quarta-feira - 25/03/2020 - 17:00h
Coronavírus

Casos suspeitos têm enorme crescimento no estado


Em novo boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (25), o Governo do RN mostra que segue crescendo o número de registro de casos suspeitos do coronavírus.Saiu ontem (veja AQUI) de 452 para 839 no estado (86% de elevação), com larga liderança de Natal, com 389 casos em investigação.

Há confirmação de 14 pessoas com o vírus.

Decreto

Nesta quarta-feira, a governadora Fátima Bezerra publicou o decreto de número 29.556, com mais restrições à circulação de pessoas e atividades diversas na área produtiva. Veja detalhes clicando AQUI. Trata sobre negócios como hotéis, bares, restaurantes, bancos etc.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Saúde
terça-feira - 24/03/2020 - 21:40h
Dinheiro para propaganda

Fátima recua de novo, outra vez, depois de pressão externa


Do Blog do Barreto

A governadora Fátima Bezerra (PT) vai cancelar a contratação de agência de publicidade por meio de dispensa de licitação no valor de R$ 3 milhões. A decisão foi tomada após reação negativa nas redes sociais.Após ser informado sobre o assunto, o Blog do Barreto entrou em contato com a secretária estadual de comunicação Guia Dantas que informou a decisão.

Os contratos de publicidade teria foco na realização de ações educativas e de orientação ao público sobre a prevenção ao novo coronavírus.

Guia explicou que o contrato de R$ 3 milhões teria duração de seis meses. “Esse valor era abaixo do nosso orçamento mensal que é de R$ 1,5 milhão”, acrescentou.

Nota do Blog Carlos Santos – Esse encolhe-estica é uma das principais marcas do Governo Fátima Bezerra (PT). Ano passado houve diversas decisões que terminaram sendo desfeitas por falta de pulso ou por mínima pressão externa.

Parece que o pote segue pesando na cabeça, com rodilha e tiara, da governadora.

Leia também: A assustadora coreografia do atraso no Governo Fátima Bezerra;

Leia também: Aprovação de novo proedi mostra falta de firmeza de governo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
domingo - 22/03/2020 - 03:36h
RN

Governo vai requisitar antigo Papi para desafio do coronavírus


Papi é o alvo do governo (Foto: TN/Arquivo)

A governadora Fátima Bezerra (PT) antecipou ao final da noite desse sábado (21), que amanhã (hoje, domingo, 22) logo cedo irá publicar uma portaria requisitando o prédio do antigo Hospital Papi em Natal, bem como os equipamentos que lá estão.

Eles passarão a ser gerenciados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP).

Segundo ela, “será para atender os casos suspeitos ou confirmados coronavírus”.

Reforçou que “é mais uma medida que chega para somar forças na contenção da pandemia”.

A Justiça do Trabalho homologou no último dia 12 a venda do imóvel onde funcionava o Papi, bairro Tirol, adquirido pelos grupos Delfin Saúde e Incor Natal pelo valor de R$ 18,9 milhões.

O prédio tem uma área de cerca de 2.860 m², com possibilidade de abrigar até 150 leitos, além de outros equipamentos e vários setores.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
sexta-feira - 20/03/2020 - 09:08h
Coronavírus

RN decreta estado de calamidade pública


O Governo do RN editou outro decreto para enfrentamento à crise decorrente da pandemia do novo coronavírus/COVID-19. O documento assinado pela governadora Fátima Bezerra (PT) está publicado nesta sexta-feira (20). Decreta estado de calamidade pública para o Rio Grande do Norte, considerando – dentre outras razões – as repercussões que o período de quarentena, necessário para controle da doença, tem gerado para as finanças públicas.

Em princípio, serão investidos R$ 40,5 milhões para controle da doença no RN, dentre os quais R$ 35,7 milhões irão para Saúde; R$ 1,8 milhão para Administração Penitenciária; e R$ 3 milhões para ações de defesa do consumidor pelo PROCON.

A aquisição das tornozeleiras eletrônicas para impedir que a pandemia se alastre no sistema prisional contou com o auxílio de R$ 300 mil do Tribunal de Justiça (TJ).

“No campo da saúde, fechamos uma parceria com o Instituto de Medicina Tropical da UFRN para ampliarmos os testes diagnósticos, já que pelo Governo Federal recebemos um quantitativo inferior a 100 unidades para todo o RN”, afirmou Fátima.

Outras medidas incluem a contratação de pessoal, via processo seletivo simplificado, para atender a maior demanda gerada em razão da pandemia, além da abertura de mais de 100 novos leitos de UTI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política / Saúde
  • Repet
quinta-feira - 19/03/2020 - 15:30h
Decreto emergencial

Governo Fátima vai endurecer prevenção contra coronavírus


O Governo Fátima Bezerra (PT) deverá endurecer a prevenção contra o coronavírus. Tem sinalizadores que não pode flexibilizar ou baixar a guarda.

Por isso, que a governadora avisou há poucos minutos que espera a Assembleia Legislativa ser convocada extraordinariamente, para tomada de novas medidas.

- Acabei de falar com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), solicitando que ele realize uma convocação extraordinária para apreciação do decreto emergencial que iremos enviar, para que possamos avançar mais ainda nas medidas de contenção e enfrentamento do coronavírus – disse.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política / Saúde
quarta-feira - 18/03/2020 - 20:46h
Política

Vírus tira de cena outros problemas, mas pode ser mais letal


Fátima: capital-imagem derretendo (Foto: arquivo)

Assuntos que estavam derretendo o capital-imagem da governadora Fátima Bezerra (PT), como o pagamento do Piso Nacional do Magistério e Reforma da Previdência, acabaram eclipsados nos últimos dias. O combate ao avanço do coronavírus toma conta do noticiário e das preocupações de muita gente.

Paralelamente, esvazia protestos e greve de professores, bem como discursos discordantes na Assembleia Legislativa do RN.

Os gestores municipais também são protagonistas nesse momento.

Passam a ter maior visibilidade por seu papel institucional. Estão com a manche à mão, liderando, aparecendo, tomando decisões, sob holofotes, em face da excepcionalidade do coronavírus.

Mas ao mesmo tempo, eles convivem com a ‘Espada de Dâmocles” sobre suas cabeças.

Há o outro lado dessa superexposição, que é a supercobrança com superdesafios.

Tem efeitos colaterais.

A governadora e os prefeitos estão com problema crescente numa área, a saúde, em que praticamente ninguém se sobressai nem possui meios para enfrentar uma pandemia em projeção exponencial.

O Covid-19 (coronavírus) pode ser o terror na vida política da governador e de muitos outros executivos. Tudo o mais é fichinha.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 17/03/2020 - 08:56h
RN

Combate ao coronavírus mobiliza governos e outros poderes


O Governo do Estado reuniu na tarde desta segunda-feira (16) na Escola de Governo em natal, os representantes dos poderes, órgãos públicos federais, estaduais e municipais, associações de prefeituras e outras entidades para alinhar a necessidade de ação conjunta para combater o novo coronavírus no Rio Grande do Norte.

Reunião terá sequência nessa terça-feira para acelerar decisões e ações (Foto: Governo do RN)

A reunião foi conduzida pela governadora Fátima Bezerra na Escola de Governo. Durante o encontro, a chefe do Executivo potiguar anunciou a criação de um comitê, sob a coordenação da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), para debater as medidas necessárias no enfrentamento ao vírus.

Nesta terça-feira (17), o comitê terá suas primeiras reuniões para tratar de ações em áreas como a educação e o turismo.

O governo acertou a criação de uma campanha massiva de comunicação para atingir todo o estado.

Fátima assinalou que o Governo Federal  editou medida provisória destinando aos estados e municípios pouco mais de R$ 420 milhões de um valor global de R$ 5 bilhões destinados para o combate ao coronavírus, sendo R$ 7,1 milhões para o RN.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
quinta-feira - 12/03/2020 - 20:38h
Pandemia

Fátima discute plano de contingência contra coronavírus


A governadora Fátima Bezerra (PT) convocou uma reunião para a próxima segunda-feira (16), às 15h, na Escola de Governo.

Em pauta, a discussão de um plano de ações de prevenção e combate à propagação do coronavírus no Rio Grande do Norte.

Os dirigentes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de Contas já confirmaram presença no evento.

Também foram convidados todos os prefeitos do RN, secretários municipais de Saúde, igrejas, federações patronais e centrais sindicais. Participarão da reunião equipes da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
  • Lion - Banner - 17-08-19
quarta-feira - 11/03/2020 - 15:34h
Piso Nacional do Magistério

Professor em greve protesta contra professora Fátima


Centenas de trabalhadores em educação da Rede Estadual de ensino realizaram o 1º Ato Público em prol da implantação do reajuste do Piso Nacional do Magistério 2020. Eles protestaram contra as propostas até então apresentadas pelo governo da professora Fátima Bezerra (PT), que já dirigiu a entidade em seus primórdios.

Primeiro ato público dos professores aconteceu hoje no Centro Administrativo (Foto: Sinte/RN)

A atividade aconteceu na manhã desta quarta-feira (11) em frente à sede da Governadoria, no Centro Administrativo, bairro Lagoa Nova em Natal.

Durante o ato, uma comissão formada por professores e representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Pública do Estado do RN (SINTE/RN) solicitou reunião com o Governo. A comitiva foi recebida pelo secretário de Educação, Getúlio Marques, e pelo Secretário do Gabinete Civil, Raimundo Alves.

A expectativa da direção do Sindicato era que o Executivo apresentasse uma nova proposta para pagamento da correção do Piso, condizente com os direitos dos professores e professoras. Todavia, em comparação com a proposição anterior, o Governo apenas indicou que o pagamento do retroativo poderia ser feito ao longo de 2021, diminuindo de dois para um ano o tempo desse parcelamento, ou seja, em 12 vezes.

Proposta não satisfaz grevistas

Também prometeu antecipar esse pagamento caso entre em caixa recursos do Fundef. A proposta não satisfez a comissão.

A greve foi decretada em assembleia geral no último dia 4 (veja AQUI), mas oficialmente começou dia passado segunda-feira (9).

O Sinte lembra aos trabalhadores que na sexta-feira (13 de março), haverá Assembleia de avaliação e organização da greve, com início às 14h30 na Escola Estadual Winston Churchill, em Natal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais / Política
quarta-feira - 11/03/2020 - 06:48h
Mossoró

Fátima Bezerra participará de agenda de Jair Bolsonaro


Fátima e Bolsonaro: Mossoró (Fotos Web)

Do Blog Saulo Vale e Blog Carlos Santos

A governadora Fátima Bezerra (PT) confirmou que vai acompanhar a agenda do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a Mossoró na próxima quinta-feira (12).

A declaração foi na noite desta terça-feira, em entrevista ao Jornal da Noite, da 95 FM de Natal.

Bolsonaro terá compromisso em Mossoró ao lado de alguns ministros, às 16 horas, no Hotel Thermas (veja AQUI).

Nota do Blog – Posturamente absolutamente correta e republicana. Duas autoridades legitimamente eleitas pelo voto em 2018, com mandatos que lhes dão ocupação provisória de cargos públicos.

Diferenças políticas jamais podem ser um hiato para compromissos dessa ordem e o interesse público.

Gostem ou não um do outro.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sexta-feira - 06/03/2020 - 07:52h
Em algum lugar do passado...

“Crise não é desculpa para não cumprir o piso”, diz Fátima


O ano é 2017. Precisamente no dia 12 de janeiro, às 17h12, a então senadora Fátima Bezerra (PT) posta em suas redes sociais notícia de reajuste do Piso Nacional do Magistério, a ser cumprido também pelo governo potiguar da época.

E deixa tudo muito claro, diáfano, translúcido, evidente: “Crise” não pode ser desculpa para não cumprir a lei do piso salarial dos professores.Quem ressuscita a postagem da hoje governadora Fátima Bezerra, é o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do RN (SINSP/RN), através de sua presidente Janeayre Souto.

Em suas redes sociais, ela posta print (reprodução, cópia) de postagem de Fátima em pleno Governo Robinson Faria (PSD), época de crise visceral nas contas públicas.

Nota do Blog – “Volto atrás, sim. Não tenho compromisso com o erro.” A frase é do ex-presidente Juscelino Kubitschek. Do ponto de vista político, a governadora Fátima Bezerra precisa se perguntar se agiu de forma inconsequente à defesa do pagamento do piso no passado, ou agora, que pretende escalonar o mesmo direito em meses devido a “crise”.

Sob a ótica técnica, precisa ser gestora. O ônus a ser pago é inevitável. Tem apenas que tentar medir qual menor estrago.

Leia também: Governo diz que se pagar piso do magistério atrasa salário;

Leia também: Professores decidem começar greve segunda-feira, dia 9.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
quinta-feira - 05/03/2020 - 08:44h
Piso ou não piso?

Chargista mostra embaraço da professora-governadora Fátima


Em endereço próprio na Internet (veja AQUI), o chargista Túlio Ratto retrata com sarcasmo o embaraço vivido pela governadora Fátima Bezerra (PT), diante da categoria de onde emergiu para política: o professorado.“É, meu amigo e minha amiga, de onde se esperava sair alguma coisa de futuro acabou não saindo nada mesmo. E assim os professores vão fazer greve. A ex-professora vive um grande dilema. E do alto do seu trono resmunga: “Piso ou não piso?” – provoca o chargista.

Dia passado, os professores estaduais decidiram em assembleia geral em Natal (veja AQUI) rejeitar proposta do Governo do Estado do RN de pagamento parcelado do Piso Nacional do Magistério, índice de 12,84%. Farão greve a partir de segunda-feira (9).

Num passado muito longe, por bem menos, professores e outras categorias já estavam bradando “Fora, Rosalba” e “Fora, Robinson”, pregando saída do governadores Robinson Faria (PSD) e Rosalba Ciarlini (DEM, hoje no PP).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 03/03/2020 - 23:38h
Professores do Estado

Governo tenta evitar greve com nova proposta para pagar piso


O Governo do RN antecipou para esta terça-feira (03) a rodada de negociação com a categoria de servidores  representada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (Sinte-RN), conforme solicitado pelo grupo. O Estado apresentou nova proposta quanto à forma de pagamento do reajuste do Piso Nacional do Magistério, fixado em 12,84% em janeiro deste ano pelo Ministério da Educação (MEC).

Reunião antecede assembleia da categoria que tem indicativo de greve (Foto: Demis Roussos)

O governo propõe que seja pago em três parcelas de 4,11%, nos meses de junho, setembro e dezembro de 2020 para os professores ativos; e em agosto, outubro e dezembro, para os aposentados.

A primeira proposta quanto ao pagamento do retroativo prevê parcelamento em 24 vezes, nos exercícios de 2020 e 2021. Mas, dependendo da liberação de um saldo que o Estado tem para receber referente ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), o retroativo poderá ser pago ainda em 2020.

Paralisação

A categoria realizará uma assembleia geral nesta quarta-feira (04) em Natal, no Colégio Winston Churchil, Candelária, às 14h30. Será apresentada a proposta de hoje e também será estudada uma contraproposta, a pedido da comissão do Governo. Mas não está descartada uma paralisação. Indicativo de greve será colocado em pauta – como decidido dia 28 passado.

Num primeiro momento, o governo apresentou esboço de uma proposta que foi completamente rejeitada (veja AQUI): 4,28 % em maio de 2020, 4,28% em janeiro de 2021 e 4,28% em abril do ano que vem. Ou seja, mais de um ano para pagamento. E não se falava em retroativo.

A reunião com alguns representantes da base e a diretoria do sindicato, representada pela coordenadora Fátima Cardoso e outros membros da direção, foi realizada na sala de reuniões do Gabinete Civil, conduzida por uma comissão formada pelo chefe da Casa Civil, Raimundo Alves Júnior, pelo secretário de estado da Educação, da Cultura, do Desporto e do Lazer (Seec-RN), Getúlio Marques, e pela secretária de estado da Administração (Sead-RN), Virgínia Ferreira, designada pela governadora Fátima Bezerra.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Educação
terça-feira - 03/03/2020 - 15:24h
RN

Servidores do Ipern param cobrando compromissos do governo


Protesto em faixa (Foto: cedida)

Servidores do Instituto de Previdência do Estado do RN (IPERN) deflagraram greve nesta terça-feira (3).

Cobram concurso público, melhorias nas condições de trabalho e aumento de salário.

Porém o estopim do movimento foi a falta de efetivação do Vale-alimentação que estava acordado com o governo Fátima Bezerra (PT).

Sua implantação deveria acontecer em fevereiro passado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais
  • Repet
domingo - 23/02/2020 - 09:46h

A prodigiosa arte de fazer omelete sem quebrar ovos


Por Paulo Linhares

Nas ruas e praças, nas noites de lua (e sem a dita cuja), nos bares e botequins, no “happy hour” dos que estão bem de todas as vidas, nas conversas veladas e segredos sussurradas, o assunto é um só nestas paragens do bravo Poti: são enormes as dificuldades que teria o governo Fátima Bezerra para fazer a reforma da previdência dos servidores estaduais.

Com uma carreira política sem dúvida brilhante forjada nas lutas sindicais – deputada estadual de duas legislaturas (1994 e 1998); deputada federal  de três legislaturas ( 2002, 2006 e 2010), com consagradoras votações; senadora da República (2014); e, governadora do Estado do Rio Grande do Norte (2018) -, a paraibana de Nova Palmeira, Fátima Bezerra, militante do Partido dos Trabalhadores, é um desses fenômenos da política potiguar equiparável à Wilma de Faria ou mesmo a Aluizio Alves.Poderia Fátima Bezerra permanecer na zona de conforto como senadora da República até 2022, mas, topou o desafio de governar o Estado que adotou como seu, o Rio Grande do Norte, que, aliás, estava imerso numa das maiores crises fiscais de sua História, cujo resultado mais imediato era o não pagamento das remunerações dos servidores estaduais, ativos e inativos (entre estes inclua-se os pensionistas) do governo de Robinson Faria.

À míngua de recursos financeiros, optou a governadora Fátima pelo pagamento em dia das remunerações dos servidores estaduais ativos e inativos a partir do início de sua gestão.  Assim, em 2019, a folha de pessoal do governo potiguar foi paga, inclusive a gratificação natalina. Nestes tempos bicudos, isto passa a ter enorme peso político, embora pagar as folhas de servidores ativos e inativos seja apenas o prosaico de qualquer governo.

Sob uma ótica eminentemente política, essa ação da governadora Fátima Bezerra põe contra a parede o seu antecessor, Robinson Faria, que, em condições iguais, chegou a sacrificar servidores públicos a até quatro meses de atraso. Gostasse ela de mirar o velho retrovisor da política, seria um ‘prato cheio’ em seu favor. E não tem usado esse recurso diversionista a atual governadora do RN, para favorecer a sua relação com o incisivo Fórum de Servidores, uma forte coalizão sindical que se opõe ao projeto de reforma previdenciária gestado pelo governo Fátima Bezerra.

Reside na reforma previdenciária estadual o maior pesadelo do governo Fátima Bezerra porque afigura-se inequívoco que o seu ônus maior recairá nas costas dos servidores estaduais, o que arrosta a formação sindical que é a base da carreira política da governadora. Esses são ônus inafastáveis de quem aceita o encargo de governar.

Bem que ela poderia ter seguido o exemplo do brilhante parlamentar gaúcho seu correligionário, senador Paulo Paim, sindicalista de raiz (ex-metalúrgico), eleito seguidamente por quatro mandatos consecutivos de deputado federal e três mandatos de senador, igualmente seguidos, pelo Rio Grande do Sul, na condição de filiado ao PT. Eleita senadora pelo RN, Fátima Bezerra topou sair da zona de conforto senatorial para abraçar o enorme desafio de governar um dos Estados federados em pior situação de crise fiscal.

E não fosse a herança maldita de três folhas de servidores em atraso e, mais recentemente, o poderoso fantasma da (inevitável!) reforma da previdência estadual, quase tudo poderia ser equacionado.

Bom, as questões do atrasos podem ser resolvidas no curto e médio prazos. Aliás, o atraso do mês de novembro/2018 foi solucionado em 15 de fevereiro de 2020. Efetivamente, “coisa difícil” é a reforma da previdência dos servidores estaduais: em face do astronômico déficit mensal, que supera os 100 milhões de reais, se não houver um ajuste de contas, o Estado do RN ficará, no mínimo, inabilitado a receber as transferências voluntárias de recursos da União, sobretudo, aquelas oriundas de convênios.

E nem é preciso alertar sobre o abismo político-ideológico que separa Natal de Brasília, nestes tempos de olvido das práticas republicanas sob os auspícios da velha máxima política calhorda: “aos amigos os favores da lei; aos inimigos, os rigores da lei”. Pelo visto até agora, a regra mais republicana do governo Bolsonaro, salvo pouquíssimas exceções, tem sido discriminar os governos estaduais da Região Nordeste: “nada de dar carne a gato, somente sebo quente”.

É este o dilema que se coloca não apenas para a governadora do RN, mas, de vários  Estados federados de outras regiões e não necessariamente petistas de carteirinha. Aquela coisa, “tão amarga de tragar”, como diz Chico Buarque na canção “Teresinha”. Numa conjuntura em que o pacto federativo é reduzido a extrato de pó de traque, como hoje ocorre, todas as receitas serão amargas pra quem não é amigo do rei inquilino do Planalto.

Por essas e outras é que, nos trilhos da reforma da previdência já aprovada pelo Congresso Nacional, são forçados os Estados e Municípios a intentar mudanças em seus regimes próprios de previdência, no desiderato de reduzir respectivos déficits previdenciários. Claro, por mais absurdo e grotesco que seja, a fatura será paga por todos os servidores estaduais, com perverso peso àqueles, ativos ou inativos, de menores remunerações e que são, lastimavelmente, uma desventurada maioria.

Daí que, para pessoas de aguçada sensibilidade social, como certamente é a da governadora Fátima Bezerra, pois, seja tão difícil e mortificante fazer essa indigesta omelete sem quebrar os ovos. Algo prodigioso e logicamente inatingível, bem próximo daquele conhecido dilema filosófico: quem surgiu primeiro, o ovo ou a galinha?

E ter, enfim, que quebrá-los, por absoluta impossibilidade de proceder de modo diverso, por mais doloroso que possa afigurar-se. Afinal, não seriam os pesados ônus daquilo que se entende como práticas do bom governo? O tempo   implacável – e somente ele – dará a resposta.

Paulo Linhares é professor e advogado

Categoria(s): Artigo
quarta-feira - 19/02/2020 - 06:02h
Na luta

Sindicato trata reforma previdenciária como “PEC da Morte”


O Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado do Rio Grande do Norte (SINSP/RN) faz campanha ostensiva contra a reforma previdenciária do Governo Fátima Bezerra (PT).

Além de fazer corpo a corpo na Assembleia Legislativa, onde começou a tramitar a matéria (veja AQUI), também usa as redes sociais para crítica pesada à gestão.

Denomina de “PEC da Morte” o Projeto de Emenda Constitucional (PEC), 02/2020, que altera a Previdência Social e Estabelece Regras de Transição e Disposições Transitórias.

O projeto tem 24 páginas, além de 60 páginas do cálculo atuarial.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
segunda-feira - 17/02/2020 - 09:42h
Brasília

Prefeita tenta apressar viabilização de empréstimo milionário


Tramita na Secretaria do Tesouro Nacional (Brasília) processo referente à viabilização de empréstimo “de até R$ 150 milhões”, que a Prefeitura Municipal de Mossoró pretende operar com a Caixa Econômica Federal (CEF).

Vereadora Sandra Rosado, Rosalba e deputado federal Beto Rosado em Brasília, na posse de Marinho (Foto: Facebook)

À semana passada, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) esteve em Brasília para agenda administrativa e política, mas oficialmente não noticiou que a grande prioridade é diligenciar a autorização ao empréstimo, vista como imprescindível ao projeto político de reeleição este ano.

O principal canal para acelerar esse propósito passou a ser o recém-empossado ministro do Desenvolvimento Regional, ex-deputado federal Rogério Marinho (PSDB). Paradoxalmente, no RN, seu partido é o principal aliado do PT da governadora Fátima Bezerra – adversária de Rosalba.

Cartada eleitoral

O governismo sabe que praticamente nada pode ser entregue este ano, mas quer ter essa garantia para lançar pesada campanha de propaganda, abrir algumas licitações e até algumas ordens de serviço à porta da campanha municipal. É sua grande cartada eleitoral.

A autorização foi aprovada pela Câmara Municipal no dia 23 de outubro do ano passado (veja AQUI). Mas decisão judicial liminar no dia 11 de novembro (veja AQUI), do juiz da 8ª Vara Federal da Comarca de Mossoró, Orlan Donato Rocha, freou seu andamento.

Entretanto no dia 3 de dezembro de 2019 a municipalidade derrubou essa cautelar no âmbito do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) – veja AQUI.

Leia também: Rosalbismo faz caixa e atua em várias frentes para campanha;

Leia também: Empréstimo ‘multiuso’ serve para neutralizar oposição.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 14/02/2020 - 07:36h
Pesquisa

Álvaro Dias, Fátima e Bolsonaro são reprovados por Natal

Situação mais desgastante é da governadora do RN que começa a sentir efeitos negativos do poder

A pesquisa eleitoral do Instituto Seta divulgada nessa sexta-feira (13) – veja AQUI - pelo Blog O Potiguar, além de identificar o pensamento popular à disputa municipal natalense, também fez levantamento sobre as administrações municipal, estadual e federal.

Bolsonaro reduziu desgaste, mas Fátima e Álvaro começam a sentir efeitos negativos do poder (Fotomontagem AgoraRN)

Veja abaixo:

Prefeito Álvaro Dias

Conforme sondagem, 33% dos ouvidos aprovam a gestão do prefeito Álvaro Dias (MDB), 44% desaprovam e 23% não souberam ou não quiseram responder.

Governadora Fátima Bezerra

O Instituto Seta também aferiu o julgamento sobre a gestão da governadora Fátima Bezerra (PT). Conforme sondagem, 34% aprovam sua gestão, 50% desaprovam e 16% não souberam ou não quiseram responder.

Presidente Jair Bolsonaro

Quanto ao presidente Jair Bolsonaro, 34% aprovam sua gestão, 59% desaprovam e 7% não souberam ou não quiseram responder.

Na pesquisa anterior (veja AQUI) realizada pelo mesmo Instituto Seta, com trabalho de campo realizado entre os dias 21 e 22 de dezembro de 2019, portanto há quase dois meses, o resultado apontou os governos Álvaro Dias e Fátima Bezerra com aprovação, enquanto Jair Bolsonaro amargava reprovação (66,5%).

Comparando as duas pesquisa, observa-se que Jair Bolsonaro dá sinais de recuperação reduzindo seu desgaste, enquanto prefeito e governadora entram em fase de baixa, com reprovação crescente e aprovação paralelamente atrofiando.

Situação de Fátima é mais delicada ainda. Sua aprovação desabou 13,7 pontos percentuais (era 47,7% e desceu para 34%) e a reprovação esticou 8,2 pontos percentuais (era 41,8% e foi para 50%).

Veja como foram os números em dezembro:

Prefeito Álvaro Dias

Conforme o levantamento, 43,7% dos entrevistados aprovam a administração da Prefeitura do Natal, comandada por Álvaro Dias, 36,7% reprovam e 19,7% não souberam ou não quiseram opinar.

Governadora Fátima Bezerra

Quanto à gestão estadual da governadora Fátima Bezerra, 47,7% dos entrevistados aprovam a administração do Governo Estadual, 41,8% reprovam e 10,5% não souberam ou não quiseram opinar.

Presidente Jair Bolsonaro

Em relação à administração Jair Bolsonaro, 27% dos entrevistados aprovam a administração, 66,5% reprovam e 6,5% não souberam ou não quiseram opinar.

O Instituto Seta fez o levantamento de campo nos dias 5 e 6 de fevereiro. Ouviu 700 eleitores em Natal.

A pesquisa tem intervalo de confiança (nível de significância) de 95% com margem de erro de 3,5% para mais ou para menos. Está registrada na Justiça Eleitoral sob o número RN-02069/2020.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
terça-feira - 11/02/2020 - 19:20h
Posse

Rogério Marinho manda recado direto para Fátima Bezerra


Rogério: relação republicana (Foto: reprodução BCS)

O novo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PSDB), destacou que a missão que pretende desempenhar à frente da pasta será construir pontes para cumprir a missão que está sendo dada a ele presidente Jair Bolsonaro.

“Fique tranquilo, vou dar o melhor de mim, sobretudo, para buscar construir pontes”, disse ele durante o discurso de posse nesta terça-feira (11/02).

Abriu parênteses para cumprimentos e agradecimentos, nominando pelo menos dois políticos do seu estado, o Rio Grande do Norte: o presidente do PSDB e da Assembleia Legislativa no estado, Ezequiel Ferreira, e a governadora Fátima Bezerra (PT).

Para ela, presente na primeira fila do auditório do Palácio do Planalto, onde ocorreu a solenidade, dirigiu mensagem curta e direta sobre sua presença – mesmo adversária política, à sua posse:

- A nossa é e será uma política de estado. Uma política republicana.

Veja mais detalhes clicando AQUI e AQUI.

Leia também: Fátima Bezerra e Rogério Marinho se afinam pelo RN.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 08/02/2020 - 23:46h
Política sensata

Fátima Bezerra e Rogério Marinho se afinam pelo RN


A governadora Fátima Bezerra (PT) ligou para o novo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PSDB), parabenizando-o pela nomeação ao cargo. Além disso, já renovou pedido anteriormente encaminhado à pasta, para audiência em Brasília.

Os dois, no diálogo, deixaram claro que mesmo adversários, não podem deixar o RN à mercê de picuinhas.

Veja abaixo o que ela postou em seu Twitter:Nota do Blog – Perfeito, governadora. Não permita que a ala dos babaquaras radicais do seu partido a leve à estupidez do discurso bocó à base do “nós contra eles”.

O RN não suporta mais esse nível de política.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion - Banner - 17-08-19
sábado - 08/02/2020 - 21:30h
Política

PT não quer aliança com DEM e PSDB; RN pode ser exceção


A Comissão Executiva Nacional do PT, reunida no Rio de Janeiro nessa sexta-feira (7 de fevereiro), definiu que a politica de alianças para as eleições municipais exclui os partidos que sustentam a política ultraneoliberal do governo Jair Bolsonaro (DEM e PSDB) e veta composições com os partidos de extrema-direita.O PT definiu como centro estratégico eleitoral “a construção de alianças com PCdoB, PSOL, PDT, PSB, Rede, PCO e UP.”

Alianças com outros partidos podem ser feitas, onde o PT tenha candidatos a prefeito, desde que autorizadas pelo Diretório Estadual, mas não podem incluir os partidos ultraneoliberais e os de extrema-direita, diferentemente do que foi noticiado pela imprensa.

No RN

No estado do RN existe uma situação esdrúxula desde o início do Governo Fátima Bezerra (PT), que vai ao encontro das próprias diretrizes partidárias às campanhas municipais deste ano: O PSDB do ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho é o principal aliado da governante e base de sua sustentação parlamentar no âmbito da Assembleia Legislativa.

Sem a liderança do presidente estadual do PSDB e da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira, o Governo Fátima Bezerra seria amplamente minoritário na Casa.

Às eleições municipais de 2020 os dois partidos já possuem linhas de entendimento à coalização em vários municípios.

Brecha

Mas o que o PT definiu, a princípio com barreira de exclusão a legendas como PSDB e DEM, também tem brecha para alterar o que está dito. É a conveniência da relação com PSDB, por exemplo, no RN.

“Nas situações em que o PT não encabeça a chapa e o candidato seja de um partido que não integre o espectro citado acima, somente serão permitidas alianças táticas e pontuais se autorizadas pelo Diretório Estadual, desde que candidato(a) tenha compromisso expresso com a oposição a Bolsonaro e suas políticas e não tenha práticas de hostilidade ao PT e aos presidentes Lula e Dilma,” afirma na mesma resolução.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 07/02/2020 - 06:22h
Política da paz

Governo trabalha nos bastidores para aplacar fúria sindical


Começa a avançar afinação nas relações entre governo estadual e sindicalismo. As conversas estão longe das câmeras e fora de agendas oficiais.

Por prudência e inteligência política.

O trabalho de “meio de campo” é para aplacar a fúria dos mais exaltados e esfriar pressão sobre a governadora Fátima Bezerra (PT) e sua bancada mais próxima e fiel na Assembleia Legislativa. Teme-se pesado ônus político-eleitoral.

Na quarta-feira (5), a maioria dos sindicatos que compõem o Fórum dos Servidores não participou da reunião convocada pelo governo, para nova discussão sobre a reforma.

Desgaste

Ao se ausentar da sessão de abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa no início da semana (veja AQUI, AQUI e AQUI), para não se deparar com protestos que satanizam a Reforma da Previdência e sua gestão, Fátima produziu contra si matéria-prima de profundo desgaste.

Não é por acaso que até um movimento “Fora, Fátima” eclodiu (veja AQUI) em mobilização sindical, mesmo que de forma episódica.

Leia também: Governo e sindicatos estão de combinação em reforma.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.