segunda-feira - 24/06/2019 - 10:20h
Dinheiro e descaso

Rosalba faz ‘duas’ obras na mesma praça e mantém abandono

Recursos utilizados para a Vigário Antônio Joaquim, marco zero de Mossoró, passam dos R$ 520,6 mil

Institucionalizada como “marco zero” de Mossoró a partir do Projeto de Lei nº 137/18 de autoria do vereador Professor Francisco Carlos (PP), aprovado em 10 de outubro do ano passado, a Praça Vigário Antônio Joaquim segue encoberta por tapumes de alumínio e em processo de depredação, sem vigilância, mesmo antes de ser reinaugurada. Pelo menos duas ordens de serviço à sua restauração foram assinadas ano passado pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP), em valores que somam R$ 520.625,10.

Tapumes arrancados abrem caminho à ocupação de viciados em drogas, além de expor o que parece não ter fim (Foto: BCS)

Segundo informava o portal da Prefeitura Municipal de Mossoró no dia 10 de abril de 2018, “a Praça Vigário Antônio Joaquim receberá reestruturação e reparos no piso, substituição das lâmpadas por led, recuperação da fonte e da estátua do ex-governador Dix-sept Rosado”.

A notícia amplamente divulgada na mídia local e em páginas jornalísticas virtuais no estado, acrescentava que o empreendimento seria executado pela “empresa Lima Engenharia e Construções, com área construída de cerca de 1.900 metros quadrados, orçada em R$ 95.491,66 e prazo de entrega para 120 dias” (veja AQUI).

Em 10 de abril de 2018, Rosalba assinava primeira ordem de serviço de obra (obras) que se arrasta (Foto: PMM)

O portal da prefeitura divulgou que em 21 de setembro de 2018 (veja AQUI) a prefeita visitara a praça em recuperação, em plena campanha eleitoral estadual. Dia 18 de outubro, novamente (veja AQUI). Não por coincidência, dias antes das eleições em primeiro e segundo turno, em que seu filho Kadu Ciarlini (PP) era candidato a vice-governador de Carlos Eduardo Alves (PDT).

Outra empresa

A Comunicação Social da municipalidade propagou que “o equipamento está sendo todo reestruturado e com a reforma receberá um novo piso, os bancos serão restaurados, a fonte será toda recuperada com a substituição do revestimento, limpeza dos bustos, recuperação do mármore e todos os postes receberão iluminação em led”.

No final de setembro trabalhadores começaram a cercar a praça (veja AQUI), com a nova obra definida (e outra empresa) no valor de R$ 425.132,44. Em seis meses tudo seria entregue, garantia a propaganda municipal. Ou seja, março de 2019.

Placa de "segunda" obra mostra prazo, nova construtora e valor de mais de R$ 425 mil (Foto: BCS)

Impressiona como o próprio noticiário oficial se confunde em valores, tempo de realização de duas obras praticamente semelhantes (conforme suas informações) e também ignora o descumprimento de prazos em dimensão despropositada.

Conforme se apura com base na divulgação do governo municipal, uma obra é sequenciada por outra no mesmo equipamento público, com duas ordens de serviço e mesmo assim não é entregue. Arrasta-se e compromete até a secular Festa de Santa Luzia, visto que a praça fica diante da catedral que leva o nome da padroeira da cidade.

Dix-sept Rosado escondido

Nesta segunda-feira, às 8h34, o Blog Carlos Santos voltou ao local, como já o fizera na sexta-feira (21) à tarde. Fácil observar que em vários locais, tapumes foram arrombados ou derrubados. Ninguém trabalhava na execução da obra (ou obras).

A placa atual com informações dos serviços aponta o valor de R$ 425.132,44, com tarefa sob responsabilidade da Vita Comércio e Serviços Ltda. A placa anterior em que citava o montante de R$ 95.491,66 foi retirada há tempos.

Ao fundo, monumento do sogro da prefeita pode ser visto após depredação de tapumes (Foto: BCS)

Um traço de ironia nesse caso, é que em plena praça está uma estátua do governador Dix-sept Rosado (25/03/1911-12/07/1951), sogro da prefeita.  O monumento tem três metros e 80 centímetros de altura e pesa 1,300 tonelada.

Foi inaugurado em 30 de setembro de 1953. Mas apesar de sua opulência, segue escondida. Um escárnio à sua imagem, e parte de quem não se podia imaginar: a mulher do seu filho Carlos Augusto Rosado.

Leia também: Mossoró tem abandono vergonhoso no centro da cidade;

Leia também: Após alerta do Blog Carlos Santos, prefeitura recuperará praças;

Leia também: Minha Mossoró, o que estão fazendo com você?

Estátua de Dix-sept durante muito tempo serviu de poleiro para pombos na cidade governada por nora (Foto: Valéria Lima)

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política

Comentários

  1. Fernando diz:

    A grande reforma passa pela retirada dessa estátua horrível.

  2. Rui Nascimento diz:

    Mossoró não tem governo, tem dono, e faz tempo! Portanto, o dono faz o quer no seu “empreendimento”!

    E viva São João! Vivaaaaaaa!!!!

  3. Emery Jussier Costa diz:

    Essa situação na Praça Vigário Antônio Joaquim é de envergonhar qualquer cidadão

  4. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    E os Monarquistas ignaros Monarquistas silenciosamente baixam a espinha e aplaudem….!!!

    É essa gente estúpida, analfabeta, viciada, obtusa, corrupta e Burro Nariano, que de fato, mantém Mossoró na ilha do atraso década e décadas a fio….!!!

    Lembram da reação da maioria suposta turba enfurecida quando à frente do Palácio Rodolfo Fernandes estava o Prefeito Francisco José….!!!???

    A propósito, cadê a classe mérdia de Mossoró suposta combatente da corrupção…!!!???
    E os supostos meios de comunicação social mais conhecidos como imprensa…!!!
    Ah, não esquecendo dos analfas do contingente denominado rede social em suas supostas indignações udenistas seletivas, onde andam…!!!???

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.