terça-feira - 20/04/2021 - 18:06h
Preocupação

Médicos, apesar de vacinados, voltam a contrair Covid-19

Reinfecçao-por-covid-19Há pelo menos dois casos de reinfecção por Covid-19 no meio médico de Mossoró.

Ambos, também, já tomaram as duas doses de vacina contra o coronavírus.

Mas, as duas pessoas que novamente contraíram o vírus estão com sintomas leves, bem aquém da primeira vez.

De qualquer modo, seguem o protocolo de novamente ficarem em confinamento, além de outras providências.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Saúde
segunda-feira - 19/04/2021 - 18:00h
Crítica

Mau exemplo de Bolsonaro custa ‘muitas vidas e dinheiro’, diz Agripino

José Agripino - twitter do dia 18 de Abril criticando Bolsonaro por perdas de vidas humanas e alto custo financeiro no combate à Covid-19Para o ex-senador José Agripino (DEM), a gestão institucional da crise da pandemia e o próprio comportamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de negação à ciência e reprovação a normas biossanitárias básicas, concorrem para a dimensão da tragédia da Covid-19 no Brasil.

Em postagens em suas redes sociais, ele evitou rodeios:

– O exemplo do presidente da República está nos custando muito dinheiro e muitas vidas.

Do ponto de vista político, Agripino defende a tessitura para uma terceira via à disputa presidencial que seja alternativa ao próprio Bolsonaro e ao chamado “lulopetismo”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
domingo - 18/04/2021 - 09:38h

‘J´accuse’ o seu mal ao desenvolvimento da humanidade (Covid-19)

Por Marcos Araújo

Com muita raiva e indignação, o escritor francês Émile Zola escreveu um artigo no jornal L´Aurore, em 13 de janeiro de 1898, com o título “J´accuse” (Eu acuso).  O artigo era uma carta ao presidente da República Félix Faure, em defesa de Dreyfus.

Sem a habilidade de Zola, escrevo este rabisco a Deus, o Senhor do Tempo, para acusar o Senhor do Mal, o espectro da morte, o Mr. Hell chamado Covid-19, pelo malefício insanável causado principalmente à educação e à cultura, reconhecidamente os melhores agentes do desenvolvimento social humanitário.Montanha, no topo, vitória, êxito, sucesso, não desistir, persistência

Ao Criador, que controla a ação dos elementos da natureza e tem a ampulheta das horas em suas mãos, quero denunciar este desalmado ladrão do saber comunitário e assassino inconfessável do sentimento criativo das pessoas, pelo empobrecimento educacional, cultural, político-social, humanístico, religioso e sentimental de todo o planeta.

Assim como Zola, “Mon devoir est de parler, je ne veux pas être complice” (Meu dever é de falar, não quero ser cúmplice), eu acuso você, Covid-19, não só pelo morticínio dos seres humanos, mas pelo silêncio obsequioso e apagão intelectual que tem causado nos educadores, artistas, escritores, líderes sociais e religiosos.

Comecemos pelo prejuízo causado à educação…É incontestável o valor social e político da educação.  Emile Durkhein dizia no início do século XX que somente a educação implanta valores nos homens, formando princípios exteriores à sua própria vontade. Por isso, Edgar Morin gostava de repetir aos seus alunos nas calçadas da Écoele des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS), em Paris: “O saber não nos torna melhores, nem mais felizes. Mas, a educação pode ajudar a nos tornarmos melhores, se não mais felizes, a nos ensinar a assumir a parte prosaica e viver a parte poética de nossas vidas”.

Educadores dizem que 2020 foi um ano perdido. E 2021 já está em vias de perdição. A formação educacional por mediação tecnológica longe de despontar como solução, tem sido um retumbante fracasso. Seja pelas desigualdades sociais que impedem a transmissão do conhecimento, porque não são todos os domicílios e famílias brasileiras que têm suporte para aulas por mediação tecnológica em casa, seja pela má qualidade no processo ensino-aprendizagem.

Se a educação tem um valor político (como defende Henry Peter com essa citação: “A educação faz um povo fácil de ser liderado, mas difícil de ser dirigido; fácil de ser governado, mas impossível de ser escravizado“), recrudescemos no nosso nível de consciência cidadã, capacitad os para pensar que fomos neste último ano apenas pelos rumores das redes sociais.

No campo cultural, também vivemos um período de “apagão”. Pesquisas demonstram que livros, peças teatrais, roteiros cinematográficos e outras produções do gênero, sofreram redução de publicação, ensaio e execução em quase 70% (setenta por cento). Tomados pelo pavor, escasseia a criatividade das autoras/es e animadores culturais, daí a risível – ou quase inexistente – produtividade setorial.

A humanidade não está “morrendo” somente por causas respiratórias, mais, muito mais, por causas “inspiratórias”; falta inspiração para viver, escrever, ler, criar, pensar, falar… Estamos letargicamente paralisados pelo medo. Vivemos dois lockdowns muito danosos à evolução humana: o educacional e o cultural.

Albert Schweitzer, um médico alemão que largou a riqueza para fundar hospitais no Gabão, na África Central, no seio da pobreza, costumava dizer que “A tragédia não é quando um homem morre. A tragédia é o que morre dentro de um homem quando ele está vivo.”

NÃO DEVEMOS “MORRER” POR ANTECIPAÇÃO.  É preciso resistir bravamente! Por isso, conclamo: vamos ao campo de batalha em favor da vida! Uma epígrafe machadiana motiva a lutar: “Que é a vida? Uma batalha, Tiro ao longe, espada à cinta; para os barbeiros, navalha; para os escritores, tinta.”  É preciso que o povo da literatura “carregue nas tintas”, para demonstrarem que estão vivos.

Para quem tem ideal, a morte não chega cedo. Fernando Pessoa poetisa sobre a morte que se antecipa aos sonhos: “O amor foi começado, O ideal não acabou, e quem tenha alcançado, Não sabe o que alcançou.”

É mais do que preciso ressuscitar uma ética de vida e rejeitar veemente a replicação da cultura da morte, senão, restará somente o caos a enterrar as nossas últimas quimeras. Devemos sonhar e esperançar que tudo logo passará! O resgate dos valores humanos, o estimulo à educação e o retorno urgente às atividades criativas e culturais é o nosso grande desafio, pois estes promovem a verdadeira prosperidade e a felicidade no ser humano.

A Deus, clamo para que, caso venha a nos faltar a beleza da saúde, que sejamos confortados com a graça da fé. Dê-nos a esperança de dias melhores, para a educação e para a cultura, ânimo aos professores e aos agentes culturais, para que continuem manifestando em seus eflúvios espirituais, a criação e a formação que nos alimenta a alma e que traz causa para as nossas alegrias.

A sociedade nos precedeu e sobreviverá a nós. Nossas vidas não são mais que episódios em sua marcha majestosa pelo tempo. Você não nos vencerá, Senhora Covid-19!

Marcos Araújo é professor e advogado

Categoria(s): Artigo / Política
sexta-feira - 16/04/2021 - 22:42h
Pandemia

Novo vírus cada dia alcança mais gente entre 30 e 49 anos

Do Blog Tio Colorau

Impressiona o número de pessoas abaixo de 60 anos vitimadas pela Covid-19.

De janeiro a março deste ano, a percentagem de mortos entre pessoas de 30-39 anos subiu 353%, e entre 40-49 anos, 419%.

Não faz mais sentido falar em “isolamento vertical”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Saúde
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
quinta-feira - 15/04/2021 - 13:12h
Perda

Francileno Góis morre em consequência da Covid-19

Francileno Góis foi inicialmente internado no Hospital Regional de Caraúbas, mas morreu em Pau dos Ferros (Foto: rede social)

Francileno Góis foi inicialmente internado no Hospital Regional de Caraúbas, mas morreu em Pau dos Ferros (Foto: rede social)

A imprensa de Mossoró e do Rio Grande do Norte perdeu Francileno Góis, 50, repórter da TV Cabo Mossoró (TCM-Telecom).

Faleceu no fim da manhã dessa quinta-feira (15), no Hospital Regional Cleodon Carlos Andrade (HCCA), em Pau dos Ferros. Enfrentava a Covid-19 há vários dias.

Estava intubado há alguns dias após ser transferido do Hospital Hospital Regional Dr. Agnaldo Pereira da Silva, de Caraúnas.

Chegou a preliminarmente usar um capacete Elmo (veja AQUI) para melhorar ventilação, porém precisou ser intubado (veja AQUI).

Essa semana, colegas de reportagem fizeram homenagem a ele e manifestaram o desejo de seu retorno breve e saudável (veja AQUI e vídeo mais abaixo nessa postagem).

Nota do Blog – Falei com ele pela última vez, usando o WhatsApp, no último dia 5. Em digitações curtas e espaçadas em horas, ele disse estar bem, apesar da doença. Ficou a esperança de dar tudo certo. “É doençona” (veja AQUI), admitiu.

Que descanse em paz e sua mulher, filhas e amigos administrem tamanha perda.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Comunicação
quarta-feira - 14/04/2021 - 15:20h
Preocupação

Os riscos de não tomar a segunda dose de vacina contra Covid-19

Do Terra

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse à imprensa essa semana, que mais de 1,5 milhão de brasileiros não voltaram aos postos de saúde para receber a segunda dose da vacina contra a covid-19. Quem não tomou a segunda dose no prazo estipulado, não está imunizado.

Mais de 1,5 milhão de brasileiros não retornaram para a segunda dose, alertou ministro (Foto: BBC News Brasil)

Mais de 1,5 milhão de brasileiros não retornaram para a segunda dose, alertou ministro (Foto: BBC News Brasil)

“Os dados que temos mostram que a pessoa fica resguardada com duas doses. Se ela toma só uma, não completou o esquema e não está vacinada adequadamente”, explica a médica Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações.

Existe um intervalo entre uma dose e a seguinte. Varia de acordo com o imunizante aplicado. No caso da CoronaVac, da Sinovac e Instituto Butantan, o tempo entre a primeira e a segunda dose é de 14 a 28 dias.

Já na AZD1222, de AstraZeneca, Universidade de Oxford e Fundação Oswaldo Cruz, o período de espera é de 3 meses.

Falsa segurança

Por mais que a primeira dose já dê um pouco de proteção, essa taxa não está dentro dos parâmetros estabelecidos pelos especialistas e pelas instituições que definem as regras do setor, como a Organização Mundial da Saúde, o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Outro ponto perigoso: ao receber a primeira dose (e não retornar para completar o esquema vacinal), o indivíduo corre o risco de ficar com uma falsa sensação de segurança.

Ele pode até achar, de forma absolutamente equivocada, que já está imune ao coronavírus e seguir a vida normalmente, sem os cuidados básicos contra a covid-19.

Recomendações mantidas

As recomendações, porém, continuam as mesmas para quem recebeu duas, uma ou nenhuma dose de vacina: todos precisam manter distanciamento físico, usar máscaras, lavar as mãos e cuidar da circulação de ar nos ambientes.

“Se o prazo para receber a segunda dose passou demais, pode ser necessário recomeçar o regime vacinal, pois todos os dados de eficácia que temos são baseados num protocolo. Se fugirmos disso, não temos como garantir a imunização”, diz a imunologista Cristina Bonorino, professora titular da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

De acordo com as últimas informações do Ministério da Saúde, até o momento o Brasil vacinou um total de 27 milhões de pessoas contra a covid-19.

O número corresponde a pouco mais de 12% da população do país.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Saúde
  • Banner - Quixote - Câmara de Mossoró - Abril de 2020
quarta-feira - 14/04/2021 - 13:28h
Rodrigo Rodrigues

Radialista se recupera bem após vencer a Covid-19

Rodrigo, operador de áudio "Maguila", o editor do BCS, advogado Vicente Venâncio e o radialista esportivo Dantas Júnior em 16 de julho de 2016, na Rádio Rural de Mossoró (Foto: arquivo)

Rodrigo, operador de áudio “Maguila”, o editor do BCS, advogado Vicente Venâncio e o radialista esportivo Dantas Júnior em 16 de julho de 2016, na Rádio Rural de Mossoró (Foto: arquivo)

O radialista Rodrigo Rodrigues, de longa atuação no rádio mossoroense, está em casa.

Recupera-se da Covid-19.

Chegou a ser internado no Hospital Rafael Fernandes, mas não enfrentou situação mais extremada da doença

Que bom!

Saúde, meu caro!

Vida que segue.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Comunicação
terça-feira - 13/04/2021 - 08:38h
Amizade e fé

Volta logo, Francileno Góis

Amigos de reportagem da área policial, de vários órgãos de imprensa com atuação em Mossoró, gravam vídeo em frente à Delegacia de Plantão da cidade, com mensagem de esperança, convocação e otimismo ao colega Francileno Góis.

Há mais de duas semanas que ele enfrenta a Covid-19, estando no momento internado no Hospital Regional Cleodon Carlos Andrade (HCCA) em Pau dos Ferros.

Francileno é da equipe da TV Cabo Mossoró (TCM-Telecom).

Volta logo, Francileno!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Gerais
  • Banner - Quixote - Câmara de Mossoró - Abril de 2020
segunda-feira - 12/04/2021 - 18:44h
Boa nova

Beto Rosado anuncia que está curado da Covid-19

Deputado federal postou informação no início da tarde de hoje (Reprodução BCS)

Deputado federal postou informação no início da tarde de hoje (Reprodução BCS)

Em suas redes sociais agora no início da tarde dessa segunda-feira (12), o deputado federal Beto Rosado (Progressistas) anunciou que fez novo teste para detectar eventual coronavírus em seu organismo.

Resultado foi negativo.

Está curado da Covid-19, que o afligiu alguns dias.

Amém!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 12/04/2021 - 09:04h
Imunização

Mossoró teve 2.361 pessoas vacinadas sábado e domingo

Vacinação avançou nas faixas etárias (Foto: PMM)

Vacinação avançou nas faixas etárias (Foto: PMM)

Mossoró conseguiu aplicar 946 doses de vacinas contra a Covid-19 no sábado (10). Já nesse domingo (11), o município fez aplicação de 1.415 doses, totalizando 2.361 doses aplicadas no final de semana.

No fim de semana, mais uma vez houve abertura de dez Unidades Básicas de Saúde para a imunização. No sábado, alcançando 62 anos ou mais e no dia seguinte, para público de 61 anos ou mais.

A secretária da pasta, Dra. Morgana Dantas, relata que o trabalho desenvolvido pelos profissionais e voluntários resultaram numa vacinação rápida e eficiente, sem haver aglomeração.

“Com os dez pontos de vacinação, realizamos a imunização da população sem aglomerar. A prefeitura está célere quando o assunto é vacinação. Já estamos aplicando a primeira dose da vacina nos idosos de 61 anos, na medida que o Governo Federal enviar novas doses, vamos avançando na vacinação”, relatou Morgana Dantas.

Na sexta-feira(09), o Governo do estado destinou 5.530 doses de vacinas para Mossoró. Sendo divididas para aplicação da primeira dose (1.730) e segunda dose (3.800). No montante, o município recebeu 3.840 doses da vacina da Astrazeneca/Oxford e 1.690 doses da vacina Coronavac/Butantan.

Solidariedade

A Prefeitura de Mossoró iniciou uma campanha solidária de arrecadação de alimentos não perecíveis que deverá atender pessoas em situação de vulnerabilidade social diante das dificuldades decorrentes da pandemia.

As doações podem ser feitas por qualquer pessoa que desejar ajudar. Os alimentos poderão ser entregues todos os dias da semana, incluindo sábados e domingos no Centro de Testagem da Covid-19 que funciona no Ginásio Poliesportivo Pedro Ciarlini Neto e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s).

Centro de Testagem Covid-19 do Ginásio Poliesportivo funciona de 7 às 11h e das 13h às 17h.

Com informações da PMM.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
segunda-feira - 12/04/2021 - 08:24h
Mossoró

Morre o advogado Félix Neto, em consequência da Covid-19

Félix faria 57 anos amanhã Foto: redes sociais)

Félix faria 57 anos amanhã Foto: redes sociais)

O advogado mossoroense Félix Gomes Neto (Félix Neto), 56, faleceu nessa segunda-feira (12).

Faria 57 anos amanhã.

É outra vítima das consequências da Covid-19.

Ele estava internado há vários dias em UTI do Hospital Wilson Rosado (HWR).

As notícias mais recentes passadas aos amigos, por seus familiares, apontavam para quadro de estabilidade e recuperação. Entretanto, ocorreu a notícia fatídica nesse dia.

Seu sepultamento acontecerá no Cemitério São Sebastião, às 10h.

Nota do Blog – Minha solidariedade à família e amigos de Félix Neto.

Particularmente, ao professor Wilson Cabral, seu irmão, com quem temos maior proximidade e amizade.

Que descanse em paz.

Que todos consigam administrar essa dor.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Gerais / Saúde
domingo - 11/04/2021 - 09:52h

Quem nega esses números?

sepultamento de morto pela Covid-19 - Diário de Pernambuco - foto ilustrativaPor François Silvestre

Reconheço que há um massacre noticioso sobre a pandemia. Sugiro aos mais atingidos por esse massacre que usem o controle remoto ou desligue o aparelho. É realmente torturante.

Porém, não é uma avalanche de fantasia. Não. É uma crua e cruel realidade. Vejamos:

a) Quando, na história do Brasil, todas as doenças existentes e mais somados os acidentes de trânsito, nós tivemos um mês com mais mortes do que nascimentos? Nunca.

b) Quando, na história, todas as doenças existentes e mais somados os acidentes de trânsito, nós tivemos vários dias sem uma vaga de leito de UTI em todo o território nacional? Nunca.

c) Quando, na história, todas as doenças existentes e mais somados os acidentes de trânsito, algum Estado de Federação teve de exportar doentes para outros Estados? Nunca.

d) Quando, na história, todas as doenças existentes e mais somados os acidentes de trânsito, nós tivemos falta de oxigênio para atendimento hospitalar? Nunca.

Tem mais, muito mais a ser dito. Mas fico por aqui. O vírus não tem culpa, pois nem é um ser vivo em completude, tanto que o antibiótico não o alcança. O antibiótico, como diz o nome, é negação da vida de um ser. No caso, a bactéria. O vírus nem isso é.

culpa, ou melhor, o Dolo da sua propagação sem controle é do conjunto da sociedade. Dos dirigentes negacionistas e da população deseducada.

François Silvestre é escritor

Categoria(s): Artigo / Saúde
  • Banner - Art&C - Prefeitura de Mossoró - Combate á Covid- 04-03-21
sábado - 10/04/2021 - 22:20h
Domingo, 11

Prefeitura anuncia vacinação para faixa de 61 anos ou mais

Nesse sábado houve vacinação (Foto: PMM)

Nesse sábado houve vacinação (Foto: PMM)

Após estender a vacinação para idosos de 62 anos no sábado (10), a Prefeitura de Mossoró anuncia que a partir de domingo (11), a imunização contra a Covid-19 vai alcançar nova faixa etária: 61 anos ou mais.

A secretária de Saúde, Morgana Dantas, comemora o avanço do programa Mossoró Vacina:

– “Temos vacinado contando com parcerias importantes de voluntários, universidades, servidores efetivos da Saúde e de outros segmentos do poder público e da iniciativa privada. Em Mossoró, estamos com essa bela campanha sendo realizada nos sábados e domingos porque as vacinas têm chegado semanalmente ao município”, disse a titular da pasta.

Ela explica que: “havendo vacina disponível, Mossoró Vacina. É um compromisso que temos com a população e que tem todo o apoio do prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade)”.

Ao todo são dez UBS’s abertas em dias de sábado e domingo e 46 UBS’s de segunda a sexta.

As UBS’s abertas no fim de semana são:

UBS Chico Costa – Santo Antônio
UBS Francisco Marques da Silva – Alameda dos Cajueiros
UBS Dr. Lucas Benjamim- Abolição III
UBS José Leão – Alto Da Conceição
UBS Dr. Vereador Layre Rosado – Alto do Sumaré
UBS Dr. Maria Soares da Costa – Alto de São Manoel
UBS Dr. Epitácio da Costa Carvalho – Pintos
UBS Dr. Ildone Cavalcante de Freitas – Barrocas
UBS Marcos Raimundo Costa – Belo Horizonte
UBS Dr. Luiz Escolástico Bezerra – Santa Delmira.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
sábado - 10/04/2021 - 17:18h
Pandemia

O flagelo e os sobreviventes (ainda)

No dia 24 de março, o Brasil chegou à marca de 300 mil mortos pela Covid-19.

Antes do fim de abril deveremos passar dos 400 mil.

Infelizmente, esse flagelo não sensibiliza boa parte do país sobrevivente.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog
  • Repet
quinta-feira - 08/04/2021 - 21:08h
Covid-19

Mais uma vez país passa de 4 mil mortos em 24 horas

Números da Covid-19 seguem assustando (Foto ilustrativa)

Números da Covid-19 seguem assustando (Foto ilustrativa)

G1

O Brasil registrou 4.190 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta quinta-feira (8) 345.287 vítimas desde o início da pandemiaEssa é a segunda pior marca em um dia até aqui. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias ficou em 2.818.

Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +17%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta quinta. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Veja quadro do movimento de óbitos nos estados:

  • Subindo (11 estados e o Distrito Federal): PR, ES, MG, RJ, SP, DF, MS, AP, CE, MA, PE e PI
  • Em estabilidade (11 estados): GO, MT, AC, AM, PA, RR, TO, AL, PB, RN e SE
  • Em queda (4 estados): RS, SC, RO e BA

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

RN

Rio Grande do Norte tem 203.389 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemiaNo total, 4.806 pessoas perderam a vida por causa da doença no estado. Os dados estão no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta quinta-feira (8). Outros 952 óbitos estão sob investigação.

No comparativo com o boletim de quarta-feira (7)são 1.652 novos casos e 20 mortes a mais – sendo 10 óbitos ocorridos nas últimas 24 horas, em Natal (4), Mossoró (1), São Gonçalo do Amarante (1), João Câmara (1), Assú (1), Brejinho (1) e Angicos (1).

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Saúde
quinta-feira - 08/04/2021 - 13:10h
Francileno Góis

Com Covid-19, repórter é transportado para outro hospital

Góis: em busca de UTI (Foto: TCM-Telecom)

Góis: em busca de UTI (Foto: TCM-Telecom)

Infelizmente, não é bom o quadro de saúde do repórter Francileno Góis, integrante da equipe de jornalismo da TV Cabo Mossoró-Telecom (TCM). Está com Covid-19.

No final da manhã dessa quinta-feira (8), ele foi transportado do Hospital Regional Doutor Aguinaldo Pereira da Silva, de Caraúbas, para o Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros.

Abriu uma vaga em leito de UTI, o que não era possível em Caraúbas onde estava em leito clínico.

Ele está há cerca de 13 dias enfrentando a doença.

Nota do Blog – Conversei com Francileno pelo WhatsApp duas vezes na segunda-feira (5) – veja AQUI. Nas duas ocasiões, ele falava de novas dificuldades.

Estamos na torcida por sua recuperação. Vai dar certo.

Amém!

companhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Saúde
  • Repet
quarta-feira - 07/04/2021 - 12:00h
Brasil

Morte por Covid-19 sem fator de risco chega 27,4% em março

mortes-covid-sem-fator-risco-drive-5-abr-2021-alta-1536x1536Do Poder 360

O percentual de pessoas sem nenhum fator de risco entre os mortos por covid-19 no Brasil sobe há 6 meses e chegou a 27,4% em março. É o número mais alto desde maio de 2020 (32%), quando havia menos protocolos para lidar com pacientes nos hospitais. Nos últimos 6 meses, a alta foi de 7,5 pontos percentuais.

Ou seja, o agravamento da pandemia coincide com aumento da presença de pessoas sem doenças prévias entre os mortos.

Os dados são de levantamento feito pelo Poder360 em 295.834 registros de mortes por covid que têm informação sobre presença ou ausência de doenças pré-existentes no banco de dados do SUS. As informações vão de março de 2020 a 29 de março de 2021.

A maior circulação de pessoas jovens e sem doenças prévias contribui com esse cenário. Há outras razões, como a sobrecarga do sistema de saúde brasileiro.

Mais mortes

O grau de infecciosidade das novas variantes é muito alto. As pessoas sem doenças pré-existentes ou mais jovens circulam mais que os outros, estão mais expostas. E o jeito como elas têm chegado às UTIs contribui com o aumento de mortes. Já chegam precisando de ventilação mecânica, de diálise, de ECMO (pulmão artificial). Pacientes que chegam nessa situação também morrem mais“, diz o médico Ederlon Rezende, que faz parte do conselho consultivo da Amib (Associação de Medicina Intensiva Brasileira).

A última vez que o percentual de mortos sem nenhuma comorbidade esteve tão alto foi durante a 1ª onda de contágios. Em abril e maio de 2020, 32% dos mortos não tinham condição pré-existente. Além de se saber menos sobre a doença naquele momento, os sistemas hospitalares do Norte e de algumas regiões do Nordeste entraram em colapso nos meses iniciais da pandemia.

Doenças pré-existentes

Embora esteja em queda nos últimos 6 meses, o percentual de mortos em março que já tinham alguma doença pré-existente é alto: 72,6%. Se considerarmos dados de todo o período da pandemia, 3 em cada 4 mortos possuíam alguma comorbidade.Dez maiores fatores de risco para morte por Covid-19 no país em 07-04-21 - Poder 360

Dos quase 296 mil registros de mortos analisados pelo Poder360, 125 mil indicam alguma doença pré-existente relacionada ao sistema cardiovascular. A 2ª condição mais presente nas pessoas que morreram é a diabetes: 31,4% de todos os óbitos por covid foram de diabéticos.

As duas condições são também muito comuns na população brasileira como um todo, o que ajuda a explicar, em parte, a presença no grupo dos mortos por covid-19“, diz Bozza.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Saúde
quarta-feira - 07/04/2021 - 10:50h
Novo recorde

Brasil chega a 4.211 vítimas da Covid-19 em 24h; RN tem 15

Brasil com mais de 4 mil mortes por Covid-19O Brasil registrou 4.211 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, batendo pela primeira vez a trágica marca de 4 mil óbitos anotados em um só dia e totalizando nesta terça-feira (6) 337.364 vítimas.

Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias ficou em 2.775.

Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +22%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Veja comportamento da letalidade da doença em cada estado:

  • Subindo (13 estados e o Distrito Federal): ES, MG, RJ, SP, DF, MS, MT, AP, PA, CE, MA, PB, PE e PI
  • Em estabilidade (8 estados): PR, SC, GO, RO, TO, AL, RN e SE
  • Em queda (5 estados): RS, AC, AM, RR e BA

Saiba mais detalhes AQUI.

RN

No Rio Grande do Norte, os dados oficiais apontam 4.710 mortes pela doença e 15 novos óbitos nas últimas 24 horas, dados divulgados nessa terça-feira (6) e publicados às 21h43.

O estado passou de 200 mil casos confirmados. Atingiu marca de 200.779, com 127.103 e 58.855 suspeitos.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Saúde
  • Repet
terça-feira - 06/04/2021 - 21:46h
TJRN

Desembargador mantém proibição de venda de bebidas alcoólicas

Bebidas, não (Foto ilustrativa)

Bebidas, não (Foto ilustrativa)

O desembargador João Rebouças, do Tribunal de Justiça do RN (TJRN), indeferiu pedido de concessão de liminar feito pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL/RN) para suspensão da eficácia do artigo 12 do Decreto Estadual nº 30.458, de 1º de abril de 2021, com a consequente autorização da venda de bebidas alcoólicas por parte dos bares, restaurantes e similares, em meio ao retorno das atividades presenciais nesses estabelecimentos.

O desembargador entendeu não estar presente o requisito da “fumaça do bom direito” em favor da Abrasel, não obstante as dificuldades com que o setor econômico no Estado vem passando, em razão das medidas de restrições impostas no combate ao coronavírus.

João Rebouças destacou não vislumbrar, ainda que em análise superficial, qualquer ilegalidade ou falta de motivação no ato normativo.

Em seu entendimento, a discricionariedade da administração, neste caso, encontra-se amparada em dados técnicos que sugerem a pertinência do Decreto (Recomendação do Comitê de Especialistas da SESAP -RN), “sobretudo no que concerne à venda de bebidas alcoólicas que, conforme é consabido, o seu consumo, na maioria das vezes, é realizado mediante a reunião de pessoas amigas, familiares, implicando aglomerações, o que vai de encontro ao objetivo central, que é o isolamento de pessoas”, anotou o magistrado.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Economia / Justiça/Direito/Ministério Público / Saúde
segunda-feira - 05/04/2021 - 15:23h
Covid-19

Mossoró vacina quase 3 mil pessoas sábado e domingo

Nova etapa da vacinação foi no sábado e domingo (Foto: Célio Duarte)

Nova etapa da vacinação foi no sábado e domingo (Foto: Célio Duarte)

A campanha Mossoró Vacina concluiu mais um final de semana com sucesso. É o que avalia a Prefeitura Municipal de Mossoró. Por meio da campanha foi possível acelerar a imunização contra a Covid-19 de idosos de 64 e 63 anos. Foram abertas 10 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com a meta de reforçar a vacinação no município através da aplicação das doses recebidas na última sexta-feira (02).

O balanço da campanha mostra que foram aplicadas 1.326 doses no sábado e outras 1.634 doses no domingo, totalizando a aplicação de 2.960 doses em dois dias.

Os números mostram mais uma vez o sucesso da iniciativa, conforme explica a secretária municipal de Saúde, Morgana Dantas:

– “O município tem total interesse em vacinar o máximo que for possível as pessoas dos públicos indicados pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Estado da Saúde Pública. Temos adotado essa postura de transparência e de agilidade, pois hoje, já estamos vacinando idosos de 63 anos ou mais, à frente de cidades como Natal”, disse a titular da pasta.

Balanço da campanha Mossoró Vacina

Sábado: 1.326
Domingo: 1.634
Total de doses aplicadas: 2.960

Equipes

10 UBS’s abertas
10 ASG’s (1 por UBS)
40 vacinadores (4 por UBS)
10 enfermeiros (1 por UBS)
20 digitadores (2 por UBS)
40 técnicos de enfermagem (4 por UBS)
20 homens do Tiro de Guerra (2 por UBS)
100 voluntários distribuídos de acordo com o tamanho da cobertura de cada UBS
14 tendas.

Veja AQUI como foi o trabalho no fim de semana anterior.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
  • Repet
segunda-feira - 05/04/2021 - 11:50h
Imunização

RN+Vacina diz que Mossoró já aplicou 40.844 doses contra Covid-19

Vacinação - Doses aplicadas em Mossoró até a manhã de 05-04-21Do Blog Diário Político

Até a manhã desta segunda-feira (05/04), por volta das 9h30, a vacinação em Mossoró chegou a 40.844 de doses aplicadas contra Covid-19. No total, essa quantidade corresponde a 13,59% da população, sendo 56% de primeira e 9% segunda dose.

A semana começou com os postos de saúde imunizando idosos a partir dos 63 anos.

Para comparação, Natal vacinou 11,39% da população com 101.412 doses aplicadas até essa segunda-feira.

Em Mossoró, cadastradas no programa RN+VACINA são 98.995 pessoas até às 9h30 de hoje. A população estimada de Mossoró é de 300.618 habitantes.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
domingo - 04/04/2021 - 10:04h
Vacinação

A vez de quem possui comorbidades

Diabéticos, comorbidadesDo Blog da Chris

O governo do estado, prefeitura de Mossoró e vereadores deveriam ter um olhar especial para os portadores de comorbidades em relação à vacinação.

Diabéticos, hipertensos, obesos mórbidos e asmáticos estão sendo esquecidos. Todos os dias aparecem categorias e grupos de prioridades e esses sendo deixados de lado.

Vale lembrar que os portadores de comorbidades estão inseridos no plano nacional de vacinação, e depois dos idosos (60 anos) têm que ser vacinados, mas todos os dias antecipam categorias aos que possuem essas doenças crônicas, isso para agradar A ou B. Está errado.

Só no município são aproximadamente 07 mil diabéticos que recebem medicamentos do poder publico, segundo informação de representantes da Associação de Assistência aos Diabéticos e Hipertensos de Mossoró (AADHM). Grande parte de pessoas que estão expostas e saem de casa para trabalhar.

Pedimos aos nossos gestores e representante que respeitem o plano nacional de vacinação. Essas pessoas estão sendo por demais prejudicadas.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Opinião / Saúde
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.