domingo - 18/10/2020 - 11:12h

A educação que nos falta – um descuido em campanha


Por Josivan Barbosa

Analisando as propostas dos candidato(a)s à prefeitura de Mossoró percebe-se claramente a falta de um projeto de melhoria da qualidade da educação fundamental e o despreparo da maioria deles ou delas para discutir o tema.

Como a educação não é um serviço público que a população percebe a sua eficiência com facilidade, os postulantes deslizam nas propostas e o cidadão absorve sem discussão. É lamentável, mas esta é a realidade.Nenhum dos nomes que se apresenta como mudança propõe a valorização do professor e quando falam sobre o tema não conseguem entender a importância desse profissional no futuro dos alunos.

A importância do professor

A valorização do professor e dos demais profissionais da educação é uma atitude básica de qualquer gestor público.  Bons professores têm impacto significativo sobre o capital humano na vida adulta e no bem-estar social. Faz um bom tempo que a pesquisa econômica vem mostrando o papel fundamental do capital humano no desenvolvimento. Não foi sempre assim. Até a década de 80, alguns economistas enfatizavam principalmente o papel da estrutura produtiva (indústria) para o desenvolvimento. O capital humano tinha papel secundário no progresso econômico e social para esses economistas.

No entanto, a estrutura produtiva e o uso eficiente dos fatores produtivos dependem também da qualidade da mão de obra, que por sua vez é função das políticas educacionais. Não que uma sociedade não necessite de indústrias, mas o foco do desenvolvimento deve também ser os indivíduos. Esse tipo de pensamento com foco na industrialização influenciou nossa política econômica durante décadas. Só a partir dos anos 90 o Brasil começou a priorizar lentamente a educação pública. Mas ainda continuamos bastante atrasados e isso é refletido no discurso dos nossos gestores públicos, a exemplo do que estamos vendo nessa campanha em Mossoró.

Política educacional

Uma política educacional séria e comprometida com o cidadão deve contemplar o papel de abonar bons professores e atrair pessoas talentosas a esta profissão. Isso requer uma valorização da carreira como um todo: desde condições de trabalho adequadas até claro, salários competitivos e premiações financeiras. Infelizmente, nas propostas apresentadas, principalmente pelos candidato(a)s principiantes, não se consegue verificar essa tendência.

A importância da educação

Concluir o ensino superior no Brasil é uma batalha vencida por apenas 4% dos filhos de analfabetos; quando chegam ao mercado de trabalho, ganham menos da metade daqueles que são filhos de pais que têm o ensino superior. O sucesso escolar e a sequência nas etapas seguintes estão fortemente ligadas à escolaridade dos responsáveis.

Esses dados foram divulgados pelo IBGE (Pesquisa PNAD) que revela ainda que 69,1% dos filhos de pais que tem nível superior conseguem concluir o ensino superior. A pesquisa revelou, também, que mesmo que um filho de um analfabeto conclua o ensino superior, ele tende a ganhar três vezes menos do que o filho de um pai que tem o ensino superior.

A análise mais detalhada da pesquisa revela, portanto, que creche de boa qualidade, estímulos desde a primeira infância, livros, viagens, escolas e universidades de melhor qualidade para os filhos de pais com nível superior fazem a diferença.

Saeb

Uma boa referência para que os postulantes à prefeitura de Mossoró possam incorporar verdadeiramente a educação no discurso pode ser o Saeb. O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), que avalia o desempenho dos alunos do quinto e nono anos em matemática e português, tem sido capaz de monitorar de forma razoável os resultados nessas matérias, com microdados que permitem a avaliação individual e por escola, município e Estado. Esse monitoramento contribui para uma correta compreensão dos obstáculos existentes. Não obstante, as intervenções e respostas resultantes desse monitoramento não alcançaram êxito expressivo. Os resultados favoráveis obtidos ainda são muito concentrados em ações específicas de alguns Estados e municípios.

A importância da família

A parcela de mães dos alunos do 5º ano que tem ensino médio ou superior dobrou entre 1999 e 2005, passando de 26% para 50%, como reflexo da expansão do ensino médio que ocorreu no Brasil. Vários estudos mostram que a escolaridade das mães é um dos principais fatores que aumentam o aprendizado dos alunos, por todo o investimento que as mães fazem nas crianças desde os primeiros anos de vida. Esses estudos mostram que o “background” familiar explica cerca de 2/3 do aprendizado do aluno, ficando a gestão escolar com 1/3.

Diante dessa realidade é fundamental que as propostas dos postulantes à prefeitura possam contemplar a interação da escola com a família, com ênfase na nova realidade do cotidiano.

Josivan Barbosa é professor e ex-reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Categoria(s): Artigo

Comentários

  1. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Num momento em que temos uma Cavalgadura cercada de Milicos Adestrados e Incultos, Pastores Picaretas e Empresários Neo-Escravocratas, à frente do poder central em nosso país, cuja intenção e propósitos centrais e indiscutíveis, é de todo e qualquer modo, sucatear todas as instituições e estruturas básicas de ensino, educação e cultura que comportam um minimo de planejamento e organização da educação em nosso país.

    A fala do nosso Professor e articulista JOSIVAN BARBOSA, urge de importância fundamental especialmente oportunizando que o conjunto da sociedade mossoroenses (EXCLUÍDA DOS SEGUIDOS PLANOS E PROJETOS DE GOVERNO SABIDAMENTE ELITISTAS, EXCLUDENTES E MEGALOMANÍACOS DA MONARQUIA ROSADUS) , efetivamente possa ter meios de mensurar, cotejar e demarcar a real importância da educação na formação da cidadania e do conjunto da sociedade em seu mais elementares interesses no seu porvir.

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  2. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Perfeito, Prof.Josivan. A interação da Escola com a família é fundamental. A Educação deve ser proposta e conteúdo de um novo governo. É redenção!

  3. Márcia Gesiane diz:

    Excelente texto, os professores devem ser valorizados.
    Deixo aqui para análise do autor e para os demais, propostas relevantes de uma candidata a vereadora Professora Geruza Rêgo, que acredito que contemplam o explicitado no texto.

    A história de trabalho e gestão na educação contribuíram para um bom planejamento das ações.

    -

  4. Márcia Gesiane diz:

    Propostas pertinentes ao tema da Professora Geruza Rêgo.

    6 – Projeto de Lei que dará direito ao Plano de Saúde dos servidores da Educação Municipal;

    7- Projeto de Lei que garanta o retorno da gratificação dos coordenadores pedagógicos e secretários escolares do Município de Mossoró.

    8- Projeto Sala de Atendimento Educacional Especializado – AEE, com equipe multidisciplinar (Psicopedagogo, Assistente Social, Psicólogo) por escola.

    9 – Concurso público para pedagogos e especialistas na área de educação especial para atuarem na educação básica.

    10 – Reformulação da Lei n° 2.771 de 20/10/2011 Programa de Manutenção das Escolas Municipais de Mossoró- PROMEM.

    11 – Concurso público para bibliotecários de acordo com o número de escolas municipais.

    12 – Tornar Lei a criação do quadro de servidores públicos que atuam em suas unidades de trabalho, devendo ser e publicação mensalmente no Portal de Transparência.

    13 – Liberação integral dos professores que forem selecionados para os cursos de LATO e STRICTO SENSU com salário integral e bolsa da PMM- Prefeitura Municipal de Mossoró compatível com a do MEC.

    15 – Implantar no Plano Municipal de Educação o acesso a escola em tempo Integral, conforme o Plano Nacional de Educação -

  5. Geruza diz:

    Boa tarde meu nobre jornalista, acredito não conhecer minhas propostas para essa pasta tão importante e valiosa para qualquer cidade. Tenho sim propostas que vão desde a melhoria do ambiente escolar, até a valorização do professor… sou professora e conheço nossos anseios e necessidades. Portanto não é uma regra seu comentário… tem propostas para educação e valorização docente sim! Professora Geruza Rego

    • Carlos Santos diz:

      NOTA DO BLOG – Boa tarde.

      O texto em epígrafe é de inteira responsabilidade do seu autor, ou seja, o professor Josivan Barbosa. Nenhum articulista, colaborador ou autor de qualquer modalidade de texto, em nossa página, é censurado ou obrigado a escrever conforme o que pensamos ou seja do nosso interesse.

      Portanto, a responsabilidade pelo conteúdo dessa matéria é inteiramente de Josivan Barbosa, no exercício do livre pensamento.

      Abraços.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.