domingo - 27/12/2020 - 08:56h

O predestinado e uma vitória histórica

Por Marcos Pinto

Dentre  o  processo  de  similaridades  históricas, há  que  se  concentrar  em  escoimar  e  compulsar  notas  e  efemérides  dos  fatos  relacionados   à  predestinação.   Nos  Anais   Históricos,  sobressaem-se,  com  acentuada   relevância, as  exponenciais  figuras  do   bíblico  José  do  Egito  e  o  célebre    Abraham  Lincoln.

José  do  Egito   foi  o  décimo-primeiro  filho  de  Jacó, nascido   de  Raquel, citado  no  antigo  Testamento,, em  Gênesis, 37. Considerado  o  fundador  da  Tribo de  José, constituída  por  sua  vez, da  tribo  de  Efraim  e  da  tribo  de  Manassés (Seus  filhos. A  figura  de  José  inspirou  vários  autores  e  artistas  ao   longo  da  história. Minudências  históricas  instigantes.

O  fenomenal  Abraham Lincoln  (12.02.1809- 15.04.1865)  tem sido  estudado  e  cultuado  por  todos  aqueles  que  interagem  com  a  história  dos  grandes nomes  que  marcaram  a    humanidade. Criado  em uma  família  carente  da  zona  rural,   na  fronteira  Oeste  dos  Estados  Unidos, exerceu  árduos   trabalhos – como  lenhador.Conta-se  que,   certo  dia,  cumprindo  o  seu   cansativo  trabalho   em  uma  fazenda   pertencente  a  opulento  comerciante, fora   interpelado  pelo  mesmo  nos  seguintes  termos: Como  o  senhor   vê  o  seu  futuro   sendo  um  simples  lenhador?

Revestido  de  sublime  postura  de  um  iluminado, o  jovem  lenhador  respondeu-lhe  fazendo  uma  emblemática  e  intuitiva  observação:  “Recomendo-lhe  que  guarde  e  zele  com  muito  cuidado  estas  toras  que  acabei  de   cortá-las, pois  no futuro  poderás  apontá-las  como  fruto  do  suor  de  um   pobre  lenhador  que  chegou  a  ser  eleito presidente da República dos Estados Unidos.

Dito  e  feito. A  história  universal  registra.  Autodidata, Lincoln lia  intensamente  nas  horas  vagas.  Predestinado  a  vencer,  abandonou  o  ofício  de  lenhador  e  mudou-se  para  a  cidade, onde  ingressou  nos  estudos  e  tonou-se  advogado.  Líder  de  Partido,  Deputado  Estadual   por  Illinois  durante  os  anos  de  1830  e  Membro  do  Câmara  dos  Representantes  por  um  mandato  durante  a  década  de  1840.

Sendo  um  moderado  de  um  Swing State  (Estado  decisivo), garantiu  a  postulação  para  a    candidatura presidencial  de  1860  pelo  Partido  Republicano.  Com  quase  nenhum  apoio  do  Sul,  ele  percorreu  o Norte  e  foi  eleito  Presidente.  Sua  brilhante  trajetória  política   foi  brutalmente  interrompida com  o  seu  assassinato  ocorrido   em   Whasington  D.C.   a  15  de  Abril de  1865, aos  56  anos  de  idade.

De  forma   emoldurada  em  paradigmas,  a  história  tem  evidenciado  fatos  análogos   que  se  repetem  ao  longo  do  tempo.

Heródoto  já  afirmara  que  “A  História  é  a  Mestra  da   vida”.  Guardadas  as  devidas  proporções, observo  no  jovem  Allyson  Bezerra  um aureolado  espírito  predestinado  à   bem-aventurança.  Alguém  já  disse  que  “O  homem  é  a  sua  história”.  A  exemplo  do  grande  Lincoln, o  jovem  Allyson  tem  a  sua  história  de  vida  vinculada  de  forma intrínseca  à  humilde  família  da  zona  rural.

É  certo que  todo o  conhecimento  do  passado  não  pode   ser  completo  ao  conhecimento  do  presente  de  modo  a  autorizar   a  dedução do futuro. O que  interessa   às  gerações  futuras, na  apreciação  dos  fatos  do  passado, é  menos  o  seu  conteúdo  material  do que os  motivos  de  sua superveniência, que  dão  aos  testemunhos  deixados  o  caráter   de  documento  marcado.

As  biografias  destes  três predestinados interrelacionam-se com  outros  fatos  históricos,  a  serem   minuciosamente  evocados  em  um  futuro relativamente  próximo, quando  for  estudada e elaborada a biografia do jovem Allyson  Bezerra.  O  terreno  é   fértil e o futuro é  alvissareiro  e  promissor.

Das variadas  expressões da curiosidade do homem pelo  que  há  de  humano, nas  suas  realizações, tem sido possível penetrar  na  razão de  ser de movimentos aparentemente explosivos e  subitâneos, de  iminente derrocada   política de uma família  oligárquica, que  há  cerca  de  70  anos comandava  os  destinos  políticos  e  administrativos  de  Mossoró.  Na  realidade,  precisava-se  de  um  jovem  predestinado  para  alavancar   uma  realidade  de  necessidade  de  mudança  que  vinha  sedimentada e avolumada na imperceptibilidade de um crescimento  ininterrupto.

As  hostes  governistas  lideradas  pelo  Carlus  Augustus  Rosadus tentaram   de  todas  as  formas    macular  a  imagem  do  jovem   predestinado, com o  intuito  exclusivo  de  abafar e  evitar a  expansão  do  perigo  iminente  de  uma  avassaladora  vitória  do  candidato  Allyson.

No tocante  à Rosalba  Rosadus, havia   superlativos  referenciais  em  profusão, destacando-se  a   rubrica  da  mesma  ser  considerada  ‘imbatível’.  E  faziam  questão  de  frisar  que ela  havia  tido  uma vertiginosa  ascensão   política, à  nível  de  estado,  saindo  da  prefeitura  de   Mossoró para  ser  eleita senadora e   logo  a  seguir  governadora.

Olvidaram  que  existia  um  jovem   arrojado  construtor  do  futuro, respaldado  em  seu  popularíssimo  mandato  de   deputado  estadual,  eleito que  fora, enfrentando  poderosas  estruturas  econômicas da  oligarquia  político-familiar  numerada  de  Mossoró.  O  novel  político  trazia  consigo  um  discurso  coerente  traduzido  em  linguagem  clara  e  precisa.

Com  o  desenrolar  da  campanha  política,  constatou-se  estranho  acirramento  no  acampamento   rosadista.  Os  mandatários  do   poder  municipal  pensavam  e  agiam   como  semideuses,  espécies  iluminadas  à  força  dos  cifrões  de  origem   duvidosa.  Alardeavam   nos  quatro  cantos  da  cidade  que  a   prefeita  seria  reeleita,  não  com   grande  maioria, mas  que  seria  a  vencedora  do  pleito. Isto  tudo  com  objetivo  único  de  desencadear  um  processo  de  descrença  na  vitória  do  ‘Menino pobrezinho’.

Havia  um  elemento-base  e  eivado  de  surpresa  a  ser  configurado  pelas  asas  do  destino,  durante  o  segundo  grande  debate  televiso   entre  os  candidatos  a  prefeito  de  Mossoró.  Há  um  ditado  popular  que  diz  que o  uso  do   costume  faz  a  boca  torta.  Pois  bem.

Durante  o  tão  esperado debate, o  candidato  Allyson  formulou  uma  pergunta  à  candidata  Rosalba  Rosadus  a  respeito  da  malversação  de  12  milhões  de  Reais, do período em que ela era a governadora  do  Estado, respondendo a demandas judiciais.

Surpresa  com  a  pergunta  sobre  a   destinação  dos  tais  12  milhões,  a prefeita  sapecou  uma  humilhante  frase  voltada  ao   candidato  Allyson:  “O  candidato  é  tão  pobrezinho…”

Como  os  componentes  das  classes  sociais  mais  humildes  sentem-se  como  “pobrezinhos”, revoltaram-se  com  o  humilhante  tratamento  ao  candidato  Allyson e passaram a manifestarem o voto  no  já  famoso ‘Menino Pobrezinho’.   Até  hoje  a  oligarquia  político-familiar  não  se  conforma  com  tão   retumbante  vitória  deste  menino  egresso  da  zona  rural  mossoroense.

Inté mais ver.

Marcos Pinto é advogado e escritor

Categoria(s): Política
sexta-feira - 25/12/2020 - 15:54h
Carlos Augusto

Bem longe do Palácio da Resistência

Carlos Augusto: bye! (Foto: arquivo)

Do Blog da Chris

O líder rosalbista Carlos Augusto Rosado parece que surtou.

Tomou abuso do Palácio da Resistência, onde sempre teve uma sala contígua à de Rosalba Ciarlini (PP), sua mulher e prefeita até 31 de dezembro próximo.

Desde o fim das eleições em 15 de novembro, que Carlos não passa mais por lá.

Já se despediu do lugar bem antes do fim oficial.

Bye!

INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 14/12/2020 - 10:14h
O troco

Governistas evitam ligações de Carlos Augusto

Os mandatos da prefeita não reeleita Rosalba Ciarlini (PP) e dos vereadores da atual legislatura vão até o próximo dia 31. Isso é fato.

Mas, a bancada de 14 vereadores da prefeita já não pode ser contabilizada por esse total. Inclusive, pelo comportamento em plenário da Câmara Municipal e fora dele (com um smartphone à mão).

Tem vereador (reeleito ou não) que já evita atender telefonemas da cúpula do governo, sobretudo se é para votar algo do interesse do próprio governismo.

O ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, marido da prefeita e mentor do grupo, não tem sido atendido por certos parlamentares do governo.

Enfim, o troco.

Essa foi uma rotina, em sentido inverso, que a maioria dos vereadores viveu nesse quarto governo da “Rosa”.

Falar com ela e com Carlos (principalmente), o chefe, foi tarefa de raro êxito.

Leia também: Fim de governo é fim de governo.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 04/12/2020 - 07:50h
Governo municipal

Transição não avança em Mossoró e tensão gera bate-boca

Paulo Linhares, da equipe do prefeito eleito Allyson Bezerra, se irrita com um auxiliar de Rosalba

As relações entre as comissões de transição do prefeito eleito Allyson Bezerra (Solidariedade) e prefeita não reeleita Rosalba Ciarlini (PP) estão esgarçadas. A corda esticou.

O advogado e professor Paulo Linhares, que integra o grupo de trabalho do prefeito eleito, teve acirrada discussão com o coordenador da equipe de Rosalba nessa quarta-feira (2), consultor geral do município Anselmo Carvalho. Em ligação telefônica (no viva-voz) na própria sede do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Previ-Mossoró), Paulo esbravejou com ele, sob o testemunho de dirigentes da autarquia.

Paulo Linhares, no Previ-Mossoró, irritou-se com Anselmo que não tem pressa em passar informações (Fotomontagem BCS)

O presidente do Previ-Mossoró, economista Elviro Rebouças, e o diretor João Batista Chaves, garantiram que adiantariam radiografia da autarquia para conhecimento da equipe do prefeito eleito. Paulo Linhares esperava recebê-la de ambos, através de arquivo virtual na quarta-feira – como prometido. Mas, Anselmo Carvalho vetou.

Ficou a seu tempo quando e como passar, o que deixou os próprios dirigentes do Previ-Mossoró constrangidos e, Linhares, possesso.

Até o momento, a equipe de transição de Allyson Bezerra não avançou praticamente em nada na coleta de dados e acesso à estrutura técnica da municipalidade. São quase duas dezenas de ofícios (veja AQUI) que não tiveram respostas do governo Rosalba Ciarlini.

História depreciativa

Entre 2011 e 2012, em meio a negociações entre Governo Rosalba Ciarlini no Estado do RN e grevistas da Universidade do Estado do RN (UERN), o professor Anselmo Carvalho, no papel de secretário-chefe do Gabinete Civil, teve participação vetada pelos colegas de docência da instituição. Viram-no como inconfiável e pusilânime.

Anselmo virou peça-chave em gestões de Rosalba no estado e município, com passagem também na administração da prefeita Fafá Rosado (DEM, hoje no PSB).

É de sua lavra, por exemplo, o polêmico projeto de lei complementar número 038, de 7 de dezembro de 2009. Instituía o Regimento Disciplinar Interno (RDI) para os agentes de trânsito de Mossoró, que são civís, mas passariam a ser regidos por um ordenamento de inspiração fascita-militar.

Entre as determinações caricatas contidas na lei complementar, o Artigo 13 no ítem XIX proibia expressamente o agente de trânsito de “cantar, assobiar ou fazer ruído em lugar ou ocasião em que seja exigido silêncio” (sic).

Vergonha e servilismo no Estado

No governo estadual, como secretário-chefe do Gabinete Civil, José Anselmo Carvalho desceu ao servilismo em estado cristalino, a ponto de baixar portaria destituindo-se de algumas prerrogativas do cargo e outros papeis. Passou a ser estafeta, um leva-e-traz, fazendo percurso diário entre a Governadoria e a Residência Oficial do Governo do Estado, no bairro de Morro Branco.

Era lá onde o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado e marido da governadora despachava, emitia ordens, aferia comportamento administrativo e apontava caminhos políticos do governo. Enfim, era governador de fato, como o próprio ex-auxiliar de governo, ex-deputado estadual Paulo de Tarso Fernandes, descreveu numa entrevista bombástica ao Blog Thaísa Galvão, no dia 22 de outubro de 2011:

– “Ela (governadora Rosalba) despacha em casa. Governa de casa. Mas o lugar do governador é no gabinete. Até porque um deputado, um prefeito ou um secretário que quiser falar com a governadora não vai para a casa dela sem ser chamado, mas na Governadoria ele chega. Eu mesmo como chefe da Casa Civil só ia quando era chamado”, revelou Paulo, afirmando que a opção pela residência oficial se dava pelo fato de, na Governadoria, não ter como o ex-deputado Carlos Augusto participar das decisões (até então ele não era secretário, assumindo Gabinete Civil posteriormente – veja AQUI).

Leia também: Carlos Augusto se livra de “Ravengar” para ser governador.

Anselmo acabou substituindo Paulo de Tarso no Gabinete Civil. Porém, na prática virou adjunto do adjunto Galbi Saldanha, homem de maior confiança de Carlos. Cumpria ordens superiores sem pestanejar.

Foi uma anomalia no organograma (veja detalhes clicando AQUI). Um secretário de direito, mas com o lugar de fato cedido a Galbi. Espectro de si. Ou nem isso. Agora, na prefeitura, novamente aparece nos escaninhos do poder, no apagar das luzes, sendo ele mesmo. O de sempre: “Cabo Anselmo” (saiba o porquê desse epíteto clicando AQUI),

Leia também: “Cabo Anselmo” vira persona non grata na Uern; “Cabo Anselmo” volta a ser excomungado por colegas.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Quixote - Câmara de Mossoró - Abril de 2020
sábado - 28/11/2020 - 20:25h
Chafariz

Um novo sítio no mapa da política mossoroense

Allyson, no Sìtio Chafariz, na Convenção Municipal (Foto: cedida)

As eleições desse ano em Mossoró colocaram outro endereço rural no mapa político de Mossoró.

Depois do emblemático Sítio Cantópolis, onde há décadas o grupo comandado pelo ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado junta e estimula sua militância às batalhas, surge agora endereço equivalente do prefeito eleito Allyson Bezerra (Solidariedade): o Sítio Chafariz.

O Chafariz foi onde ele nasceu e resolveu fazer sua convenção partidária (veja AQUI), ponto de partida oficial à campanha vitoriosa desse ano.

O Cantópolis na verdade não tem nada de rural. É uma possessão de terra à margem esquerda do rio Mossoró, no centro da cidade.

Já o Chafariz, é um aglomerado de casas simples e pequenas glebas produtivas, distante cerca de 30 quilômetros de Mossoró.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 24/11/2020 - 20:28h
Sobrevivência

Sandrismo volta seus olhos para aliança com Fátima Bezerra

Grupo de Sandra Rosado deverá deixar para trás a precária 'união' com Rosalba que só foi útil à ela

A partir de 1º de janeiro, o grupo da atual vereadora (que não tentou reeleição) Sandra Rosado (PSDB) estará livre para novas alianças e acordos políticos. E, é certo, que não vai ficar de braços cruzados, com a boca cheia de dentes, esperando a morte política chegar.

"União" em 2016 só foi útil para rosalbismo (Foto: arquivo)

A não reeleição da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), em 2020, acaba abrindo as portas de vez para que Sandra e a vereadora eleita Larissa Rosado (PSDB) possam cogitar e formalizar mudança de rumo. Uma aliança com a governadora Fátima Bezerra (PT) é claramente possível e provável.

A sombra do rosalbismo, num acordo costurado à campanha municipal de 2016, não fez bem ao sandrismo-rosadismo nesse espaço de tempo. Apenas arranchou alguns de seus membros na municipalidade. A “união” foi e é de araque.

A porta está aberta para entendimento com Fátima e o PT, o que quase já se confirmara no início de setembro passado (veja AQUI e AQUI), quando rusgas explícitas nas relações entre rosalbismo e sandrismo quase levaram Sandra a apoiar a deputada estadual Isolda Dantas (PT) a prefeito. Foi por pouco que o entendimento não se efetivou.

Penduricalhos

Precisando de espaços políticos para tentar outra vez mandato à Assembleia Legislativa, com Larissa, o sandrismo no Governo do RN terá maiores meios a esse projeto. O rosalbismo já deu o que tinha que dar. Foi bom principalmente à própria Rosalba e seu sistema.

Sandra e Larissa não passam e não passaram de penduricalhos aos olhos da prefeita e do líder e primo Carlos Augusto Rosado. De janeiro em diante, pesarão menos. Serão menos atraentes.

Os planos do rosalbismo para 2020 deverão ser ainda mais fechados e restritivos, bem caseiros. Rosalba, que chegou a sonhar em retorno ao Senado, deverá se contentar em lutar por uma vaga na Câmara Federal ou Assembleia Legislativa, em dobradinha meramente familiar com Beto Rosado (PP) – atual federal.

Sandra e Larissa não cabem nesse roteiro. Já deram o que tinham que dar. E Fátima Bezerra manteve a porta aberta para o grupo, mesmo com desenlace aquém do esperado, em setembro (veja AQUI). E tem mais um detalhe: no plano estadual, o PSDB de ambas já é da base de apoio à administração Fátima Bezerra, sob a liderança do presidente da legenda e da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira.

Está tudo em casa!

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Art&C - Prefeitura de Mossoró - Combate á Covid- 04-03-21
segunda-feira - 23/11/2020 - 07:48h
Pós-mandato

Rosalba quer veranear a partir de janeiro de 2021

Carlos Augusto (marido) e Rosalba: tempo de sobra (Foto: arquivo)

A prefeita não reeleita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), já faz planos para o término de seu quarto ciclo de gestão à frente da municipalidade.

Quer veranear a partir de janeiro de 2021, já sem mandato.

Viajar um pouco, atravessar o Atlântico para cuidar de interesses na Europa.

Mas, os olhos também já estão fixos nas eleições de 2022.

E a gestão do seu substituto até esse ano, deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade), dirá muito do tamanho de seus sonhos.

Veremos.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 22/10/2020 - 06:48h
Preocupação

Luzes do Sítio Cantópolis já não se apagam

Por Vicente Serejo (Tribuna do Norte)

As luzes do Sítio Cantópolis, quartel general do comandante Carlos Augusto Rosado, já não se apagam.

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) ocupará as ruas de Mossoró em busca de mais votos.

Velho conhecedor da geografia eleitoral mossoroense, Carlos já sabe que precisa elevar o teto e evitar a ultrapassem do deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) que, se acontecer, pode ser irreversível.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
quinta-feira - 08/10/2020 - 17:18h
Bastidores

Carlos Augusto tenta salvar mandato de Beto Rosado

Carlos, Beto e Mineiro: momento delicado (Fotomontagem do Blog da Chris)

Do Blog da Chris

O líder do rosalbismo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, trabalha para tentar salvar o mandato de Beto Rosado (PP), deputado federal.

Há dias que ele desabou de Mossoró com essa missão, depois de sérias dificuldades do parlamentar no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Há possibilidade do mandato ser devolvido a Fernando Mineiro, do PT, eleito em outubro de 2018.

Nota do Blog – A postagem do Blog da Chris faz referência a delicado processo que tramita no TRE, quanto às eleições de 2018. Questiona-se a votação de Kerinho (Kériclis Alves Ribeiro-PDT), que estaria inelegível, mas teve votos somados na coligação que Beto fazia parte, concorrendo à reeleição dele.

Leia também: MPE se pronuncia em caso que pode mudar bancada federal do RN.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 30/09/2020 - 11:52h
Mossoró

Vice cola em imagem de Bolsonaro e puxa Cláudia Regina

Com presidente em alta, chapa tenta se associar a ele, mas bastidores políticos estão muito tensos

Daniel e Cláudia: bolsonaristas (Reprodução BCS)

Vice da ex-prefeita Cláudia Regina (DEM), o presidente estadual do PSL, Daniel Sampaio, empina a bandeira do bolsonarismo em Mossoró, para atrair votos e apoios à chapa.

Ele pulveriza nas redes sociais um banner em que aparece em foto antiga ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Mais do que isso: deixa claro que a chapa representa o presidente na disputa municipal:

Alinhados com o presidente – diz frase escrita com a logomarca Cláudia-Daniel.

O empenho de Dr. Daniel (nome político do vice) para galvanizar o apoio bolsonarista não é bem recebido pelo segmento, mais ortodoxo, dessa corrente política em Mossoró. Líderes do movimento que colheu assinaturas à criação da legenda Aliança pelo Brasil, acabaram se decepcionando com ele.

Direita e esquerda juntas

Doutor Daniel garantiu que seria candidato a prefeito e não aceitaria em hipótese nenhum ser vice de ninguém. Pacto firmado, acabou vice de Cláudia e ainda ganhou a companhia de um partido de esquerda, o PSB, oposição ao governo Jair Bolsonaro e exorcizado pela direita.

Nos bastidores, Daniel tentou ser vice de Rosalba Ciarlini (PP), atual prefeita. Ofertava o tempo de rádio e TV e meios financeiros milionários do fundo eleitoral, como ‘dote’, para o enlace. Mas as negociações não avançaram.

O próprio líder rosalbista Carlos Augusto Rosado comenta entre privilegiados interlocutores, que o aconselhou a aportar na chapa de Cláudia. E assim aconteceu.

Outro nome que poderia encarnar o bolsonarismo na campanha, em Mossoró, seria da odontóloga Ângela Schneider (PRTB). Mas, a postulação foi descarrilada por recomendação do deputado federal General Girão, dissidente do PSL e fiel bolsonarista na Câmara dos Deputados.

Rosalba, vaias, briga e distância de Bolsonaro

No dia da Convenção Municipal do PP, Girão reuniu-se com a prefeita Rosalba e Carlos Augusto. O teor do encontro não foi revelado nem constou de sua agenda oficial. Noticiamos com exclusividade (veja AQUI). No segundo turno da campanha estadual de 2018, Rosalba apelou pelo vínculo à imagem de Bolsonaro para eleger o filho Kadu Ciarlini (PP) vice de Carlos Eduardo Alves (PDT), mas não vingou.

Agora, Rosalba quer surfar no prestígio crescente do presidente, mesmo rechaçada por setores do bolsonarismo, que chegaram a vaiá-la há poucas semanas, em visita do presidente a Mossoró – Rosalba é hostilizada com vaias por bolsonaristas em Mossoró.

O general reformado do Exército, Eliéser Girão Monteiro Filho, foi secretário de Segurança no Governo do RN e na Prefeitura de Mossoró, mantendo muita afinidade com o casal. Em relação a Daniel, a empatia entre os dois descambou para fosso e hiato, numa coabitação político-pessoal que implodiu. O vice de Cláudia já pediu até a expulsão do deputado-general do PSL (veja AQUI).

Em declaração oficial, o presidente Jair Bolsonaro avisou que não participaria de nenhuma campanha em primeiro turno. Ficaria equidistante: Candidatos bolsonaristas não terão presidente em campanha. Para bom entendedor…

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
  • Repet
quinta-feira - 24/09/2020 - 22:34h
Classificados

Carlos Augusto garimpa nomes para marketing de campanha

Carlos não quer carregar peso da campanha, sozinho, nas costas, com arranjos meramente caseiros (Foto: arquivo)

A Coligação Força do Povo precisa para ‘ontem’ de um coordenador de marketing, um redator e um diretor de arte.

O comandante-em-chefe do rosalbismo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, decidiu que não vai  manter comando caseiro à campanha, com o filho Kadu Ciarlini.

Há dias que garimpa nomes até no exterior às tarefas.

Percebeu que precisará de time de boa experiência profissional à frente da candidatura da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Interessados podem encaminhar currículo para o Sítio Cantópolis, em horário comercial, Avenida Dr. Almir De Almeida Castro, Centro.

Urgente!

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 21/09/2020 - 18:34h
Izabel Montenegro

Presidente recruta mais e mais apoios à sua reeleição

A presidente da Câmara Municipal de Mossoró e do MDB no município, Izabel Montenegro, faz um trabalho intenso de recrutamento de apoios à sua reeleição.

A tarefa está muito bem encaminhada.

Mas, seu olhar vai um pouco mais além.

Quer ser campeã de votos.

E outra vez presidente desse poder, cargo que ocupa pela segunda vez consecutiva na atual legislatura.

Contra tudo e contra todos, que se diga.

Até mesmo, a contragosto do casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado.

Veremos!

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Art&C - Prefeitura de Mossoró - Combate á Covid- 04-03-21
segunda-feira - 21/09/2020 - 07:20h
Constatação

Imbatível, não!

O rótulo de “imbatível” não cabe mais à prefeita e candidata à reeleição Rosalba Ciarlini (PP).

As últimas dúvidas bateram à porta do líder e mentor do grupo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, à semana passada, com uma pesquisa do Instituto Gama que chegou às suas mãos.

Por isso, que é fácil perceber mudança de rumo nas estratégias e em alvo da campanha da “Rosa”.

As redes sociais e páginas editadas pelo grupo são o termômetro.

Basta olhar!

Está duvidando?

Pergunte a ele!

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 14/09/2020 - 14:10h
Política

Beto Rosado apresenta Nayara Gadelha para dobradinha 2022

O deputado federal Beto Rosado (PP) andou com a vice-prefeita mossoroense Nayara Gadelha (PP) por alguns municípios onde ele tem presença política. Foi nesse último fim de semana.

Messias Targino, Serrinha dos Pintos e Baraúna foram endereços em que os dois bateram à porta, circularam em convenções e conversaram com lideranças políticas e populares.

Em Messias Targino e em Serrinha dos Pintos, Nayara foi apresentada como de confiança para 2020 (Fotos: Reprodução BCS)

O parlamentar apresenta Nayara a correligionários e prepara dobradinha para 2022: Beto Rosado (federal)/Nayara Gadelha (estadual).

Nayara foi ungida vice-prefeita em 2016 à contragosto da então candidata Rosalba Ciarlini (PP) e do líder rosalbista Carlos Augusto Rosado. Acabou aboletada no posto de vice depois que não houve sucesso na cooptação de nome de maior expressão.

Jorge em lugar de Nayara

Tentou-se, por exemplo, o empresário Jorge do Rosário (PL) com a finalidade de desmanchar a dobradinha com o também empresário Tião Couto (PSDB, hoje no PL). Sem êxito, acabaram botando a odontóloga Nayara, neófita em política.

Em 2018 foi assim: Beto-Larissa (Foto: arquivo)

Para 2020, ela foi descartada para que o lugar fosse finalmente de Jorge do Rosário. Mesmo com atraso de quatro anos, a oposição foi rachada, como o rosalbismo desejou.

A vice-prefeita chegou a cogitar ser candidata a vereador, mas foi recomendada a não enfrentar o prélio.

Sua nova missão está reservada para 2020. Como vice-prefeita, ela tem cumprido à risca o que seus mentores querem: tem postura discreta, não atrapalha nem é uma ameaça política.

Em 2018, a parceira de Beto Rosado foi Larissa Rosado (PSDB). Ele reelegeu-se; ela, não. Logo, pelo visto, estarão em palanques diferentes, como antes.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
sexta-feira - 11/09/2020 - 23:16h
Distantes

Sandra e Larissa viram as costas para candidatura de Rosalba

A vereadora Sandra Rosado (PSDB) e sua filha e pré-candidata a vereador Larissa Rosado (PSDB) não deram as caras na Convenção Municipal do Progressistas (PP) nessa sexta-feira (11), na Escola de Artes, em Mossoró.

Nem mandaram dizer o porquê do não comparecimento em evento que sacramentou a candidatura à reeleição da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

O secretário do Desenvolvimento Econômico do município, Lahyrinho Rosado (PSDB), filho de Sandra e irmão de Larissa, ainda circulou pelo local.

Já havia informação desde terça-feira (8), de que elas poderiam não aparecer, contrariadas com  líder do governismo/rosalbismo Carlos Augusto Rosado e a prefeita Rosalba Ciarlini.

Vice

Só para lembrar: o grupo político liderado por Sandra, com a companhia dos filhos Larissa e Layrinho, além do marido e ex-deputado federal Laíre Rosado, aderiu ao rosalbismo em 2016, após cerca de 30 anos de litígio político.

Sandra pleiteava a vaga de vice na chapa de Rosalba Ciarlini para a ex-deputada Larissa Rosado, mas o escolhido foi o empresário Jorge do Rosário (PL). Em 2016, a mesma vontade já tinha sido vetada.

Essa crise, mesmo que seja contornada, será levada para dentro da campanha. O rosalbismo vai sangrar. A ‘união’ dos dois grupos nunca passou de uma mistura mal-arrumada na campanha municipal passada. Sustenta-se a duras penas até aqui.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 11/09/2020 - 14:46h
Primeira mão

Rosalba e Carlos Augusto conversam com General Girão

GIrão e Rosalba no Governo do RN: afinidade (Foto: arquivo)

O deputado federal General Girão (dissidente do PSL) tem reunião agora à tarde (quinta-feira, 11) com a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado em Mossoró.

Ele cumpre agenda política em Mossoró e houve acerto para esse encontro.

À mesa, questões da sucessão municipal mossoroense. O PRTB – que é um dos braços partidários do bolsonarismo – pode ser legenda puxada por Girão para coligação da prefeita e pré-candidata à reeleição.

Por enquanto, o PRTB tem pré-candidatura posta à municipalidade em Mossoró: Ângela Schneider.

Girão foi ex-secretário de Segurança do Governo Rosalba Ciarlini no estado e na Prefeitura de Mossoró.

Leia também: Daniel Sampaio, do PSL, será anunciado como vice de Cláudia Regina.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
terça-feira - 08/09/2020 - 23:24h
Mossoró

Pequenos partidos ainda esperam a sombra do governismo

Um grupo formado por dirigentes de pequenos partidos aguarda ainda convocação do líder rosalbista Carlos Augusto Rosado, para uma conversa sobre aliança, apoio e outros assuntos assim… digamos… um pouco mais reservados.

As queixas são generalizadas e iguais.

Ninguém foi contactado.

Nem uma ligaçãozinha de celular receberam até aqui.

O tempo passa, precisam realizar suas convenções e não veem nenhum aceno do Palácio da Resistência.

A sombra do governismo é frondosa, mas talvez não seja preciso abrigar mais gente. Pelo menos uns quatro partidos e mais de 100 pré-candidatos a vereador ainda estão ao relento e podem continuar lá.

Seriam dispensáveis. Só elevariam custo e aborrecimentos.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 07/09/2020 - 18:16h
Monitoramento

Governismo tem pesquisa ‘novinha em folha’ em mãos

Pesquisa mais atualizada, que pousou na mesa do líder rosalbista Carlos Augusto Rosado, não trouxe maiores novidades.

Está tudo como dantes.

O quadro à disputa sucessória é aquele mesmo, garante sondagem do Instituto Gama – que faz trabalho há anos para o casal.

As posições não se alteraram nem houve deslocamento da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) para cima.

Captamos.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
segunda-feira - 07/09/2020 - 16:52h
Próxima legislatura

Rosalbismo quer Alex Moacir presidindo Câmara Municipal

Se a eleição para presidência da Câmara Municipal de Mossoró fosse hoje (segunda-feira, 7), o vereador Alex Moacir (PP) seria a bola da vez do rosalbismo.

Alex e Izabel: mudança aos olhos do primeiro-casal (Foto: arquivo)

Nos intramuros do governismo, o parlamentar que é casado com uma Rosado, a empresária Andréa Rosado, atende plenamente ao perfil do que o casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado quer para o legislativo mossoroense.

A indócil aliada Izabel Montenegro (MDB) não era preferida na eleição para o primeiro biênio (2017-2018) da atual legislatura nem na antecipação que fez para segundo biênio (2019-2020).

Reeleita, Rosalba quer gente mais maleável, próxima e de confiança.

Tudo que Moacir preenche. O que é diametralmente oposto em relação à Izabel.

Basta ele também se reeleger.

A prefeita e Alex Moacir são tidos como reeleitos, nas contas da cúpula governista.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 03/09/2020 - 11:48h
O tempo urge

Carlos Augusto bate à porta de Henrique Alves

Do Blog da Chris

O ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado andou batendo à porta do apartamento do ex-deputado federal Henrique Alves, no Edifício Bellomonte em Areia Preta (Natal).

Foi uma visita inesperada.

O líder rosalbista não costuma aparecer, a menos que esteja precisando do interlocutor. Foi o caso mesmo.

Carlos Augusto reconhece o prestígio de Henrique.

Pelo visto, aquele mar de rosas que se vende nas redes sociais e no tititi de comissionados, é só para inglês ver.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Art&C - Prefeitura de Mossoró - Combate á Covid- 04-03-21
quarta-feira - 02/09/2020 - 10:24h
Vice de Rosalba

‘Roda de bobo’ do rosalbismo segue girando, girando…

Agora, em 2020, de novo e mais uma vez, jogam com nomes, expectativas e promessas de poder

O ano era 1992 (há 28 anos). Período de disputa sucessória municipal em Mossoró. O empresário Manoel Barreto era nome “certo” para compor chapa no grupo rosalbista. Foi descartado com a promessa de que adiante teria sua vez, mesmo com pesquisas apontando sua alta aceitação e viabilidade eleitoral.

Foi-lhe garantido que seria nome a deputado estadual (o que nunca aconteceu). Que fosse paciente. Foram escolhidos o vice-prefeito Luiz Pinto (PFL) e João Batista Xavier (PCB), respectivamente a prefeito e vice, que perderam para a chapa Dix-huit Rosado (PDT)-Sandra Rosado (PMDB).

Porém, os exemplos de situações parecidas em que correligionários de peso foram iludidos com falsa valorização, não é isolado. São muitos. Conheça parte deles seguindo o ‘fio’ histórico abaixo.

Em 1998, o vereador rosalbista Vicente Rêgo (PFL) convivia com o compromisso de que seria candidato único do grupo à Assembleia Legislativa. Foi surpreendido com a candidatura da assistente social Ruth Ciarlini (PFL), irmã da prefeita Rosalba Ciarlini (PFL), com a mesma postulação. Ela foi eleita, claro; ele, obviamente que não.

Manoel Barreto apareceu em destaque em pesquisa, mas foi preterido; Vicente teve compromisso que não foi cumprido pelo casal Carlos Augusto-Rosalba Ciarlini e Cláudia Regina foi descartada no dia da convenção (Fotomontagem BCS)

Em 2004, o líder Carlos Augusto Rosado (PFL) açulou Cláudia Regina (PFL) e a ex-adversária Fafá Rosado (PFL) a uma falsa disputa interna para escolher quem seria a candidata a prefeito do grupo, em substituição à Rosalba Ciarlini.

O nome já estava ungido por ele desde sempre: Fafá. E Cláudia Regina terminou sendo vice-prefeita por cobrança do senador José Agripino (PFL), como prêmio-consolação.

Em 2008, a prefeita Fafá Rosado (PFL) chegou à convenção municipal como candidata natural à reeleição. Já a vice Cláudia Regina, necessariamente, não. Foi avisada em pleno dia do evento que seria substituída pela ex-deputada estadual Ruth Ciarlini (PFL), irmã da então senadora Rosalba.

Cláudia teve que se virar como candidata (eleita) a vereador, que já era seu “plano B” (secretamente), por pressentir bem antes que levaria ‘rasteira’.

O vale-tudo de 2012

Em 2012, a então governadora Rosalba Ciarlini impôs o nome da vice-prefeita Ruth como candidata a prefeito. A negociação envolveria a renúncia de Fafá Rosado para ser indicada ao Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN).

“Prefeito de fato” e irmão de Fafá, seu chefe de Gabinete Gustavo Rosado vetou a manobra e impediu a ascensão de Ruth. Fafá continuou prefeita até o fim do mandato.

SEM SAÍDA CAPAZ DE VIABILIZAR UMA VITÓRIAS com a mana Ruth (que também era rejeitada em pesquisas) contra a deputada estadual Larissa Rosado (PSB), Rosalba bradou numa reunião familiar na Residência Oficial do Governo do Estado no bairro de Morro Branco, à Rua Ministro Raimundo de Brito, 1891:

– “Eu não vou entregar a prefeitura à Sandra (Sandra Rosado, PSB, mãe de Larissa)!”

No esquema de Larissa havia esperança de que o rosalbismo se juntasse em torno da candidatura dela, como troca pelo apoio que tinham dado sorrateiramente à campanha de Rosalba ao Senado (2006) e ao Governo do RN (2010). Mera ilusão.

A governadora passou a apostar todas as forças e estrutura do Estado na vereadora Cláudia Regina, mesmo sem a tolerar. O sentimento era mútuo, que se diga. O que havia de mais verdadeiro entre elas, era uma sincera hipocrisia. Assim mesmo, Cláudia venceu as eleições. Posteriormente foi cassada, justamente pelo uso despudorado dos meios públicos em sua campanha.

Chegou a vez de 2020…

Em 2016, pré-candidata à Prefeitura de Mossoró pela quarta vez, após passagem desastrosa pelo Governo do RN, Rosalba Ciarlini evitou outro parente na chapa. Ela e Carlos Augusto vetaram qualquer nome indicado pela ex-adversária, prima e neorosalbista Sandra Rosado. A ex-deputada queria Larissa ou o seu filho e vereador Lahyrinho Rosado (PSB) como vice.

Surpreendentemente, quem acabou aboletada na chapa foi a odontóloga Nayara Gadelha (PP) – veja AQUI, imposta pelo ex-deputado federal Betinho Rosado (PP), irmão de Carlos. Ela não aparecia nem numa lista de 100 pessoas cotadas à posição.

Agora, em 2020, o enredo vai se repetindo como sempre, da mesma forma de antes, como era esperado. O empresário e ex-adversário Jorge do Rosário (PL) ‘está certo’ há tempos como vice, mas não é exatamente algo 100% confirmado na chapa à reeleição de Rosalba (veja AQUI e AQUI).

A interminável ‘roda de bobo’ continua girando para só um pouco adiante ser sacramentada a escolha. O casal Carlos-Rosalba não muda nunca seu modus operandi.

São extremamente conservadores no script e absolutamente previsíveis. E, mesmo assim, sempre encontram quem tope participar dessa ciranda-cirandinha.

Com base em todo esse retrospecto, tudo poderá acontecer, inclusive o nome ‘certo’ de Jorge do Rosário ser mesmo o escolhido. Até isso!

Ufa!

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
terça-feira - 01/09/2020 - 16:16h
Política

Jorge do Rosário deverá ser o vice de Rosalba Ciarlini

Jorge já era esperado em 2016 (Foto: Portal do RN)

O empresário Jorge do Rosário (PL) deverá ter seu nome anunciado pelo rosalbismo como companheiro de chapa da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), para disputa municipal à reeleição dela.

As conversas entre o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado e a prefeita Rosalba, com o líder do Partido Liberal no RN, deputado federal João Maia, vinham ocorrendo nos últimos dias. Porém, nada estava confirmado.

O casal encontrou-se com João Maia em Natal há poucos dias, mas sem exatamente bater o martelo sobre a decisão.

Rosário chegou a ser esperado para compor a chapa rosalbista em 2016, mas resistiu ao cerco e foi vice à prefeitura do também empresário Tião Couto (PSDB, hoje no PL). Rosalba venceu o pleito com a dentista Nayara Gadelha (PP) sendo uma vice escolhida de última hora.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.