sábado - 19/05/2018 - 10:07h
PCdoB

Partido discute impasse com PT e fortalecimento interno


Fim de semana de discussão interna no PCdoB do Rio Grande do Norte.

Neste sábado (19), às 10h30, em sua sede no bairro Tirol em Natal, o PCdoB reúne sua Comissão Política para tratar do projeto eleitoral e alianças em 2018.

Há uma quase certeza: composição com o PT e PHS nas chapas majoritárias (Governo e Senado).

Mas existe um ponto de cisão: a resistência do PT em fazer coligação na chapa à Assembleia Legislativa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 19/05/2018 - 07:28h
Aniversário

Fátima lembra Eduardo Campos em noite de “governadora”


A senadora e pré-candidata ao governo estadual, Fátima Bezerra (PT), comemorou mais um aniversário no Clube dos Empregados da Petrobras (CEPE), em Nova Parnamirim, como faz há alguns anos.

Fátima comemorou aniversário ao lado de correligionários e em clima de otimismo (Foto: divulgação)

Foi à noite dessa sexta-feira (18), com atrações musicais e clima de campanha. Em todas as pesquisas de opinião pública já divulgadas, desde ano passado, a senadora aparece em primeiro lugar na preferência ao governo.

“Governadora, governadora!” e “Lula livre!” foram as palavras de ordem mais ouvidas na comemoração.

“Não vamos desistir do povo do RN e do Brasil”, disse a senadora em discurso, lembrando frase do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), que morreu em acidente aéreo em plena campanha à Presidência da República, em 2014:

- “Não vamos desistir do Brasil!”

* O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba-PR, também abraçou a frase de Eduardo Campos em novembro do ano passado (veja AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quarta-feira - 16/05/2018 - 21:36h
Isolda Dantas

Vereadora lançará candidatura a deputado no próximo dia 26


A vereadora Isolda Dantas (PT) fará lançamento de sua pré-candidatura a deputada estadual.

Evento vai acontecer no próximo dia 26 de maio (um sábado), às 9 horas, no Hotel VillaOeste, em Mossoró.

Isolda está em seu primeiro mandato eletivo.

Obteve 1.861 votos em 2014.

Socióloga, natural de Patu (região Oeste do RN), foi escolhida o “Vereador do Ano” no ano passado, primeiro período da atual legislatura.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 02/05/2018 - 11:24h
Reunião

PCdoB vai cobrar espaço de vice na chapa do PT do RN


Do Blog Saulo Vale

Os diretórios estaduais do PT e do PCdoB têm reunião marcada hoje à tarde, em Natal, para discutir a sucessão estadual. A tônica do encontro será algo que o PCdoB não esconde de ninguém: A pretensão de indicar a vaga de vice na chapa da senadora Fátima Bezerra (PT), pré-candidata ao Governo do Estado.

“Vamos falar do nosso interesse em participar da chapa majoritária”, confirmou o presidente estadual do PCdoB, Antenor Roberto.

Na semana passada, o PT se reuniu com o PHS, para discutir a coligação proporcional, coisa que o PHS quer, mas que o PT não quer nem ouvir falar.

O próximo encontro deve reunir os três partidos, que caminham para fazer aliança, pelo menos na majoritária: PT, PHS e PCdoB.

Nota do Blog Carlos Santos - À semana passada, PT e PHS colocaram à mesa suas diferenças e eventuais pontos de convergência. Nada avançou.

O PT quer fechar aliança em todos os níveis, mas “prioriza” chapa própria à Assembleia Legislativa. O PHS quer coligação de cima abaixo. Veja AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 01/05/2018 - 10:36h
José Dirceu

“Como vou deixar o país se o Lula está preso?”

À espera de novo ciclo de prisão, ex-ministro da Casa Civil petista diz que partido e "luta" são sua vida

Por Fábio Góis e Basília Rodrigues (Do Congresso em Foco)

“Como vou deixar o país se o Lula está preso? Não se abandona um companheiro assim. Há erros que você pode cometer. Outros, não.”

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, 72 anos, condenado a mais de 40 na Operação Lava Jato, fez a afirmação acima durante encontro, em Brasília, com a reportagem do Congresso em Foco. Respondia a uma questão que lhe tem sido apresentada com frequência: quais as chances de fugir do país para descumprir uma pena que ele e seus correligionários atribuem a um processo de “perseguição política” ao PT e à esquerda?

Dirceu diz que tem aproveitado tempo para trabalhar antes de voltar ao cárcere (Foto: Fábio Góis - Congresso em Foco)

Dirceu diz não ver sentido em tal ideia porque Lula, o Partido dos Trabalhadores e a “luta” se tornaram sua vida. Ele admite que deixar o Brasil é um conselho que tem recebido, pessoalmente ou por meio de mensagens, de várias pessoas, mas insiste: “A vida não é assim. Com Lula preso, não há chances de deixar o Brasil”.

No PT, somente o ex-presidente Lula teve mais poder do que ele. Réu na Ação Penal 470, que tratou das responsabilidades criminais pelo mensalão, ele foi condenado em outubro de 2012por formação de quadrilha. Até recebeu perdão de pena em outubro de 2016, mas continuou preso em razão da Lava Jato. Provocado a comentar a possibilidade de se refugiar em Cuba, onde o remanescente regime socialista da América Latina certamente lhe daria guarida, Dirceu solta um riso largo e ironiza:

“Tem muita gente querendo que eu vá para Cuba mesmo”, comenta, referindo-se à frase que se tornou recorrente entre os adversários do PT: “Vai pra Cuba!”.

Enquanto recebe o repórter, aliás, Dirceu ouve a lendária banda cubana Buena Vista Social Club, a mesma que contribuiu para a aceitação de ritmos como salsa e rumba pela alta intelectualidade do Ocidente. Lembra que já morou em Cuba, que, para ele, é uma mistura de Minas com Bahia.

Veja também:

<< Condenado na Lava Jato, Dirceu conclama petistas a ocuparem Porto Alegre em defesa de Lula

<< Dirceu descarta envolvimento de Lula no mensalão, mas desabafa: “Todos no mesmo saco”

Antes de serem recebidos pelo ex-ministro, os repórteres veem Dirceu reunido, em uma sala à meia luz, com seu advogado. Era mais uma das incontáveis reuniões que têm marcado o cotidiano pós-condenação, no qual ele e seu defensor jurídico conversam sobre o curso do processo conduzido pelo juiz paranaense Sérgio Moro e sobre os seus possíveis desdobramentos.

No chão, no quadro encostado em uma das paredes do cômodo, Marlon Brando em O poderoso chefão, exalando o charme dos anos dourados de um cinema que não existe mais.

Lula e Dirceu, no tempo em que organizavam o PT (Foto: reprodução)

Em um primeiro momento, instantes depois da chegada da reportagem, a porta da sala se entreabriu para o entra e sai do advogado. Na antessala, sorvete de chocolate e água regam a expectativa sobre o que ele diria, ou mesmo se diria algo, depois da entrevista a Mônica Bergamo, colunista da Folha de S.Paulo.

Desde então o petista foi aconselhado por sua defesa a não mais falar com a imprensa. O ex-ministro sai rapidamente, dirige algumas palavras de cumprimento, mas volta para a sala para mais meia hora de conversa privada com seu interlocutor.

À espera do cárcere

Sim, Dirceu aceitaria falar mais uma vez. Com uma camisa preta sem estampa, calça jeans e mocassim escuro, o petista – que, apesar das restrições impostas pela vida de condenado, conserva grande influência em seu partido – parece bem humorado, apesar da perspectiva de ter de ficar, segundo seus cálculos, “quatro ou cinco anos” preso.

Dirceu espera ser beneficiado não só pela progressão de pena por bom comportamento, mas também por trabalhos e estudos que podem levar à diminuição do tempo de detenção. Em tese, pode receber até anistia ou indulto, apesar do endurecimento imposto ao benefício pelo Supremo Tribunal Federal no final do ano passado.

Com fala grave e pausada marcada pelo acentuado sotaque mineiro, José Dirceu diz ter voltado a ver muitas séries de TV depois de um ano e nove meses preso no Complexo Médico Prisional de Pinhais, região metropolitana de Curitiba (PR), onde cumpria pena antes de receber habeas corpus do STF em 2 de maio de 2017. E é justamente isso o que quer fazer na iminência de ser preso novamente: passar mais tempo com a família, de preferência vendo seriados. “Quero me divertir”, diz, sem esconder um tanto de resignação em saber que voltará ao cárcere a qualquer momento.

Veja também:

<< Tribunal nega recurso de Dirceu e mantém condenação na Lava Jato

<< Prisão após segunda instância ameaça, além de Lula, dez condenados na Lava Lato

Menciona algumas das obras que viu recentemente: a produção espanhola Casa de Papel, que narra um assalto à Casa da Moeda; a série Alienista, que relata a caçada a um serial killer que aterroriza Nova York; e, entre as que mais gostou, Marte, por se tratar de ficção científica. “Eu adoro assistir ficção científica”, completa.

Dirceu está solto desde setembro do ano passado, depois de passar um ano e nove meses preso. O STF ainda tem a última palavra antes de decidir se manda prendê-lo novamente. Mesmo a distância, ele diz ter acompanhado a prisão de Lula, sem ligações diretas, mas por meio de troca de informações com interlocutores em comum.

Em vez da tristeza, resignação

Diante do repórter, demonstra grande cuidado com as palavras. Não quer fazer declarações políticas. Ressalta que não é de falar, mas de fazer.

Na rua, conta que é muitas vezes reconhecido por motoristas de táxi e de Uber. Vários deles, acrescenta, pedem para tirar foto com ele. Receber amigos, determinados a visitá-lo e a serem fotografados com ele antes de o ex-ministro voltar à prisão, tem sido outro compromisso constante em sua agenda.

Leitor voraz, Dirceu planeja voltar a ter os livros como companhia em sua nova temporada na prisão (Foto: Fábio Góis do Congresso em Foco)

O olhar de Dirceu, assim como o estado de espírito de amigos que aguardam para encontrá-lo, não é de tristeza, mas de resignação. “Cada dia é um dia”, afirma o ex-ministro.

Ao lado da ampla sala em que estamos, está sendo organizada uma estante de livros que ocupa uma parede inteira. Entre os livros pinçados para ocupar o móvel, uma suntuosa estrutura em tons negros e aspecto aveludado, está O amor em tempos de desamor e o enigma: o Brasil tem jeito? (foto abaixo).

Trata-se de uma coletânea organizada pelo economista João Paulo dos Reis Velloso, que durante o regime militar foi ministro do Planejamento dos governos Médici e Geisel. O livro reúne textos de nomes como Maria Adelaide Amaral, Jaime Pinsky, Mary Del Priore, Sergio F. Quintella e Alberto da Costa e Silva.

“Soldada de esquerda”

Se evitou declarações políticas, Dirceu não se recusou a falar de futebol. Mostrou-se, porém, pouco atualizado sobre o assunto. Ao saber que um de seus times favoritos, o espanhol Barcelona, foi eliminado nas quartas de final da Liga dos Campeões, surpreendeu-se com a sua própria desinformação. Exclamou, em tom de brincadeira: “Estou preso mesmo”. O supertime perdeu no início deste mês, dentro de casa, por inacreditáveis três a zero, com Messi e tudo mais.

Dirceu é mineiro, mas aos 14 anos foi para São Paulo, onde até mudou de time para não ser escanteado pelos outros. “O que é mais perto do Flamengo? O Corinthians, pela paixão, intensidade”, diz. Hoje, corintiano, se considera paulistano, e resume que é uma pessoa fácil de se adaptar a diferentes lugares. Morou também no Paraná, antes da prisão, e na capital federal, quando era ministro e agora novamente.

Em Brasília, movimenta-se com discrição para não se tornar alvo daqueles que veem nele um dos mais perniciosos “petralhas”. Para a militância petista, sua trajetória de ex-líder estudantil e dirigente político e o fato de ter se mantido leal a Lula e ao partido preservou o seu prestígio. Petistas costumam chamá-lo de “guerreiro do povo brasileiro”.

Veja também:

<< Câmara autoriza aposentadoria de quase R$ 10 mil a José Dirceu

<< “Maldição” persegue nove ministros da Casa Civil

Duas advogadas eram esperadas pelo ex-ministro com apenas um propósito: tirar fotos junto com José Dirceu.

Uma delas diz ter sonhado a cena que pediu para reproduzir ali mesmo, onde Dirceu se reunia com advogados, amigos, familiares e apoiadores: o petista sentado, como um general ideológico, e a mulher posicionada à sua esquerda, como uma “espécie de soldado, para lhe proteger”.

“Até porque meu pai foi um preso político de esquerda”, arrematou a mulher.

Buena Vista ainda não havia começado a tocar.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
sexta-feira - 13/04/2018 - 09:50h
Política

Partido Progressista cresce mesmo com estigma da corrupção


Do Blog do Tio Colorau

O Partido Progressista (PP), partido com mais parlamentares denunciados na Operação lava-Jato, foi o que conseguiu mais deputados na janela partidária, pulando de 38 para 54 representantes na Câmara Federal.

Com este número ultrapassou o PSDB e o PMDB, tornando-se a segunda maior bancada da Câmara dos Deputados, atrás apenas do PT.

Vê-se que nossos representantes estão pouco se lixando pra essas questões de corrupção.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
terça-feira - 10/04/2018 - 16:20h
Wilson Fernandes

Empresário se filia ao PT e pode estar em chapa majoritária


Do Blog Saulo Vale

Nome cotado para suplente de senador, o empresário mossoroense Wilson Fernandes já se encontra filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Wilson: filiado (Foto: Web)

O pontapé dele na sigla seria no evento de apresentação dos novos filiados que o partido promoveria na sexta-feira (6), em Mossoró, com a presença da governadorável Fátima Bezerra(PT), mas que foi adiado devido à prisão do ex-presidente Lula, líder maior do petismo.

Apesar dos rumores, o empresário nega que sua intenção de se filiar ao PT seja para concorrer a algum cargo eletivo.

Fernandes é um nome trabalhado pelos líderes estaduais do partido, para ser suplente de senador, podendo estar junto com a senadorável Zenaide Maia (PHS).

Nota do Blog – O Blog Carlos Santos captou de fontes credenciadas, ainda ano passado, que ele seria uma opção a vice da própria Fátima Bezerra. No último dia 11 de março publicamos essa possibilidade (veja AQUI).

Saulo traz informação mais atualizada.

Wilson é um nome de largo conceito social em Mossoró e região e nunca participou, como candidato, de qualquer disputa eletiva.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 06/04/2018 - 09:39h
Mossoró

PT suspende ato de filiações e prepara apoio a Lula


O Partido dos Trabalhadores (PT) iria promover um Ato de Filiação nesta sexta-feira (6) às 18h30, na Câmara Municipal de Mossoró, mas cancelou o evento.

Lula em Mossoró no dia 28 de agosto de 2017 (Foto: arquivo)

O mandado de prisão expedito em desfavor do ex-presidente Lula da Silva (PT) no dia passado, a ser cumprido hoje, alterou planos políticos do partido em todo o país.

A senadora e pré-candidata a governador Fátima Bezerra (PT) viajou para São Bernardo do Campo (SP), onde Lula se encontra.

O deputado estadual e pré-candidato a deputado federal Fernando Mineiro (PT) fica em Natal, coordenando outras ações.

Frente

Neste momento, na sede do Sindicato dos Empregados no Comércio de Mossoró (SECOM), representantes de PT, PCdoB e movimentos sociais dentro da denominada Frente Brasil Popular organizam programação para se solidarizar com Lula.

A princípio, a programação definida é de uma caminhada do São Manoel (a partir da Igreja do mesmo nome, na Avenida Presidente Dutra) até o centro da cidade.

“Nós ainda estamos discutindo maiores detalhes”, informa Tércio Pereira, ex-candidato a vice-prefeito pelo PT em 2012.

* Em Natal, o ato de apoio e solidariedade a Lula será às 16 horas, em frente ao Shopping Midway Mall.

* Em várias partes do país há movimento de ocupação de estradas, queima de pneus etc., pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sábado - 24/03/2018 - 18:32h
Plenária Estadual

Zenaide é lançada como pré-candidata ao Senado pelo PHS


A deputada federal Zenaide Maia (ex-PR) filiou-se neste sábado (24) oficialmente ao Partido Humanista da Solidariedade (PHS). A inscrição na nova legenda foi materializada na Plenária Estadual do PHS na manhã de hoje na Assembleia Legislativa, em Natal.

Souza e Zenaide: nome lançado (Foto: divulgação)

Recepcionando a parlamentar, o presidente nacional do PHS e deputado federal por Minas Gerais, Marcelo Aro, não perdeu tempo.

-  Faço oficialmente o convite para que a senhora seja a nossa pré-candidata ao Senado pelo estado do Rio Grande do Norte – manifestou, sob sorriso largo da recém filiada e o aplauso maciço dos presentes.

Reforço

O deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”, principal nome do partido no RN (que tem três prefeitos, quatro vice-prefeitos, 42 vereadores e quase 80 diretórios), também discursou e reforçou as boas vindas à Zenaide:

Doutora Zenaide, nossos laços, nossas alianças, serão baseados na confiança, na responsabilidade social, nos primados do humanismo e da solidariedade, na aposta de que a política pode e deve ser uma atividade voltada para o bem-estar social… para o homem, para a mulher, para a família, para uma sociedade mais justa. O PHS é seu lugar. Sinta-se em casa.

Participaram ainda do evento a senadora e pré-candidata ao governo do estado, Fátima Bezerra (PT), lideranças do PCdoB, militantes e filiados do PHS de diversos municípios.

O partido realizou ainda a filiação do ex-prefeito Maurício Marques (ex-PDT) de Parnamirim, pré-candidato a deputado estadual, bem como de outros nomes. Expectativa é que lance pelo menos oito concorrentes à Assembleia Legislativa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 31/01/2018 - 04:12h
Hoje

PT mantém movimento em defesa de eleições com Lula


O PT do Rio Grande do Norte realiza nesta quarta-feira (31), a partir das 18h, Plenária Ampliada – em Defesa de Lula e da Democracia.

Será na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte (Fetarn/RN), em Natal.

O evento acontecerá sob o comando da senadora Fátima Bezerra, a partir das 18h.

Faz parte de uma mobilização nacional que antecedeu, à semana passada, o julgamento-condenação do ex-presidente Lula da Silva no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em um dos processos da Operação Lava Jato.

“Eleição sem Lula é fraude”, sustentam os petistas.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 29/01/2018 - 05:20h
Congresso em Foco

Blog Carlos Santos é destaque no maior site político do país


A postagem especial sob o título PT e Lula desafiam Judiciário com tudo medido e calculado, que o Blog Carlos Santos veiculou na última sexta-feira (26), às 19h16, foi reproduzida na íntegra pelo Congresso em Foco.

É o mais conceituado site de jornalismo político do Brasil, hospedado no portal UOL.

A reportagem foi postada às 14 horas desse domingo (28).

Ganhou espaço na primeira página do Congresso em Foco, ao lado de outras que tratam de temas de relevância nacional.

Ladeou cobertura de incidente que envolveu o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, num avião, insultado por outros passageiros; luta de centrais sindicais para restabelecimento do Imposto Sindical; senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmando que Lula “vai ser candidato de todo jeito” etc..

No compartimento destinado a comentários, um webleitor chega a destacar o conteúdo da publicação:

- “Parabéns ao autor e ao site por publicá-lo. É isso que os leitores esperam aqui: textos críticos, de pessoas que estejam preocupadas com o país e não tenham rabo preso com determinado partido ou líder.”

Veja a postagem no Congresso em Foco clicando AQUI.

Nota do Blog – Obrigado pela visibilidade, gente.

Potencializa mais ainda a marca de “Nosso Blog”, espaço dividido com milhares de webleitores que transformam esta página num salutar fórum de debates.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Comunicado do Blog
domingo - 28/01/2018 - 07:06h
COLUNA DO HERZOG

Lula e Bolsonaro, extremos que se completam na sucessão


Por Carlos Santos

A iminente inelegibilidade do ex-presidente Lula da Silva (PT), em face de condenação em segundo grau, ocorrida à semana passada (veja AQUI), embola sobremodo a sucessão de Michel Temer (MDB). Mas quem seria o principal favorecido com esse fato?

Ouvimos algumas vozes que apontam para provável crescimento do nome de Jair Bolsonaro (PSC-RJ); outras até antecipam sua vitória. Nada disso. Menos, menos.

“Os extremos não se excluem. Pelo contrário, se completam e se influenciam mutuamente”, lembra o consagrado jurista Paulo Nader.

O prélio entre Bolsonaro e Lula faz bem a ambos. Um “precisa” do outro para garantia de uma polarização excludente, ou seja, de inibição de algum eventual e potencial disputante. É como um clássico ABC x América, por exemplo.

Essa emulação é benéfica aos dois extremos, reiteramos.

O ódio ofídico que vomitam de lado a lado, como peça de marketing ou reflexo de estupidez mútua, elevou-os aos píncaros da preferência popular, açulando a massa ignorante – e outros tantos inocentes – a uma guerra doentia.

“A toda ação corresponde uma reação”, provou o físico inglês Isaac Newton (1642-1727), no que ficou conhecido como “princípio da ação e reação”.

Sem Lula, Bolsonaro precisará de outro contendor para não ficar falando sozinho até definhar. O que não significa que o petismo cruzará os braços.

Lula seguirá à frente do seu exército vermelho, para sustentar capital mínimo que catapulte o partido ao segundo turno, com ou sem ele. Provavelmente sem ele.

Os dois pré-candidatos conflitantes sabem que um candidato de centro pode surgir e galvanizar a atenção popular. Em especial daqueles eleitores que veem em ambos o próprio retrato de um país rachado, irritadiço e intolerante. O Brasil de hoje; talvez o mesmo de amanhã.

PRIMEIRA PÁGINA

O governador Robinson Faria (PSD) e sua Comunicação acharam a coisa mais natural do mundo a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) publicar nesse sábado (27) a instalação (veja AQUI) de um Inquérito Civil Público (ICP) para lhe investigar por uma série de supostas irregularidades na gestão estadual, que podem lhe trazer sanções políticas, cíveis, criminais e administrativas. Sequer emitiu uma manjada “nota de esclarecimento” em contraponto.

A “caixa-preta” do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/RN) sobrevive a uma averiguação mesmo superficial da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), no Inquérito Civil Público (ICP) que deflagrou, para investigar a gestão Robinson Faria (PSD)? Sei não. Talvez não. Ouvido ao chão como bom índio Sioux, Navajo, Apache, Cherokee, Comanche ou Cheyenne.

Nas eleições municipais de 2016, PT e MDB estiveram juntos – em chapas majoritárias – em 570 municípios do país (veja AQUI), apesar do enfadonho discurso de “gópi“. A propósito, a cúpula nacional petista há tempos refreia essa ladainha, pois trabalha aliança com o MDB em vários estados. O papel do emedebismo como partido de centro, é de uma importância elementar no Congresso Nacional e assim tende a continuar. As urnas dirão.

Três partidos empenham-se à mudança de nome: O Partido Social Democrata Cristão (PSDC), que passaria a ser o Democracia Cristã (DC); Partido Ecológico Nacional (PEN), que deseja ser o Patriota (PATRI) e o Partido Progressista (PP) que pleiteia ser apenas Progressistas, mantendo a sigla PP. Ano passado, o Partido Trabalhista Nacional (PTN) ganhou a capa do Podemos (PODE) e o Partido Trabalhista do Brasil (PT do B) já se converteu no Avante. O PMDB deu marcha à ré e voltou a ser Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

Gilmar Mendes, ministro do STF, caminha para ser o voto decisivo na iminente reviravolta na Corte, quanto à prisão para condenados em segunda instância. Odiado por 11 em cada dez petistas, pode acabar livrando o ex-presidente Lula do cárcere. Mas certamente não o fará por ele, mas por convicções próprias e para dar uma forcinha a quem costuma proteger por lá. Abrirá a porteira de vez, digo, a cela do xilindró.

O empresário Jorge do Rosário (PR) avança no planejamento e ações práticas, para se eleger deputado estadual este ano. Ele foi candidato a vice-prefeito de Mossoró em 2016, na chapa encabeçada por Tião Couto (PSDB).

Nessa quarta-feira (31), o Instituto Datafolha deve apresentar os primeiros números de pesquisa eleitoral pré-campanha, à Presidência da República, pós-condenação em segundo grau do ex-presidente Lula da Silva (PT).

Já publicamos antes e agora traduzimos em números: o segundo voto ao Senado este ano poderá definir os eleitos no RN. Serão duas vagas em disputa. Na última pesquisa Instituto Consult/Fiesp publicada no dia 14 de dezembro passado (veja AQUI), a soma das intenções de primeiro e segundo votos ao Senado mostrava leve dianteira do senador Garibaldi Filho (MDB), com 18,88%, tendo a deputada federal Zenaide Maia(PR) em segundo com 15,24% e o senador José Agripino (DEM) um pouco mais atrás, empalmando 12,12%. Se não houver maiores alterações e surgir alguma grande novidade, Agripino e Zenaide disputarão a segunda vaga.

TÚLIO RATTO – JANELA INDISCRETA

EM PAUTA

Aeroporto – Provavelmente em meados desta semana, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) fará vistoria para observação de vários itens indispensáveis à operacionalização comercial do Aeroporto Dix-sept Rosado (Mossoró). Mas ninguém se apresse em anunciar que será resolvido logo. Esse é um processo ainda muito delicado não é para já.

Durval – O baiano Durval Lelys, ex-vocalista do Asa de Águia, é atração confirmada no Carnapau, carnaval fora de época de Pau dos Ferros, que vai ocorrer entre 6 e 8 de julho. Ele estará no dia 7 em cima do trio-elétrico.

Homens - “Talvez eu seja a solução” será o segundo livro com assinatura conjunta das repórteres sociais Marilene Paiva e Rafaella Costa. Sairá pelo selo da Terceirize Editora ainda este ano, com perfis e histórias de 50 homens. Ano passado elas estrearam com “Por isso não provoque”, com 50 mulheres de sucesso em diversas áreas.

Rafaella e Marilene estão com segundo projeto editorial em andamento após sucesso da publicação inicial (Foto: Célio Duarte)

Terra do Sal – Ficou para essa segunda-feira (29) a estreia da TV Terra do Sal, com sede em Mossoró. Ela será captada pelo sistema cabo da Brisanet (Canal 173) e também no aberto (Canal 14). Sua sede é no 11º andar do Centro Comercial Caiçara, centro da cidade. Alcançará parte do RN, Paraíba e Ceará, graças ao sistema de cabeamento.

Solidariedade – Nossa solidariedade ao casal Pedro Jorge Nogueira-Madalena e família pela perda da filha Adriana à semana passada. Que vocês consigam ter forças para a administração de uma dor que, com certeza, é enorme. Que descanse em paz!

Púrpura (Reprodução)

Livro – O médico cardiologista João Paulo Gurgel de Medeiros está com seu segundo livro à mão. O anterior foi lançado no ano passado em Mossoró. “Púrpura” é uma coletânea de poemas acerca de vários temas marcantes da vida de todos nós. A novidade é que pode ser adquirido virtualmente (veja AQUI).

Karnal - O doutor em História Social e escritor Leandro Karnal fará palestra no dia 8 de março, às 20h30, no Teatro Riachuelo em Natal. “Felicidade e liberdade: a busca por um mundo de significados reais” será a essência de sua abordagem. O palestrante é um nome que se popularizou na mídia convencional e nas redes sociais.

Caby – A Missa de Sétimo Dia do radialista, escritor e publicitário Caby da Costa Lima está marcada para essa segunda-feira (29), às 17 Horas, na Catedral de Santa Luzia em Mossoró. Ele faleceu no último dia (veja AQUI), deixando uma legião de amigos e familiares pesarosos. Valeu, “Camaradinha!”

SÓ PRA CONTRARIAR

Quem acredita que o ajuste fiscal do Governo Robinson Faria equilibrará as contas do estado, levante a mão.

GERAIS… GERAIS… GERAIS

Obrigado à leitura do Nosso Blog a Emery Júnior (Mossoró), Ricardo Rosado (Natal) e Jane Eyre (São Vicente).

Foi nessa sexta-feira (26), a colação de grau como bacharel em Direito, do jovem Rodrigo, filho do advogado José Luiz Carlos de Lima. Sucesso, meu caro.

Cafezinho novo na praça e dos bons. É o “Café Imperial”, em Mossoró, Rua Doutor João Marcelino, 665, pertinho do Hospital Wilson Rosado.

Veja a Coluna do Herzog do domingo passado (21), clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Charge de Túlio Ratto / Coluna do Herzog
  • Repet
domingo - 28/01/2018 - 03:10h

A difícil e complexa eleição de 2018


Por Odemirton Filho

Com o julgamento do ex-presidente Lula (PT) pelo Tribunal Regional Federal da 4ª. Região (veja AQUI), confirmando a sua condenação, à unanimidade, e o deixando inelegível, a eleição de outubro vindouro ganha mais um ingrediente.

Lula será ou não candidato? Se for eleito, irá assumir a presidência? E se Lula for preso daqui a alguns dias? Enfim, o cenário político-jurídico não é alentador. De início, passando ao largo da discussão sobre a fragilidade das provas que embasaram sua condenação, não se pode prever o que teremos no decorrer do ano.

Se o ex-presidente for preso, logo após se esgotar os recursos junto TRF-4º, e publicada a decisão, como poderá registrar sua candidatura e conduzir sua campanha eleitoral?  Sabe-se que Supremo Tribunal Federal (STF) tem o entendimento de que após a condenação em segundo grau já se pode executar a pena. Isto é, Lula poderá ser preso.

Nos termos da legislação eleitoral, o candidato pode praticar todos os atos de campanha, ou seja, participar de propaganda, comparecer a comícios, aparecer em propaganda no rádio e televisão etc, mesmo que o seu registro de candidatura esteja sub judice, isto é, sendo apreciado no âmbito da Justiça Eleitoral.

Como o pedido de registro de candidatura pode ser feito até o dia 15 de agosto de 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terá que agilizar o tramite do julgamento a fim de impedir o candidato de participar das eleições, sem prejuízo, é claro, de um eventual recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Mais ainda. Se Lula for preso, mas escolhido em convenção, a sua militância partidária irá redobrar o fôlego para conduzir sua campanha. Os ânimos, que se encontram acirrados, tendem a nos levar para um nível de campanha de consequências imprevisíveis. As redes sociais já nos mostram isso.

É possível que o ex-presidente consiga suspender a sua inelegibilidade, nos termos do artigo 26-C da Lei Complementar 64/90:

“O órgão colegiado do tribunal ao qual couber a apreciação do recurso contra as decisões colegiadas a que se referem as alíneas d, e, h, j, l e n do inciso I do art. 1o poderá, em caráter cautelar, suspender a inelegibilidade sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal e desde que a providência tenha sido expressamente requerida, sob pena de preclusão, por ocasião da interposição do recurso”.

Porém, diante da insegurança jurídica e ativismo judicial que vivemos nos últimos tempos tudo é possível.

Acrescente-se, por oportuno, que se o ex-presidente for eleito, mesmo sub judice, pode haver a anulação da eleição, o que nos levaria a uma eleição suplementar, causando mais e mais a instabilidade política e, consequentemente, econômica.

Eis, em linhas gerais, o quadro sucessório que nos espera.

Odemirton Filho é professor e oficial de Justiça

Categoria(s): Artigo
segunda-feira - 22/01/2018 - 10:40h
Porto Alegre

“Cadeia da legalidade” de Brizola é reeditada em prol de Lula


Da Carta Capital e Blog Carlos Santos

Às vésperas do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ressurge em Porto Alegre (RS) a “rede da legalidade”. Desde o último 12 de janeiro, um grupo de voluntários se instalou na capital gaúcha para acompanhar e transmitir os preparativos para o veredito da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF-4), marcado para quarta-feira 24.

Brizola, em 1961: pressão (Foto: Web)

A cadeia, formada por mais de 250 rádios comunitárias espalhadas em 25 estados e por meio das redes sociais, se encarrega de transmitir notícias, orientar e informar as caravanas que chegam para o evento, entrevistas e debates.

João Goulart

A cobertura chega a 11 capitais brasileiras, além de emissoras espalhadas por países da América Latina que estarão recebendo informações em espanhol. Os organizadores estimam mobilização de cerca 50 mil pessoas na capital gaúcha na quarta-feira.

Criada em agosto de 1961 pelo então governador gaúcho Leonel Brizola, a “Cadeia da Legalidade” tornou-se, à época, um instrumento de defesa em favor da democracia e do Estado Democrático de direito. Dos porões do Palácio Piratini, sede do governo, Brizola resistiu e venceu na defesa e sustentação da posse do então vice-presidente João Goulart, em face da renúncia de Jânio Quadros.

Enfim, adiou o golpe militar até março de 1964.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicandoAQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 20/12/2017 - 19:40h
2018

PT não deve ter candidato a deputado federal de Mossoró


Há uma forte inclinação no Partido dos Trabalhadores (PT), no sentido de que a candidatura preferencial à Câmara Federal, do atual deputado estadual Fernando Mineiro, não tenha o suporte de nenhum nome para “fazer esteira” em Mossoró e região. Por enquanto, é o pensamento dominante nas discussões internas.

Valmir: votos em 2014

A crença – e pesquisas posteriormente podem confirmar, ou não – é de que ele pode aglutinar votos suficientes nesse espaço geopolítico, para inflar postulação à vitória em 2018.

Em 2014, último pleito estadual, o PT mossoroense apresentou o sindicalista e ex-dirigente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA/RN), Valmir Alves, como candidato a deputado federal.

Sexto mais votado

Valmir empalmou 4.513 votos somente em Mossoró. Foi o sexto mais votado no município.

Teve até mais votos em Mossoró do que cinco deputados eleitos: Antônio Jácome (PMN), Rogério Marinho (PSDB), Zenaide Maia (PR), Rafael Motta (PROS, hoje PSB) e Walter Alves (PMDB).

Entre os candidatos em geral no estado, Valmir Alves conseguiu a 19ª colocação, com 11.816 votos. Dentro do PT, ele foi o quinto mais votado.

O “campeão” de votos do PT naquele pleito foi Adriano Gadelha, com 34.727 votos – mas não se elegeu.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 15/12/2017 - 08:28h
RN

PT e PCdoB discutem aliança em cenário muito complicado


Nas redes sociais, dirigentes e lideranças do PT e PCdoB noticiam reunião que busca entendimento com vistas às eleições do próximo ano no Rio Grande do Norte.

Reunião tenta uma aliança para 2018 (Foto: redes sociais)

Os dois partidos fizeram parte da coligação política que funcionou na campanha de 2014, ensejando a eleição do então vice-governador Robinson Faria (PSD) ao Governo do RN e a então deputada federal Fátima Bezerra (PT) ao Senado da República.

Essa comunhão política ainda permitiu a eleição do deputado estadual Fábio Dantas (PCdoB) como vice-governador e sua mulher Cristiane Dantas (PCdoB) à Assembleia Legislativa.

Governo

Na foto divulgada, o vice-governador não aparece nem é explicado o porquê.

Politicamente, PT e PCdoB vivem situações confusas e conflitantes, desde o primeiro ano de governo em 2015.

O PT afastou-se gradualmente do governo, o PCdoB continua e tem o vice-governador como articulador político de matérias que contrariam o petismo e as entidades sindicais de trabalhadores do estado (veja AQUI).

Mas no próprio PCdoB, ele não é unanimidade e algumas correntes pregam afastamento da legenda do governo Robinson Faria.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sábado - 09/12/2017 - 19:54h
Eleições 2018

Fernando Mineiro será candidato a deputado federal


O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) tem posição pessoal e partidária definida: será candidato a deputado federal no próximo ano.

Meta do comando nacional da legenda é ampliar bancada federal.

Outras postulações serão lançadas concomitantemente, com o propósito de garantir os meios eleitorais para o partido alcançar essa meta.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 21/10/2017 - 08:38h
Mossoró

PT começa a discutir oficialmente estratégia eleitoral


Com o objetivo de debater sobre conjuntura política e eleições 2018, será realizada neste sábado (20), a reunião do Diretório Municipal do Partidos dos Trabalhadores de Mossoró (PT), às 9h, no auditório do Sindicato dos Empregados no Comércio de Mossoró (SECOM).

O encontro vai contar com a participação do Deputado Estadual Fernando Mineiro (PT).

Segundo a presidente do diretório Isolda Dantas,esse momento marca o início do processo de debate visando as eleições 2018.

“Essa reunião inicia um processo de construção e definição de qual vai ser nossa estratégia e tática para as eleições 2018”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
domingo - 15/10/2017 - 09:09h

Aécio apenas rima com tédio…


Por Paulo Linhares

Vladimir Maiakóvski, num dos versos do poema dedicado a Sierguéi Iessiênin, deixou lançada uma dessas frases que a massa ignara de todos os cantos haverá de repetir por séculos a fio: “Melhor/ morrer de vodca/ que de tédio” (para nós, de fala lusa, na belíssima tradução de Boris Schneiderman, Augusto de Campos e Haroldo de Campos).

Penso que se vivesse nestas terras de Pindorama, hoje, o vate russo mudaria, um pouco, o seu poema de admoestação ao colega suicida e diria: “Melhor/ morrer de Brasil/ que de tédio!” Sim, porque aqui não se precisa de vodca ou outras potestades alcoólicas para espancar o tédio; o realismo mágico dos acontecimentos do dia a dia desses brasis surpreendentes e contraditórios até não deixam margem às atmosferas tediosas.

Em suma, por tudo que nos revelam os noticiários da grande mídia, a histeria infantil das falas iracundas e não menos desinformadas de diversos matizes políticos e ideológicos que escorrem nas redes sociais, as arengas nojentas do Congresso Nacional, as cretinice ridícula do poder ilegítimo que habita o Palácio do Planalto, os esbirros proto-hegemônicos da Sacra Aliança da Moralidade Pública (juízes implacáveis, anjos vingadores do Ministério Público e Polícia Federal), não há espaço para tédio.

Tudo é medo,  valores não há, surpresas estonteantes abundam, hipocrisias de todos os calibres enojam e as certezas são fantasias meramente republicanas de um Brasil idealizado e bizarro.

O desgraçado do homo medius, a comer o pão que a Globo amassou, como insano bêbado, dá chutes para todos de lados.

Na verdade, botinadas poucos certeiras, porque perplexas apenas. Sem dúvida, é justo que queira compreender para influir nos destinos da “nossa pátria mãe tão distraída”, que jamais sequer percebeu “que era subtraída. Em tenebrosas transações”, para lembrar os versos de Chico Buarque, aquele que não precisa ir para Cuba, porque nosso, tão nosso, no pouco de bom que temos.

Os franceses se orgulham por ter “un fromage pour chaque jour” (algo como “um queijo para cada dia”). Nestas paragens de Castro Alves, o maior dos nossos poetas, envergonha-nos a descoberta de uma pilantragem, um caso monumental de corrupção ou das suas tantas conexões, além dos modos tantos de tratá-los (de preferência, sempre à margem da lei), a cada raiar desse sol inclemente que nos alumia e fascina.

Tédio? Ninguém tem. No máximo, assalta-nos (literalmente) a vergonha, a raiva, a frustração com as instituições, o desalento, a impotência de ver “triunfar as nulidades”, o aborrecimento da cidadania desmoralizada e outras coisas neste mesmo rumo.

Depois de todo esse ‘converseiro’, vale refletir sobre a recente decisão do Supremo Tribunal Federal que afastou do cargo o senador Aécio Neves (PSDB/MG), no bojo do processo que lhe move a Procuradora Geral da República por receber propina do grupo JBS, segundo delação de Joesley (Safadão) Batista. Claro, surpreendeu mesmo a reação majoritária de setores de onde jamais se poderia imaginar.

O PT e alguns parlamentares petistas, seguindo a opinião maciça de juristas, inclusive, de ministros do próprio STF (votaram pelo afastamento de Aécio Neves do mandato de senador da República  e para lhe impor restrições de saídas noturnas ou de se ausentar do país, os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux, ficando vencidos os ministros Alexandre de Moraes e Marco Aurélio Mello).

O grave disso é que os petistas perderam uma grande oportunidade de ficar calados, quando nem os tucanos deram apoio ao seu correligionário, embora seja justo enfrentar essa questão, menos pelo sanador Aécio e mais pela sanidade das instituições, porquanto o STF não pode impor a suspensão do exercício de mandado parlamentar em caráter temporário, como medida liminar, sem previsão legal. O risco é a generalização, quando os juízes dos inúmeros grotões começarem a suspender o exercício de mandados eletivos, inclusive do Poder Executivo, por qualquer banalidade.

No seu voto, o ministro Marco Aurélio Mello demonstrou que o ordenamento jurídico brasileiro, em especial, a Constituição, não prevê essa pena de afastamento temporário do mandato parlamentar, sob qualquer pretexto. Sem lei prévia não há crime nem pena, segundo enunciado famoso atribuído ao filósofo alemão Ludwig Feuerbach (nullum crimen, nulla poena sine lege).

Aliás, percebe-se uma reação cada vez mais consistente aos arroubos do ativismo de setores do Judiciário/Ministério Público, a partir da própria Suprema Corte. No mínimo mais três ministros do STF, nesta matéria, tendem a se alinhar às posições de Marco Aurélio e Alexandre de Moraes: os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski.

No bojo da histeria coletiva que têm causado as revelações de muitos e vultosos casos de corrupção a envolver importantes figuras da República, fazem-se necessários bom senso e serenidade, sobretudo, para aqueles que têm como encargo manejar as ferramentas da deusa Themis: a balança e a espada.

Neste sentido, perder o fio dos fundamentos do Direito pode ser arriscado e inevitavelmente danoso. Ora, é elementar que as restrições a direitos devem ser precedidas de norma, porquanto ninguém pode ser compelido a fazer ou a deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei. Esta é a pedra angular de todos os sistemas de direito dos povos civilizados.

Assim, a objeção desse surpreendente número de pessoas à suspensão do mandato senatorial de Aécio Neves tem a marca de um “basta” aos exageros do ativismo judicial no trato dessas questões que envolvem corrupção de contestáveis da República.

Independentemente de quem seja, Aécio ou qualquer outro parlamentar deste país, a suspensão temporária de mandatos conferidos pela soberania do povo, sem previsão legal, é uma inominável aberração. Engraçado é que, no azougado espaço das redes sociais, pode ser encontrada diatribe mais ou menos assim: “os senadores do PT estão a defender Aécio já pensando em si próprios, num futuro próximo”.

Todavia, muitos petistas do meio artístico se mostraram indignados com a nota do partido e a posição da sua bancada no Senado, preferindo, isto sim, ver Aécio Neves se ferrar  de qualquer maneira.

Pode até nem haver esse resguardo do ponto de vista pessoal, mas, seguramente cada cidadão, de variadas formas, deve contribuir para a continuidade e o aperfeiçoamento das instituições democráticas e republicanas, de modo a evitar mais uma tragédia política, uma recaída ditatorial, que poderia infelicitar milhares de pessoas e impedir o desenvolvimento espiritual e material do povo brasileiro, bem dentro do espírito daqueles versos do poeta brasileiro Eduardo Alves da Costa (erroneamente atribuídos ora a Bertolt Brecht, ora a Maiakóvski):

Na primeira noite eles se aproximam/ e roubam uma flor/ do nosso jardim./ E não dizemos nada./ Na segunda noite, já não se escondem;/ pisam as flores,/ matam nosso cão,/ e não dizemos nada./ Até que um dia,/ o mais frágil deles/ entra sozinho em nossa casa,/ rouba-nos a luz, e,/ conhecendo nosso medo,/arranca-nos a voz da garganta./ E já não podemos dizer nada.”

Paulo Linhares é professor e advogado

Categoria(s): Artigo
terça-feira - 10/10/2017 - 13:29h
Em Natal

Vereador diz que classe empresarial “não vale nada”


Por Rubens Lemos Filho

O vereador Fernando Lucena, do PT de Natal, atacou sem piedade as entidades do comércio e da indústria do Rio Grande do Norte.

Gastando adjetivos, bateu no Sebrae, na Fecomércio, na Fiern, na CDL e na Guararapes, que trava uma briga com o Ministério Público do Trabalho (MPT) sobre o trabalho das pequenas confecções do Seridó.

O vereador, que não tem papas na língua, fica enfurecido quando adversários  dizem  que ele é da “esquerda caviar”.

Nota do Blog - Segundo o petista Lucena, “essa gente não vale nada”, numa referência ao empresariado e os dirigentes de entidades empresariais.

Ele pediu nota de repúdio a “Guararapes e sua gangue toda”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 29/08/2017 - 21:31h
Rachado

PT não se une mesmo com presença de Lula em Mossoró


A passagem da “Caravana Lula Pelo Brasil” no dia passado, em Mossoró, não mobilizou toda a militância, dirigentes e tendências políticas que compõem o PT no município.

O partido está rachado, fracionado, desde a eleição à presidência da vereadora Isolda Dantas (PT).

Nem o ex-presidente Lula (PT) conseguiu o feito de juntar os “cacos”.

Vários nomes da “velha guarda” não digerem até hoje a ascensão de Isolda ao comando partidário e à conquista de mandato na Câmara Municipal.

Depois traremos bastidores.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 10/08/2017 - 10:54h
Currais Novos

Proposta de cidadania a Lula é retirada pelo próprio PT


Por Dinarte Assunção (Portal Noar)

A Câmara de Vereadores de Currais Novos retirou da pauta da sessão dessa quarta-feira a propositura da vereadora Tércia Leda (PT), autora do pedido de concessão de título de cidadão para o ex-presidente.

Foi a própria parlamentar quem decidiu não colocar o item em votação.

O recuo se deu após pressão de movimentos contrários ao petista sobres vereadores, que foram indagados por que a Câmara de Vereadores concederia o título a alguém condenado pela Justiça e por que igual concessão não foi dada a pessoas, que não sendo de Currais Novos, empregam seu esforço e trabalho pela cidade.

Caravana

Como os vereadores simpatizantes do projeto captaram que não iriam conseguir o número mínimo de votos para aprovar a matéria (sete), desistiram do requerimento.

Lula tem agenda em Currais Novos no próximo dia 27 deste mês, dentro de uma programação nacional do PT de sair pelo Brasil com o ex-presidente para fortalecer sua imagem para o ano de 2018, de eleições nacionais.

Nota do Blog Carlos Santos – Currais Novos é comandado por um prefeito petista, Odon Júnior.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.