terça-feira - 10/12/2019 - 16:32h
Uern

Professorado rejeita previdência e quer suspender negociação


Aduern: posição tomada (Foto: arquivo/2018)

A Associação dos Docentes da Universidade do Estado do RN (ADUERN) realizou assembleia à manhã desta terça-feira (10) em Mossoró. Decidiu rejeitar o esboço de proposta de reforma previdenciária do estado.

O Executivo ainda não apresentou o projeto completo da reforma o que impediu que a categoria pudesse fazer uma discussão mais aprofundada acerca da temática, porém, a partir dos pontos que já foram apresentados aos sindicatos foi possível definir posição contrária às proposições e a qualquer medida que precarize ainda mais as condições de vida dos docentes da Uern.

Dentre os tópicos presentes na  proposta de reforma, causou maior preocupação à categoria a mudança na alíquota previdenciária.

Alíquotas

A ideia do governo, é que passe a ser progressiva e a inclusão de aposentados nesse regime de progressão, com desconto para todos que recebem acima de R$ 1 mil e as alterações no critério de idade mínima para aposentadoria. Além das elevações na alíquotas, que ficariam entre 11 e 18%.

Mudança na idade mínima, tempo de contribuição e os valores de pensão são também questionados.

O Governo comunicou aos sindicatos que a resposta das categorias às propostas deveria ser apresentada, em audiência, até o dia 17 de dezembro. Professores decidiram que, sem o envio do projeto completo é necessário suspender qualquer negociação.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais
terça-feira - 10/12/2019 - 07:18h
História e política

O futuro das lutas sociais na América Latina em debate


“América Latina em ebulição: o futuro das lutas sociais” é o tema do debate que visa discutir os últimos acontecimentos de uma América Latina mergulhada em efervescência política e seu futuro no contexto de uma crise continental.

O evento é promovido pelo Departamento de História (UERN – CAWSL) e ocorrerá nessa quinta-feira (12), às 19h no Auditório Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) em Assu (RN).

O professor Robério Paulino, doutor em História Econômica pela Universidade de São Paulo (USP), professor da Universidade Federal do RN (UFRN) no Departamento de Políticas Públicas, será o palestrante convidado.

Ele foi candidato ao governo estadual em 2014 pelo Psol e concluiu recentemente seu pós-doutorado na University Of London (ING).

A mediação é do professor Modesto Neto.

As inscrições serão feitas no local e haverá emissão de certificado de 4 horas.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion Brazil - rodapé 03-01-2020
terça-feira - 03/12/2019 - 09:26h
Jornalismo

Apresentadora da TCM lança livro-reportagem nessa sexta-feira


Emanuela: foco social (Foto: divulgação)

A jornalista e apresentadora do “Bom Dia Mossoró”, telejornal da TV Cabo Mossoró (TCM-Telecom), Canal 10, Emanuela de Sousa lança nessa sexta-feira (6), Sinal Fechado, livro-reportagem sobre pessoas em situação de rua, pela Editora Sarau. A noite de autógrafos acontecerá no RustCafé do Memorial da Resistência, a partir das 19h.

Na publicação, a jornalista conta a história de moradores de rua de Mossoró através de 30 reportagens escritas com o cuidado de quem tem empatia pelo ser humano.

Fazendo uso do jornalismo literário, Emanuela retrata as dores, pensamentos e desafios de quem vive à margem da sociedade.

Reportagem

Emanuela Patrícia de Sousa é radialista e jornalista formada pela Universidade do Estado do RN (UERN). Potiguar, nascida em 1981, começou a trabalhar em rádio aos 16 anos de idade. Nunca mais calou a voz. Em agosto de 2009 teve o primeiro contato com a TV.

Para concluir o curso de Jornalismo, quis escrever um livro-reportagem sobre pessoas vivendo em condições de rua. Assim nasceu Sinal Fechado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Comunicação
domingo - 10/11/2019 - 07:48h
Conversando com... Gutemberg Dias

Economia do RN pode ser retomada com indústria petrolífera


Por Sandra Monteiro (Agência .COM Comunicação)

Gutemberg Dias é dirigente da Associação Redepetro/RN. Está à frente de um dos mais importantes eventos da área econômica do RN, com amplitude além das fronteiras do estado. É o Mossoró Oil & Gas Expo, que acontecerá entre os dias 26, 27 e 28 no Expocenter.

Dias possui Mestrado em Recursos Naturais pela Universidade do Estado do RN (UERN), graduação em Geografia também por essa instituição e curso técnico em Geologia pela antiga Escola Técnica Federal do RN (ETFRN).

É atualmente é Diretor Executivo da empresa Projetos Geológicos Ltda (PROGEL), Conselheiro do Conselho Curador da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) e professor assistente na Uern. Tem experiência na área técnica em Geociências, com ênfase em geologia e geografia, atuando principalmente nos seguintes temas: meio ambiente, prospecção geológica de rochas carbonáticas, geoprocessamento, geografia urbana e geografia da saúde. Na área administrativa tem experiência em gestão de negócios e planejamento estratégico.

Nessa entrevista, o bate-papo com ele está focado no Mossoró Oil & Gas Expo. Em sua ótica, “2020 será o marco para essa retomada da produção” petrolífera em terra.

Gutemberg Dias aponta números iniciais da retomada de investimentos no setor no RN (Foto: Marcelo Bento)

Por que 2020 é considerado por especialistas o ano da virada da produção de petróleo e gás em terra (onshore) no Brasil?

Gutemberg Dias – O Ministério de Minas e Energia lançou, dia 22 de agosto deste ano, em Brasília, o Reate 2020, que é o Programa de Revitalização das Atividades de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres (REATE). No lastro do Reate 2020, a meta do governo é quase duplicar a produção onshore (em terra) no país, dos atuais 270 mil barris de óleo equivalente por dia para 500 mil barris até 2030. Essa meta pode ser atingida, e acredita-se que até em menos tempo. E 2020 será o marco para essa retomada, para a virada do onshore. Sem contar que existe uma convergência muito forte de todo o setor.

Mas, 2020 já se avizinha. Existem ações práticas nesse sentido?

Gutemberg Dias – Sim, e exemplifico o Rio Grande do Norte, outrora líder nacional da produção onshore, que está sendo protagonista para essa retomada. A mudança já começou, novas empresas estão entrando no Estado em duas frentes: uma é a partir das aquisições dos ativos da Petrobras em função do programa de desinvestimento dela, no Projeto Topázio. A outra, é a partir da aquisição de blocos exploratórios por empresas em leilão da Oferta Permanente da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Poderia detalhar um pouco esses negócios?

Gutemberg Dias – Na venda dos ativos da Petrobras no Estado, o Polo Riacho da Forquilha, na Região Oeste, foi comprado pela Potiguar E&P, dia 31 de maio de 2019; o Polo Macau foi adquirido pela SPE 3R Petroleum, dia 9 de agosto deste ano, e os campos Ponta do Mel e Redonda foi comprado pela Central Resources do Brasil Produção de Petróleo Ltda., mais recentemente. Já no leilão da Oferta Permanente da  ANP, 19 blocos no Rio Grande do Norte foram arrematados pela Phoenix, Geopark, Imetame e Petro-Victory, último dia 10 de setembro. E outras áreas na bacia potiguar deverão ser arrematadas em novos leilões, que a ANP já está preparando. Ainda, destaco a venda do polo de Fazenda Belém, no estado do Ceará, que já está fase vinculante, ou seja, esperando apenas o aporte financeiro do comprador para fechamento do negócio por parte da Petrobras.

Na prática, o que essa movimentação pode produzir para o Rio Grande do Norte?

Gutemberg Dias – Com essas políticas de incentivo, nossa produção poderá dobrar nos próximos cinco anos, garantindo a retomada da economia do estado, a partir da indústria petrolífera. E isso é algo extremamente necessário, porque no passado chegamos a produzir mais de 100 mil barris/dia e hoje nossa produção é menos da metade, ou seja, 38 mil barris. É um cenário muito promissor para o Rio Grande do Norte e, sobretudo, para a cadeia de fornecimento, que vem sofrendo bastante nos últimos quatro anos. Um dado importante que merece muita atenção é o volume de recursos que serão aplicados nos próximos anos que superarão 1 bilhão de reais.

Dias: Reate reforça trabalho (Foto: Marcelo Bento)

Então, será em um momento bem oportuno que Mossoró receberá o maior evento do onshore do país…

Gutemberg Dias – Não tenho dúvida. Toda a cadeia onshore está mobilizada e, certamente, estará em Mossoró para esse evento que é genuinamente potiguar. O Mossoró Oil & Gas Expo, será realizado dias 26 e 27 deste mês, no Expocenter e é uma parceria da Redepetro RN e SEBRAE. Posso afirmar que é um evento estratégico para o onshore brasileiro. Nele, será apresentado o Plano de Ações do Reate 2020. Esse plano foi concluído na última reunião nacional do Reate, em Vitória (ES), da qual também participamos.

Qual a dimensão desse evento?

Gutemberg Dias – O Mossoró Oil & Gas – IV Fórum Onshore Potiguar mobilizará aproximadamente 150 reuniões de negócios, 80 estandes de empresas, mil visitantes, e ainda programação científica e conferências. Mais informações podem ser obtidas no site do evento (https://mossorooilgas.com.br/). Para se ter ideia da relevância desse evento, todos os estandes já foram negociados e hoje já podemos dizer que é a maior feira de negócios de Mossoró e a maior feira de petróleo onshore do Brasil.

E em termos de emprego, o que essa virada do onshore representa para o Rio Grande do Norte e, especialmente, para a região de Mossoró, que tantas vagas no segmento perdeu nos últimos anos?

Gutemberg Dias – Quanto mais se produz óleo, mais se demanda mão de obra. Um recente levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo (ABESPETRO) mostra que, para cada emprego gerado direto na indústria do petróleo, outros dois são induzidos na cadeia de fornecimento e mais oito postos são gerados pelo efeito renda. Isso em um cenário em que os salários na indústria petrolífera chegam a ser três vezes maiores que os demais segmentos industriais. Portanto, é inegável a importância do reaquecimento do setor para o emprego e a economia da região. Mossoró já começou a sentir esse reaquecimento, com a chegada da Potiguar E&P empresas fornecedoras da cadeia já iniciaram novas contratações para atender as demandas, um exemplo claro é minha empresa que ampliou recentemente cinco novos postos de trabalho.

É um momento como há alguns anos não se via no setor…

Gutemberg Dias – Todo esse contexto cria a ambiência favorável, que há tempos a cadeia produtiva de petróleo e gás ansiava. Para esse setor, é a garantia de geração de novos negócios e, consequentemente, retomada do processo de contratação de pessoal especializado e reaquecimento da economia de um modo geral, já que grande parte das compras dessas empresas será de forma localizada. E a Associação Redepetro RN vem participando ativamente desse processo, presente em reuniões, visitas técnicas, lançamentos, enfim, em todos os eventos relacionados, acompanhando de perto toda a movimentação. Por estar in loco, ouvindo autoridades, especialistas e empresários, posso garantir que todo o segmento considera 2020 o ano da virada do onshore brasileiro.

Categoria(s): Conversando com... / Entrevista/Conversando com...
  • Banner - Faz Propaganda - Um ano de Governo que já dá resultado - Governo do RN - Estradas Revitalizadas 21-01-2020
sexta-feira - 04/10/2019 - 16:38h
Drogas

Professor mossoroense lançará livro na OAB em Brasília


O professor e advogado mossoroense Olavo Hamilton lançará na próxima segunda-feira (7), no Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília, seu terceiro livro. “Drogas: criminalização simbólica” é o título da obra.

Hamilton: políticas equivocadas (Foto: Programa Cidadania)

O lançamento acontecerá às 9h, no hall do plenário, terceiro andar, com presença do prefaciador, professor-doutor Marcelo Neves.

O livro é fruto de sua tese de doutorado, desenvolvida na Universidade de Brasília (UnB) e defendida em dezembro do ano passado.  A ideia central apresentada por Olavo, é que “a criminalização das drogas nunca serviu à proteção da saúde pública, conforme promessa do discurso oficial, mas para fins políticos ocultos, no sentido de confirmação de valores sociais, demonstração da capacidade de ação do Estado e, atualmente, o de adiamento de uma efetiva solução para o problema”, comenta ele.

Legalização das drogas

O resultado inequívoco, ainda segundo o autor, teria sido o dispêndio de trilhões de dólares, a morte de centenas de milhares de pessoas e o encarceramento em massa dos mais pobres, sem que a saúde pública tenha obtido qualquer ganho – uma tragédia social e humana.

Defensor da legalização das drogas como forma de enfrentar o problema, Olavo admite que o tema é polêmico, mas que precisa ser discutido seriamente e sem tabus pela sociedade civil organizada.

Olavo Hamilton Ayres Freire de Andrade é advogado, conselheiro federal da OAB, além de professor-doutor da Faculdade de Direito (FAD) da Universidade do Estado do RN (UERN).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público
sexta-feira - 27/09/2019 - 14:48h
Uern

Universidade é homenageada pelos seus 51 anos


Evento marcou homenagem à Uern (Foto: AL)

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizou sessão solene nesta sexta-feira (27) para homenagear os 51 anos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), no Teatro Lauro Monte Filho, em Mossoró.

A homenagem foi uma proposição do deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade). Diversas autoridades, professores e alunos da instituição participaram da solenidade.

Foram homenageados o reitor Pedro Fernandes Ribeiro Neto, Cicília Raquel Maia Leite, Verônica Carlos de Oliveira Rodrigues, Elenilson José de Lima, Francisco Dantas de Medeiros Neto, Humberto Henrique Costa Fernandes do Rêgo, Iata Anderson Fernandes, Jailson José dos Santos, Padre Sátiro Cavalcanti Dantas, Lúcia Musmee Fernandes Pedrosa de Lima, Francisco Cavalcante de Sousa, Francisco Elineudo de Freitas Melo e Hubeônia Morais de Alencar.

No dia passado, a Câmara Municipal realizou solenidade similar.

Com informações da Assembleia Legislativa do RN.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Faz Propaganda - Um ano de Governo que já dá resultado - Governo do RN - Estradas Revitalizadas 21-01-2020
quarta-feira - 25/09/2019 - 15:12h
"Fazendo acontecer"

Deputada apresentará destinação de emendas parlamentares


Isolda antecipa apoio à Uern e HRTM (Foto: Wigna Ribeiro)

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) vai promover evento denominado de “Fazendo acontecer”, no próximo sábado (28), a partir das 9h, no Auditório do Serviço Social da Indústria (SESI).

Ela pretende anunciar as suas emendas parlamentares voltadas para Mossoró e região.

Nos meses de julho e agosto, com o projeto “Emendas Populares”, Isolda se reuniu com moradores dos bairros Dom Jaime, Belo Horizonte, série Abolição e lideranças comunitárias de Mossoró para eleger prioridades principalmente nas áreas de saúde, educação e segurança.

A partir do que foi apontado pela população, a deputada direcionou suas emendas e projetos.

Entre as diversas entidades contempladas, estarão a Universidade do Estado do RN (UERN) e Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM).

Com informações da Assessoria de Isolda Dantas.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 30/08/2019 - 09:02h
Economia

Governo promove Feneciti a partir desta sexta-feira


Começa nesta sexta-feira (30) à noite e vai até amanhã (sábado, 31), na Estação das Artes Eliseu Ventania em Mossoró, a II Edição da Feira Regional de Negócios, Ciência, Tecnologia e Inovação do RN (FENECITI).

A iniciativa é conduzida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC).

Visa oferecer aos empresários, investidores, empreendedores e pesquisadores um espaço onde seja possível integralizar e potencializar os negócios regionais, gerar redes de contatos e impulsionar o desenvolvimento econômico de Mossoró, da região do Oeste e do RN.

A Feneciti tem os seguintes parceiros: Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas do RN (FCDL), Câmara dos Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL), Prefeitura de Mossoró, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte (SEBRAE/RN), Sistema FIERN, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (FECOMÉRCIO/RN), Banco do Nordeste (BNB), Instituto Federal do RN (IFRN), Universidade do Estado do RN (UERN), Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), Potigás, Caern, Junta Comercial do RN (JUCERN), Universidade Potiguar (UnP), Uninassau, Cimento Mizu, Coca-Cola, Café Santa Clara e Ster Bom.

A primeira edição da Feneciti aconteceu em Caicó, em junho deste ano.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Economia
  • Lion Brazil - rodapé 03-01-2020
segunda-feira - 12/08/2019 - 21:26h
Compromisso

Governadora garante que não cortará auxílio-saúde da Uern


Como o Blog Carlos Santos postou ainda no final da tarde desta segunda-feira (12) – veja AQUI, a governadora Fátima Bezerra (PT) resolveu recuar da decisão (veja AQUI) de não pagamento do auxílio-saúde de aposentados e pensionistas da Universidade do Estado do RN (UERN).

Fátima e auxiliares receberam representantes da Uern e apaziguaram mal-estar (Foto: Sandro Menezes)

Estava escrito.

Em Nota Oficial divulgada por sua Comunicação, o Governo Fátima Bezerra garante a aparente pacificação nas relações com os segmentos da universidade. Veja abaixo:

O pagamento do auxílio-saúde para os servidores aposentados da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) está mantido pelo Governo do Estado. Em reunião na tarde desta segunda-feira (12), com a presença da governadora Fátima Bezerra, ficou definido que representantes do Instituto de Previdência do RN (IPERN) e da Universidade do Estado do RN (UERN) se reunirão nesta terça-feira (13) para fazer os ajustes contábeis que são necessários para adequação legal.

O auxílio-saúde foi instituído pela lei estadual nº 608/2017 para os servidores da Uern, mas o artigo 5º do dispositivo legal pontua que o pagamento do auxílio deve ser feito a partir do orçamento da Fundação Universidade do Estado do RN (Fuern) e não pelo Ipern.

O acerto orçamentário para o pagamento do auxílio será feito entre a direção da instituição de ensino e o Instituto de Previdência, que vinha pagando o auxílio.

”Nós asseguramos a autonomia da UERN e garantimos o pagamento da verba. O servidor pode ficar tranquilo, que nenhum direito será retirado”, explicou a governadora Fátima Bezerra.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
segunda-feira - 12/08/2019 - 11:54h
Saúde

Governo tira auxílio a aposentados da Uern; sindicato reage


Protestos foram comuns no governo passado (Foto: Aduern)

Do Blog Saulo Vale

O Governo do Estado, através do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Norte (IPERN), comunicou à Universidade do Estado do RN (UERN), que aposentados e pensionistas da instituição não deverão receber mais o auxílio-saúde já a partir de agosto.

A atitude surpreendeu os servidores por seu imediatismo (solicitando a exclusão já na folha de agosto), mas também por retirar dos inativos “um direito histórico, conquistado há mais de 20 anos”.

A Associação dos Docentes da Uern (ADUERN) defende a paridade entre docentes ativos e inativos da universidade e que os direitos da categoria devam ser concedidos sem nenhum tipo de segmentação.

Amanhã (terça-feira, 13), haverá parada geral do funcionalismo público estadual com mobilização no Centro Administrativo, em frente à Governadoria.

O sindicato já solicitou uma audiência, em caráter de urgência, com a Governadora Fátima Bezerra (PT), no sentido de impedir “mais esse ataque à Uern.

As assessorias de Uern, Aduern, e Sindicato dos Técnicos da Uern (SINTAUERN) passaram a discutir o conteúdo do da decisão do Ipern, e em breve apresentarão uma contestação jurídica à decisão.

Nota do Blog - As mobilizações da Uern foram comuns nos últimos governos (Rosalba Ciarlini-DEM, hoje no PP; Robinson Faria-PSD). Fátima, apesar de sua identidade sindical com esse segmento, pode ter que conviver com protestos crescentes.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais
  • Banner - Faz Propaganda - Um ano de Governo que já dá resultado - Governo do RN - Estradas Revitalizadas 21-01-2020
terça-feira - 23/07/2019 - 09:14h
Feneciti

Feira de Negócios será lançada em Mossoró amanhã


Mossoró seriará a segunda edição da Feira Regional de Negócios, Ciência, Tecnologia e Inovação (FENECITI) promovida pelo Governo do RN. O lançamento está marcado para as 18h30 dessa quarta-feira (24), no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL).A iniciativa é conduzida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC). Expectativa é de que a Feira aconteça entre 30 e 31 de agosto na Estação das Artes Eliseu Ventania.

A Feneciti tem como um dos objetivos oferecer aos empresários, investidores, empreendedores e pesquisadores um espaço onde seja possível integralizar e potencializar os negócios regionais, gerar redes de contatos e impulsionar o desenvolvimento econômico de Mossoró, da região do Oeste e do RN.

Os estandes estarão à venda a partir da noite de lançamento da Feira.

A Feneciti tem os seguintes parceiros: como parceiros: a Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas do RN (FCDL), Câmara dos Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL), Prefeitura de Mossoró, SEBRAE-RN, Sistema FIERN, Fecomércio RN, Banco do Nordeste (BNB), IFRN, UERN, UFERSA, Potigás, Caern, Jucern, Universidade Potiguar, Uninassau, Cimento Mizu, Coca-Cola, Café Santa Clara e Ster Bom.

A primeira edição da Feneciti aconteceu em Caicó, em junho deste ano.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Economia / Gerais
quinta-feira - 18/07/2019 - 22:18h
Eleições

Professorado da Uern tem chapa única para Aduern


Foi encerrado na tarde de hoje (18), o período de inscrições de chapas para a disputa das eleições da Associação dos Docentes da Universidade do Estado do RN (ADUERN), para o biênio 2019/2021. A chapa “Autonomia, Resistência e Luta” foi a única a manifestar interesse em participar do pleito.

Parte dos integrantes da chapa única posa para fotografias (Foto: Aduern)

O presidente da comissão eleitoral, Paulo Caetano Davi, recebeu a inscrição da chapa e informou que os pedidos de impugnação à nominata podem ser feitos através do e-mail comissaoeleitoraladuern2019@gmail.com, e serão recebidos e avaliados pela comissão eleitoral.

A homologação oficial das chapas será realizada na segunda-feira (22) às 17 horas.

As eleições serão realizadas no dia 21 de agosto e a posse acontece no dia 11 de setembro, quando também será comemorado o aniversário de 39 anos da Aduern. A professora Rivânia Moura é a atual presidente da entidade.

Confira a nominata da chapa “Autonomia, Resistência e Luta” :

Presidente – Patrícia Batista Barra Medeiros Barbosa

Vice – Presidente –  Kelânia Freire Martins Mesquita

Secretária Flávia –  Spinelli Braga

Secretária Adjunta –  Aryana Lima Costa

Tesoureiro Alexandre –  José de Oliveira

Tesoureiro Adjunto –  Zacarias Marinho

Diretora do Setor de Aposentados –  Lucia Musmee Pedrosa de Lima Rangel

Diretora Adjunta do Setor de Aposentados – Adalzira Nunes de Carvalho

Diretor de Cultura, Esporte e Lazer – Daniel Augusto de Lima Mariano

Diretora Adjunta de Cultura, Esporte e Lazer – Francisca Elizonete de Souza Lima.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais
  • Banner - Faz Propaganda - Um ano de Governo que já dá resultado - Governo do RN - Estradas Revitalizadas 21-01-2020
terça-feira - 02/07/2019 - 21:22h
Delírio ou equívoco

Prefeitura faz mágica com números do Cidade Junina

Municipalidade diz que estudo preliminar aponta retorno financeiro da ordem de R$ 90 milhões

Em 2017, a Universidade do Estado do RN (UERN) realizou um estudo sobre os efeitos econômicos do Mossoró Cidade Junina (MCJ), identificando os resultados para o meio circulante do investimento no evento. Segundo a pesquisa, cada R$ 1 gasto na realização do evento gera um retorno de R$ 4 para a economia local.

Considerando que o custo do evento àquele ano ficou em torno de R$ 3 milhões, o retorno financeiro para o Município foi de aproximadamente R$ 12 milhões.A Uern entregou o trabalho no dia 25 de julho (veja AQUI), quase um mês após a realização da edição 2017 do MCJ.

Agora, com menos de 48 horas do término do MCJ 2019, a gestão Rosalba Ciarlini (PP) divulga dados de um levantamento prévio feito pela Universidade Potiguar (UnP), com números superlativos.

Conforme propaga oficialmente a municipalidade, o meio circulante foi irrigado por cerca de R$ 90 milhões, em decorrência do MCJ 2019. Tomando por base o retorno sobre investimento apontado pela Uern em 2017, o resultado deste ano é um ponto fora da curva. Uma “mágica”, digamos.

Delírio ou equívoco

Sem meio-termo: é um estupendo delírio ou um superlativo equívoco.

Pelo menos de forma oficial, há  estimativa de que a PMM investiu pouco mais de R$ 4 milhões (números não foram confirmados). Se o retorno é de R$ 4 reais em relação a R$ 1, como apareceram R$ 90 milhões  nessa conta rápida?

Seguindo essa métrica, a administração Rosalba Ciarlini teria despejado por volta de R$ 22,5 milhões para realizar a festa. Improvável, claro.

Se a notícia for pelo menos parcialmente verdadeira, a municipalidade deverá ter uma arrecadação histórica e recorde em julho, como eco dos festejos juninos.

Pelo visto, logo fará também um Mossoró Cidade Julina, Agostina, Setembrina, outubrina, novembrina e dezembrina

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Economia
terça-feira - 28/05/2019 - 16:52h
Mudança

Fernanda Kallyne é a nova chefe do Gabinete Civil


A assistente social Fernanda Kallyne Rego de Oliveira é a nova chefe de Gabinete Civil da Prefeitura de Mossoró. O convite foi aceito na manhã de hoje (terça-feira, 28) e a posse está marcada para a próxima quinta-feira (30).

Kaline: terceiro nome (Foto: PMM)

A publicação será feita na edição de hoje do Jornal Oficial do Município (JOM). Substituirá Edna Paiva.

A assistente social atuava como gerente do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) e exerceu a função de secretária interina do Desenvolvimento Social em 2018. Professora universitária, é especialista em Políticas Sociais, na temática Criança e Adolescente pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2003).

Fernanda tem mestrado em Avaliação de Políticas Públicas pela Universidade Federal do Ceará (2008). É doutora em Saúde pública pela UNINTER (Universidade Três Fronteiras – Assunción/Py). Funcionária de carreira da Prefeitura de Mossoró, foi gestora Municipal da Assistência Social de 2008 a 2012 e do período de 2013 a 2014.

Nota do Blog – Prefeita Rosalba Ciarlini (PP) acerta no nome. O cargo já teve dois ocupantes na atual gestão, a própria Edna Paiva e Kadu Ciarlini (PP), filho da governante, que ficou menos de três meses na cadeira.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Lion Brazil - rodapé 03-01-2020
sexta-feira - 08/03/2019 - 15:14h
Professorado

Programa de rádio estreará com enfoque sobre categoria


Rivânia: estreia (Foto: Arquivo)

A Associação dos Docentes da Universidade do Estado do RN (ADUERN) lança amanhã (sábado, 9 de março), o programa “A voz da Aduern”. Será apresentado às 11 horas, na Radio Cidadania – 98,7 FM de Mossoró.

O programa irá ao ar sempre aos sábados, apresentando as principais bandeiras de luta do sindicato, além de conversar com personagens importantes no contexto social e político da região.

O primeiro programa terá a participação da presidente do sindicato, professora Rivânia Moura.

Ela falará um pouco sobre a proposta e os propósitos do d’a Voz da Aduern, quanto às atividades da Aduern e as principais lutas da categoria em 2019.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais
quinta-feira - 07/03/2019 - 12:22h
Mossoró

Entidades realizam eventos para Dia Internacional da Mulher


O Dia Internacional da Mulher 2019 (8 de março) será comemorado por entidades e organizações sociais com atuação em Mossoró. A programação começa nesta quinta-feira (7), alargando-se para o sábado (8) e domingo (9).

A Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB), Núcleo de Estudos Sobre a Mulher Simone de Beauvoir (NEM) e coletivos locais montaram os eventos.

As atividades têm início nesta quinta-feira, com vivência sobre corpo e autoaceitação, às 17h, no auditório da Faculdade de Serviço Social (FASSO) da Universidade do Estado do RN (UERN).

Na data que celebra o dia da mulher, 8 de março, haverá uma folia de carnaval com as mulheres da comunidade dos Pintos, às 17h, no antigo Viola Lilás.

Para encerrar as atividades, o dia 9, será com oficinas temáticas sobre Trabalho e previdência; Educação e creche; Por uma vida sem violência; Corpo, saúde e sexualidade, a partir das 15h, no Colégio Freitas Nobre.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais
  • Banner - Faz Propaganda - Um ano de Governo que já dá resultado - Governo do RN - Estradas Revitalizadas 21-01-2020
quarta-feira - 30/01/2019 - 09:38h
DOU

Uern garante outorga para instalar sua FM Educativa


O Diário Oficial da União (DOU) publicou na edição desse último dia 29, a homologação do resultado final da concorrência pública para outorga de um canal de FM Educativa para Mossoró. A Universidade do Estado do RN (UERN) foi a grande vencedora.

A instituição tem agora 120 dias para apresentar ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Informação os documentos e informações necessários à implantação da emissora.

A luta pela emissora é uma batalha iniciada ainda na gestão do reitor Milton Marques de Medeiros (in memoriam), que chegou a colocar em funcionamento a FM Universitária, sob força de uma decisão liminar da justiça, que terminou sendo derrubada.

Atual reitor da Uern, o professor-doutor Pedro Fernandes Neto assinala o esforço à conquista sequenciada em sua gestão. Também reconhece o apoio do ex-deputado federal Henrique Alves (MDB), o deputado federal Beto Rosado (PP) e da então senadora e atual governadora Fátima Bezerra (PT).

“Se tudo transcorrer nos prazos normais, Mossoró chegará ao final de 2019 com uma nova emissora de rádio pública”, exalta o reitor.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Comunicação
quinta-feira - 10/01/2019 - 07:10h
Hoje

Falece em Nísia Floresta o desembargador José Rêgo Júnior


Faleceu por volta de 2h30 desta quinta-feira (10) o desembargador José Rêgo Júnior, 61. Integrante e ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da21ª Região, com sede em Natal, ele sofreu infarto fulminante.

José Rêgo Júnior: grande perda (Foto: cedida)

Rêgo estava em sua casa de praia em Búzios, litoral de Nísia Floresta, a 33 quilômetros de Natal.

Seu velório ocorrerá na Loja Maçônica Jerônimo Rosado em Mossoró e o sepultamento será às 16h, no Cemitério São Sebastião, centro da cidade.

José Rêgo Júnior nasceu em Patu (RN), em 15 de novembro de 1957. Fez os cursos primário, ginasial e segundo grau no Colégio Diocesano Santa Luzia (CDSL) em Mossoró, concluindo a terceira série deste último no Colégio Estadual Winston Churchill (Natal/RN) em 1977.

Ingressou no curso de Ciências Jurídicas (3º grau) na Fundação Universidade Regional do Rio Grande do Norte (FURRN, hoje Uern) em 1981 graduando-se em 1985.

Atuou como advogado militante na área Cível e Trabalhista, a partir de 1986.

Escolhido pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RN) para compor a lista sêxtupla à vaga do Quinto Constitucional do TRT da 21ª Região, foi eleito em 12 de novembro de 2008, para compor a lista tríplice, que posteriormente foi encaminhada ao Ministério da Justiça para nomeação de um representante dos advogados na Corte.  Em 14 de janeiro de 2009, ele foi nomeado pelo Presidente Lula da Silva (PT) para integrar a composição do esse colegiado, onde tomou posse no 22 de janeiro de 2009 e do qual foi presidente entre 2013 e 2015. Saiba mais clicando AQUI.

Nota do Blog – Conheci Júnior, assim sempre o tratei, há muitos anos. Tempos ainda de sua militância na advocacia em Mossoró e como representante de entidade ruralista. Tricolor como eu, moderado, discreto, gente de fino trato e refratário à pompa judicante, merece muitas homenagens e aplausos.

Que descanse em paz!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Gerais / Justiça/Direito/Ministério Público
  • Lion Brazil - rodapé 03-01-2020
sábado - 15/12/2018 - 21:34h
Socorro Batista

Ex-candidata a prefeito assumirá Gabinete em Educação


Socorro saiu em 2015 (Foto: Web)

Ex-candidata a prefeito de Mossoró e ex-secretária-adjunta da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (SEEC) no Governo Robinson Faria (PSD), a professora Socorro Batista (PT) estará novamente atuando nessa pasta.

Dessa feita ficará na Chefia de Gabinete do futuro titular da Seec, professor Getúlio Marques, nome confirmado pela governadora eleita Fátima Bezerra (PT) – veja AQUI.

Socorro está definida para o cargo.

Dos quadros da Universidade do Estado do RN (UERN), ex-presidente da Associação dos Docentes da Uern (ADUERN), Socorro foi exonerada sumariamente da gestão Robinson Faria no dia 5 de setembro de 2015.

Ela tomou posição às claras de solidariedade à greve do professorado uerniano  (veja AQUI) que acontecia à época, precipitando a sua saída.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
quinta-feira - 13/12/2018 - 09:38h
Boaventura Santos

Sociólogo português ganha obras do poeta Antônio Francisco


Professor e pesquisador referenciado internacionalmente, o sociólogo português Boaventura de Sousa Santos foi apresentado à obra do poeta popular mossoroense Antônio Francisco.

Boaventura e Pedro: Uern e cultura (Foto: cedida)

Convidado especial do 44º Encontro Nacional do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas Brasileiras (FORPROEX), ocorrido na quarta (12), em Vitória/ES, o português foi presenteado com uma coletânea de livros do poeta mossoroense, pelo reitor da Universidade do Estado do RN (UERN), Pedro Fernandes.

O reitor representou presidência da Associação Brasileira de Universidades Municipais e Estaduais (ABRUEM) no evento.

Além da coletânea, o reitor entregou a Boaventura de Sousa Santos a portaria do Conselho Universitário da Uern que lhe outorgou o título de Doutor Honoris Causa pela instituição.

O título será conferido oficialmente em solenidade a ser marcada no próximo ano, com a presença do homenageado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Cultura / Educação / Gerais
  • Banner - Faz Propaganda - Um ano de Governo que já dá resultado - Governo do RN - Estradas Revitalizadas 21-01-2020
sábado - 08/12/2018 - 21:24h
Uern

Professores vão preparar pauta para Fátima Bezerra


Docentes da Universidade do Estado do RN (UERN) vão realizar assembleia na próxima segunda-feira (10), às 9h, na sede da Associação dos Docentes da Uern (ADUERN), em Mossoró.

Vão definir as principais reivindicações da categoria, que serão entregues à governadora eleita Fátima Bezerra (PT) e sua equipe de transição.

A reunião com Fátima acontecerá na próxima terça-feira (11) às 14h, em Natal.

Há poucos dias, os docentes chegaram a ensaiar nova greve da categoria, mas assembleia geral freou a proposta.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 28/11/2018 - 01:00h
OAB/Mossoró

Otoniel Júnior diz que Chapa 22 representa uma renovação


A Subseccional de Mossoró da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) tem eleições nessa quarta-feira (28), com pouco mais de 900 eleitores em sua área de abrangência. Um dos grupos à disputa de seu comando tem os advogados Otoniel Júnior e Olívia Campos como candidatos a  presidente e vice.

Eles são integrantes da Chapa 22, de tendência oposicionista no âmbito da entidade em Mossoró.

Otoniel Júnior e Olívia compõem chapa de oposição ao sistema local de comando da OAB

Otoniel Maia Júnior é graduado em Direito pela Universidade Potiguar (UnP), com especialização em Direito Eleitoral e em Processo Penal pela mesma instituição.

Advogado criminalista com onze anos de experiência, já integrou importantes comissões na OAB – Subseção Mossoró, como a de Direitos Humanos e a de Segurança Pública.

Já Olívia Campos, é graduada em Direito pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), turma de 2006. Possui especialização em Direito Privado e é mestranda em Ciências Sociais e Humanas na mesma instituição.

Atuou como membro das comissões de Meio Ambiente e de Eventos, e presidiu a Comissão de Exame de Ordem. Possui experiência docente na Uern e Faculdade Mater Christi e, atualmente, é professora das disciplinas de Processo do Trabalho, Teoria do Processo e Direito Constitucional na Universidade Potiguar UnP.

Otoniel Júnior conversou com o Blog Carlos Santos, manifestando opiniões sobre quatro pontos abordados por nossa página. Veja a seguir:

-  Quais os diferenciais de sua chapa em relação à concorrência?

A nossa chapa se propõe a trazer a advocacia de volta à OAB. E levar a OAB para onde está o advogado também. Uma suposta vitória da chapa que nos opõe, seria a continuação da atual gestão. A OAB está distante, distante da sociedade. Ela precisa se aproximar, discutir, debater, se envolver com os interesses da sociedade. O advogado também precisa ser atraído, envolvido e estimulado a participar da vida da nossa entidade, o que não ocorre até aqui e certamente será um grande diferencial nosso administrando a Subseccional. Estamos nos apresentando como uma força diferente, alternativa, capaz de fazer uma gestão bem diferente do que estamos convivendo.

- O senhor acredita que a OAB local é suficientemente transparente quanto à gestão e de modo financeiro-orçamentário? Há meios para que haja uma oxigenação financeira?

Nós temos uma autonomia administrativa, mas uma dependência financeira da Seccional. Mas isso precisa e deve ser buscado, trabalhado. Dependemos muito e em quase tudo da Seccional, mas temos projeto de abrirmos caminhos para melhorarmos esse quadro, tornando a Subseccional mais ativa, com ampliação de serviços e alcance para melhor atendimento à categoria. A transparência financeira é até relativamente clara, muito em função das limitações quanto ao custeio que temos hoje. Mas transparência não deve ser limitada a um portal e mesmo com recursos de pouca expressão, podemos melhorar essa busca, deixando o advogado mais atento e seguro de tudo que é utilizado e como é feito.

- A gente ouve muitas queixas de novos advogados quanto à relação da OAB com esse segmento, a começar pelo custo da anuidade. O que pode ser feito para atender a esse público melhor?

Otoniel Júnior quer OAB mais representativa (Foto:BCS)

Nós temos projetos para os iniciantes na carreira, está em nosso plano de gestão. Estamos encontrando respaldo na jovem advocacia, que percebe em nós, em nossa chapa, Otoniel-Olívia, uma referência, um apoio, uma possibilidade de melhorar essa relação entre a entidade e jovens profissionais. Nós representamos uma renovação, uma mudança de mentalidade. A gente nessa campanha tem conversado com muitos advogados que não encontram uma luz, uma referência, um sinal firme de apoio que possa representar maior segurança para sua atuação. Um desses pontos é a própria anuidade. Vamos debater, buscar caminhos e melhorias nesse ponto, levando essas preocupações e com sugestões à Seccional. Nossa chapa está aberta a encaminhar essa e outras discussões, realmente ouvindo os novos advogados, abrindo as  portas da OAB para eles.

- O senhor acredita que a OAB/RN tem sido uma entidade atenta às maiores demandas sociais ou ela é seletiva e omissa?

Se há omissões estratégicas eu não posso afirmar ou se existe alguma seletividade nas lutas. Mas existem omissões, é fácil percebermos. Ouvimos reclamações, queixas, em relação ao papel da OAB de Mossoró. A Subseccional pode e deve ser mais presente, mais participativa, mais envolvida com questões relevantes do município e região. Temos conversado com entidades importantes, com órgãos representativos que estão sempre em defesa da cidadania, de lutas da coletividade, mas não temos sentido eco do trabalho da OAB. A nossa OAB muitas vezes se ausenta de debates e deixa de ser protagonista, de puxar movimentos e levantar bandeiras que tratam de interesses legítimos da sociedade.

A aproximação da OAB com essas entidades é fundamental. Precisamos estar próximos ao cidadão, principalmente daqueles que correm mais riscos e sofrem desrespeitos dos seus direitos mais legítimos. Nós vamos colocar a instituição na luta, à frente, no exercício da cidadania, em prol dos direitos humanos, para ter maior representatividade e honrar sua história. Daremos maior representatividade à OAB.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Gerais / Justiça/Direito/Ministério Público
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.