sexta-feira - 12/06/2020 - 17:52h
Universidades

Bolsonaro volta atrás e evita intervir em reitorias

Do UOL

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) revogou hoje a Medida Provisória 979, que permitia que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, escolhesse reitores temporários para as universidades e institutos federais.

A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União.

A revogação aconteceu menos de uma hora depois de o presidente do Congresso e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), oficializar a devolução da MP, alegando que o texto viola os princípios da Constituição Federal que tratam da autonomia e da gestão democrática das universidades (veja AQUI).

Nota do Blog – Um efeito instantâneo do recuo presidencial é que o processo sucessório na Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA) seguirá seu curso normal, com consulta eleitoral aos segmentos, no próximo dia 15. O atual reitor é José Arimatéa Matos.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. François Silvestre. diz:

    Revogou nada. A medida foi devolvida, por inepta e inconstitucional. Recuar é o hábito constante da maluquice estabelecida.

  2. Raniele Alves diz:

    Ele ainda pode interferir na escolha do próximo diretor da UFERSÁ pois ele é quem escolhe um nome da lista tríplice ou até mesmo um nome que não esteja na lista.

  3. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Essa MP, para mim, jamais existiu. Se não fosse inconstitucional, teríamos militares dirigindo todas as nossas universidades.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.