quarta-feira - 19/02/2020 - 07:36h
Ele mesmo

A coerência de Jair Bolsonaro


“Ela queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim”. O comentário de duplo sentido feito dia passado pelo presidente Jair Bolsonaro, com caráter misógino e objetificação sexual contra a jornalista Patrícia Campos Mello (Folha de São Paulo), é a mais nova polêmica provocada pela verborragia presidencial.

Fiel a ele mesmo, Bolsonaro não abre mão de ser como presidente, o que sempre foi na política (Foto: Sérgio Lima/Poder 360)

O presidente passou a ter a jornalista como inimiga por reportagens que não o agradam, produzidas por ela. Até aí, compreensível. Essa modalidade de paranoia faz parte do perfil de praticamente todo politico brasileiro. Quase todos se acham perseguidos.

Mas ninguém se surpreenda com o presidente Bolsonaro que faz gestos dando ‘banana’ para jornalistas ou achincalha outro até com o recurso da agressão à sagrada maternidade alheia: “Oh rapaz, pergunta para tua mãe o comprovante que ela ‘deu’ para o teu pai. Tá certo?”

Sejamos sinceros: Bolsonaro presidente já se apresentara assim antes, em campanha presidencial. É fiel à época em que era deputado federal no baixo clero da Câmara dos Deputados. Pelo menos o seu eleitor não deve estar surpreso.

Ah, e por favor não diga que Bolsonaro mudou e é incoerente. Nunca vi ninguém mais fiel a si mesmo, no exercício político. Gostem ou não dele.

Seu seguidor-raiz deve estar vibrando e quer mais. Não consegue enxergar as ofensas contra a repórter Patrícia Campos Mello como tal, mas as justifica como reação à altura e “natural” a alguém que é do contra e de esquerda, numa visão reducionista quanto ao papel da mídia e a própria envergadura do cargo presidencial que seu ídolo deveria zelar.

Noutra frente de análise, seria interessante também que essa indignação quanto à baixeza presidencial – que em verdade deveria ser em relação ao enxovalhamento e depreciação da mulher e não apenas contra uma repórter, chegasse à nossa realidade local. Ao cotidiano de cada um de nós, em relação à imprensa como um todo e ao ser humano de modo geral – de qualquer gênero.

Pena que boa parte da revolta seja calculada em quilômetros ou muitas milhas e apenas por redes sociais, enquanto situações análogas acontecem ao nosso lado, cotidianamente. Lamentável que a repercussão de tantas hostilidades que acontecem tão perto da gente não desperte a mesma indignação.

Dona Maura, minha Santa Mãezinha, viva fosse, exclamaria: “Que homem da boca podre!”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política

Comentários

  1. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Data Máxima Vênia, só àqueles que por uma visão patrimonialista doentia e deturpada e que verdadeiramente torcem pra que o país volte à idade média tanto nos costumes quanto na economia, haverão de concordar com esse obsequioso passa pano com relação a suposta coerência do maior mandatário institucional da nação….!!!

    Essa, também, seria a “nova política” encampada pela mídia tupiniquim, já não basta a mafiosa famiglia Burro Nariana com seus Empresários Neo-escravocratas, seus Pastores Picaretas, seus milhões de Milicos Adestrados dentre outros milhões que que deturpam os fatos e insultam nossa inteligência, terma de fato, ampla proteção da grande mídia da Terra de Pindorama, que dia após nos da inequívocas demonstrações de flagrante parcialidade e cumplicidade do seu modus operandi através dos seus manifestos pesos e medidas, quando por exemplo, não move uma palha juntamente com seu irmão siamês do golpe, o Judiciário e o MP não investigando de forma nenhuma os abusos e os negócios escusos dessa mesma famiglia, inclusive, com estreitas ligações com as milicias daqui e de alhures….!!!???

    Nesse contexto, respeitosamente se indaga, até quando as Instituições da República, da qual faz parte a imprensa, irá tolerar – em nome da suposta coerência de JAIR MESSIAS ASCO NARO -, seus continuados crimes na direção do desmonte dessas mesmas instituições e do pouco que ainda resta do Estado Democrático de Direito da nossa dita Pátria Mãe Gentil….!!!???

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

    • Hermiro Filho diz:

      Pense numa coisa ruim é uma derrota eleitoral.
      Já passei por isso.
      É importante o papel da imprensa para divulgar feitos certos ou errados. Agora o que à Folha de São Paulo diz sobre o atual presidente é inaceitável só distribuindo os erros do mesmo.
      Quando Lula disse que mulheres tem O GRELO duro os comunistas botaram o rabo entre as pernas e ficaram caladinhos.

  2. Amorim diz:

    Ao assisti o JN de ontém, coisa rara, com a devida vênia e sinceridade; senti saudades da Presidenta Dilma.

    • João Claudio - Já é carnaval 'Piiiiiiii...! Ê ê ê ê , João Claudio quer apito, se não der pau vai comer.' diz:

      Entre a cruz e a espada.

      Entre o Capitão Bocão e o Lula Ladrão.

      - Eis eu aqui, Senhor. O que devo fazer?

      - Corre até ao aeroporto mais próximo, compra uma passagem para qualquer país de primeiro mundo e BOA VIAGEM, meu filho.

      - Mas Senhor, eu não tenho dinheiro, eu não tenho onde ficar em países de primeiro mundo. O que eu faço?

      - Simples! Estás condenado a morrer nesta merda.

      - Buáaaaaaaa…….Buáaaaaaaaaaa….!

      - Não chores, meu filho. De tanto ver o povo brasileiro tomar na tampa, eu dei ordens à Pedro para para deixar todos vocês entrarem no meu reino.

      - Passou, passou passou. (snif! snif! snif!) TODOS, SENHOR?????

      - TODOS, NÃO! Os maus e principalmente a raça política, não entra aqui nem que a vaca da Dilma tussa. As orientações que passei à Pedro, é dizer ‘Xô, Picaretas’, a todos que teimarem em pular a cerca.

      - Obrigado, Senhor. MULÉEEEEEE….!

      - DIIIIIIIGA, BASTIÃO.

      - Lula, Collor, Temer, Dilma, Sarney, FHC e TODOS os picaretas estão bem lascadin.

      - Louvado seja o Senhor.

      - Amém!!!

      - Não há de quê. Se precisar, é só ligar no 0800 ou via Zap.

      - Ah, tá!

  3. João Claudio - Já é carnaval 'Piiiiiiii...! Ê ê ê ê , João Claudio quer apito, se não der pau vai comer.' diz:

    Lembrando ao anti-PTralha, Hermirio, que os mesmos PTralhas, sindicalhas, comunalhas, grande parte da imprensa e os coniventes com a maior quadrilha de bandidos de toda a história do brasil, deram boas gargalhadas quando a Besta Barbuda disse com todas as letras, ao vivo e à cores, que a cidade de Pelotas-RN era um polo exportador de viados. VI-A-DOS.

    Tradução:

    Pimenta no ‘furo’ dos outros é refresco.

  4. Q1naide maria rosado de souza diz:

    O presidente perdeu a noção da dignidade do cargo que ocupa. Mesmo que o seu palavreado fosse de baixo nível ele poderia se segurar. Está pior do que o Joãozinho . A diferença é que Joãozinho é sempre engraçado, já o presidente nos envergonha.

  5. Ney diz:

    MElhorr ele do que um bocado de PTralhas…

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.