança para eleições 2018


Álvaro tomou posse no Cemure (Foto: TN)

A posse do vice-prefeito e ex-deputado estadual Álvaro Dias (MDB) como prefeito efetivo do Natal, nessa terça-feira (10), foi – talvez – uma avant-première da aliança que se formará às eleições deste ano no RN.

O evento atraiu nomes do DEM, o próprio MDB, PSDB, PR, PP e PDT, entre outros.

Ausente, o senador José Agripino (DEM) que está em Brasília, além do ex-prefeito e governadorável Carlos Eduardo Alves (PDT), que viajou para o eixo Rio-São Paulo para uns dias de descanso.

Entre os presentes, o senador Garibaldi Filho (MDB), o ex-deputado federal e presidente do PR no estado, João Maia, e a prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) com seu marido Carlos Augusto Rosado e o pré-candidato a deputado estadual e filho do casal, Kadu Ciarlini (PP).

A posse ocorreu no Centro Municipal de Referência em Educação (CEMURE), bairro de Nazaré, Zona Oeste de Natal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 07/04/2018 - 10:12h
Eleições 2018

Kadu Ciarlini é o nome de Rosalba para deputado estadual


Carlos Augusto, Rosalba e Kadu: campanha (Foto: arquivo)

Lorena Ciarlini, filha da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e secretária titular do Desenvolvimento Social na Prefeitura Municipal de Mossoró, não se desincompatibilizou do cargo, para se habilitar à alguma disputa eletiva este ano.

A mais recente edição do Jornal Oficial do Município (JOM), número 454, não traz portaria com exoneração sua ou de qualquer outro secretário, como Kátia Pinto (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos).

Dia 7 de abril é a data-limite à desincompatibilização, conforme calendário eleitoral em vigor.

Lugar do pai

Assim, a opção de possível candidatura a deputado estadual pelo grupo governista se inclina mesmo para o ex-secretário-chefe de Gabinete da prefeita, Carlos Eduardo Ciarlini Rosado, o “Kadu”.

No dia 13 de novembro do ano passado, o Blog Carlos Santos antecipava: O nome é Kadu.

Sendo eleito, Kadu ocupará uma cadeira que já foi de seu pai – Carlos Augusto de Souza Rosado – em quatro mandados, inclusive assumindo a presidência da Assembleia Legislativa (1981-1983), como também de sua tia materna Ruth Ciarlini.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 19/03/2018 - 04:00h
COLUNA DO HERZOG

Lições que infelizmente muitos não vão aprender


Por Carlos Santos

O caso Marielle Franco – vereadora executada no Rio de Janeiro à semana passada, em boa parte passou a ser tratado por extremos e extremismo político nas redes sociais.

Nesse episódio em relevo, uma corrente optou pelo linchamento moral da vítima; outra, por sua exaltação mítica. As duas erraram pelo excesso. Desabaram juntas num fosso abissal ou vala comum, por falta de algo que poderíamos definir apenas como “bom senso”.

A enorme maioria, sem conhecer nadinha da vida pessoal e política de Marielle, tomou posição no ataque ou na defesa da militante política.

Alguns desceram ao pântano que denomino de “vilipêndio cibernético de cadáver”. A intolerância e o preconceito explicam os desatinos, mais do que o desconhecimento do caso e de causa.

O advento da Web – e nela as redes sociais – potencializa e superdimensiona nossos pecados e idiossincrasias.

Na Internet, somos exatamente a mesma pessoa da vida em “carne e osso”, só que noutra proporção. Do anonimato ao estrelato basta um click.

A fofoca da esquina, que poderia levar horas para chegar no outro quarteirão, hoje atravessa o mundo em frações de segundo.

Ficarão algumas lições desse fatídico acontecimento. Pena que muitos não aprendam com seus erros e os desatinos alheios.

Leia também: Não choro por ti, Marielle!

PRIMEIRA PÁGINA

Rosalba será julgada esta semana – A prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) terá suas contas de campanha em apreciação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesse dia 20 de março. A ação tem como relator o juiz eleitoral Wlademir Capistrano, filho do ex-deputado estadual Antônio Capistrano, que foi vice de Rosalba em dois mandatos consecutivos (1997-2000 e 2001-2004). As contas foram reprovadas em primeiro grau (Mossoró) e a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) opinou pela manutenção da reprovação.

Rosalba comemorou vitória em 2016 (Foto: arquivo)

PSDB segue como espécie híbrida no RN – Uma parte do PSDB do Rio Grande do Norte segue colada ao Governo Robinson Faria (PSD), outra tenta viabilizar a todo custo a candidatura do vice-dissidente Fábio Dantas (agora no PSB). Essa natureza híbrida dos tucanos potiguares  repete o papel que o MDB tem no plano nacional, como legenda de centro e de enorme astúcia para estar sempre no poder.

PHS prepara festa para receber Zenaide Maia – O Partido Humanista da Solidariedade (PHS) prepara festa ruidosa para receber em seus quadros a deputada federal Zenaide Maia (PR) no próximo dia 23 (sexta-feira). O evento acontecerá na Assembleia Legislativa, às 9h. Será sua legenda para disputa de uma cadeira ao Senado, corrida eleitoral em que revela vigor para êxito (Leia: Zenaide Maia é realidade eleitoral em disputa acirrada).

Carlos Eduardo e a estratégia de Wilma em 2002 – Em 2002, quando resolveu abrir mão de mais da metade do seu mandato como prefeita reeleita do Natal, para ser candidata ao governo do RN, Wilma de Faria empinava discurso de luta contra os “caciques” da política do RN. Venceu o senador Fernando Bezerra (PTB) e o então governador Fernando Freire (PMDB). Sua estratégia no primeiro turno era ter vantagem na Grande Natal, capaz de tirar diferença dos adversários no interior, nos chamados grotões. Só para lembrar: seu vice à época era o então peemedebista Carlos Eduardo Alves. E os tempos eram outros.

Números de evento político ficam bem abaixo do anunciado - A Assessoria de Imprensa do PSB/RN anunciou “a presença de representações de 86 municípios do RN” no ato de filiação e anúncio de pré-candidatura do vice-governador dissidente Fábio Dantas à sigla (veja AQUI). Mas os números estão muito abaixo disso. Como também ficaram longe dos ’96 prefeitos’ que há poucos dias prometeram em exagerada manchete jornalística. Os governadores do PSB no Nordeste – Paulo Câmara (Pernambuco) e Ricardo Coutinho (Paraíba) – também não apareceram.

Robinson segura-se na cadeira, apesar das conspirações – O governador Robinson Faria (PSD) segura-se na cadeira, apesar do abalo com a reportagem requentada do programa “Fantástico” da Rede Globo, domingo (11) – veja AQUI. A expectativa dos conspiradores é que renuncie ao mandato, para que o vice-dissidente Fábio Dantas (PSB) possa ser candidato à sucessão na cadeira de governador. Esperem sentados.

Ex-prefeito se prepara para candidatura – O ex-prefeito do Assu Ivan Júnior (PSD) deverá deixar a pasta de Recursos Hídricos e Meio Ambiente do Estado, para se candidatar à Assembleia Legislativa. Falta definir por qual sigla. Sonda algumas opções. A candidatura aposta em base do Vale do Açu e espera apoio do governador Robinson Faria, lhe destinando alguns colégios eleitorais.

Pré-candidato encomenda pesquisa “quali” - O empresário Luiz Roberto Barcelos (até aqui sem partido) vai ter em mãos uma pesquisa “quali” (qualitativa) com empresa originária de outro estado. Quer se situar com base mais científica quanto ao cenário político-eleitoral. Ele deseja ser candidato ao Senado.

Carlos e Rosalba mantêm distância, por enquanto, de Fábio Dantas – O casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto refugou do convite para participar do ato de filiação do vice-governador Fábio Dantas ao PSB, nesse sábado (17). Mas não se furta ao diálogo com ele. Dia 4 de fevereiro, por exemplo, tiveram um demorado comes-e-bebes em Natal com o pré-candidato a governador e o celular sempre os têm aproximado.

Pesquisa – Mais uma pesquisa será divulgada em Natal esta semana, com abrangência estadual. Sondagem do Instituto Seta vai avaliar os governos Carlos Eduardo Alves (Prefeitura do Natal) e Robinson Faria (Estado), além de verificar tendência de votos do eleitor a Governo, Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

EM PAUTA

Moraes – Nessa segunda-feira (19), o lojista José Moraes (Casa Moraes) completa 83 nos de idade e repete ritual de levar seu aniversário ao Abrigo Amantino Câmara, em Mossoró, ao lado de idosos internos. Que gesto bacana, meu caro. Saúde e paz.

Quadrilhas - Nos dias 24 e 25 deste mês, Mossoró sediará a assembleia da União Nordestina de Entidades de Quadrilhas Juninas (UNEJ). O encontro será na Estação das Artes Elizeu Ventania, com participação de representações juninas de todo o Nordeste.

Feijoada - No próximo dia 25 (domingo), a partir das 11h30, na chácara do ex-vereador Gilmar Lopes no Bairro Dom Jaime Câmara, em Mossoró, será realizada uma “Feijoada Beneficente do Espetáculo Paixão de Cristo 2018″. É promovida pelo grupo que prepara a encenação para os dias 28, 29 3e 30 na área do Santuário de Santa Clara, às 19h30. Mais informações por esses números: (84) 3312-3224/9-9694-2129.

Progel - A empresa Progel – gestão de recursos naturais anuncia que aposta em nova segmentação. Foca no serviço de Sondagem de Simples Reconhecimento de Solos para Fundações (SPT). Parabéns e mais sucesso, gente!

Turismo – Será nessa terça-feira (20), às 19h, o I Encontro dos Profissionais do Turismo do Natal. Está definido para acontecer no Sehrs Natal Grande Hotel.

Amab – O cantor-compositor mossoroense Amab vai lançar oficialmente o seu novo CD, “Sonho real”, no Teatro de Cultura Popular,(TCP), à Rua Jundiaí em Natal, vizinho à Fundação José Augusto. Será dia 26 de Abril, uma quinta-feira.

Amab: lançamento (Foto: cedida)

Santo Expedito – Será no dia 14 de abril a 14ª Caminhada de Santo Expedito em Mossoró. Começará à meia-noite na Praça do Rotary no Nova Betânia, tendo encerramento na comunidade rural de Vertente em Baraúna, com missa às 7h30.

APAE – A Associação de Proteção e Apoio ao Excepcional (APAE) de Caraúbas realizará Feijoada Beneficente no próximo 25 de Março (domingo). Será a partir das 11h, na área de lazer da Loja Maçônica Dr. Antonio Gentil Fernandes.

SÓ PRA CONTRARIAR

Mossoró é um dos raros lugares do mundo democrático, onde se estranha a crítica jornalística (fundamentada e documentada), mas o elogio remunerado e diário é tido como “normal”.

GERAIS… GERAIS… GERAIS

Esta “Coluna do Herzog” a partir de hoje (segunda-feira, 19), passará a ser veiculada dentro do Blog Carlos Santos sempre às segundas-feiras, por sugestão e pedido de webleitores. Vocês são nossos guias. Obrigado.

Diego, filho dos amigos Almeri Júnior-Kátia, sofreu um acidente praticando motocross próximo à antiga Fazenda São João (Mossoró).  Teve Traumatismo Craniano Encefálico (TCE). Seu estado é delicado e encontra-se internado na UTI do Hospital Wilson Rosado (HWR). Nossa fé e torcida para que consiga sair dessa e bem. Sairá!

Obrigado à leitura do Nosso BlogJezairon Antunes (Areia Branca), Ângelo Fernandes (Natal) e Erasmo Carlos Firmino, o “Tio Colorau” (Mossoró).

Veja a Coluna do Herzog do domingo (11/03) passado, clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
quarta-feira - 07/03/2018 - 23:30h
PP

Rosalbismo segura partido; Fábio nega tentativa de controle


Uma foto vale por mil palavras. Ou muito mais do que um título jornalístico.

Confirmando o que o Blog Carlos Santos revelou à manhã desta quarta-feira (7) com exclusividade, na postagem sob o título “Temor de perdas políticas leva rosalbismo a Brasília“, uma foto comprova que o grupo da prefeita Rosalba Ciarlini pousou na Capital Federal para tentar evitar a perda de controle do PP no estado.

A foto foi postada no Blog de César Santos, portal do Jornal de Fato, à tarde de hoje, em que aparecem a prefeita, deputado federal Beto Rosado (PP), presidente estadual do PP e ex-deputado federal Betinho Rosado e o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado.

Betinho, Beto, Rosalba e Carlos Augusto agiram rápido em viagem política a Brasília (Foto: assessoria Beto Rosado)

A cúpula do rosalbismo noticiou, aliviada, reunião com o presidente nacional da legenda, senador piauiense Ciro Nogueira. Ele garantiu que “não existe qualquer possibilidade de mudança”, afirmou. “Aliás, nunca existiu a menor discussão sobre mudança de comando do PP no Rio Grande do Norte”, reforçou.

A viagem de Rosalba desde o primeiro momento foi noticiada como “agenda administrativa”. Meia-verdade. O desembarque em Brasília foi uma decisão tomada em regime de emergência, desde que foi identificada articulação do grupo do governador Robinson Faria (PSD) para obter controle do PP.

O próprio Fábio Faria admitiu superficialmente o fato, em postagens feitas hoje em redes sociais, mas minimizando a polêmica, ao afirmar que nunca quis impor nada. Segundo ele, tudo não passou de “notícia maldosa”.

Fábio Faria conversou com Betinho e Beto Rosado ontem e procurou dissipar dúvidas, evitar maior polêmica. Tudo teria sido esclarecido de forma “transparente.”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

 

 

Categoria(s): Política
  • Repet
domingo - 11/02/2018 - 09:02h
COLUNA DO HERZOG

Cobra engolindo cobra no serpentário tucano do RN


Por Carlos Santos

O PSDB do Rio Grande do Norte transformou-se num serpentário. O ambiente carregado tem relação direta com a luta natural por “espaços”, sobrevivência política, crescimento recente e raposice de boa parte de seus componentes mais graduados.

Políticos de tendências e perfis distintos e, por vezes conflitantes, tentam coabitar na legenda que se projeta para a campanha sem um identidade claramente definida. A sua própria relação com o Governo Robinson Faria (PSD) mostra esse mimetismo e contradições.

Tem sido governo e oposição ao mesmo tempo. Pode ter candidato próprio ao governo. Ou não.

Presidido pelo deputado Ezequiel Ferreira de Souza, atual presidente da Assembleia Legislativa do RN, mas com o deputado federal Rogério Marinho na condição de sua maior referência no plano nacional, o “partido tucano” da espécie potiguar não possui qualquer estrela política.

Ninguém tem característica popular ou luz própria para teoricamente alavancar uma corrida ao governo do estado.

Porém a conjuntura política local e nacional pode ensejar condições elementares para que os tucanos tenham um candidato ao governo. Sob essa ótica e com esse propósito, Ezequiel Ferreira lança mão dos mais variados ardís para ser esse nome no PSDB. Ninguém mais.

Ele pode sonhar, sim. Robinson Faria é a prova disso. Em política existe o improvável, não o impossível.

PRIMEIRA PÁGINA

Na Governadoria, ninguém cogita pedido de decretação de ilegalidade da greve na Universidade do Estado do RN (UERN), iniciada dia 10 de novembro. A crença é de que alimentar a morte por inanição do movimento é a tática mais sensata. Faz sentido. A paralisação mais ajuda do que prejudica o governo em seus propósitos. A greve seguirá ignorada pelo governismo e despercebida pela sociedade, mesmo atingindo 94 dias neste domingo (11). A anterior, em 2015, chegou a 147 dias. Os defensores da privatização da Uern, agradecem.

Marcelo Queiroz, Agripino, Carlos, vice-prefeito Álvaro Dias e Garibaldi: campanha à vista (Foto: Heitor Gregório)

A chapa Carlos Eduardo Alves (PDT) a governador, senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (MDB) à reeleição, está fechada. Faltam nomes serem definidos a vice e às suplências dos congressistas. As acomodações serão eleitorais, mas também salvacionistas. O pleito de 2018 pode ser o fim de algumas carreiras. Ou sobrevida.

Depois que passou a dar muitas baforadas com legítimos charutos cubanos, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado tem-se dedicado a outros interesses, vícios e cavilosidades comuns à “Esquerda Heineken“. Não duvido que em sua escala no Vietnã, nas férias que curte ao lado da mulher-prefeita Rosalba Ciarlini (PP), acabe trazendo novidades de estratégias do lendário general Ho Chi Minh.

Ho Chi Minh: estratégias (Foto: Web)

A deputada estadual Márcia Maia (PSDB) está particularmente preocupada. Sua migração do PSB para o PSDB lhe deixou em situação desconfortável com vistas à reeleição este ano. O atual cenário é-lhe extremamente difícil.

Larissa Rosado (PSB), deputada estadual mossoroense, usou o celular para falar à semana passada com o empresário e pré-candidato a senador Luiz Roberto Barcelos (Agrícola Famosa), sem partido. Marcaram uma conversa para depois do Carnaval. Ele, procura chegar à política; ela, tenta não se despedir.

Em ano eleitoral, um negócio muito evidente e às vezes bastante rentável, é a associação entre políticos e mídia na produção de factoides judicialescos. Essa modalidade de “joint-venture” de submundo é bastante conhecida e conta com uma ampla rede de divulgadores úteis e outros apenas inocentes. Eleição após eleição o enredo não muda. Tape as narinas. Vai continuar.

O Plano Petros do Sistema Petrobras (PPSP) começou a oficializar comunicação a seus segurados, de que a partir do próximo mês (março) e pelos próximos 18 anos, eles terão “cobrança extraordinária” no contracheque. A sangria suplementar é justificada como “processo de equacionamento” em função do déficit de R$ 22,6 bilhões acumulado nos anos de 2013, 2014 e 2015. Ou seja, os bandidos do PT/MDB e demais partidos delinquentes produziram uma conta para os petroleiros e suas famílias pagarem, e muitas dessas vitimas ainda os aplaudem. Francamente. Caso típico de “Síndrome de Estocolmo” coletiva.

O ex-prefeito assuense Ivan Júnior ainda não tem decisão formal tomada quanto ao seu futuro partidário em 2018. Foco existe: quer ser deputado estadual. Aposta numa polarização à parte com o deputado adversário George Soares (PR) no Vale do Açu, para crescer e se eleger.

TÚLIO RATTO – JANELA INDISCRETA

EM PAUTA

Tito – Chegou Tito, primeiro filho do jornalista Vonúvio Praxedes-Fernanda Marques. Deu o ar de sua graça na última sexta-feira (9), em Mossoró. Seja bem-vindo, rapaz. Saúde e paz.

OAB - A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional do RN, emitiu dois boletos de pagamentos de anuidade para o mesmo mês (Fevereiro), dias 9 e 28. Muitos bacharéis – principalmente os mais novos e menos aquinhoados financeiramente – estão queixosos. A anuidade da OAB/RN é a mais cara do Nordeste.

Renascido – O Café e Artesanato (Praça da Convivência, Mossoró) foi devorado por um incêndio no dia 1º último (veja AQUI), mas renasce das cinzas em menos de uma semana. À noite de quarta-feira (7) fez um baile carnavalesco supimpa. Encheu o espaço de alegria (veja vídeo). Já dia 24, haverá um show multicultural no Teatro Dix-huit Rosado (veja AQUI) para arrecadar fundos à sua reconstrução. E durante o Carnaval tem promovido bailes todas as noites (Ufa!) Haja fôlego!

Pastor Alanar – Um movimento arrecada meios financeiros para custear cirurgia em caráter de urgência, a que deve ser submetido o pastor Alanar Caldas, da Segunda Igreja Batista em Mossoró. Mais informações podem ser obtidas por esses números: (84) 98822-4622, Joctã; 98810-8168, Sinádia.

Caby – Falecido no último dia 23 de janeiro, o radialista Caby da Costa Lima deixou um livro pronto. Tudo encaminhado para ser lançado. Interessante que seus familiares o façam. Será uma bela homenagem ao “Camaradinha”.

Léo e Gabriel – Já está no forno a próxima atração da Gondim & Garcia em Mossoró. No dia 27 de abril as atrações serão Léo Santana e Gabriel Diniz no mesmo palco. 

Futebol - O Campeonato Estadual de Futebol do RN 2018 é um dos mais sofríveis dos últimos tempos. Dos oito clubes, seis já trocaram de treinador, dois deles na primeira rodada (Força e Luz e Potiguar). Apenas ABC e Santa Cruz de Natal mantêm os seus. O Baraúnas consegue um “feito” negativo: em seis rodadas não marcou sequer um gol. Triste.

Roberta – A excelente intérprete potiguar Roberta Sá vai encerrar o Carnaval Multicultural do Natal nessa terça-feira (13), no Polo Petrópolis, trecho entre Praça das Flores e Atheneu, a partir das 16 horas. Carnaval natalense emplacou, tomou fôlego de vez. Bom demais.

Spinelly – O mossoroense Saulo Spinelly retornou dos EUA, após representar o Governo Federal no final de janeiro, em Nova York. Apresentou trabalho de sua autoria no 7º Fórum de Juventude do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC). A exposição ocorreu na sede da Organização das Nações Unidas (ONU).  Ele é secretário executivo da Secretaria Nacional da Juventude.

“Estadual” – A história do Colégio Estadual Jerônimo Rosado – em Mossoró, mais conhecido pelo “Colégio Estadual”, será contada em livro. O trabalho segue a plenos pulmões. Depois daremos maiores detalhes.

SÓ PRA CONTRARIAR

O que os “novos políticos” têm a oferecer de diferenciado à política e à sociedade que pretendem representar, além do fato de serem “novos”?

.

GERAIS… GERAIS… GERAIS

Obrigado à leitura do Nosso Blog a Camilo Barros (Mossoró), Paulo Procópio (Natal) e Kelly Morais (Apodi).

Atendendo a convite de Tibúrcio Marinho, nessa quinta-feira (15) a gente aporta na Rádio Vale do Apodi FM 98.3. Vamos prosear sobre política em dia em seu programa, o “Meio-dia Apodi”. Até lá.

Ricardo Lopes (foto de Célio Duarte, ao lado), fotógrafo e artesão, um multifário das artes, segue vendendo seu livro “Legado”. É um trabalho de arte em 200 páginas e contém fotos artísticas com os mais variados temas. Um presente atemporal. Eu comprei três. Faça contato e receba em casa esse livro de alto nível: (84) 8701-1111.

Veja a Coluna do Herzog do domingo (04) passado, clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Charge de Túlio Ratto / Coluna do Herzog
domingo - 04/02/2018 - 10:20h
COLUNA DO HERZOG

A difícil equação da “união” dos Rosados para 2018


Por Carlos Santos

O que fazer com a vereadora e ex-deputada federal Sandra Rosado (PSB) e sua filha e deputada estadual Larissa Rosado (PSB)? Eis uma das delicadas questões que pairam à mesa do rosalbismo. As eleições 2018 são decisivas para a continuidade da união (mistura, digamos) dessas duas bandas do clã Rosado.

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e seu marido-líder político Carlos Augusto Rosado precisam montar uma fórmula politico-eleitoral que satisfaça mãe e filha este ano. Paralelamente, não podem permitir que comprometam a reeleição do federal Beto Rosado (PP) e a ideia de eleição do filho do casal, Kadu Ciarlini, à Assembleia Legislativa.

Sandra e a prima Rosalba Ciarlini estão misturadas numa composição política bastante delicada (Foto: arquivo 09-07-16)

Sandra procura valorizar o próprio “passe” e da filha Larissa Rosado, quando propaga que será novamente candidata à Câmara Federal, mesmo sabendo que não tem meios para essa jornada. Sua tensão maior se concentra no campo judicial (Processo contra Sandra Rosado será julgado dia 20 de fevereiro).

A Prefeitura Municipal de Mossoró, como “nave-mãe”, teria que viabilizar campanhas vitoriosas de dois federais (Sandra e Beto) e dois estaduais (Larissa e Kadu). Historicamente, isso nunca aconteceu. Absolutamente, nunca.

Qual a saída então? Um dos caminhos é alojar Larissa como vice numa chapa ao governo estadual, a ser apoiada pela família e os dois grupos. Assim, Kadu teria “pista limpa” em Mossoró para ser deputado estadual.

Vice de Carlos Eduardo Alves (PDT), prefeito de Natal? Pode ser, sim. Falta combinar, claro.

Sandra manter-se-ia com os pés no chão na Câmara Municipal e receberia melhores condições ofertadas pelo rosalbismo, para se defender do emaranhado de problemas judiciais que enfrenta.

Mais do que isso, é pouco provável que seja engendrada outra saída. A menos que mãe e filha busquem o guarda-chuva de outro esquema político para sobrevivência. Não está fácil.

PRIMEIRA PÁGINA

A entressafra e decadência da política do Brasil são evidentes e nocivas à própria vida nacional. Veja-se o caso da Presidência da Câmara Federal: os dois últimos presidentes estão presos  (Eduardo Cunha-MDB/RJ e Henrique Alves-MDB/RN) e o atual, Rodrigo Maia (DEM-RJ), até anda se saçaricando como opção à sucessão presidencial. Na sua reeleição em 2014, obteve 53 mil 167 votos, aparecendo apenas como 29º colocado entre os 46 eleitos da bancada federal carioca. Falava-se que teria reeleição muito difícil em 2018, mas virou presidente da Câmara Federal e até sonha em substituir Michel Temer (MDB-SP). O Brasil parece um caso perdido.

Deputado distrital em Brasília, Agaciel Maia (PR) aguarda as eleições 2018 para formar uma trinca de irmãos potiguares vitoriosos na política. Ele já tem a irmã e atual deputada federal Zenaide Maia (PR), que vai concorrer ao Senado, e conta com o retorno do ex-deputado federal João Maia à Câmara Federal. As urnas em outubro dirão.

Sem conseguir aprovar a maioria das mensagens do ajuste fiscal do seu governo, enviadas à Assembleia Legislativa, Robinson Faria (PSD) ficou ainda mais fragilizado na Governadoria. Mas nega veemente que cogite renúncia para se candidatar outra vez à Assembleia Legislativa. Mesmo assim, é bom o vice Fábio Dantas (PCcoB) ficar de sobreaviso.

A ex-secretário de Estado do Trabalho, Habitação e Ação Social (SETHAS) Julianne Faria (sem partido) prepara programação política de visita a unidades estaduais que viabilizou funcionamento e fortalecimento no estado. Seu périplo começará após o Carnaval. Ela demonstra convicção de que o “ex-marido” e governador Robinson Faria (PSD) vai renunciar ao cargo, viabilizando legalmente seu registro de candidatura. Estará num partido coligado à postulação da senadora Fátima Bezerra (PT).

Julianne e Robinson: distância necessária (Foto: arquivo)

No âmbito do Conselho Municipal de Previdência do Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos de Mossoró – (Previ-Mossoró), os atrasos nos repasses das contribuições previdenciárias da Prefeitura de Mossoró a essa autarquia estão incomodando alguns conselheiros. Eles podem formalizar denúncia ao Ministério Público do RN (MPRN). O limite prudencial para suportar atrasos dos repasses por parte do Executivo é de três meses, situação que já se formou.

O Carnaval Multicultural, atualização de folha salarial e outras ações administrativas encorpam a gestão e a imagem do prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) para a disputa ao governo este ano, o que ele ainda não anunciou publicamente (veja AQUI). Mas seu palanque extremamente conservador, que pode reunir a fina flor oligárquica do estado, de Natal a Mossoró, é um senão em momento de profunda negação da política, dos políticos e dos partidos pelo eleitorado. Eis o xis da questão.

Aécio Neves (PSDB) nunca me enganou; Lula (PT) não me engana mais. O primeiro sempre me pareceu um farsante; o segundo revelou-se uma farsa. Hoje, os vejo no mesmo patamar. O tucano deveria estar preso há tempos, porém segue blindado por seus pares do Senado e colegas do Supremo. O petista, se for preso, não me causará prostração alguma.

Conta-se que a arrecadação de janeiro e o pagamento a certos fornecedores levaram a Assembleia Legislativa a desistir de assumir o ônus da aprovação dos projetos impopulares do ajuste fiscal do Governo Robinson Faria (PSD). O grito do eterno governista Raimundo Fernandes (PSDB), o deputado “Raimundo Bigodão”, mudando de lado e de voto, está no ar para ser analisado. Mais ainda suas palavras. Disse que cerca de 800 milhões foram pagos pelo Governo do Estado a fornecedores em meio ao atraso do funcionalismo e que existem “meninos traquinos” (sic) tomando conta do erário estadual. Leia também: Dedo médio (aquele mesmo) de “Bigodão” aponta para o fim.

TÚLIO RATTO – JANELA INDISCRETA

EM PAUTA

Motéis – A violência sem controle em Mossoró atinge um dos mais sólidos setores de sua economia: os motéis. Tem caído a percentuais expressivos a frequência/faturamento desse negócio, em especial no período noturno.

Aeroporto – O Aeroporto Dix-sept Rosado avança célere, mas com os “pés no chão”, para ter ainda neste primeiro semestre a certificação para retomada de voos comerciais. Mas isso ocorrerá com limitações quanto a pouso e decolagens de aeronaves. A Azul Linhas Aéreas, interessada em operar com rota pela cidade, deverá utilizar um avião com capacidade para 70 passageiros, o ATR 72. O modelo é responsável por 75% do mercado mundial nessa modalidade.

ATR 72: voos em Mossoró (Foto: Web)

Heuber – Comandante-em-chefe do Café e Artesanato, que foi praticamente destruído por um incêndio à semana passada (veja AQUI) em Mossoró, Heuber Filgueira está inteiro e na luta. Mutirão de amigos, artistas, clientes e setores produtivos da cidade estão mobilizados para que esta semana ele retome suas atividades, realizando inclusive bailes carnavalescos já anteriormente definidos. Vai dar certo, sim.

Apodi - Começará nessa segunda-feira (5) a nova programação da FM 98.3 do Apodi, a Vale do Apodi, que migrou para Frequência Modulada. Programação redimensionada, equipe mesclada com outros comunicadores. Sintonize-a clicando AQUI.

Regy – O jornalista Regy Carte assumiu o cargo de Diretor de Imprensa (DIMP) da Câmara Municipal de Mossoró. Escolha da presidente Izabel Montenegro (MDB) que merece aplausos. Tem perfil para o cargo: bem-relacionado, sóbrio, ético e experiente. Sucesso, meu caro.

Recuperação – O jornalista Rubens Lemos Filho recupera-se de acidente doméstico, que quase o deixa completamente fora de combate. Mesmo assim, tem-nos brindado com belos textos (elogio em forma de pleonasmo) em seu endereço na Web (veja AQUI).

Sátiro e Charles: jornalismo (Foto: Célio Duarte)

Diocesano – Na noite de quinta-feira (1º), o Colégio Diocesano Santa Luzia (CDSL) relançou o seu jornal impresso mensal Diocesano Informa. A solenidade foi conduzida pelos diretores – padre Sátiro Cavalcanti e padre Charles Lamartine, que elencaram histórias construídas ao longo dos quase 37 anos desde a criação desse impresso.

Nossa Clínica – A Nossa Clínica completou sete anos de existência na quarta-feira (31). Com 48 consultórios e 20 especialidades, a empresa tem sido destaque na prestação de serviços na área médica em Mossoró e região. Já utilizamos, gostamos. Parabéns aos empreendedores Cláudio Montenegro-Fábia Albuquerque e equipe.

SÓ PRA CONTRARIAR

Quantos meses ficarão atrasados os salários do servidores do estado, com a não-aprovação do pacote fiscal do governo?

GERAIS…GERAIS…GERAIS

Obrigado à leitura do Nosso Blog a Custódio Neto (Mossoró), Sávio Hackradt (Natal) e Evaristo Nogueira (Fortaleza-CE).

Entre outras atrações, o Carnaval de Caicó este ano terá Aviões e Wesley Safadão. Promessa de público bastante numeroso, num evento que já é referência no estado.

Atendimento, ambiente, cardápio e bons preços continuam fazendo do La Goccia Blu um restaurante top em Mossoró. Bom exemplo a ser seguido por outros. Temos outros bons, claro.

Veja a Coluna do Herzog do domingo passado (28), clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Charge de Túlio Ratto / Coluna do Herzog
  • Repet
sexta-feira - 02/02/2018 - 15:43h
Rosalba Ciarlini

Prefeita vai fazer outra viagem internacional


A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) vai fazer outra viagem internacional, a primeira neste ano. Outra vez, com agenda particular.

Por isso, passará o cargo à vice-prefeita Nayara Gadelha (PP) à próxima semana, antes do Carnaval.

No roteiro, na companhia do marido Carlos Augusto Rosado, e outros casais, países da Ásia.

Vietnã, entre eles.

Boa viagem, gente!

Ficamos por aqui.

Vamos seguir cuidando de Mossoró.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
domingo - 24/12/2017 - 04:10h
Coluna do Herzog

Simbolismos do atraso na difícil marcha do “novo”


Por Carlos Santos

Política é uma atividade carregada de simbolismos, naturais ou artificiais. Sempre. Formam-se por força laboratorial do marketing, ou decorrem da espontaneidade do povo. Um clique e… pah! Eureca! Acerta-se o alvo.

Um jingle, um slogan, cores e um gestual ajudam a inocular a imagem do candidato/partido/ideário no inconsciente popular. É por esse canal e não a face “consciente” do cérebro, que a identidade/mensagem bate à porta do eleitor – às vezes até arredio.

Uma ofensa – ou troça do adversário – também pode ser utilizada como peça de propaganda, virando uma marca a favor.

O “Cigano” Aluízio Alves converteu o desdém dos contendores em combustível para vitória ao Governo do RN em 1960.

O “Tamborete”, apelido de menosprezo a Geraldo Melo, foi anabolizante de sua conquista estadual em 1986.

A “Vassoura” contra a corrupção levou Jânio Quadros à Presidência da República em 1960, com a promessa de higienização do país.

O “Retrato do Velho” (clique no boxe acima) içou Getúlio Vargas ao Palácio do Catete outra vez, agora pela via democrática, na campanha de 1950.

Barack Obama falou para uma nação multifacetada a essência da alma americana, no slogan simples e certeiro: “Yes, we can!” (Sim, nós podemos!). Passou à história como o primeiro presidente-negro da América.

A propósito, o “Movimento RN Melhor” dos ex-candidatos a prefeito e vice de Mossoró, Tião Couto (PSDB) e Jorge do Rosário (PR), não podia ter sido mais imprevidente ao escolher a antiga mansão da ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB), para promover reunião política na quarta-feira (20), em Mossoró.

O local é encharcado de símbolos na contramão do que eles pregam: modernidade, meritocracia, eficiência, probidade e alternativa de poder. Várias pessoas que estavam no evento político se sentiram “em casa”, de braços dados com o atraso e não com o “novo”.

Mais um pouco e não causaria estranheza se uma manada de ex-comissionados amestrados, da prefeitura, ressuscitasse em êxtase seus gritos de louvação à ex-prefeita: “Uh-huuuuu! Linda, maravilhosa! Arrasou!!!”

No próximo encontro, se os dois imberbes políticos tentarem, podem conseguir emprestado o “Sítio Cantópolis”, local de reuniões do rosalbismo em campanhas. Liguem para Carlos Augusto Rosado. Ele sabe muito de Simbologia, Semiótica e Política.

PRIMEIRA PÁGINA

Gostei de conhecer o ex-candidato a vereador Paulo Frutuoso Machado (PDT), jovem mossoroense muito antenado com a política, de boa capacidade de observação. Obrigado por nos acompanhar aqui no Blog Carlos Santos. Voltaremos a prosear. Abraços.

No lançamento do livro “Os Rosados Divididos – Como os jornais não contaram essa história“, do jornalista Bruno Barreto, à noite da última quinta-feira (21), em Mossoró, escassos integrantes desse clã focalizado apareceram para prestigiá-lo. É certo, porém, que o autor não produziu uma hagiografia nem é dado à modalidade do “jornalismo de incenso”, o que pode explicar a distância. O trabalho merece ser lido como objeto de pesquisa e fomento ao bom debate. Recomendamos.

O ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante Jaime Calado, marido da deputada federal Zenaide Maia (PR), tem-se municiado de pesquisas quantitativas e qualitativas, monitorando as passadas dela ao Senado. Aos mais próximos, até fala com convicção: “Ela vai ser eleita”. Sua aposta faz sentido, sim. Mas claro que é cedo para assertivas irreversíveis.

Eudo Leite: muito a ser investigado (Foto: PGJ)

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), da Região Oeste, do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), parece que trabalha silenciosamente. Só para lembrar ou esclarecer: ele foi implantado pelo procurador geral de Justiça, Eudo Leite, no dia 18 de julho deste ano. Está sediado em Mossoró e cobre 21 municípios (veja a resolução AQUI).

O ex-vereador Tomaz Neto (PDT) resolveu mergulhar. Tomou distância de atividades do seu partido, adotando a ausência e o silêncio (pasme!) quanto aos seus rumos em Mossoró e no estado, como no tocante à postulação ao governo do prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT).

O segundo voto ao Senado é uma preocupação de todos os principais pré-candidatos ao Senado em 2018. Ele pode decidir na contagem final, quais serão os eleitos. Os principais concorrentes, até aqui, sabem e trabalham estratégias quanto a isso. Os senadores Garibaldi Filho (PMDB) e José Agripino (DEM) observam que um deles pode “sobrar”, com o crescimento de Zenaide Maia (PR), atual deputada federal.

O governador Robinson Faria (PSD) segue em Brasília. Tempo integral para tentar viabilizar socorro financeiro para pagar dívidas com servidores, principalmente após pronunciamento contrário ao apoio financeiro do Governo Michel Temer (PMDB), de Júlio Marcelo de Oliveira, procurador do Ministério Público de Contas junto ao TCU (veja AQUI).

Promete ser eletrizante a corrida eleitoral à Câmara Federal no segmento evangélico no Rio Grande do Norte. O atual deputado federal Antônio Jácome (PMN) e Carla Dickson (PROS) podem protagonizar uma disputa à parte por uma das oito vagas do estado.

TÚLIO RATTO – JANELA INDISCRETA

EM PAUTA

Casa Moraes – Uma marca comercial vitoriosa em Mossoró e região vai atingir idade sexagenária. É a Casa Moraes. No próximo ano completará 60 anos de atividades. Parabéns a José Moraes, Moraes Neto e todos os seus colaboradores.

Gonzaga – O empresário Gonzaga Souza (Gonzaga Veículos) está novamente em Mossoró, após checape na saúde em São Paulo-SP. Voltou tinindo, após preocupar muito os amigos e familiares. Cuide-se, meu caro.

Empreendedor – Na próxima quarta-feira (27), o Governo do RN vai botar para funcionar o “Escritório do Empreendedor” no Partage Shopping Mossoró. Não haverá inauguração formal desse equipamento público, criado para facilitar a vida da livre iniciativa.

François – Articulista de Nosso Blog, o escritor François Silvestre deverá ter reeditado o seu livro “A pátria não é ninguém”. Os editores David Leite e Clauder Arcanjo burilam o projeto para viabilizá-lo através da sua editora, a Sarau das Letras. Livraço, que se diga.

Princesa do Vale – A convite do seu diretor, jornalista/radialista Lucílio Filho, o Blog Carlos Santos vai participar do programa “Panorama do Vale” (18h) em uma de suas edições desta semana. Combinado.

Lucieudes - O empresário Lucieudes da Silva (Lucieudes Material de Construção e Posto Tibau), da cidade-praia do Tibau, estuda o mercado mossoroense para novo investimento. Bem a seu estilo discreto, sem alardes.

FM do Apodi – Está em fase experimental a migração da Rádio AM Vale do Apodi para Frequência Modulada (FM). Sintonize-a clicando AQUI. É a FM 98.3, do Sistema Oeste de Comunicação, que tem como empresa-âncora a TV Cabo Mossoró (TCM).

Milícias – Em alguns setores comerciais e residenciais de Natal, a ausência da polícia nas ruas fez surgirem “milícias” à proteção patrimonial e de vidas, forças paramilitares armadas e com licença para matar.

SÓ PRA CONTRARIAR

Alves, Maias e Rosados vão arriscar novo chapão às eleições do próximo ano, num momento em que há crescente repulsa à política, aos políticos profissionais e aos partidos?

GERAIS… GERAIS… GERAIS

Dia de ontem foi de chuvas com pequenas precipitações em algumas cidades do estado, como regiões Oeste e Seridó. Nos últimos dias, também temos informações de chuvas ainda fracas no Ceará.

O bom filho a casa retorna. O jornalista Fábio Oliveira está de volta aos quadros da TV Cabo Mossoró (TCM)/FM 95.7, fazendo aquilo no qual é craque: jornalismo esportivo de qualidade. Parabéns ao grupo pelo enorme acerto.

O tempo passa sem que percebamos, no bate-papo com os ex-jogadores Agnaldo (lateral-esquerdo) e Isaías (goleiro), sobre a jornada épica do Baraúnas na Copa do Brasil 2005. Relatam o que as câmeras não captaram, entre diálogos e algumas curiosidades em campo, no jogo em que o tricolor fez 3 x 0 no Vasco da Gama em São Januário.

Obrigado à leitura de Nosso Blog a Pádua Júnior (Mossoró), Edinael Castro (Upanema) e Tibúrcio Marinho (Apodi).

Veja a Coluna do Herzog do domingo passado (17) clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Charge de Túlio Ratto / Coluna do Herzog
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 08/12/2017 - 08:26h
Mossoró

Carlos Augusto e Rosalba recebem mais uma pesquisa


Rosalba e Carlos: números à mão (Foto: Arquivo)

O Instituto Gama de Fortaleza (CE), que trabalha para o grupo da prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP), concluiu mais uma rodada de pesquisas para “consumo interno”.

Material farto, denso, para análise principalmente do comandante-em-chefe Carlos Augusto Rosado.

Avaliação administrativa da “Rosa” e impressões sobre ex-prefeitos como Francisco José Júnior (sem partido) e Cláudia Regina (DEM), constam do relatório

Informações sobre gestão estadual, nomes sondados ao Governo do Estado, Senado, Câmara Federal e à Assembleia Legislativa, também fazem parte do que foi prospectado nas entrevistas.

Mossoró foi o campo pesquisado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
segunda-feira - 13/11/2017 - 08:52h
Assembleia Legislativa

O nome é Kadu Ciarlini


Kadu entra no lugar de Lorena; mãe no apoio (Foto: PMM)

A pré-candidatura à Assembleia Legislativa da secretária do Desenvolvimento Social da Prefeitura Municipal de Mossoró, Lorena Ciarlini, definhou de modo praticamente irreversível.

Mas o grupo rosalbista não vai ficar órfão na disputa.

Seu irmão, ex-secretário do Gabinete Kadu Ciarlini, é o nome da vez.

Mais do que escolha de pai e mãe, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado e prefeita Rosalba Ciarlini (PP), é uma decisão dele.

Kadu resolveu ser candidato.

Vai ser.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 25/10/2017 - 11:56h
Câmara Municipal de Mossoró

Izabel obtém nova presidência abortando conspiração política


A vitória ontem da atual presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (PMDB), reeleita antecipadamente para novo biênio presidencial na Casa (2019-2020), tem bastidores quase insondáveis até agora. A propagada “união” da Casa, é uma meia verdade.

A presidente teve muita frieza e habilidade para não ser atropelada por conspiradores de dentro e de fora do legislativo. As maquinações surgiram na sua própria bancada, o governismo.

A vitória com 20 votos e apenas um contra, esconde muita tensão e estresse.

Alex e Izabel tiveram disputa para o primeiro biênio, mas ela atraiu seu apoio e da oposição agora (Foto: CMM)

A sessão extraordinária ocorrida à tarde passada, logo após sessão ordinária, teve reviravolta na formação da chapa única à mesa diretora minutos antes. O compromisso da própria Izabel era de que seriam mantidos os mesmos membros da mesa atual, encabeçada por ele.

Mas o nome do atual vice, vereador de primeiro mandato Emílio Ferreira (PSD), acabou “rifado”. Vereadores da oposição e do governo pressionaram por seu descarte. Assim foi feito. Izabel já o desejava mesmo fora da nova chapa.

Há dias que havia zunzunzum de que ele trabalhava ‘rasteira’ contra Izabel, com chapa própria à presidência. Paralelamente, estaria associado a outro governista, Zé Peixeiro (PTN), que publicamente foi contrário à antecipação da eleição interna.

Nem vice

Alguns minutos antes da votação, entrevistado pela TV Cabo Mossoró (TCM), Emílio parecia conformado em apenas ser vice. Pensava que seria mantido na chapa, mas nem isso conseguiu.

Emílio Ferreira foi "rifado" (Foto: CMM)

Foi substituído por outro companheiro de bancada: Flavinho Tácito (PPL), o “Flavinho”. O irônico, é que antes da reviravolta na montagem da chapa, Flavinho declarou o seguinte: “Em time que está ganhando não se mexe”.

Defendia que a mesa diretora fosse mantida. Mas acabou entronizado como vice, na exclusão de Emílio. O nome de outro governista e ex-presidente da Casa, Francisco Carlos (PP), chegou a ser sugerido. Não avançou. Sobraram restrições a ele.

No plenário, após a votação, Emílio discursou com poucas palavras, de pé, visivelmente embaraçado.

Tentou aplacar o desgaste e a retirada do seu nome da chapa como vice: “Eu sou amigo de todos”, definiu-se, pregando que qualquer eventual desavença terminasse ali. Não é bem assim. No dia 18 de julho deste ano, ele já tinha falado ao Blog Carlos Santos que era contra o pleito antecipado: “Particularmente discordo da antecipação desse processo. É um equívoco!” (veja AQUI).

Ficaram sequelas.

Há poucos dias, a ex-presidente da Câmara Municipal Maria Lúcia Ferreira – mãe de Emílio, já tivera uma conversa nervosa com Izabel Montenegro. Ressabiada, a presidente reforçou atenção para não ser surpreendida. Percebeu que o terreno em que se movia era movediço demais.

Oposição valorizada

Foi graças à bancada da oposição, que fechou em torno do seu nome e mais alguns nomes do governismo, que Izabel reagiu às movimentações que visavam sabotar seu projeto de se manter na presidência para o próximo biênio. Ela conseguiu até a apoio do oposicionista Alex do Frango (PMB), com quem disputara a presidência em janeiro.

Sandra: embate (Foto: CMM)

Pontualmente, ainda existiram algumas escaramuças públicas e nos intramuros das negociações, que foram contidas. Houve vereadores governistas que tentaram autovalorização do voto, mas terminaram endossando a chapa no “efeito manada”. Não tinham outra saída viável.

Sandra Rosado (PSB), particularmente, não queria o pleito agora. Nas duas votações que mudaram a Lei Orgânica do Município (LOM) para esse fim, não compareceu. Mas acabou aquiescendo.

Há meses ganhou espaços e franquias consideráveis da presidente Izabel Montenegro, com quem se chocou na eleição para presidente da Casa em janeiro deste ano. Tem razões para não lhe criar problemas maiores.

A vereadora estrilou mesmo foi com a escolha de Alex do Frango como vice e a substituição de Emílio Ferreira por Flavinho.

No caso de Alex, o amuo é sobretudo porque ele tem sido defensor contumaz da interventoria na Casa de Saúde Dix-sept Rosado (CSDR)/Hospital Maternidade Almeida Castro (HMAC), que até o final de 2014 era controlado pelo grupo da vereadora e ex-deputada federal.

Mesa Diretora eleita (2019-2020)

Izabel Montenegro (PMDB) – Presidente;

1º Vice-Presidente – Flavinho Tácito (PPL);

2º Vice-Presidente – Alex do Frango (PMB);

1º Secretário – Aline Couto (PHS);

2º Secretário – Ozaniel Mesquita (PR);

3º Secretário – Genilson Alves (PMN);

4º Secretário – Manoel Bezerra (PRTB).

A vereadora governista chegou a acionar o Palácio da Resistência, na expectativa de que o casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-líder Carlos Augusto Rosado (PP) interviesse na confecção da chapa. Sem sucesso.

O governo já tinha dado sinal positivo à Izabel Montenegro, em reunião anterior com vereadores de sua base. Carlos Augusto percebeu que tudo estava “amarrado” à sua vitória, principalmente com a oposição.

Virada de mesa, não

Para o governo, não seria sensato mexer num vespeiro comandado pela aliada Izabel. Complicada como aliada, pior ainda seria como adversária, se Carlos Augusto e Rosalba patrocinassem uma virada de mesa.

No plenário, a votação teve apenas o voto contrário de Zé Peixeiro e a posição pública de Sandra de não endossar a escolha de Alex do Frango como 2º vice-presidente. Mesmo assim, avalizou a chapa vencedora por inteiro, com seu voto, pois não podia votar em branco para qualquer um dos cargos.

Izabel 20 x 1, eis o placar final. Mas o jogo não para por aí.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 24/10/2017 - 10:04h
Assembleia Legislativa

Rosalbismo segura pesquisa com baixa aceitação de Lorena

Filha de prefeita é postulante à Assembleia Legislativa, mas mostra pouca aptidão para política

O rosalbismo guarda até mesmo de aliados e colaboradores próximos, números de pesquisa que encomendou sobre quadro administrativo e político em Mossoró. Especialmente, em relação à postulação da secretária do Desenvolvimento Social Lorena Rosado (PP).

A ordem é evitar divulgação. Os números são sofríveis.

Preocupam, mesmo com a estrutura da municipalidade já azeitada e em pleno funcionamento à popularização do seu nome à disputa à Assembleia Legislativa em 2018.

Lorena Ciarlini deverá ser puxada pela mãe Rosalba, a exemplo do que foi feito com a tia Ruth Ciarlini no passado

Filha da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), Lorena passou muitos anos residindo fora de Mossoró e até do estado, não tendo qualquer identidade com a própria pasta que ocupa. Chega a ser uma estranha em Mossoró, onde voltou a residir há pouco tempo.

Sua inaptidão à atividade assistencial e à política precisará ser vencida pelo esforço da própria prefeitura, além do prestígio pessoal e trabalho hercúleo que sua mãe costuma empreender em campanha.

Lorena já é comparada à tia Ruth Ciarlini (DEM), sempre carregada eleitoralmente por Rosalba e sob a força da máquina municipal. Ela foi eleita duas vezes (1998 e 2002) à Assembleia Legislativa – época em que a irmã era prefeita. Não emplacou o terceiro mandato consecutivo, quando a prefeitura passou a ter a enfermeira Fafá Rosado (DEM, hoje no PMDB) como inquilina.

Moeda de troca

Em 2012, o rosalbismo chegou a costurar a renúncia da então prefeita Fafá Rosado para viabilizar a candidatura à prefeitura da então vice-prefeita Ruth Ciarlini. Estava “tudo certo” à renúncia. A moeda de troca, entre outras vantagens, era a sua indicação para o Tribunal de Contas do Estado (TCE), pela governadora Rosalba Ciarlini.

Mas o assunto vazou e virou escândalo antes mesmo que pudesse ser consumado.

O acordo entre as partes foi descartado, quando o chefe de Gabinete e irmão de Fafá, agitador cultural Gustavo Rosado, disse “não” e passou a apoiar o nome da vereadora Cláudia Regina.

Outro ponto que pesou contra à viabilização de Ruth, mesmo com apoio da irmã e governadora, foram várias pesquisas apontando baixíssima aprovação ao seu nome. Era ultrapassada até pelo então vereador governista Chico da Prefeitura (DEM) e Cláudia Regina, que posteriormente venceu o pleito (mas foi cassada).

Acordo desfeito

A desistência da candidatura de Lorena Ciarlini a deputado estadual não pode ser descartada, mas é pouco provável que exista um recuo nessa ideia férrea da mãe-prefeita. Questão de raciocínio lógico e história que mostram isso.

Vicente sobrou (Foto: arquivo)

Foi assim quando a prefeita Rosalba Ciarlini quis a mana Ruth para deputado estadual, em 1998 pela primeira vez.

O nome que já tinha sido definido pelo rosabismo à Assembleia Legislativa era do então presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Vicente Rêgo. Estava tudo resolvido.

Entretanto Rosalba enfrentou até a palavra empenhada do marido e líder do grupo, Carlos Augusto Rosado, para se fazer ouvir e demanchar o compromisso com Vicente Rêgo. E foi clara: “Eu quero Ruth!”

E assim aconteceu. Ruth foi eleita pela primeira vez.

Vicente, um “quase eleito”, sobrou.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 06/10/2017 - 10:34h
Alto risco

Palanque dos primos poderá “desabar” em 2018


A oligarquia Rosado caminha para uma aposta consideravelmente perigosa na campanha de 2018. Num momento de profundo desgaste da classe política, da política e partidos, esquadrinham um palanque lotado apenas por primos.

Pode desabar.

Serão candidatos a deputado estadual as primas Lorena Ciarlini (PP) e Larissa Rosado (PSB), filhas respectivamente das primas prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e vereadora Sandra Rosado (PSB) – que sonha em voltar à Câmara Federal.

Lorena, estreante na corrida pelo voto; Larissa, que tentará a reeleição.

Ainda consta na lista, Beto Rosado (PP), atual deputado federal e que tende a concorrer à reeleição. Ele é primo de Lorena e Larissa e sobrinho-afim da prefeita.

Ainda há possibilidade da ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) ser candidata a deputado estadual numa faixa partidária oposicionista.

Ela é prima de Sandra Rosado e também prima do ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP), marido de Rosalba.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 04/10/2017 - 14:14h
Mossoró

Grupo de Sandra ‘cola’ em Robinson à cata de saída eleitoral


O governador Robinson Faria (PSD) tem companhias até inesperadas em sua estada em Mossoró, no dia de hoje (quarta-feira, 4). A vereadora Sandra Rosado (PSB) e seus filhos, deputada estadual Larissa Rosado (PSB) e o secretário municipal do Desenvolvimento Econômico Lahyrinho Rosado (PSB), não desgrudam do governante.

Robinson, Larissa, Sandra e Lahyrinho: proximidade em Mossoró em momento delicado do grupo (Foto: cedida)

A proximidade, mesmo que a princípio eles não sejam correligionários, tem razão de ser.

O grupo da ex-deputada Sandra Rosado busca alternativas e saídas político-eleitorais para 2018. Ela e os filhos, Larissa e Lahyrinho, sabem que a acomodação no sistema governista municipal comandado pelo ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP) e a prefeita Rosalba Ciarlini (PP), não lhes dará “sombra” no próximo ano.

Compensação

Obtiveram uma “sobrevida”, com o acordo político feito ano passado, após quase 30 anos de litigância eleitoral e até pessoal com o rosalbismo. Porém até aqui, não são nada mais de que aliados comuns. Estariam no limite da compensação pelo apoio dado à “Rosa” no pleito municipal.

Deduz-se, que com o governador é possível se abrir um caminho de afinação, capaz de garantir a reeleição de Larissa Rosado à Assembleia Legislativa e meios de uma candidatura de Sandra, outra vez, à Câmara Federal.

Abre-se uma janela que já tem sido trabalhada há certo tempo, nos intramuros da política potiguar.

P.S – (14h40) - Informação do jornalista Bruno Barreto, postada em seus endereços nas redes sociais, às 14h30: “Flagrei o governador com Sandra e Larissa em um restaurante em Mossoró. Tá pintando uma velha aliança nova na política local.”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 04/10/2017 - 10:34h
Política e história

Disputa à Assembleia Legislativa gera grande expectativa

Mossoró já elegeu 4 deputados estaduais em 1974 e espera 2018 com cenário confuso para novo feito

Mossoró já chegou a determinar a eleição de quatro deputados estaduais num único ano. Foi em 1974, há 43 anos. Um feito raro. Poderá ser repetir no próximo ano, mas é precipitado se fazer um vaticínio nesse sentido.

João Newton: 1974 (Foto: arquivo)

O excelente resultado contrasta com o fenômeno de 2014: nenhum candidato nativo do município chegou ao êxito nas urnas.

Em 2014, os deputados mossoroenses que tentaram a reeleição, Larissa Rosado (PSB) e Leonardo Nogueira (DEM), fracassaram.  Nenhum novato local vingou.

Quem se sobressaiu, com votos determinantes de Mossoró à eleição-surpresa, foi o ex-prefeito areia-branquense Manoel Cunha Neto (PHS), “Souza”, que tem laços familiares, profissionais e estudantis com a cidade. Cerca de 18% dos seus votos foram do eleitorado local.

Em 1974, foram eleitos João Newton da Escóssia (Arena) e Alcimar Torquato (Arena), com apoio do deputado federal Vingt Rosado (Arena). O primeiro, cunhado do parlamentar; o segundo, natural de Luís Gomes, mas que há mais de uma década atuava na medicina local.

Eleitos de 1974 a 2014  tendo Mossoró como base

1974 – João Newton da Escóssia, Alcimar Torquato, Assis Amorim e Luís Sobrinho;

1978 – Carlos Augusto Rosado

1982 – Jota Belmont e Carlos Augusto Rosado

1986 – Laíre Rosado e Carlos Augusto Rosado

1990 – Carlos Augusto, Antônio Capistrano e Frederico Rosado

1994 – Frederico Rosado e Francisco José (pai)

1998 – Frederico Rosado, Sandra Rosado e Ruth Ciarlini

2002 – Larissa Rosado, Francisco José (pai) e Ruth Ciarlini

2006 – Larissa Rosado e Leonardo Nogueira

2010 – Larissa Rosado e Leonardo Nogueira

2014 – Nenhum

“De quebra”, ainda teve a reeleição do médico Dalton Cunha (Arena). Era mossoroense da gema, mas tinha como base principal de votos o município de Apodi e adjacências.

Luís Sobrinho (MDB) e Assis Amorim (MDB), apoiados pelo ex-governador cassado Aluízio Alves (MDB), também foram eleitos no mesmo ano a partir de Mossoró.

Frederico: 1990 (Foto: Arquivo)

Um dado interessante dessa lista de eleitos: nenhum era da família Rosado. Depois de 1974, em todas as eleições essa oligarquia elegeu membros seus à Assembleia Legislativa, à exceção de 2014.

Derrocada

Em 2018, com um cenário político extremamente confuso, Mossoró pode ter uma profusão de candidaturas à Assembleia Legislativa. Há possibilidade de repetir 1974 ou ficar num meio-termo.

Porém é pouco provável que se veja uma reedição de 2014. Três candidaturas do clã Rosado a deputado estadual, desgaste político da então governadora Rosalba Ciarlini (PP), a prefeitura nas mãos de um adversário dos Rosados (prefeito Francisco José Júnior) e escassez de recursos para financiamento de campanhas, foram alguns dos fatores que desenharam a derrocada à época.

Alguém pode sobrar

Mesmo assim, a conjuntura que se forma para o próximo ano poderá gerar surpresas, principalmente porque após se reunificar parcialmente, o clã Rosado tentará eleger quadros familiares num contexto completamente diferente do passado recente e tempos mais remotos.

O “maior eleitor” mossoroense, a Prefeitura Municipal de Mossoró, historicamente não tem elegido mais do que um deputado estadual por pleito. Preliminarmente, não há qualquer pré-candidatura Rosado se formando na oposição, mas pode surgir a figura da ex-prefeita Fafá Rosado (ainda no PMDB).

No governismo, as primas Larissa Rosado e Lorena Rosado (PP) – filha da prefeita Rosalba e secretária do Desenvolvimento Social do município, tendem a ser candidatas no mesmo palanque. Alguém pode sobrar.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
quarta-feira - 27/09/2017 - 15:21h
Câmara Municipal

Tese do “mal menor” empurra Isolda para voto governista


Isolda: falou, está falado (Foto: web)

Depois de muito pesar, pesar, contrapesar, a vereadora Isolda Dantas (PT) resolveu dar voto e voto de confiança à mudança na Lei Orgânica Municipal (LOM) de Mossoró.

Apoiou a antecipação da eleição e reeleição (veja AQUI) da atual presidente da Câmara Municipal, adversária governista Izabel Montenegro (PMDB).

Foi convencida de que se isso não ocorresse, no próximo biênio presidencial (2019-2020) tudo poderia ser pior.

Valeu a tese do mal menor, digamos.

O eleito, argumentou-se, seria aliado figadal ou mero penduricalho do líder político Carlos Augusto Rosado e da prefeita Rosalba Ciarlini.

Entendeu?

Vamos desenhar ou falar bem alto, então.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
domingo - 27/08/2017 - 18:26h
Na Alemanha

Saúde de neto de Rosalba e Carlos Augusto é preocupante


É bem mais delicado do que se imaginava preliminarmente, o quadro de saúde de Philipp Rosado Nebendahl, 7, neto do casal prefeita Rosalba Ciarlini-PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado.

Filho da advogada Karla Ciarlini e do médico alemão Yan Nebendalh, a criança levou ambos à viagem às pressas à Alemanha, algo que a princípio não estava programado.

Em face da excepcionalidade – uma patologia degenerativa rara -, a vice-prefeita mossoroense Nayara Gadelha (PP) poderá até ficar mais tempo do que o previso na gestão municipal.

Prioridade dos avós é o infante Philipp.

A passagem de governo ocorreu quinta-feira (24), com previsão inicial de estar no cargo até o próximo dia 4.

Nota do Blog – Que essa criança consiga superar as adversidades em bom termo. Amém!

Acompanhe o Blog Carlos San -tos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 07/08/2017 - 16:36h
Mossoró

Ex-vereadores não se acertam com poucas indicações


Os ex-vereadores Lucélio Guilherme (PTB), Tomaz Neto (PDT) e Antônio Celso de Azevedo da Silva (PSC), o “Celso Lanches”, não toparam indicar pelo menos dois nomes cada um para cargos na Prefeitura de Mossoró.

A oferta partiu do ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, marido da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), a quem os três apoiaram na campanha do ano passado.

Vem aí outra rodada de conversas.

Agora, o olhar do ex-vereadores é em relação às eleições do próximo ano.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 01/08/2017 - 07:24h
Lorena Ciarlini

Carlos Augusto começa campanha de filha a deputado estadual


Rosalba, Carlos e Lorena: politica para 2018 (Foto: AL)

Mentor da carreira política de sua mulher (prefeita Rosalba Ciarlini-PP) ao longo de quase 30 anos, com largo histórico de vitórias e escassos insucessos, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado assumiu outra missão política.

Cuida da candidatura da filha Lorena Ciarlini à Assembleia Legislativa. Sem perda de tempo, que se diga.

Pressa

Titular da pasta do Desenvolvimento Social da Prefeitura de Mossoró, Lorena é imberbe em política e na gestão pública. Seu pai, não.

Com pesquisas políticas à mão que recomendam pressa, ele planifica e age nos bastidores. Tenta atrair logo apoios estratégicos e ocupar espaços preciosos em favor de Lorena.

Presume, com razão, que haverá densa concorrência nessa faixa eleitoral. Daí, a “antecipação” de ações que possem evitar surpresas.

Lorena Ciarlini é a prioridade número um para o próximo ano. Não há espaço para projeto paralelo no grupo, no governo municipal e no coração de pai e mãe.

Parece cedo, mas não é. Até porque, 2018 é bem ali.

Leia também: Rosalba terá filha em equipe focando Assembleia Legislativa AQUI;

Leia também: Lorena, filha de Rosalba, começa a ser projetada para 2018 AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 23/07/2017 - 04:18h

Aliança com prazo de validade?


Por Bruno Barreto

A dicotomia Rosado x Rosado durante 30 anos dividiu a política em Mossoró. Embora o grupo de Rosalba Ciarlini tenha sido hegemônico durante praticamente todo esse período, o sandrismo equilibrava as forças tendo mandatos na Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.

Sem contar que na maior parte desse período esteve aboletado na estrutura do Governo do Estado.

O rosalbismo também tinha seus espaços na Assembleia e Câmara dos Deputados. Havia um equilíbrio de poder entre as duas alas do rosadismo. Agora o cenário é diferente e lembra o período anterior à divisão política dos Rosados.

O grupo rosadista tinha Carlos Augusto Rosado na Assembleia Legislativa e Vingt Rosado na Câmara Federal e o comando da Prefeitura de Mossoró com Dix-huit Rosado. Agora esses papeis são ocupados por, respectivamente, Larissa Rosado, Beto Rosado e Rosalba Ciarlini.

Como no período que antecedeu o pleito de 1986, há uma tensão abafada nos veículos de comunicação. Larissa quer ser reeleita como Carlos Augusto queria há 31 anos.

Mas o rosalbismo quer lançar um nome novo de dentro de casa, Lorena Ciarlini, como Vingt Rosado queria fazer com Laíre Rosado no passado.

Beto Rosado quer renovar o mandato como antes desejara Vingt, mas Sandra Rosado quer retomar o espaço que foi de seu clã por 13 legislaturas na Câmara Federal.

No passado, esse embate familiar provocou uma cisão que durou três décadas. Hoje não há a condição de grupo unido, mas de aliados de ocasião e com prazo de validade (?).

A estrutura da Prefeitura de Mossoró não tem condições de bancar duas dobradinhas federal/estadual no próximo ano. Na lógica rosadista é sempre “os de casa” primeiro.

Sem uma estrutura de poder, a ala sandrista sabe que não voltará a ter o poderio de antes e já provou disso em 2014. Insistir numa candidatura de Sandra a deputada federal pode por em risco uma reeleição possível de Larissa.

Só uma estrutura tornaria a dobradinha viável. Sem a ajuda palaciana, Sandra vai aceitar passivamente engolir mais um sapo ou seguirá máxima eternizada por seu pai, Vingt Rosado, de abrir os braços para não ser engolida?

A resposta a essa pergunta ajudará a responder a pergunta do título desta postagem: a aliança Rosado/Rosado tem prazo de validade?

Bruno Barreto é jornalista da FM 95.7 (Mossoró) e TV Cabo Mossoró (TCM)

Categoria(s): Artigo
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 17/07/2017 - 11:08h
Prefeitura de Mossoró

PDT aguarda, ainda, conversa com Carlos Augusto


Genivan e Tomaz: PDT (Foto: montagem)

Do Blog da Chris

Em sua série de entrevistas denominada “6eis Perguntas”, Christianne Alves (Blog da Chris) entrevista hoje o ex-vereador, farmacêutico-bioquímico e advogado Genivan Vale (PDT).

Entre as indagações que lhe são feitas, uma em especial:

- O PDT, o senhor e o também ex-vereador Tomaz Neto se sentem atendidos no governo Rosalba Ciarlini, ou esperam ou esperavam alguma secretaria?

- O PDT aguarda uma conversa com Carlos Augusto, pois em mais de uma oportunidade a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) deixou claro que era ele quem iria tratar com os partidos, e antes da campanha fechamos um acordo politico, onde PDT, PMDB, PSB, PP e PDT aceitaram participar do chapão da morte, como ficou conhecida nossa coligação, em virtude dos grandes quadros e puxadores de voto, e, portanto, aguardamos essa conversa para poder saber onde o PDT  poderá contribuir com o Governo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 01/07/2017 - 10:56h
Mossoró

Mobilização política faz blitz para aprovação de contas de Fafá


Do Blog Carol Ribeiro, TV Cabo Mossoró (TCM) e Blog Carlos Santos

Na próxima terça-feira (03) os vereadores de Mossoró, mesmo em recesso, devem realizar sessão extraordinária para avaliar as contas municipais referentes a 2011, da gestão Fafá Rosado (PMDB).

A sessão foi convocada na última terça (27) e gerou discussão entre os parlamentares. O plenário questionou o porquê da matéria ter sido colocado neste momento final do semestre.

De acordo com os vereadores, se soma a isso o desconhecimento sobre o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) a respeito dos números, que foram “aprovados com ressalvas”.

Fiscalização

O Blog Carlos Santos mergulhou nos bastidores desse intrincado caso (veja AQUI). Há pressa na aprovação das contas, até mesmo de “adversários” da ex-prefeita Fafá Rosado, incrustados no Palácio da Resistência (sede da municipalidade).

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e o seu marido e líder político, Carlos Augusto Rosado – primo de Fafá -, não aparecem diretamente no enredo. Porém não estão alheios a ele. A bancada governista tem “independência” para aprovar sem questionamento as contas da adversária e ex-aliada do rosalbismo.

Rosalba e Fafá: passado, presente (Foto: Jornal de Fato)

Outra vez, a Câmara Municipal de Mossoró está no epicentro de discussões, longe do conteúdo técnico e avessa ao seu papel fiscalizador. Assume uma tarefa política de anteparo da ex-prefeita e de outras pessoas importantes ao seu governo.

A Casa pode mais uma vez abdicar de sua prerrogativa de defender o interesse público. Já ostenta o recorde de nunca, absolutamente nunca em toda sua história, ter instalado uma Comissão Especial de Investigação (CEI).

“Presunção de inocência”

O legislativo mossoroense adotou historicamente o princípio da “presunção de inocência” do executivo, como regra do seu trabalho, em vez do primado da desconfiança.

Por que a pressa? A quem interessa a aprovação em estilo vapt-vutp? Por que até adversários políticos estão empenhados nessa jornada?

Contudo mesmo no governismo, há vozes contrárias a essa urgência. A vereadora Sandra Rosado (PSB) recorre ao Regimento Interno da Casa para questionar esse imediatismo.

Já a presidente da Câmara Municipal, Izabel Montenegro (PMDB), não vê nada como “extemporâneo”. Isolda Dantas (PT), líder oposicionista, cobra zelo ao próprio mandato e obrigações do vereador.

Entre os vereadores, quase  ninguém ou ninguém conhece o conteúdo do calhamaço. Nem deverá conhecer melhor. Até aqui não houve tempo hábil para isso.

A costura política que foi desencadeada nesta semana – inclusive com reunião a portas fechadas na Câmara Municipal – visou sua aprovação. E ponto final. Terça-feira, 3, sairá o resultado prático dessa blitz.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.