domingo - 18/10/2020 - 21:12h
Violência

Grupo de Izabel dá versão sobre confronto físico em carreata


Em relação à briga envolvendo assessores e militantes das candidatas à Câmara Municipal de Mossoró, vereadora-presidente Izabel Montenegro (MDB) e ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB), dia passado, recebemos uma Nota de Esclarecimento.

Sobre o que noticiamos (veja AQUI), relatando o episódio de confronto em plena carreata da Coligação Força do Povo, nenhum reparo. A Nota de Esclarecimento da coordenação de campanha de Izabel Montenegro dá sua posição sobre caso. Leia abaixo:

A respeito do incidente na carreata de ontem (17), nosso espaço em mobilizações do tipo foi desrespeitado, mais uma vez. Tentamos contornar pelo diálogo, mas não foi possível. Ânimos se exaltaram, infelizmente, mas não por nossa iniciativa.

A vereadora Izabel Montenegro estava em outro local da carreata. Foi poupada, por exemplo, de assistir à garrafada em integrante da nossa equipe, que foi hospitalizado. Repudiamos todo e qualquer ato de violência.

Nesse sentido, os dois grupos fizeram acordo na Delegacia de Plantão, por meio de advogados, para convivência pacífica.

Em respeito ao povo de Mossoró, lamentamos o ocorrido e reiteramos apelo pela paz, a fim de que fatos assim não se repitam.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
domingo - 18/10/2020 - 16:00h
'Força do Povo'

Militantes e assessores de candidatas entram em confronto


A carreata da Coligação Força do Povo foi marcada por um sério incidente, por volta de 20h desse sábado (17), no bairro Belo Horizonte, em Mossoró.

Militantes e assessores das candidatas à vereança, vereadora Izabel Montenegro (MDB) e ex-deputada estadual Larissa Rosado (PSDB), trocaram socos, pontapés e até houve registro de gente ferida com garrafada, a ponto de ser socorrida ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM).

O caso foi levado à Primeira Delegacia da Polícia Civil no bairro São Manoel. Parte dos brigões foi ouvida, com promessa de se evitar novos confrontos.

Delegacia

O impasse ocorreu porque paredão de som e veículos que seguiam Larissa e sua mãe, atual vereadora Sandra Rosado (PSDB), ocuparam outra faixa de rua para se aproximarem de veículos da majoritária, com a prefeita e candidata à reeleição Rosalba Ciarlini (PP).

Inconformados, assessores e militantes de Izabel partiram para obstrução da pista de rolamento. Daí surgiu a pancadaria.

Otávio Lopes, o conhecido “Otavinho”, ao lado de um filho e o locutor Jaedson Freitas, foram cercados e sofreram maior parte da pancadaria dos seguidores de Izabel Montenegro. “Eu vi Otavinho no chão, depois de um soco, e procurei apartar, mas acabei apanhando também”, comenta Jaedson Freitas.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
sexta-feira - 16/10/2020 - 11:40h
Izabel Montenegro

‘Sal Grosso’ causa problema à candidatura de vereadora


Izabel, em 2007, à porta da CMM testemunhava ação do MP (Foto: arquivo)

Como desdobramento da “Operação Sal Grosso”, investigação do Ministério Público do RN (MPRN) que eclodiu na Câmara Municipal de Mossoró em 2007, a atual presidente desse poder – Izabel Montenegro (MDB) – teve indeferido seu pedido de registro de candidatura à reeleição.

A decisão é do juiz Vagnos Kelly Figueiredo, da 34ª Zona Eleitoral. Ele acatou Ação de Impugnação de Registro de Candidatura (AIRC) do promotor eleitoral Romero Marinho.

A vereadora é condenada a dois anos de reclusão em regime aberto. A punição em colegiado (segundo grau) levou o magistrado à decisão. Mesmo assim, Izabel Montenegro segue com atos de campanha, tendo direito a recurso.

O outro lado

Em nota enviada ao Blog Carlos Santos, Izabel Montenegro dá sua posição sobre o caso:

Mantemos nossa postulação à Câmara Municipal de Mossoró. Não vemos impedimento à candidatura e, por isso, recorremos para sanar questões jurídicas. Nossa campanha continua normalmente. Agradeço o apoio e, com a bênção de Deus, seremos vitoriosos em 15 de novembro.

Leia tambémJustiça rejeita pedido de registro de candidatura de vereador governista.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
segunda-feira - 05/10/2020 - 14:12h
Mossoró

Outro vereador tem candidatura impugnada pelo MPE


Bezerra emitiu nota (Foto: Edilberto Barros)

Mais um vereador é alcançado por Ação de Impugnação de Registro de Candidatura (AIRC) em Mossoró. Dessa feita, o governista Manoel Bezerra de Maria (PP).

A exemplo do que já acontecera com Izabel Montenegro (MDB) – veja AQUI, que inclusive é presidente da Câmara Municipal e também da bancada da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), Bezerra sofre AIRC do Ministério Público Eleitoral (MPE).

Ele tem duas punições – uma criminal e outra cível – em decorrência da Operação Sal Grosso (irregularidades com consignados na Câmara Municipal de Mosssoró, em 2014).

Com base na Lei da Ficha Limpa, o MPE entrou com essa ação, para que ele não tenha direito ao registro de candidatura.

O outro lado

O vereador manifesta-se sobre a AIRC, em contato com o Blog Carlos Santos. Veja abaixo:

Em relação ao pedido de impugnação de registro da nossa candidatura, reafirmo estar apto juridicamente para a eleição 2020. Comprovaremos essa condição à Justiça Eleitoral, ao passo que nossa campanha segue normal, sem qualquer impedimento.

Agradeço, portanto, a confiança de todos e todas e seguimos juntos para mais uma vitória, com as bençãos de Deus.

Nota do Blog - Além de ambos vereadores, a candidata a prefeito pela Coligação Juntos por Mossoró, ex-prefeita Cláudia Regina (DEM), sofre com AIRC do MPE – veja AQUI e AQUI.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
quinta-feira - 24/09/2020 - 23:22h
Política

Bases de vereador desistente devem ser repassadas


A desistência de campanha à reeleição do vereador Alex Moacir (PP), por força de problemas judiciais (veja AQUI), tem levado vários colegas de partido e de outras legendas governistas à procura de apoio seu e de suas bases.

Mas, pelo visto, a presidente da Câmara Municipal Izabel Montenegro (MDB) e a ex-vereadora Arlene Souza (PP) vão receber as maiores parcelas desse acervo de lideranças.

Moacir deverá ser um dos coordenadores da campanha majoritária à reeleição da prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 21/09/2020 - 18:34h
Izabel Montenegro

Presidente recruta mais e mais apoios à sua reeleição


A presidente da Câmara Municipal de Mossoró e do MDB no município, Izabel Montenegro, faz um trabalho intenso de recrutamento de apoios à sua reeleição.

A tarefa está muito bem encaminhada.

Mas, seu olhar vai um pouco mais além.

Quer ser campeã de votos.

E outra vez presidente desse poder, cargo que ocupa pela segunda vez consecutiva na atual legislatura.

Contra tudo e contra todos, que se diga.

Até mesmo, a contragosto do casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado.

Veremos!

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
terça-feira - 15/09/2020 - 07:30h
Mossoró

MDB faz sua convenção à noite dessa terça-feira


Izabel preside partido (Foto: arquivo)

O MDB Mossoró realizará convenção, nesta terça-feira (15), às 20h, no plenário da Câmara Municipal. No ato, o partido homologará nomes ao Legislativo e coligação à Prefeitura na eleição de 15 de novembro. Presidente da legenda em Mossoró, a vereadora Izabel Montenegro assegura que o MDB terá chapa competitiva à Câmara.

O partido, segundo ela, tem história e quer continuar contribuindo também na Casa.

O ato será presencial e remoto por recomendação sanitária. Lideranças estaduais – como o deputado federal Walter Alves, o ex-senador Garibaldi Filho e o ex-deputado Henrique Alves – participarão por videoconferência.

O uso de máscara será obrigatório e o acesso, disciplinado para evitar aglomeração devido à Covid-19.

A convenção será transmitida, ao vivo, pelo Facebook (https://www.facebook.com/mdbmossoro).

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 14/09/2020 - 12:44h
Aprovado

Mossoró vai eleger 23 vereadores para próxima legislatura


Sede da Câmara de Mossoró: mais representatividade (Foto: arquivo)

O Jornal Oficial de Mossoró (JOM) publica ainda hoje (14), em edição extra, a Emenda 10/2020 à Lei Orgânica do Município (LOM), que aumenta de 21 para 23 o total de vagas na Câmara Municipal de Mossoró. A mudança foi aprovada no plenário hoje de manhã, em segundo turno, por unanimidade, em sessão extraordinária.

O Legislativo também encaminhou a emenda para publicação no Diário Oficial da Federação das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte (FECAM/RN). Como é publicada antes do prazo final das convenções partidárias, quarta-feira (16), a nova composição da Câmara vale para a eleição deste ano, com posse em janeiro de 2021.

A medida adéqua o Legislativo à nova população de Mossoró, 300.618 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a Constituição, municípios entre 301 mil e 450 mil habitantes têm direito a 23 vereadores. As atuais 21 vagas são baseadas na população até 2019: 297.378 habitantes.

Redação

A votação de hoje respeitou o interstício regimental – intervalo de dez dias entre o primeiro e o segundo turno, no último dia 1º. A mudança na Lei Orgânica foi feita pelo projeto 01/2020, de autoria da Mesa Diretora. Deu a seguinte redação ao artigo 28: “O poder Legislativo de Mossoró é exercido pela Câmara Municipal, composta por 23 vereadores.”

A presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB), avalia que a medida dará mais representatividade ao povo no Parlamento. Reiterou que não haverá aumento de despesa. “O duodécimo independe do número de vereadores”, frisa.

Lembrou a redução de 21 para 13 vagas na Casa (entre 2005 e 2012), a qual não alterou o repasse à Câmara.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
segunda-feira - 07/09/2020 - 16:52h
Próxima legislatura

Rosalbismo quer Alex Moacir presidindo Câmara Municipal


Se a eleição para presidência da Câmara Municipal de Mossoró fosse hoje (segunda-feira, 7), o vereador Alex Moacir (PP) seria a bola da vez do rosalbismo.

Alex e Izabel: mudança aos olhos do primeiro-casal (Foto: arquivo)

Nos intramuros do governismo, o parlamentar que é casado com uma Rosado, a empresária Andréa Rosado, atende plenamente ao perfil do que o casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado quer para o legislativo mossoroense.

A indócil aliada Izabel Montenegro (MDB) não era preferida na eleição para o primeiro biênio (2017-2018) da atual legislatura nem na antecipação que fez para segundo biênio (2019-2020).

Reeleita, Rosalba quer gente mais maleável, próxima e de confiança.

Tudo que Moacir preenche. O que é diametralmente oposto em relação à Izabel.

Basta ele também se reeleger.

A prefeita e Alex Moacir são tidos como reeleitos, nas contas da cúpula governista.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 31/08/2020 - 16:48h
Terça-feira, 1º

Câmara de Mossoró vota aumento no número de vereadores


A Câmara Municipal de Mossoró realizará sessão extraordinária, amanhã (1º), às 11h. Na pauta, adequação da Casa ao número de habitantes. Mossoró superou a faixa de 300 mil pessoas e conquistou o direito a 23 vagas no Legislativo, conforme o artigo 29 da Constituição Federal.Plenário da Câmara Municipal de Mossoró tem atualmente 21 vereadores (Foto: Edilberto Barros)

Na reunião das 11h (após a sessão ordinária, às 9h), o plenário analisará o Projeto de Emenda à Lei Orgânica 01/2020, em primeiro turno. A proposição é de autoria coletiva e aumenta de 21 para 23 o total de vereadores. A segunda votação está prevista para 14 de setembro.

Feita até o prazo final para as convenções partidárias (31 de agosto a 16 de setembro), a mudança valerá para a eleição de 2020. Ou seja, no pleito de 15 de novembro, o eleitor mossoroense elegerá 23 parlamentares, que assumirão o mandato na Câmara em 1º de janeiro de 2021.

Atualização

A atual composição é amparada na população de 2019: 297.378 habitantes. A Constituição estabelece 21 vagas para municípios entre 160 mil e 300 mil habitantes. Quinta-feira (27), contudo, o IBGE atualizou a população de Mossoró, com dados de 2020: 300.618 habitantes.

A presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB), diz ser dever legal do Legislativo fazer a adequação. “Importante salientar que não haverá aumento de despesa para o contribuinte. O parâmetro do duodécimo para 21 vagas se manterá para 23 vereadores”, explica.

Leia também: Partidos poderão ter mais candidatos a vereador.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
quarta-feira - 26/08/2020 - 23:50h
Cultura

Sessão solene lembrará os 100 anos de Vingt-un Rosado


Professor Vingt-un: importância (Foto: arquivo)

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou nessa quarta-feira (26), sessão solene em homenagem ao professor, escritor e criador da Coleção Mossoroense, Vingt-un Rosado (1920-2005).

Ele completaria 100 anos em 2020.

A solenidade será realizada dia 25 de setembro.

A homenagem é proposta pela presidente da Casa, Izabel Montenegro (MDB).

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Cultura / Política
quinta-feira - 06/08/2020 - 16:34h
Política

MDB se queixa que é procurado por DEM e ignorado por prefeita


A presidente da Câmara Municipal e do MDB, em Mossoró, vereadora Izabel Montenegro, bem àquele seu estilo sem rodeios e arrasa-quarteirão, mandou recado sem intermediários para o Palácio da Resistência, sede do governismo municipal.

Foi em entrevista agora à tarde (quinta-feira, 6), ao Programa Show Joãozinho GPS da Rádio Difusora de Mossoró.

Indagada se já tinha sido procurada pelo casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto, para tratar sobre chapa majoritária, Izabel disparou:

- Não fomos chamados para nenhuma conversa. Política se faz com conversa.

Logo em seguida, ela emendou: “Até agora, quem nos  procurou foi o DEM do ex-senador José Agripino. Ele falou com o ex-senador Garibaldi Filho (MDB), para uma conversa com Cláudia Regina (DEM) – pré-candidata a prefeito. Mas o senador disse que ainda era cedo e assim mesmo, a decisão seria comigo.

Semana passada o Blog Carlos Santos já já tinha noticiado que o ex-senador estava procurando pavimentar caminho para sua aliada do DEM: Agripino faz política do ‘abre portas’. Izabel confirmou.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
sexta-feira - 29/05/2020 - 12:58h
Trabalho

Câmara suspende recesso e mantém sessões remotas


Sessões remotas vão continuar (Foto: arquivo/Edilberto Barros)

Com base no Ato da Mesa 07/2020, a Câmara Municipal de Mossoró prorrogou medidas de prevenção à Covid-19, até 30 de junho. Até lá, estão mantidas as sessões por Sistema Deliberação Remota (SDR) e reuniões de comissões também por videoconferência.

O Legislativo decidiu ainda suspender o recesso de meio do ano em 2020, entre 19 de julho e 2 de agosto, também por causa da pandemia.

A resolução, de autoria do vereador Petras (DEM), deverá ser votada terça-feira (2), e a Casa manterá em alta a agenda parlamentar.

O recesso já fora reduzido em 2019.

“Diminuímos a pausa de meio e final de ano e acrescentamos 38 dias úteis ao plenário. Com a suspensão em julho de 2020, serão 53 dias a mais para sessões”, calcula a presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB).

Com informações da Câmara Municipal de Mossoró.

Leia também: Petras propõe suspensão de recesso em Câmara Municipal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 27/05/2020 - 12:20h
Pandemia

Petras propõe suspensão de recesso em Câmara Municipal


Petras: momento delicado (Foto: divulgação)

Na sessão remota ordinária dessa quarta-feira (27), o vereador Petras Vinícius (DEM) propôs suspensão do recesso parlamentar de julho, na Câmara de Mossoró.

“O momento de pandemia também exige do Parlamento Municipal esforço concentrado para atender as demandas da população”, justificou. Na próxima semana, a Casa deve apreciar sua proposição.

O recesso do meio do ano, na Câmara, compreende a segunda quinzena de julho. Era o mês todo, mas foi reduzido pela metade em 2019.

Sem atividades

“Espero contar com apoio dos colegas vereadores e vereadoras para não interrompermos as sessões em julho”, defende Petras.

A Câmara Municipal de Mossoró passou quase dois meses sem atividades ordinárias esse ano, em face da expansão da Covid-19. Só a partir de pressão da bancada da oposição e setores da imprensa, é que a presidente Izabel Montenegro (MDB) voltou atrás (veja AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 12/05/2020 - 15:28h
Sessões virtuais

Câmara vai pegar acúmulo de quase dois meses sem trabalhar


Sessão remota saiu após quase dois meses (Foto: reprodução)

A Câmara Municipal de Mossoró analisará 116 matérias na sessão ordinária de amanhã (13), às 9h, por meio do Sistema de Deliberação Remota (SDR). O trabalho foi regulamentado hoje (12), com a aprovação do Projeto de Resolução (PR) 06/2020, por unanimidade.

A matéria normatiza sessões ordinárias por SDR.

As reuniões extraordinárias foram regulamentadas no último dia 15 – como as duas de hoje sobre o PR 06/2020. Na primeira, os vereadores votaram destaques ao projeto e, na segunda, a redação final da matéria, por SDR.

O PR/2020 é de autoria da presidente Izabel Montenegro (MDB) e foi aprovado, com três emendas, da oposição e da situação.

“Esses destaques aperfeiçoam a proposta, que nos dá segurança jurídica para legislarmos remotamente na pandemia de covid-19”, avalia.

Nota do Blog – O número de matérias em pauta, que chega ao total de 116, além de outros projetos que logo vão ser apreciados, mostra como foi inconsequente e irresponsável se fechar a CMM por quase dois meses, decisão tomada pela presidente plenipotenciária Izabel Montenegro (MDB).

Quanta perda de tempo, num momento em que o município enfrenta pandemia da Covid-19 e diversos outros problemas. Que fique a lição.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 11/05/2020 - 22:18h
Legislativo

Vereadoras governistas não se falam, mas trocam farpas


Izabel e Aline: fone bloqueado (Fotos: Edilberto Barros)

Em entrevista ao programa Café com Notícia da Rádio Difusora de Mossoró nesta segunda-feira (11), a presidente da Câmara Municipal de Mossoró – Izabel Montenegro (MDB) – disse estar com dificuldade de conviver com outros membros da mesa da Casa. Apontou os vereadores Ozaniel Mesquita (DEM) e Aline Couto (PSDB).

Disse ao repórter João Marciliano (Joãozinho GPS), que tinha responsabilidades e via a vereadora Aline Couto, governista como ela, como mais complicada para entender a hierarquia e o peso de cada um na mesa diretora. Revelou que as duas sequer estão se comunicando.

- Faz mais de 30 dias que eu não consigo sequer falar com ela. Eu pedi ao vereador Ozaniel para transmitir ato da mesa para o celular dela, porque o meu ela tinha bloqueado – disse.

Em contato com a vereadora Aline Couto, logo na primeira chamada do seu celular o Blog Carlos Santos foi atendido. Pedimos sua versão sobre a fala de Izabel Montenegro.

Ela foi lacônica, mas suficientemente clara:

- Quanta pequenez!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quarta-feira - 29/04/2020 - 23:32h
Mossoró

Posse de novo vereador está definida para essa quinta-feira


Naldo ganha vaga com licença de João (Fotomontagem Mossoró Hoje)

O suplente Naldo Feitosa (PSC) tomará posse no mandato de vereador, nesta quinta-feira (30), às 10h, no plenário da Câmara Municipal de Mossoró. Ele substitui João Gentil (Rede), que se licenciou do Legislativo para assumir Secretaria de Esportes de Natal (veja AQUI).

A cerimônia seria realizada na sala da Presidência. “Mesmo com as restrições de acesso à sala em razão da covid-19, não conseguiríamos uma distância segura entre todos. Então, optamos pelo plenário, bem mais espaçoso”, diz a presidente da Câmara, Izabel Montenegro (MDB).

Substituição

João Gentil oficializou licença hoje (29). Ato contínuo, a Presidência convocou o suplente Naldo Feitosa para assumir o mandato.

Ambos disputaram a eleição de 2016 pelo PV. Gentil (1.991 votos) se filiou ao Rede e Naldo (1.199, primeiro suplente do partido), ao PSC.

Com informações da Câmara Municipal de Mossoró. Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 23/04/2020 - 10:42h
Ao vivo

Presidente empareda oposição para manter Câmara fechada


Do Blog da Chris

Em entrevista ao programa “Cenário Político” (TV Cabo Mossoró-TCM/Telecom) dessa quarta-feira (22), o vereador Petras Vinícius (DEM) foi questionado pela própria presidente da Câmara Municipal, Izabel Montenegro (MDB), sobre sua postura de querer sessões ordinárias virtuais (remotas) nessa poder.

Um pouco antes, a vereadora Izabel Montenegro já tinha dito ao programa “Boa Noite, Cidade”, apresentado por Wellington Morais na Rádio Difusora, qual sua opinião sobre a tentativa da oposição de realizar sessões ordinárias remotas:

- “Não adiantar ficar querendo aparecer”.

Nas mãos da prefeita

A presidente, que integra a bancada da prefeita Rosalba Ciarlini (Progressistas), defende que a Câmara Municipal só deve se reunir, mesmo remotamente, nos casos previstos no art. 77 do Regimento Interno da Casa, que é quando o chefe do Executivo manifestar desejo de encaminhar alguma matéria ou quando a solicitação partir da maioria dos vereadores, que não é o caso já que apenas seis vereadores integram a bancada de oposição.

Seis vereadores que compõem a bancada da oposição formalizaram pedido (veja AQUI) à presidência da Câmara Municipal de Mossoró, nesse dia 22, para instituição de sessões ordinárias remotas. Assinaram o documento além do vereador Petras, Raério Araújo (PSD), Gilberto Diógenes (PT), , Ozaniel Mesquita (DEM), Genilson Alves (Pros) e Alex do Frango (PV).

Nota do Blog – A prefeita Rosalba Ciarlini conseguiu um feito raro, só comparável a períodos de exceção no país, como o Estado Novo de Getúlio Vargas e o Regime Militar de 1964: fechou a Câmara Municipal. Segue poupada de simples cobranças ou críticas na mais legítima tribuna do ordenamento institucional brasileiro: o legislativo.

Há quase um mês, ninguém abre o bico por lá. É como se não existisse uma pandemia, lixo nas ruas, buracos do centro à periferia, falta de remédios em unidades de saúde, estradas intransitáveis na zona rural e outros problemas. Mossoró parece um cantão suíço.

A CMM definitivamente se transformou num puxadinho do Executivo. Serve à sua vontade, quando deveria representar quem os elegeu. Período dos mais vergonhosos que testemunhamos.

Que tempos sombrios vivemos. E ainda se fala que esse lugar é “terra da liberdade”. Quanta hipocrisia histórica, política e cultural.

* O Cenário Político é apresentado pelos jornalistas Vonúvio Praxedes e Carol Ribeiro.

Leia também: Câmara não faz sessão ordinária há quase um mês.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quinta-feira - 16/04/2020 - 06:50h
Aprovado

Vereadores terão sessão remota apenas extraordinariamente


A Câmara Municipal de Mossoró aprovou instituição de Sistema de Deliberação Remota (SDR), em sessão extraordinária, nesta quarta-feira (15), no plenário. O mecanismo, previsto na nova Resolução 08/2020, regulamenta sessões virtuais na pandemia do coronavírus (Covid-19).

Sessão durou cerca de meia hora (Foto: Edilberto Barros)

“As sessões extraordinárias realizadas pelo SDR deverão ser convocadas com antecedência mínima de 24 horas e deverão apreciar projetos relacionados ao estado de calamidade pública e matérias de caráter orçamentário e de prazos constitucionais”, estabelece a norma.

Apesar de presencial, a sessão extraordinária considerou recomendações sanitárias na prevenção ao covid-19.

A reunião durou cerca de meia de hora, o acesso à Câmara e ao plenário foi restrito, vereadores e servidores usaram máscaras, álcool gel, entre outros procedimentos.

As sessões ordinárias estão suspensas até o dia 30.

Nota do Blog - O legislativo mossoroense comete grave omissão ao não realizar sessões ordinárias de forma remota. Os problemas da urbe e zona rural não se resumem à Covid-19. Não há quarentena para tantas outras demandas da população. Uma pena.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 13/04/2020 - 17:46h
"Chapão"

“Engorda” de partido pressiona vereadores à desistência


O “chapão” montado pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e o líder de seu grupo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, praticamente antecipou a derrota de boa parcela dos atuais vereadores governistas que tenta a reeleição.

Sob a esperança de montagem de uma nominata com vários nomes fazendo “esteira” à vitória deles, sete vereadores que já eram governistas resolveram desembarcar na legenda – o Partido Progressista (PP). Por lá já estava um companheiro de bancada: Francisco Carlos.

Rosalba e o deputado federal Beto Rosado comemoraram mais sete vereadores no partido (Foto: cedida)

Como o Blog Carlos Santos chegou a antecipar bem antes do fim do prazo de filiações dos vereadores, em 3 de abril, as desistências do projeto de reeleição deverão ocorrer naturalmente. Matemática simples mostra isso.

Uma, duas, três desistências? Pode ser até mais. Porém é quase certo, que entre os 21 atuais vereadores em atuação na Câmara Municipal de Mossoró, haverá desistência de projeto à reeleição - apontava a postagem sob o título desistência e desistência à Câmara Municipal, no dia 14 de março último (veja AQUI).

O Progressistas precisará ter, com sua nominata cheia com 32 candidatos, quase 44 mil votos cumulativamente para eleger sete nomes e brigar pela oitava vaga na contagem das sobras (entenda o regramento clicando AQUI).

PSD fez três

Tomando-se por base o que ocorreu nas eleições de 2016, e pelo que se viu ser formado ainda nessa fase de pré-campanha, esse fenômeno é praticamente impossível.

Em 2016, o quociente eleitoral foi de 6.421 votos e ainda existia o instituto da coligação na proporcional. Agora, não. Cada partido tem sua nominata própria.

O partido que obteve mais votos àquele ano, o PSD, elegeu três vereadores – Tony Cabelos, Maria das Malhas e Emílio Ferreira. O PSD alcançou 13,70% dos votos válidos – 18.473.

No PP, o seu chapão acomoda Francisco Carlos, Tony Cabelos, Emílio Ferreira, Ricardo de Dodoca, Zé Peixeiro, Manoel Bezerra, Alex Moacir e Flávio Tácito. Os outros seis governistas estão espalhados em cinco siglas.

Sandra Rosado e Aline Couto no PSDB, Rondinelli Carlos no PL, Maria das Malhas no PSD, Didi de Arnor no Republicano e  Izabel Montenegro no MDB.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
  • Banner - Lion Brasil - 04-09-20
segunda-feira - 13/04/2020 - 16:09h
Acordou!

Câmara recua e resolve fazer sessões remotas


A Câmara Municipal de Mossoró realizará sessão extraordinária presencial, quarta-feira (15), às 9h, no plenário, para votar a regulamentação de sessões remotas.

Os vereadores analisarão o Projeto de Resolução 05/20, que estabelece votações virtuais no Regimento Interno da Casa.

Senado começou trabalho virtual vendo necessidade de exercício permanente de seu trabalho (Foto: arquivo)

A resolução, de autoria da Mesa Diretora, começou a ser produzida semana passada e institui procedimentos legislativos, como rito da reunião à distância e forma de registro da presença de parlamentares na sessão remota.

Na segunda-feira (6), semana passada, o Blog Carlos Santos cobrou adoção das sessões remotas – O sono profundo do parlamento em plena pandemia -, recebendo como resposta da Casa, em nota da presidente Izabel Montenegro (MDB), argumento de que os vereadores estariam trabalhando normalmente.

Problemas de quarentena

“Vereadores (a) propõem medidas, muitas já adotadas pelo Poder Público, estão engajados em campanhas e em outros trabalhos”, justificou ela.

Deixou claro, que só haveria sessão se houvesse demanda extraordinária por parte da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), ou seja, era como se as necessidades e problemas da população estivessem de quarentena. Como se a cidade e zona rural pudessem esperar por semanas e meses pela vontade de vereadores e da prefeita.

Nota do Blog – Que bom que o erro grosseiro foi reconhecido. Por todo o país, do Congresso Nacional ao Judiciário, sessões e atividades online já ocorrem há vários dias. Caso próximo, por exemplo, é a Assembleia Legislativa do RN.

Ao trabalho.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 04/04/2020 - 09:38h
Câmara Municipal

“Janela” altera mosaico de siglas, mas nada sai do lugar

Veja como ficou quadro político-partidário no legislativo de Mossoró, com fim de prazo para mudanças

Fechado o ciclo de mudanças partidárias no dia passado, a Câmara Municipal de Mossoró ganha nova configuração interpartidária, sem que tenha ocorrido, mesmo assim, qualquer alteração na relação de forças governismo x oposição.

O prazo para troca de legenda terminou na sexta-feira (3), cumprindo a legislação. É uma “janela” para que o pré-candidato à reeleição ou a prefeito, não tenha perigo de ficar inelegível pela mudança.

O Portal do Oeste cedeu essa fotomontagem com identificação dos vereadores e respectivos partidos

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) manteve seus 14 vereadores, agora com menor distribuição partidária. Inclusive, aumentou sua bancada de um para oito parlamentares no Partido Progressista, sua legenda. Porém, um detalhe: todos já lhe eram fieis. Não puxou ninguém adversário.

Na oposição também houve alteração no mosaico de siglas, mas os oposicionistas continuam no total de seis vereadores e ainda existe quem se auto-intitula de “independente” – João Gentil (Rede).

Onze partidos

A Câmara Municipal de Mossoró ficou com seus 21 vereadores distribuídos entre 11 partidos:

Partido Progressista (PP) – 08;

Democratas (DEM) – 2;

Partido Social Democrático (PSD) -  2;

Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) – 2;

Movimento Democrático Brasileiro (MDB) – 1;

Partido Liberal (PL) – 1;

Republicanos – 1;

Partido Republicano da Ordem Social (PROS) – 1;

Partido dos Trabalhadores (PT) – 1;

Partido Verde (PV) – 1;

Rede – 1.

Partidos

Ao todo, a atual legislatura (2017-2020) começou suas atividades com os 21 eleitos se abrigando em 16 legendas: PTC, PROS, PSB, PP, PMB, PPL, PV, PRTB, PT, DEM, PR, e PHS com um vereador. PSD, com três; PMDB, PRB e PMN com dois. A legislatura anterior (2013-2016) tivera início com 17 partidos.

Com o abre e fecha da “janela” de ontem, quem inflou de forma exponencial foi o PP que já tinha Francisco Carlos recebeu mais sete parlamentares. Veja:

Emílio Ferreira (ex-PSD);

Manoel Bezerra (ex-PRTB);

Flávio Tácito (ex-PCdoB);

Tony Cabelos (ex-PSD);

Alex Moacir (ex-MDB);

Ricardo de Dodoca (ex-Pros);

Zé Peixeiro (ex-PTC).

O PSDB passou de um para dois, com a chegada de Aline Couto para somar com Sandra Rosado. O interessante é que Aline era dirigente do Avante, tendo tido plena autonomia para montar sua nominata, mas acabou descartando a legenda para desembargar na legenda tucana.

Situações inusitadas

O PL vive uma situação bizarra: perdeu Ozaniel Mesquita para o DEM (que já tinha Petras Vinícius), mas ganhou Rondinelli Carlos (ex-PMN). A legenda deixa de ser oposição para ser governo na Câmara Municipal, apenas com troca de nomes..

Outra situação inusitada ocorre no PSD. O vereador e presidente partidário Raério Araújo manteve-se na sigla e viu Maria das Malhas continuar, mesmo sabendo que ele não lhe dará legenda à reeleição. Vale ser lembrado: o mandato é do partido. Raério é oposicionista, ela é governista. Maria encaixou o “plano b”: seu neto Lucas está no MDB.

No MDB, a presidente partidária e da CMM,  Izabel Montenegro, tinha a companhia de Alex Moacir (que foi pro PP), tratando de montar nominata com outros nomes de bom potencial de votos.

O Republicanos, dirigido por Didi de Arnor, não sofreu alteração. O mesmo aconteceu com o PT com Gilberto Diógenes.

No Pros, já tinha ocorrido a saída do governista Ricardo de Dodoca para o PL. O oposicionista Genilson Alves deixou o PMN para ocupar o controle da legenda e manter assento na CMM.

O PV é outro enredo interessante. Teve um eleito em 2016, que foi o estreante João Gentil, que depois passou para o Patriota (onde ficou cerca de dois meses) e por fim desembarcou no Rede. O partido recupera cadeira na Casa com a filiação do oposicionista Alex do Frango, que estava no Partido da Mulher Brasileira (PMB).

Veja quadro de eleitos em 2016

Para ter uma visão ainda mais ampliada desse trabalho, exclusivo, veja quem foi eleito ou reeleito, partidos, votação e aqueles que já tinham ocupado vaga na Câmara Municipal e voltaram a esse poder, com o pleito de outubro de 2016:

- Zé Peixeiro (PTC) – 2.802 votos – Retorna à Casa

- Izabel Montenegro (PMDB) – 2.475 – Reeleita

- Tony Cabelos (PSD) – 2.375 – Primeiro mandato

- Alex Moacir (PMDB) – 2.291 – Reeleito

- Ricardo de Dodoca (PROS) – 2.171 – Reeleito

- Sandra Rosado (PSB) – 2.129 – Primeiro mandato

- Genilson Alves (PMN) – 2.104 – Reeleito

- Maria das Malhas (PSD) 2.041 – Retorna à Casa

- Francisco Carlos (PP) – 2.041 – Reeleito

- Alex do Frango (PMB) – 2.040 – Reeleito

- Flavinho Tácito (PPL) – 2.032 – Reeleito

- João Gentil (PV) – 1.991 – Primeiro mandato

- Emílio Ferreira (PSD) – 1.947 – Primeiro mandato

- Manoel Bezerra (PRTB) – 1.925 - Reeleito

- Isolda Dantas (PT) – 1.861 – Primeiro mandato

- Petras Vinícius (DEM) – 1.585 – Primeiro mandato

- Ozaniel Mesquita (PR) – 1.574 – Primeiro mandato

- Raério Cabeção (PRB) – 1.431 – Primeiro mandato

- Rondinelli Carlos (PMN) – 1.385 – Primeiro mandato

- Didi do Arnor (PRB) – 1.021 – Primeiro mandato

- Aline Couto (PHS) – 916 – Primeiro mandato.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.