terça-feira - 18/02/2020 - 14:30h
Prisão disciplinar

Kelps entra com habeas corpus preventivo em favor de PM’s


deputado vê prisão como "medieval" (Foto ilustrativa)

O deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) entrou com habeas corpus preventivo coletivo em favor de toda a tropa da Polícia Militar do Rio Grande do Norte e contra o Governo do Estado, gestão Fátima Bezerra (PT).

A partir de alerta feito pelo Subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos (ASSPMBMRN), Kelps acaba de ingressar no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) com um habeas corpus preventivo para evitar que o governo estadual prospere com a decisão de manter a “prisão disciplinar”, tipo de política estatal considerada por ele como antiquada e medieval.

“O Governo Federal já decretou o fim da prisão disciplinar mas, estranhamente, o Governo do RN, hoje administrado pelo PT, editou uma norma recente mantendo a prisão disciplinar contra policiais”, esclarece Kelps.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política / Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. Raniele Costa diz:

    Fato interessante, Fátima Silva Livre é contra a polícia em qualquer situação, ela deveria era acabar com a Policia estadual através de um simples decreto ou com votação na câmera estadual já que ela têm a maioria era bem rápido pra ela resolver isso.

  2. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Temos notícias de constante recuo do governo potiguar. Agora, vemos uma insurgência contra decisão federal. Será que há, uma pretensão de se infligir também castigos corporais à nossa PM? Quer o governo do RN permanecer com a prisão preventiva depois de robustamente derrubada? Mal comparando, dia desses estudei a Revolta da Chibata com um dos netos…

Deixe uma resposta para Q1naide maria rosado de souza Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.