quinta-feira - 14/01/2021 - 05:10h
Economia e política

Setor de eventos pede apoio para continuar sobrevivendo

Reunião ocorreu nessa quarta-feira (Foto: Edilberto Barros)

Reunião ocorreu nessa quarta-feira (Foto: Edilberto Barros)

O presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereador Lawrence Amorim (Solidariedade), e a vereadora Larissa Rosado (PSDB), se reuniram com representantes da área de eventos para discutir soluções para a crise que o setor enfrenta. A reunião aconteceu na tarde desta quarta-feira (13).

Na ocasião, os empresários e trabalhadores do setor expuseram as dificuldades que estão enfrentando por causa das limitações impostas pela pandemia do novo coronavírus.

“Estamos há quase um ano parados. Queremos voltar à trabalhar, obedecendo todas as medidas de segurança, assim como os outros setores como comércio, bares e restaurantes fizeram”, afirmou o promotor de eventos Elânio Tinoco.

Além do pedido para que o último decreto municipal, assinado em dezembro de 2020, seja flexibilizado, outro ponto levantado pelos empresários foi a necessidade de medidas para aliviar o setor, como a redução ou suspensão da carga tributária e taxas.

“Quase não arrecadamos no ano passado, não temos como pagar as taxas. Mas o que mais queremos mesmo é poder realizar eventos, obedecendo as medidas de biossegurança”, justificou Tácio Garcia.

Ao final da reunião, a vereadora Larissa Rosado e o presidente da Câmara Lawrence Amorim se comprometeram a levar a questão ao Poder Executivo.

INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Economia / Política
terça-feira - 12/01/2021 - 05:50h
Câmara Municipal

Oposição não sabe o próprio tamanho e quem a liderará

Larissa: oposição de verdade (Foto: arquivo/2020)

Larissa: oposição de verdade (Foto: arquivo/2020)

Do Blog Saulo Vale

Ainda não há definição sobre quem vai compor a bancada de oposição ao governo do prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) na Câmara Municipal de Mossoró.

Por enquanto, só a vereadora Larissa Rosado (PSDB), dos 23 eleitos em 15 de novembro, se declara abertamente de oposição.

Há mais dois nomes que poderão integrar essa bancada: Francisco Carlos (Progressistas), historicamente ligado a ex-prefeita Rosalba Ciarlini (Progressistas), mas que ainda não se declarou como oposição, e Marleide Cunha, do Partido dos Trabalhadores, que não se define governista nem oposicionista.

A petista vai aguardar as ações do governo Allyson para se posicionar.

Liderança 

Se a bancada ainda não está bem definida, a liderança também não está.

“Estamos conversando para saber quem vai integrar a bancada. Não dá pra definir agora questão de liderança. De minha parte, repito que serei oposição, definição que veio desde o resultado das urnas”, afirmou Larissa Rosado, em contato com o Blog Saulo Vale.

A liderança deve ficar entre Larissa e Francisco Carlos.

Leia também: Governo não tem definição sobre sua liderança.

Marleide, ainda que integre a bancada posteriormente, não pode assumir liderança, por fazer parte da Mesa Diretora.

Ela foi eleita 2ª secretária da Câmara, na chapa única e vitoriosa, encabeçada por Lawrence Amorim (Solidariedade).

INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
sexta-feira - 01/01/2021 - 14:48h
Câmara Municipal de Mossoró

Lawrence Amorim será presidente em chapa única

Lawrence tem chapa fechada (Fotos: cópia BCS)

Chapa única encabeçada por Lawrence Amorim (Solidariedade) concorre agora à tarde às eleições para Mesa Diretora da Câmara Municipal de Mossoró.

O seu primeiro vice é Isaac da Casca (DC).

A surpresa é Marleide Cunha (PT) na segunda secretaria.

O pleito interno será depois da posse dos 23 vereadores, definida para as 14h30, no Teatro Municipal Dix-huit Rosado.

A chapa ficou assim constituída:

Presidente – Lawrence Amorim (Solidariedade)
1º vice-presidente – Isaac da Casca (DC)
2º vice-presidente – Lamarque Oliveira (PSC)
1º secretário – Aislan Marckuty (Solidariedade)
2º secretário – Marleide Cunha (PT)
3º secretário – Raério Araújo (PSD)
4º secretário – Paulo Igo (Solidariedade)

INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 29/12/2020 - 17:03h
Mossoró

Vereadores tentam e, vão tentar de novo, aumentar subsídios

Aspiração é legítima e natural, decidida a cada quatro anos, mas pode ser adotado percentual menor

Em 2016 houve protesto contra aumento (Foto: arquivo)

A Câmara Municipal de Mossoró, presidida em sessão extraordinária nessa terça-feira (29) pelo vereador não reeleito Alex do Frango (PV), não obteve quórum para aprovar à próxima legislatura o aumento nos subsídios dos vereadores. Mas, nova sessão ficou marcada para amanhã (quarta-feira, 30), às 9h.

Atualmente, o bruto dos subsídios fica em R$ 12.600. Com a proposta, o acréscimo vai para R$ 15.190 – algo em torno de 25% de acréscimo.

O reajuste é algo considerado protocolar, ocorrendo a cada quatro anos. Ocorre ao fim de cada legislatura, para vigorar pelos quatros anos seguintes em novo período parlamentar. No caso de Mossoró, apenas 6 vereadores reeleitos vão votar em favor do benefício que lhes favorecerá.

Último reajuste em 2016

Se não for aprovado, será mantido o mesmo valor de subsídio pelos próximos quatro anos, completando oito anos contínuos com mesmo valor.

O atual subsídio foi aprovado no fim de junho de 2016, para a legislatura 2017-2020 que termina no próximo dia 31 (quinta-feira). À ocasião, saiu de R$ 9.500 para os R$ 12.600 (veja AQUI) vigentes.

O principal questionamento à matéria em 2016, era quanto ao percentual de 32% de elevação que foram adotados, gerando protestos nas redes sociais e galerias desse poder.

Mesmo assim, os vereadores aprovaram duas matérias que estavam preliminarmente pautadas para hoje.

Redução de cargos

Foi aprovada redução de cargos comissionados para adequar as despesas da Câmara Municipal ao custo de mais dois novos membros desse poder, que passará de 21 vereadores, na legislatura 2021-2024.

Projeto que altera a Lei 3.593/17, que institui 1/3 de férias para os vereadores, também teve aprovação. A proposta antecipa o pagamento de janeiro para este mês.

Como a legislatura acabará quinta-feira (31), os 17 vereadores não reeleitos perderiam o direito, caso fosse pago em janeiro, porque não terão mais vínculo com a Câmara.

Nota do Blog – Sobre o reajuste nos subsídios, entendemos como legítimo e natural. Mas, é sensato que seja negociado num patamar menor e observando-se que a próxima legislatura começará com dificuldades para adequação financeira. Não pode simplesmente aumentar despesas, sem saber como pagar. O próximo presidente terá que assumir corajosamente o dever de tomar medidas saneadoras, que os antecessores não tiveram por razões inconfessáveis.

INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 28/12/2020 - 16:44h
Pauta interna

Câmara tem sessão extraordinária para fazer adequações

A Câmara Municipal de Mossoró realizará sessão extraordinária, nesta terça-feira (29), às 10h, com dois projetos em pauta, de autoria do Legislativo, para regulamentar atos internos.

Os vereadores e vereadoras votarão o Projeto de Lei Complementar de caráter excepcional, de vigência temporária, que reduz cargos na estrutura administrativa da Câmara de Mossoró.

A matéria adequará a lei 157/2019 à Lei Complementar Federal 173/2020, que proíbe o Poder Público de aumentar gastos com folha de pessoal até 31 de dezembro de 2021, em razão da Covid-19.

Gabinetes

Objetivo é viabilizar legalmente o funcionamento dos dois gabinetes parlamentares adicionais, a partir de janeiro de 2021, em consequência do aumento de 21 para 23 vagas no Legislativo.

O outro item da pauta é o Projeto que altera a Lei 3.593/17, que institui 1/3 de férias para os vereadores. A proposta antecipa o pagamento de janeiro para este mês.

Como a legislatura acabará quinta-feira (31), os 17 vereadores não reeleitos perderiam o direito, caso fosse pago em janeiro, porque não terão mais vínculo com a Câmara.

A sessão será transmitida ao vivo pela TV Câmara Mossoró (canal 23.2 TCM Telecom) e pelo canal TV Câmara Mossoró no YouTube.

INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 23/12/2020 - 14:50h
Trabalho

Petras é reconhecido como Vereador Mais Produtivo de 2020

Petras: reconhecimento (Foto: Edilberto Barros)

O vereador Petras (DEM) recebeu o prêmio do Vereador Mais Produtivo de 2020, na sessão desta quarta-feira, 23 de dezembro. O objetivo da premiação é reconhecer o trabalho do vereador que apresentar mais proposições. Petras apresentou 247 proposições, Francisco Carlos (PP) apresentou 246 e Alex Moacir (PP) 242, ficando em primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Durante pronunciamento de agradecimento, o vereador Petras fez questão de reconhecer o trabalho desenvolvido pelos funcionários da Câmara durante os quatro anos em que exerceu mandato e afirmou que continuará lutando por Mossoró.

Aprendizado

“Aprendi muito como vereador e saio daqui mais maduro. Apresentamos projetos importantes para a população e ver nosso trabalho reconhecido nos traz muita alegria. Agradeço aos vereadores, servidores da Câmara e a todos aqueles que acreditaram e fizeram parte do meu mandato”, afirmou Petras.

Esta não é a primeira premiação do vereador Petras na Câmara Municipal. No ano de 2018, o vereador foi reconhecido como Vereador do Ano. Petras também já recebeu homenagens de outros órgãos pelo trabalho desenvolvido em prol da população mossoroense.

Nota do Blog – A não reeleição de Petras é uma grande perda para o legislativo local. Mas, ele não pode culpar o povo-eleitor. A responsabilidade é caseira. Ele sabe que a aventura de uma candidatura majoritária em seu partido levou-o à derrocada. Infelizmente.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
sexta-feira - 18/12/2020 - 21:34h
Câmara Municipal

Governista avisa que não será totalmente governista

Tony e Allyson em campanha (Foto: redes sociais)

Por Vonúvio Praxedes (Blog Diário Político)

“Não vou ter um papel de submissão na Câmara de Mossoró. Não serei vereador de sim senhor, não senhor”.

As palavras são de Tony Fernandes (Solidariedade), vereador eleito de Mossoró, sobre sua atuação no Legislativo a partir de janeiro.

Ele foi eleito na base de apoio do prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade).

Tony deu entrevista ao programa Cenário Político dessa sexta-feira (18), da TV Cabo Mossoró (TCM-Telecom).

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 09/12/2020 - 09:46h
Primeiro emprego

Vereador eleito faz seleção para contratar assessores

Aires: oportunidade (Foto: assessoria)

O vereador eleito em Mossoró, Pablo Aires (PSB), iniciou o processo seletivo para o preenchimento de duas vagas da assessoria parlamentar do seu gabinete na Câmara dos Vereadores de Mossoró. As vagas são destinadas a jovens em busca do primeiro emprego.

Os interessados devem preencher o formulário que está disponível na bio do Instagram do vereador (@pabloairess). Para participar da seleção, é necessário ter 18 anos de idade, já ter concluído o Ensino Médio, disponibilidade de horário e nunca ter trabalhado formalmente de carteira assinada.

Os dois selecionados irão integrar a equipe do Gabinete pelo período de um ano.A iniciativa é um compromisso de Pablo Aires, que irá repetir o certame anualmente ao longo dos quatro anos do mandato, oportunizando 8 vagas de primeiro emprego para jovens de Mossoró.

“Nosso objetivo é formar um gabinete técnico, além de ajudar jovens da nossa cidade que ainda não tiveram uma oportunidade de trabalho”, declara Aires.

Pablo Aires foi eleito vereador no último 15 de novembro com 1.857 votos.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 07/12/2020 - 23:14h
Dois turnos

LOA para novo prefeito será votada nessa terça-feira

Plenário vota LOA (Foto: arquivo/Edilberto Barros)

A Câmara Municipal de Mossoró votará a Lei Orçamentária Anual (LOA 2021), em dois turnos, nesta terça-feira (8). Para isso, o plenário realizará quatro sessões: uma reunião ordinária, às 9h, para a 1ª votação da LOA.

Em seguida, três sessões extraordinárias – duas para votação de denominação de ruas e homenagens e outra para a 2ª votação da LOA.

Dessa forma, o Legislativo cumprirá o intervalo legal entre os dois turnos de votação e concluirá a análise do Orçamento do Município para 2021. Projetada em cerca de R$ 700 milhões, a LOA fixa despesas e estima receitas da Prefeitura para o próximo ano.

Está prevista no Projeto de Lei do Executivo 1.238/2020, apresentado no começo de setembro.

Na Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade (COFC), recebeu dos vereadores 283 emendas, que também serão votadas na sessão desta terça-feira (8).

A LOA será a primeira a ser observada pelo prefeito eleito Allyson Bezerra (Solidariedade), apesar de encaminhada pela prefeita não reeleita Rosalba Ciarlini (PP).

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
terça-feira - 01/12/2020 - 13:34h
Vereadores

Lei Orçamentária tem votação adiada para o dia 8

Prevista para amanhã (terça-feira, 2), a primeira votação da Lei Orçamentária Anual 2021 (LOA) foi adiada para terça-feira (8), às 9h. A sessão de hoje (1º) não avançou à ordem do dia, por falta de quórum para deliberação de matérias.

Sessão dessa terça-feira acabou não deliberando sobre nenhum tema (Foto: Edilberto Barros)

 

Com isso, a pauta desta terça-feira será apreciada amanhã, e a votação da LOA foi transferida para a sessão subsequente (terça-feira, 8). Neste dia, o plenário também decidirá sobre as 283 emendas ao orçamento anual.

Votações

Segundo a Secretaria Legislativa da Câmara Municipal de Mossoró, há intenção de votar os dois turnos da LOA, próxima terça-feira, a depender de acordo de bancadas. O assunto é discutido entre os vereadores.

Para as duas votações no mesmo dia, a Câmara realizaria quatro sessões: uma ordinária para votação em primeiro turno; duas extraordinárias, com projetos diversos; e outra extraordinária para a 2ª votação da LOA.

Importante ser destacado, que a LOA 2021 terá um novo prefeito à sua obediência e gestão: o deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade), vitorioso nas urnas no último dia 15 de novembro.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Repet
sábado - 28/11/2020 - 18:56h
Mossoró

“G6” se apresenta para disputa interna em Câmara Municipal

Dois vereadores reeleitos em 15 de novembro e quatro quatro novatos, que obtiveram também êxito nas urnas, formaram um grupo para discutir e se colocar na corrida eleitoral para mesa diretora da Câmara Municipal de Mossoró, em 1º de janeiro.

O G6 quer influir na disputa interna e aposta que possa fazer o nome à presidência (Foto: diviulgação)

Nessa sexta-feira (27), eles fizeram questão de posar juntos, mandando recado para o restante do conjunto de eleitos e reeleitos que vão participar da votação. Formam o que se denomina de “G6”.

O bloco tem os vereadores reeleitos Genilson Alves (Pros) e Didi de Arnor (Republicanos), além dos eleitos Gideon Ismaias (Cidadania),  Edson Carlos (CIDADANIA), Isaac da Casca (DC) e Omar Nogueira (Patriotas).

A ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB) também já se apresentou como possível opção e Lawrence Amorim costura apoios para também viabilizar seu nome à presidência.

Pela primeira vez, Mossoró terá 23 vereadores, maior número de assentos de sua história. Outra novidade, é o fato de passar a ter 17 novos parlamentares. A atual legislatura possui 21 e elegeu 13 novos em 2016.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 24/11/2020 - 21:34h
Pós-eleições

Câmara Municipal mais uma vez não tem quórum

Virou rotina.

Pelo visto, a maior parte dos vereadores mossoroenses, derrotados ou não, ainda não conseguiu retomar rotina de trabalho.

Nessa terça-feira (24), mais uma vez não houve quórum.

Nada foi deliberado.

Nadica de nada.

Amanhã tem mais.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner do Governo do Estado - ART&C - combate à Covid-19 - 01-01 a 31 01 de 2021
segunda-feira - 23/11/2020 - 23:46h
Covid-19

Câmara higieniza salas e testará servidores da Casa

sanitização garantida (Foto: Edilberto Barros)

A Câmara Municipal de Mossoró continua prevenção à Covid-19. Hoje à tarde (segunda-feira, 23), higienizou ambientes de uso coletivo – recepção, plenário, banheiros, gabinetes, entre outros.

A sanitização foi feita por empresa especializada, com produto adequado.

Quarta-feira (25), das 8h às 13h, o Legislativo oferecerá testagem rápida para servidores da Casa, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde.

Os testes serão aplicados em efetivos, comissionados e terceirizados, no setor de Saúde/Assistência Social da CMM.

Trata-se de medidas preventivas, segundo a presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB). Embora o vereador Raério Araújo (PSD) tenha testado positivo, não há relatos de servidores com sintomas de Covid.

Mesmo assim, recomendou-se trabalho remoto a assessores dele.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 19/11/2020 - 23:37h
Mossoró

Veja quem são os suplentes dos partidos em Câmara Municipal

Do Blog Carol Ribeiro

Além dos vereadores eleitos, existe também a lista dos vereadores suplentes, aqueles que estão aptos a ocuparem cadeiras na câmara municipal em caso de vacância ocasionada por algum motivo, seja a saída de um vereador para assumir cargo ou secretaria, para concorrer a algum cargo nas eleições gerais, ou um impedimento de assumir ou permanecer no cargo por questões de ordem jurídica.

O suplente é aquele candidato não eleito que teve a maior votação entre os demais do partido.

O Blog Carol Ribeiro traz a lista dos primeiro e segundo suplentes de cada um dos 14 partidos que formaram a próxima legislatura (2021-2022) da Câmara Municipal de Mossoró:

Solidariedade

Victor Carneiro – 895 votos

Bião Carlos – 870 votos

MDB

Wellington da Saúde – 1.173 votos

Tia Cícera – 997 votos

PP

Tony Cabelos – 2.219 voto

Arlene – 1.708

PSC

Mimiu – 1.003 votos

Celso Lanches – 672 votos

Cidadania

Nicó Fernandes – 796 votos

Eilma – 747 votos

PSDB

Aline Couto – 2.259 votos

Coronel Gomes – 964 votos

Podemos

Sub. Jailson – 1.737 votos

Cizinho Cabelos – 728 votos

PT

Plúvia – 1.453 votos

Professor Romulo – 930 votos

Republicanos

Gera – 1.156 votos

Pastor Mauro – 791 votos

DC

Marrom Lanches – 1.099 votos

Kadinho – 936 votos

PSB

Carlinhos Silveira – 1.019 votos

Lucas Fernandes – 596 votos

PSD

Vladimir Cabelo de Nego – 955 votos

Jeová Nogueira – 225 votos

Patriota

Lucélio Guilherme – 646 votos

Pablo Arnon – 503 votos

Pros

Nagila Diniz – 596 votos

Marileide Morais – 532 votos.

Veja AQUI todos os eleitos e mais informações.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
  • Repet
quinta-feira - 19/11/2020 - 16:50h
Mesa Diretora

Pouco depois de vitória, vereadores já falam em outra eleição

Estão efervescentes as conversas que envolvem os vereadores eleitos no último domingo (15), já em relação à outra eleição: da mesa diretora da Câmara Municipal de Mossoró (biênio 2021-2022), incluindo o cargo de presidente.

A disputa interna mexe com vereadores de 14 partidos, sendo 17 novatos e seis que conseguiram se reeleger (veja AQUI).

Nominalmente, o futuro governismo (prefeito eleito Allyson Bezerra-Solidariedade) elegeu cinco dos 23 vereadores. Foram quatro pelo Solidariedade e um pelo PSD.

Mas, já é possível se identificar sintonia fina com pelo menos outros nove parlamentares, entre estreantes e reeleitos. A bancada tende a ser majoritária, mas sem a ambição de atrair tudo e todos.

Costuras

As reuniões, contatos telefônicos, trocas de mensagens e articulações mostram envolvimento também de vereadores em fim de mandato, que não estarão na próxima legislatura. Eles tentam influir na eleição à mesa diretora, mesmo não votando.

No governismo, até aqui o prefeito eleito tem-se mantido equidistante desses diálogos. É pouco provável que interfira diretamente nas costuras, para impor nome à presidência desse poder.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 17/11/2020 - 20:20h
Política

Câmara pode voltar atrás em título de persona non grata

Marleide: eleitor já deu resposta (Foto: arquivo)

Tentando corrigir o que ele considera como sendo uma injustiça contra uma pessoa que sempre defendeu a classe trabalhadora, o vereador Gilberto Diógenes (PT) propôs a revogação do projeto que deu o título de persona non grata a sindicalista Marleide Cunha (PT). No mesmo pronunciamento na sessão desta terça-feira (17) do Legislativo Mossoroense, o representante petista também condenou a fala daqueles que apontam o fim do seu partido com o resultado das últimas eleições.

Eleita vereadora de Mossoró pelo PT no domingo, 15, a ex-presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) Marleide Cunha assumirá mandato no dia 1º de janeiro de 2021.

Voto favorável

“E Mossoró e essa Câmara não podem recepcionar uma pessoa com o título de persona non grata, por isso vou apresentar um requerimento pedindo a revogação desse título, que é injusto para alguém que defende os direitos dos professores e servidores em geral”, adiantou Gilberto.

Em aparte, a vereadora Sandra Rosado (PSDB) lembrou que na época da votação existiu excesso dos dois lados, uma referência às críticas que recebeu em relação aos projetos que eram debatidos na Câmara. Entende que é preciso ouvir a voz do povo que elegeu Marleide e, por este motivo, antecipou que votará favorável à proposta de Gilberto.

Nota do Blog – Já testemunhamos outros absurdo dessa natureza na história da CMM. Mas, entendemos, que o próprio povo de Mossoró já tratou de desfazer essa injustiça. Se a Casa seguir a voz do povo, muito bem. Marleide é uma pessoa valorosíssima.

Esperamos que possa fazer um mandato consistente, propositivo, fiscalizador, capaz de intermediar interesses da coletividade.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 17/11/2020 - 10:38h
Nomes e detalhes

Curiosidades da eleição à Câmara Municipal de Mossoró

Do Blog Saulo Vale

1) A Câmara de Mossoró teve a maior renovação de sua história. Apenas seis foram reeleitos. Possuirá 17 novatos.

2) Dos 23 eleitos, três são evangélicos. Dá pra criar uma bancada;

3) A quantidade de mulheres diminuiu: caiu de quatro pra três. Mas, mas em 2016 foram eleitas cinco;

4) A maior bancada será a do partido do prefeito Allyson Bezerra, Solidariedade, com quatro vereadores. No total, a coligação dele fez cinco, com um do PSD;

5) O DEM foi quem mais perdeu. Caiu de dois para zero. Petras Vinícius e Ozaniel Mesquita não se reelegeram;

6) Marleide Cunha, do PT, eleita vereadora neste domingo, chegou a receber da Câmara título de “persona non grata”, aprovado for força da bancada de Rosalba em 2019. Motivo: ela encabeçava uma justa greve dos professores. Mesmo não sendo o nome preferencial do PT nestas eleições, ganhou;

7) O MDB teve um bom crescimento, sai de um para três vereadores. Porém, em 2016, começou a legislatura com três nomes;

8) A Câmara terá 23 vereadores a partir de fevereiro de 2020, quando começa nova legislatura. Hoje, tem 21. A mudança se deu graças ao aumento populacional – Mossoró ultrapassou os 300 mil habitantes, seguindo dispositivo constitucional;

9) Sete atuais vereadores não foram candidatos à reeleição, seja por problemas judiciais, seja por estratégias políticas. Além desses, Manoel Bezerra (PP) manteve candidatura, mesmo sabendo que estava indeferida, apoiando porém o nome de Carmem Júlia (MDB);

10) Naldo Feitosa, do PSC, vereador eleito, já foi vereador por menos de um mês em 2020, com a saída de João Gentil (REDE) Em menos de 30, dias, João deixou a Secretaria de Esportes de Natal e Naldo voltou à suplência.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
domingo - 15/11/2020 - 23:24h
Mossoró

Eleições geram grande renovação em Câmara Municipal

São 17 novos parlamentares em 14 siglas; apenas seis dos atuais vereadores conseguiram reeleição

A Câmara Municipal de Mossoró passa pela maior renovação de sua história com as eleições deste ano, concluídas nesse domingo (15). São 17 novos parlamentares, num total de 23 vagas.

Em 2016, 13 novos vereadores chegaram à Casa, porém com total de 21 assentos.

A maior bancada é do Solidariedade (legenda do prefeito eleito Allyson Bezerra), com quatro parlamentares. Esse poder terá plenário com 14 partidos.

Veja abaixo a relação dos eleitos e reeleitos nesse domingo (15):

Isaac da Casca (DC) – 3.113 (2,26%) –

Carmem Júlia (MDB) – 3.112 (2,25%)

Zé Peixeiro (PP) – 3.034 (2,20%) – Reeleito

Tony Fernandes (Solidariedade) – 2.530 (1,53%)

Larissa Rosado (PSDB) – 2.516 (1,82%)

Ricardo de Dodoca (PP) – 2.324 (1,68%) – Reeleito

Francisco Carlos (PP) – 2.297 (1,66%) – Reeleito

Naldo Feitosa (PSC) – 2.132 (1,55%) –

Pablo Aires (PSB) – 1.657 (1,35%)

Lucas das Malhas (MDB) – 1.849 (1,34%)

Wignis do Gás (PODE) – 1.740 (1,26%)

Lawrence Amorim (Solidariedade) – 1.739 (1,25%)

Markuty da Maísa (Solidariedade) – 1.729 (1,25%)

Didi de Arnor (Republicanos) – 1.528 (1,11%) – Reeleito

Marleide Cunha (PT) – 1.525 (1,11%)

Genilson Alves (PROS) – 1.502 (1,09%) – Reeleito

Lamarque (PSC) – 1.501 (1,09%)

Raério Cabeção (PSD) – 1.301 (0,94%) – Reeleito

Costinha (MDB) – 1.221 (0,88%)

Gideon Ismaias (Cidadania) – 1.088 (0,79%)

Omar Nogueira (Patriotas) – 964 (0,70%)

Paulo Igo (Solidariedade) – 929 (0,67%)

Edson Carlos (Cidadania)- 924 (0,67%)

Dança das cadeiras

Apenas seis vereadores (veja acima) conseguiram a reeleição, de um total de 21 componentes da atual legislatura. Vale lembrar que oito não concorreram (veja AQUI), por razões diversas.

Sete tentaram e não conseguiram: Petras Vinícius (DEM), Tony Cabelos (PP), Alex do Frango (PV), Aline Couto (PSDB), Rondinelli Carlos (PL), Flávio Tácito (PP) e Ozaniel Mesquita (DEM).

Duas vereadoras, em especial, acabaram substituídas por filhas nas eleições 2020: Izabel Montenegro (MDB), atual presidente, e Sandra Rosado (PSDB). A primeira teve problema judicial por condenação na Operação Sal Grosso e lançou Carmem Júlia. A segunda optou por lançar a ex-deputada estadual Larissa Rosado.

Maria das Malhas (PSD) não tentou reeleição, mas lançou o neto Lucas das Malhas, que se elegeu.

Veja AQUI mais detalhes sobre a dança das cadeiras nas eleições de 2016, 2012 e 2008.

Veja AQUI a lista com todos os candidatos a vereador e respectiva votação.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
  • Repet
quarta-feira - 11/11/2020 - 10:56h
Sem quórum

Câmara Municipal outra vez não tem sessão ordinária

Plenário quase vazio hoje (Foto: BCS)

A Câmara Municipal de Mossoró outra vez não teve sessão ordinária.

Nessa quarta-feira (11), a exemplo de ontem, escassos vereadores compareceram à sede desse poder.

Nada foi deliberado.

A campanha eleitoral parece que consome todas as atenções da grande maioria dos parlamentares.

Hoje, apenas compareceram os vereadores, Raério Araújo (PSD), Izabel Montenegro (MDB), Emílio Ferreira (PP), Ozaniel Mesquita (DEM) e Francisco Carlos (PP).

Interessante: pelo menos 7 dos 21 atuais vereadores não é candidato à reeleição e outro (Manoel Bezerra-PP) mantém postulação mesmo sub judice (candidatura em aberto, com registro de indeferido).

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
terça-feira - 03/11/2020 - 13:50h
Serviço público

Projeto quer vedar nomeação de envolvidos em preconceitos

Na sessão ordinária de hoje (terça-feira, 3), o plenário da Câmara Municipal de Mossoró encaminhou projetos para análise das comissões técnicas.

Entre eles, o Projeto de Lei 227/20, do vereador Gilberto Diógenes (PT), que veda a nomeação de condenados por crimes de preconceito de raça ou de cor para cargos públicos em comissão em Mossoró.

O parlamentar quer, com a matéria, fechar a porta de municipalidade e legislativo a pessoas que tenham essa ficha suja.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
  • Banner do Governo do Estado - ART&C - combate à Covid-19 - 01-01 a 31 01 de 2021
segunda-feira - 26/10/2020 - 19:50h
Mossoró

TRE/RN mantém dois vereadores fora da disputa

Carmem: de mãe para filha (Foto: cedida)

A presidente da Câmara Municipal de Mossoró e  candidata à reeleição à vereança, Izabel Montenegro (MDB), teve confirmação de indeferimento de candidatura no plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nessa segunda-feira (26).

O placar confirmando a decisão do juiz Vagnos Kelly Figueiredo da 34ª Zona Eleitoral, tomada dia 16 último (veja AQUI), ainda cabe recurso.

Porém, após reunião em sua casa à Rua Frei Miguelinho, Doze Anos, em Mossoró, Izabel anunciou substituição do seu nome. Apresentou a filha Carmem Júlia como substituta.

Manoel Bezerra

No julgamento desta segunda-feira, o vereador Manoel Bezerra (PP) também teve mesma decisão desfavorável, como tinha ocorrido em primeiro grau. E o placar foi o mesmo.

Vereadores da base governista, eles foram condenados a dois anos de reclusão em regime aberto. A punição em colegiado (segundo grau) levou o magistrado à decisão. Mesmo assim, Izabel Montenegro e Manoel Bezerra seguiram com atos de campanha.

Eles estiveram envolvidos na “Operação Sal Grosso”, investigação deflagrada em 2007 pelo Ministério Público do RN (MPRN), na Câmara Municipal de Mossoró.

Manoel, até o fechamento dessa postagem, não anunciou se vai substituir seu nome ou continuar peleja judicial até o fim.

Izabel e Manoel estão com condenações da Operação Sal Grosso e por isso não avançam em candidaturas (Foto: arquivo)

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
segunda-feira - 28/09/2020 - 07:28h
Câmara de Mossoró

Uma promessa, duas candidatas e os votos

A cúpula do rosalbismo prometeu a presidência da Câmara Municipal de Mossoró, no primeiro biênio da próximo legislatura (2021/2022), a pelo menos duas potenciais candidatas governistas.

Resta saber quem está sendo enganada.

Ou se ambas.

Ah, tem ainda outro detalhe: precisa combinar com os eleitores e eleitos à Casa.

É luta medonha!

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.