sábado - 04/04/2020 - 18:02h
Eleições 2020

Tião Couto dá um tempo na política e prioriza empresas


O ex-candidato a prefeito de Mossoró em 2016, Tião Couto (PSDB, hoje no PL), ensarilhou armas. Pelo menos por enquanto. Em relação à campanha municipal que se aproxima, ele sinaliza equidistância. Prioridade são seus negócios.Em uma postagem à tarde deste sábado (4) em redes sociais pessoais, Tião Couto declara: “Há algum tempo tenho estado impossibilitado de conciliar minhas atividades empresariais e políticas”. Agora, em face da pandemia do coronavírus, ele se vê inclinado a tratar de suas empresas como foco principal e “total dedicação”.

Veja o que ele postou no boxe abaixo:

Meus amigos e minhas amigas,
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Há algum tempo tenho estado impossibilitado de conciliar minhas atividades empresariais e políticas, o que me impede inclusive de interagir com vocês, como eu gostaria.

O momento também não é fácil. A crise provocada pelo coronavírus (covid-19) exige atenção. Mais do que nunca as minhas empresas precisam da minha presença e total dedicação, pelo bem dos meus colaboradores e da economia do município.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Dessa forma, é com pesar que comunico a todos o meu desligamento das redes sociais (Instagram, Facebook) que tenho utilizado para mantermos um debate com objetivo comum: melhor para Mossoró. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Agradeço a cada um de vocês pelo apoio, confiança e amizade. Inspirados por vocês e por todos os mossoroenses, continuarei a lutar por uma Mossoró melhor.

Obrigado e até breve!⠀

Tião Couto

Quando debutou na política como candidato em 2016, Tião obteve 51.990 votos, o que corresponde a 39,39% dos votos válidos, tendo o também empresário Jorge do Rosário (PL) como vice. Ficaram em segundo lugar, com a vitória da chapa Rosalba Ciarlini (PP)-Nayara Gadelha, que empalmou 67.476 votos (51,12%).

Em 2018, Tião foi candidato a vice-governador na chapa do então governador Robinson Faria (PSD). Ficaram em terceiro lugar, com 192,037 votos (11,85%).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 03/04/2020 - 21:52h
Filiação

Vereador rosalbista substitui oposicionista no PL de Jorge


Rondinelli, quando anunciou que ia pro rosalbismo (Foto: Edilberto Barros)

Apos vários dias de negociação, de encolhe-estica, o vereador rosalbista Rondinelli Carlos (PMN) assinou nesta noite ficha de filiação ao Partido Liberal (PL), presidido em Mossoró pelo empresário e ex-candidato a vice-prefeito Jorge do Rosário.

A chegada de Rondinelli Carlos ao PL foi antecedida pela saída do oposicionista Ozaniel Mesquita, que à tarde filiou-se ao Democratas, dirigido no município pelo vereador Petras Vinícius – veja AQUI.

Nesta sexta-feira (03), Rondinelli esteve na sede do Partido Progressista (PP) à Rua Mário Negócio, centro da cidade, mas não conseguiu falar com líder do rosalbismo – ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado ou com a prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Aval de Carlos e Rosalba

Só após aval de ambos, é que ele finalmente oficializou transferência para o PL.

Rondinelli está em seu primeiro mandato. Foi eleito pelo PMN em 2016 com 1.385 votos, sendo o 19º mais votado entre os 21 eleitos.

Era da bancada da oposição, mas no dia 21 de agosto de 2018, o vereador anunciou que passava a compor a bancada do governo (veja AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
sexta-feira - 03/04/2020 - 16:22h
Eleições 2020

A lista de Carlos Augusto e Rosalba


Um grupo de vereadores do Partido Progressista (PP) encaminhou à prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e ao líder do rosalbismo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, lista com nomes de pré-candidatos a vereador que estão em outras siglas.

Todos têm cargos comissionados na Prefeitura Municipal de Mossoró.

A princípio, podem ser e podem não ser candidatos à Câmara Municipal.

O recado foi dado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 02/04/2020 - 21:20h
Sofrimento

Fome de terceirizado de prefeitura mexe com desportista


O drama de centenas de terceirizados que prestam serviços à gestão Rosalba Ciarlini (PP) está sensibilizando até mesmo aliados seus. Está ficando difícil esconder, ficar indiferente, fazer que não sabe, não viu.É o caso do ex-candidato a vereador e ex-goleiro de futebol Rocelito Miranda.

Num desabafo em redes sociais, ele apela para que a prefeita não priorize apenas pagar folha de pessoal de comissionados, mas olhe também para os terceirizados.

O Blog Carlos Santos tem defendido há anos a regularização dessa relação entre prefeitura/terceirizadas e terceirizados. Mas infelizmente, a fome, desprezo e outras humilhações continuam.

Não há qualquer força legal, humana, intergalática, paranormal ou metafísica que consiga impor punição a essa gente insensível.

Devem, não negam e pagam se quiser.

Leia também: Sem salários e com fome, terceirizados pedem socorro;

Leia também: Quase 900 terceirizados vivem sem salários e são ignorados.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
quarta-feira - 01/04/2020 - 09:36h
Política

Vereador muda de partido, mas continua no governismo


Manoel: nome de longo curso (Foto: Edilberto Barros)

Do Blog Saulo Vale

O vereador mossororense Manoel Bezerra assinou ficha de filiação ao PP, com vistas ao processo de reeleição.

Ele estava no PRTB e já havia anunciado que iria para o PP, neste período de janela partidária.

A legenda, da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), deve receber o maior número de vereadores até à próxima sexta-feira (3), quando termina o prazo para os vereadores mudarem de partido, sem riscos de perder o mandato.

Nota do Blog Carlos Santos – No PP já está o vereador Chico Carlos. Outros governistas irão para o mesmo abrigo partidário.

Manoel parte para mais uma eleição com chances de vitória, mesmo com o natural desgaste da Casa (que corriqueiramente existe).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 30/03/2020 - 23:40h
Coronavírus

Comércio fica com restrições por mais uma semana


Representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL), Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró (SINDIVAREJO) e Associação Comercial de Mossoró (ACIM) se reuniram nesta segunda-feira (30) com a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), para discutir medidas de contenção e prevenção ao coronavírus.

Decreto alarga decisão anterior (Foto: Blog do Barreto)

Foram informados sobre o novo Decreto municipal nº 5.638, cujas determinações prorrogam os prazos do Decreto 5.631, permanecendo as orientações de fechamento do comércio até a próxima segunda-feira, dia 6 de abril.

Art. 2º determina que “fica prorrogado até 6 de abril de 2020 o prazo de que trata o art. 2º do Decreto n. 5631, de 23 de março de 2020”.

Essenciais

O Decreto 5.638 ainda traz novas recomendações aos serviços essenciais, tais como farmácias, drogarias, laboratórios, distribuidoras de medicamentos e de produtos e insumos médico-hospitalares e congêneres.

Outra inclusão no documento contempla como essenciais estabelecimentos como de oficinas mecânicas e borracharias, em especial para o suporte de transporte de carga de serviços essenciais nas estradas e rodovias, incluindo o comércio de autopeças e ferramentas.

Férias

A prefeita também baixou decreto antecipando as férias escolares. Estabeleceu a data o período de 17 a 30 de abril.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Economia / Política / Saúde
  • Lion - Banner - 17-08-19
segunda-feira - 30/03/2020 - 22:50h
Mossoró

Governadora e prefeita tratam de medidas contra coronavírus


A governadora Fátima Bezerra (PT) esteve reunida por videoconferência na manhã desta segunda-feira (30) com a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), e o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia.  O objetivo foi tratar do aumento da capacidade do sistema de saúde no município, com a implementação de 170 novos leitos, e também alinhar ações de isolamento social, medida de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

Fátima explicou o Plano de Contingência para Mossoró e a expansão dos leitos que deve atender a população do município e região.

Fátima (na tela) e Rosalba conversaram por videoconferência (Natal-Mossoró) nesta segunda-feira (Foto: PMM)

“A perspectiva é que possamos criar 170 novos leitos. Mas uma das principais pendências é o efetivo de médicos e equipes de enfermagem que possam dar conta da demanda. Convocamos os aprovados no último concurso e, devido à gravidade da pandemia, estamos trabalhando para viabilizar a contratação temporária de novos profissionais e suprir a necessidade dos hospitais”, disse.

Quanto aos novos leitos para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), ela adiantou que estão sendo firmados os últimos preparativos para que as unidades estejam funcionando, no máximo, até a próxima segunda-feira (6).

A prefeita de Mossoró solicitou apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), para aquisição de material hospitalar que possibilite montar uma ala de 20 leitos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Raimundo Benjamim Franco, também conhecida como UPA do Belo Horizonte.

De acordo com a prefeita, o espaço, de iniciativa municipal, seria destinado aos pacientes que precisam ficar em observação mas que ainda não necessitam estar em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ela também solicitou reforço nas divisas com o Ceará, estado que soma alto número de casos no país, atrás apenas de São Paulo e Rio Janeiro.

Novos leitos

No Hospital da Polícia militar serão criados 25 novos leitos. O Hospital São Luiz está em negociação para a criação de 20 leitos de UTI e mais 20 enfermarias.

Já no Hospital Rafael Fernandes serão 18 leitos, enquanto que na Casa de Saúde Dix Sept Rosado (CSDR)/Hospital Maternidade Almeida Castro (HMAC) serão 10 UTIs e 40 Unidades de cuidados intermediários (UCI/enfermarias).

No Hospital Regional Tarcísio Maia serão 20 novos leitos de UTI e 7 UCI, além de mais 10 leitos de estabilização nas UPAs.

Nota do Blog - Esses números apresentados por Estado e Prefeitura de Mossoró como “novos” sinceramente fogem à realidade. Boa parcela desses leitos já existe e sob ocupação. Como novos?

Parece que elas subdimensionam o problema. Torço para estar muito errado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
domingo - 22/03/2020 - 19:52h
Finalmente

Prefeita cancela Cidade Junina devido coronavírus


A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) anunciou na tarde deste domingo, 22, que, em função da pandemia do Coronavírus, o Mossoró Cidade Junina (MCJ) deste ano será cancelado. Os recursos serão destinados para a saúde do município, garante a prefeita.

Prefeitura publica nota confusa "#esclarecendo"que Rosalba "reafirma decisão" de "perspectiva de cancelamento" (Reprodução)

“Com a confirmação do primeiro caso em Mossoró e o pronunciamento do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, de que haverá um agravamento da doença entre os meses de maio a julho, decidimos cancelar por 90 dias todos os eventos esportivos e artístico-culturais, entre eles o Cidade Junina”, esclareceu.

Deputado sugeriu cancelamento e investimento em Saúde

Na sexta-feira (20), o deputado estadual mossoroense Allyson Bezerra (Solidariedade) sugeriu (veja AQUI) à prefeita que cancelasse o evento, com base justamente em declarações do ministro Luiz Mandeta (veja AQUI) e outros fatores de saúde pública.

Também apontou que o momento exigia remanejamento dos recursos para aplicação maciça na prevenção e combate ao coronavírus. Lembrou, por exemplo, que ano passado, em termos oficiais, a gestão Rosalba Ciarlini investiu mais de R$ 6 milhões na festa. Para esse ano, a perspectiva era de muito mais.

- Se esse mesmo montante de dinheiro for destinado à luta contra o coronavírus, será possível comprar 100 respiradores, 300 mil litros de álcool em gel e 20 milhões de máscara de proteção, para serem distribuídos à população”, exemplificou o parlamentar.

Terça-feira (17), a prefeita falou ao Blog Saulo Vale (veja AQUI) que ia avaliar se “seria realizado ou não”. Ontem, em redes sociais, voltou a cogitar que sim ou não. Hoje, cinco dias depois, capitulou à realidade dos fatos.

Cancelou, apesar da barafunda de textos e títulos da municipalidade em suas redes sociais, que mais confunde do que esclarece (veja boxe acima, nesta postagem). Retrato do próprio drama ‘cancela-não cancela’, vivido pela prefeita.

Publicação

O cancelamento do MCJ 2020 será publicado no Jornal Oficial de Mossoró (JOM) de amanhã, dentro do decreto de calamidade pública que trará outras medidas de prevenção e combate ao Covid-19.

O Mossoró Cidade Junina aconteceria entre os dias 06 e 27 de junho, seguido do campeonato de grupos de quadrilhas juninas Nordestão, nos dias 11 e 12 de julho.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política / Saúde
  • Repet
sábado - 21/03/2020 - 17:20h
Cidade Junina

Deputado sugere suspensão de festa e uso de verba contra vírus

Parlamentar Allyson Bezerra entende que recursos, nesse momento, devem priorizar urgência da saúde

O Deputado Estadual Allyson Bezerra (Solidariedade) sugeriu à prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini Rosado cancelar o Mossoró Cidade Junina (MCJ), edição 2020. Para ele, os recursos previstos para o evento devem ser aplicados integralmente na saúde, num remanejamento específico para enfrentar a pandemia do coronavírus em Mossoró.

Ano passado, gestão de Rosalba colocou, oficialmente, mais de R$ 6 milhões em festa (Foto: arquivo)

O assunto foi tratado pelo parlamentar durante uma “Live” (transmissão em redes sociais), as 22 horas dessa sexta-feira (20).

Os reflexos de sua posição ganharam aprovação robusta na internet, com centenas de internautas a avalizando.

À manhã deste sábado (21), a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) reagiu. Praticamente antecipou que tomará essa posição, também usando postagem em redes sociais.

- Nesse estado atual não há condições de realização – afirmou.

Mais de R$ 6 milhões no MCJ

Na terça-feira (17), ela já tinha admitido a hipótese de recuar, avaliando o quadro de progressão do coronavírus no país, estado e Mossoró, como reproduziu o Blog Saulo Vale (veja AQUI).”Nós estamos preocupados com esse momento [de pandemia]“, disse. “Estamos com o evento organizado, planejado, preparado e com muitas coisas já licitadas. Nós vamos avaliar, no momento certo, se o evento será realizado ou não“, disse.

O parlamentar não apenas defendeu a suspensão do evento, como justificou sua sugestão com números e uma prioridade máxima: “Ano passado, oficialmente, a prefeitura investiu R$ 6.035.572,72 (Seis milhões, trinta e cinco mil, quinhentos e setenta e dois reais e setenta e dois centavos) no Cidade Junina, conforme está publicado no Portal da Transparência. Se esse mesmo montante de dinheiro for destinado à luta contra o coronavírus, será possível comprar 100 respiradores, 300 mil litros de álcool em gel e 20 milhões de máscara de proteção, para serem distribuídos à população.”

Caruaru e Campina Grande

Em Campina Grande (PB) e Caruaru (PE), duas das mais antigas e vigorosas festas juninas do país, a preocupação é proporcional ao medo do avanço do coronavírus.

Na cidade paraibana, a semana começou com uma série de medidas restritivas à circulação e aglomeração do povo, fechamento de escolas e outras atividades. Cerca de dez casos estão sob investigação. A princípio, o São João 2020 está mantido.

Em Caruaru, a situação é mais delicada. Já existem 20 casos em investigação e nove outros foram descartados. Governo estadual decretou fechamento de bares, restaurantes, shoppings e suspensão de aulas nas redes pública e privada, entre outras medidas.

A festa poderá ser suspensa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política / Saúde
quarta-feira - 18/03/2020 - 11:26h
Saúde pública

Município apresenta série de medidas contra coronavírus


A prefeita Rosalba Ciarlini (PP), ao lado da vice Nayara Gadelha (PP) e secretária de Saúde Saudade Azevedo, anunciou na tarde desta terça-feira (17), no Salão dos Grandes Atos, durante coletiva de imprensa, uma série de medidas de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19) na cidade.

Rosalba apresentou medidas e prefeitura poderá adotar outras, com o passar dos dias (Foto: PMM)

A primeira medida do decreto nº 5611, de 14 de fevereiro de 2020, é a criação de um comitê composto por diversas Secretarias Municipais, o Comitê Municipal de Supervisão, Monitoramento e Gestão de Emergência em Saúde Pública decorrente do Coronavírus (COVID-19), que vai funcionar enquanto ocorrer casos suspeitos.

O decreto nº 5611 informa que ficam suspensas na Prefeitura de Mossoró, inicialmente por um período de 15 dias, atividades que reúnam 50 ou mais pessoas nos equipamentos municipais.

O decreto informa também que ficam suspensas viagens a serviços de servidores municipais, excetuadas as necessárias a transporte de pacientes e profissionais de saúde.

Ficam suspensas, pelo prazo de 60 dias, a concessão de férias dos servidores lotados nas Secretarias de Saúde, Assistência Social e de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito.

Rosalba também informou que o Município está estudando e vai criar barreiras sanitárias para ajudar na prevenção do novo coronavírus.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
  • Lion - Banner - 17-08-19
terça-feira - 10/03/2020 - 18:32h
Mãos à obra

Rosalbismo quer fechar apoio total da construção civil


A cúpula do rosalbismo trabalha em silêncio, sem maiores alardes, cartada para fechar apoio uníssono do segmento da construção civil ao projeto de reeleição da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Na costura, a ‘isca’ é um pacote de obras que deve ser fragmentada ao máximo para contemplar o setor.

Trata-se do empréstimo do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA), no valor de R$ 146.500.000,00 (cento e quarenta e seis milhões e quinhentos mil reais), assinado com a Caixa Econômica Federal (CEF) – veja AQUI.

Nomes da oposição

Nessa articulação política, um foco é atrair nomes de peso que estão em lado antagônico. O raciocínio é de que desfalcando a oposição nesses componentes, a eleição da “Rosa” passará a ser um passeio sem sustos.

Toda essa operação administrativo-financeira e política à cata de empréstimo começou ainda no primeiro ano de governo (2017), com expectativa de ser desencadeada em 2018. Acabou não se viabilizando a tempo de ‘bombar’ no município, na campanha estadual em que Kadu Ciarlini (PP), filho da prefeita, foi candidato a vice-governador.

A Caixa libera a primeira parcela, que corresponde a 20% do valor globalizante, ainda neste mês. As demais serão liberadas de forma gradativa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 10/03/2020 - 06:32h
Campanha municipal

Duelo do “tostão contra o milhão” desenha luta desigual

Prefeitura segue sendo azeitada numa proporção jamais vista para eleição decisiva deste ano

Uma inspeção mais acurada no Jornal Oficial do Município (JOM) de Mossoró, nos últimos meses, mostra que a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) prepara campanha como nunca antes vista. Vai para o tudo ou nada em seu projeto de reeleição, mas ‘dentro da lei’ – lógico.

A estrutura multimilionária passa pela contratação em massa de empregados terceirizados, por exemplo. O que em tese é justificado como necessidade administrativa, acaba tendo propósitos inconfessáveis que não estão nos editais licitatórios. Há uma pressa eleitoral, que se diga.

O recrutamento é até difícil de rastrear em números, porque o Portal da Transparência da municipalidade (veja AQUI) é pouco zeloso na prestação de informações obrigatórias. Abundam dispensas de licitação (veja caso recente AQUI), aditivos e outros recursos legais que não perdem de vista as eleições 2020, mesmo que os atrasos salariais sejam rotina (veja AQUI).

Rosalba aposta tudo na estrutura para não deixar margem à surpresa; Jânio surpreendeu em 1953 (Fotomontagem BCS)

Porém o empréstimo de quase R$ 150 milhões (veja AQUI) para investir em obras de infraestrutura no último ano de governo, é um dos principais instrumentos dessa aposta, depois de três anos de administração estagnada. O feito é tão comemorado no governismo, que rendeu até título de cidadania para o presidente da instituição financiadora, Pedro Guimarães, da Caixa Econômica Federal (CEF) – veja AQUI, que nunca tinha desembarcado em Mossoró até então.

Rosalba e seu grupo não querem sofrer maiores sustos. Com razão.

A gestão terminou 2019 com reprovação administrativa e enormes sobressaltos, como a ‘visita’ da Polícia Federal ao seu apartamento (veja AQUI), condenação judicial do marido Carlos Augusto Rosado (veja AQUI), desabastecimento de remédios (falta de insulina, o mais grave), atraso na folha de remuneração de servidores, bloqueio de contas para pagamento de hospitais/médicos…ufa!!

Na oposição, as conversas inconclusas e subdivisões em pré-candidaturas até aqui sem o selo da “união” consistente de forças, também concorre para fazer da tarefa de enfrentar a prefeita e sua estrutura, uma missão desafiadora.

Será nitidamente uma campanha do “tostão contra o milhão”, seja lá quem for o adversário que apareça do outro lado em condições mínimas de embate. É uma aposta desproporcional, mas também bem representativa do poder que o clã Rosado exerce em sua comuna, há mais de 70 anos contínuos. Resiste e tenta uma sobrevida numa época de desmanche de grandes grupos político-familiares como Maias e Alves.

Jânio Quadros contra a máquina milionária

O slogan “o tostão contra o milhão” foi usado pela primeira vez pelo então deputado estadual Jânio da Silva Quadros (PDC) em 1953, na campanha à Prefeitura de São Paulo-SP. Muitos outros candidatos, Brasil afora, adotaram essa fórmula ao longo das décadas que se seguiram.

Professor, ex-vereador e jovem deputado estadual, Quadros desafiou a estrutura governista avassaladora representada pelo ex-secretário de Saúde do Estado Francisco Antônio Cardoso (PSP).

Empresariado e a alta sociedade paulistana também maciçamente apoiavam o governista.

Jânio venceu assim mesmo com 67% dos votos válidos, justamente mostrando o uso indiscriminado e despudorado da coisa pública para manutenção do poder. Uma vassoura para varrer a corrupção da prefeitura foi seu estandarte e símbolo.

Leia também: Rosalba não pode perder; oposição não precisa ganhar;

Leia também: Rosalbismo faz caixa e atua em várias frentes para campanha.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sábado - 07/03/2020 - 20:52h
Neste sábado

Presidente da Caixa recebe título de cidadania mossoroense


Vereadores e prefeita entregaram título a Pedro Guimarães (Foto: Edilberto Barros)

A Câmara Municipal de Mossoró entregou Título de Cidadania Mossoroense ao presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, que participou do lançamento da nova rede de varejo do banco, neste sábado (7), no auditório do Vitória Palace Hotel, em Mossoró, onde ele apresentou a recém criada superintendência do banco do município.

Idealizadora da homenagem, a presidente do Poder Legislativo, Izabel Montenegro (MDB), justifica que a honraria reconhece o protagonismo de Guimarães nas conquistas da superintendência e de R$ 146 milhões para o município, via Fundo de Desenvolvimento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa).

Alcance e obras

“A superintendência englobará 62 municípios e, entre outros benefícios, facilitará a concessão de crédito e fortalecerá a economia de toda a região. Já o Finisa viabilizará dezenas de obras para Mossoró, já a partir deste ano, executadas pela Prefeitura”, diz Izabel, que representou a Câmara com os vereadores Raério Araújo (PSD) e Petras Vinícius (DEM).

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP), deputado federal Beto Rosado (PP), e os deputados estaduais Souza Neto (PSB), Isolda Dantas (PT) e Allyson Bezerra (Solidariedade); superintendente no Rio Grande do Norte, Fares Haum Junior, o superintendente em Mossoró, Gilson Pedro Ramos, além de segmentos do empresariado e outras autoridades prestigiaram o evento.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 27/02/2020 - 14:06h
Vigilância Sanitária

MP recomenda que prefeita realize concurso público


Rosalba evita concurso (Foto: Reprodução BCS)

A Prefeitura de Mossoró deve elaborar projeto de lei para a criação de cargos de Agente ou Fiscal de Vigilância Sanitária a serem providos por concurso público.  A matéria é tema de recomendação publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) pela 19ª Promotoria de Justiça da comarca.

Diz ainda que a gestora municipal (prefeita Rosalba Ciarlini-PP) deve avaliar a possibilidade de criação de estrutura para a regular prestação do serviço de vigilância e equipe de apoio técnico, em conformidade com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

De acordo com nota técnica da Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária, a equipe deverá ser formada de fiscais credenciados, capacitados e legalmente habilitados para o exercício do Poder de Polícia e desenvolvimento das ações da Vigilância Sanitária, sendo preferencialmente concursados.

Deve ser organizada

No documento publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) lembra que a Agência de Vigilância Sanitária (Visa) do Município é órgão essencial para o funcionamento regular do ente federado e, portanto, deve ser organizada e estruturada com cargos públicos efetivos, nos termos dos preceitos acima citados.

No Inquérito Civil instaurado pela 19ª Promotoria de Justiça, informações dão conta que o município de Mossoró não criou cargo nem realizou concurso público para fiscal de vigilância sanitária, mas tão somente estruturou a Visa Municipal designando, por meio de Portaria de Fiscal de Visa, profissionais já concursados de outras áreas, em desacordo ao recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público
  • Repet
sexta-feira - 21/02/2020 - 15:46h
Fevereiro

Município anuncia créditos para pagamento de folha


A Prefeitura de Mossoró creditou nesta sexta-feira (21), o pagamento dos salários de todos os servidores municipais( efetivos e comissionados) e estagiários, além da liberação do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) e  da Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Aposentados e pensionistas do município recebem o mês de fevereiro dia 27 e na sexta-feira, 28, a Prefeitura paga as demais vantagens adicionais como a antecipação do 13º dos aniversariantes de fevereiro, entre outras vantagens dos servidores. Com um processamento bancário normal, a perspectiva dada pela instituição bancária é que os vencimentos já creditados entrarão na conta também no dia de hoje a partir do final da tarde.

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) ressaltou o compromisso com o funcionalismo, destacando os salários como prioridade da gestão.

“Estamos antecipando os salários para esta sexta-feira para proporcionar ao servidor um carnaval tranquilo, alegre e de muita paz. Isto também mostra que temos uma equipe e gestão capazes de lidar e superar os mais variados desafios de administrar dentro do atual cenário de recessão da economia nacional que interfere bastante nos municípios e estados”, disse.

Com informações da PMM.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
sexta-feira - 21/02/2020 - 11:20h
Reprovação de contas

Ex-prefeito se diz vítima de manobra do grupo de Rosalba


Do Blog Diário Político

O ex-prefeito de Mossoró Francisco José Júnior (sem partido) falou pela primeira vez sobre a decisão da Câmara de Mossoró de reprovar as contas (veja AQUI) de seu último ano de gestão em 2016, seguindo recomendação do Tribunal de Contas do Estado. 

Durante entrevista ao ‘Meio-dia Mossoró’, da rádio TCM 95 FM, “Silveira” explicou que não foi chamado para se defender na sessão do legislativo da quarta-feira (19/02). Segundo ele, a reprovação faz parte de uma manobra política.

Afirmou que pretende entrar com recurso para anular a decisão do legislativo. “O parecer foi dado sem nenhuma base, sem nenhum motivo”, diz Silveira.

Destacou ainda, que “a atual prefeita (Rosalba Ciarlini-PP) até hoje não para de falar no meu nome e ela tem uma maioria esmagadora na Câmara, a presidente também do seu lado. A gente viu que foi uma manobra política”.

Leia também: Ex-prefeito pode contestar judicialmente decisão de vereadores;

Leia tambémFrancisco José Jr. e um julgamento político sob encomenda.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
quinta-feira - 20/02/2020 - 14:28h
Monsenhor Américo Simonetti

Moradores revelam abandono e cobram providências


A força espontânea da população, utilizando sobretudo as redes sociais na Internet, mostra indignação com o abandono a que é submetido o conjunto Monsenhor Américo Simonetti em Mossoró.Cobram pavimentação em suas ruas, pedem maior atenção, revelam o descaso.

Chuvas recentes nessa área realçam mais ainda a situação de desprezo a que são submetidos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
quarta-feira - 19/02/2020 - 08:38h
Troféu para campanha

Francisco José Júnior e um julgamento político sob encomenda

Grupo da prefeita Rosalba Ciarlini precisa da condenação de ex-prefeito como troféu para a campanha

A votação do parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que recomenda a reprovação das contas do ex-prefeito Francisco José Júnior (sem partido), referentes ao ano de 2016, é um julgamento político. A interpretação técnica dada pelo TCE/RN à documentação fiscal do exercício em questão, não é o guia da Câmara Municipal de Mossoró à sua apreciação.

O julgamento é de Francisco José Júnior, o ex-prefeito. É um julgamento político, insisto. Tão somente.

Francisco e Rosalba: 'repaginado', ex continua útil à Rosalba (Foto: arquivo)

Aos olhos da maioria dos vereadores e por exigência do Palácio da Resistência, ele deve ser condenado. Precisa ser condenado de qualquer jeito. Não por temor de uma suposta candidatura dele agora em 2020 ou senso de justiça, mas por uma questão simbológica.

A prefeita Rosalba Ciarlini Rosado (PP) e o clã Rosado precisam desse troféu para exibir em campanha.

Muito útil em sua vitória nas urnas em 2016 à prefeitura, Francisco José Júnior passaria a ser repaginado como “condenado”. É um selo de ‘qualidade’ como mau gestor, para servir de parâmetro negativo à atual administradora municipal.

Cabeça numa bandeja como troféu

É um ‘recall’ para reforço à retórica de terra arrasada e de sedimentação de uma narrativa que justifique a mediocridade em que se transformou a administração da “Rosa”: ela não fez, não faz e não sabe fazer porque ele não deixa.

Útil, principal cabo eleitoral da prefeita eleita em 2016, em face de uma gestão reprovada maciçamente pela população, Francisco José Júnior será outra vez carregado debaixo do sovaco, empinado num estandarte e terá a cabeça exibida numa bandeja como troféu.

Ontem, a Câmara Municipal não conseguiu votar o parecer (que é por sua condenação, assinado pela vereadora Aline Couto-Avante) – veja AQUI, porque alguns vereadores se rebelaram contra a ordem de execução do ex-prefeito. Entre eles, quem fez parte do seu governo.

Por razões compreensíveis, não querem lambuzar as mãos naquilo que de uma forma indireta, depõe contra eles mesmos. Outros, por vindita, o desejam no cadafalso.

Poucos talvez consigam enxergar no julgamento, o valor do que está posto no relatório do TCE/RN, que é uma engrenagem bastante conhecida dos potiguares. Especializou-se em triturar os fracos e proteger os fortes; míope diante de excrescências administrativas de certos gestores, mas com incrível sentido de zelo no tocante a outros.

A Câmara Municipal de Mossoró caminha para fazer história. Pela primeira vez levará um ex-prefeito à inelegibilidade.

Espera-se que um dia também consiga fazer pela primeira vez uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), algo que nunca levou a termo, em todas as suas décadas de existência.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
segunda-feira - 17/02/2020 - 09:42h
Brasília

Prefeita tenta apressar viabilização de empréstimo milionário


Tramita na Secretaria do Tesouro Nacional (Brasília) processo referente à viabilização de empréstimo “de até R$ 150 milhões”, que a Prefeitura Municipal de Mossoró pretende operar com a Caixa Econômica Federal (CEF).

Vereadora Sandra Rosado, Rosalba e deputado federal Beto Rosado em Brasília, na posse de Marinho (Foto: Facebook)

À semana passada, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) esteve em Brasília para agenda administrativa e política, mas oficialmente não noticiou que a grande prioridade é diligenciar a autorização ao empréstimo, vista como imprescindível ao projeto político de reeleição este ano.

O principal canal para acelerar esse propósito passou a ser o recém-empossado ministro do Desenvolvimento Regional, ex-deputado federal Rogério Marinho (PSDB). Paradoxalmente, no RN, seu partido é o principal aliado do PT da governadora Fátima Bezerra – adversária de Rosalba.

Cartada eleitoral

O governismo sabe que praticamente nada pode ser entregue este ano, mas quer ter essa garantia para lançar pesada campanha de propaganda, abrir algumas licitações e até algumas ordens de serviço à porta da campanha municipal. É sua grande cartada eleitoral.

A autorização foi aprovada pela Câmara Municipal no dia 23 de outubro do ano passado (veja AQUI). Mas decisão judicial liminar no dia 11 de novembro (veja AQUI), do juiz da 8ª Vara Federal da Comarca de Mossoró, Orlan Donato Rocha, freou seu andamento.

Entretanto no dia 3 de dezembro de 2019 a municipalidade derrubou essa cautelar no âmbito do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) – veja AQUI.

Leia também: Rosalbismo faz caixa e atua em várias frentes para campanha;

Leia também: Empréstimo ‘multiuso’ serve para neutralizar oposição.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 12/02/2020 - 13:24h
Mossoró

Também falta insulina em Unidade de Saúde do Estado


Prefeitura lavou as mãos e passou para Estado (Foto ilustrativa)

Nenhum diabético ou familiar procure mais a II Unidade Regional de Saúde Pública (URSAP), sediada em Mossoró, à cata de insulina NovoRapid. O estoque foi a zero hoje.

Na segunda-feira (10), em Nota Oficial, a prefeita Rosalba Ciarlini aconselhou (veja AQUI) que procurassem esse órgão estadual para obtenção dessa marca, porque o município não dispunha mais. Lavou as mãos.

Na sexta-feira (7), a Prefeitura de Mossoró informou em nota que recebia 2.039 unidades da insulina Tresiba e 600 de NovoRapid. Começou a distribuir no sábado (8).

‘Sumiram’

Em menos de 48 horas elas ‘sumiram’.

A justificativa para que a NovoRapid tivesse faltado foi essa, segundo a nota municipal: “A Secretaria de Saúde detectou que houve um aumento da prescrição das doses dos usuários que utilizam esse medicamento” (veja AQUI).

Ontem (terça-feira, 11), faltou a Tresiba (veja AQUI). Mas dessa vez não saiu qualquer esclarecimento que justificasse o problema. A ordem foi silêncio, além de não existir qualquer estimativa de quando chegará nova remessa.

Nota do Blog – Até quando centenas de pessoas vão continuar sendo vítimas de tanto descaso e incompetência?

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política / Saúde
  • Repet
quarta-feira - 12/02/2020 - 08:10h
Portal para quê?

Rosalba contrata centenas de terceirizados sem transparência


Do Blog da Chris

A Prefeitura Municipal de Mossoró mantém seu Portal da Transparência como um documento virtual que, na prática, faz pouco caso da própria transparência. A gestão Rosalba Ciarlini (PP) não se sente obrigada a esclarecer e informar na íntegra os seus atos.

Relação de terceirizados tem última listagem em 2018. Antes disse, 2015, na gestão anterior (Foto: publicação)

Navegando pela página e seus labirintos para se coletar informações, a gente encontra que a relação de terceirizados segue sem atualização. A última aconteceu em 2018.

Antes disso, 2015, ou seja, na época do prefeito Francisco José Júnior.

Interessante é que nos últimos meses e no início deste ano, há uma pressa na ampliação de contratos e novos contratos para admissão de pessoal terceirizado.

Ninguém sabe dizer nem o Portal da Transparência quer informar, quantos terceirizados estão contratados.

O que se ouve é que esse número hoje poderia passar de 1,5 mil pessoas, digo melhor, eleitores, potenciais eleitores.

Nota do Blog Carlos Santos – Realmente, Mossoró é um país à parte.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
terça-feira - 11/02/2020 - 18:18h
Brasília

Rosalba acompanha de longe desabastecimento de insulinas


A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) acompanha de longe, muito longe, a crise do desabastecimento ‘repentino’ de insulinas na Prefeitura de Mossoró (veja AQUI, AQUI).

Vereadora Sandra Rosado, Rosalba e deputado federal Beto Rosado em Brasília (Foto: Facebook)

Priorizou desembarque em Brasília, onde participou hoje (terça-feira, 11) da posse do novo ministro do Desenvolvimento Regional, ex-deputado federal Rogério Marinho (PSDB).

Dia passado, com o fim do estoque da insulina NovoRapid, a municipalidade ainda tentou se justificar (veja AQUI).

Nenhum esclarecimento

Já hoje, quando acabou também o restante da Tresiba, nem isso. Ficou por isso mesmo.

A imprensa não tem qualquer esclarecimento ou estimativa de retomada de estoque para atender ao restante dos pacientes que ficaram sem o remédio.

A Prefeitura informou que tinha recebido remessa mais do que suficiente para atender os diabéticos cadastrados: 2.039 unidades de Tresiba e 600 de Novorapid. Em menos de 48 elas sumiram.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.