quinta-feira - 29/11/2007 - 15:38h

A fórmula política que uniu água e óleo


Os alquimistas da manobra para esvaziamento da "Operação Sal Grosso", que investiga a Câmara de Mossoró, precisam voltar aos estudos da Ciência Política. Fracassaram.

O estratagema de açular a sociedade contra Judiciário e Ministério público, usando pessoas de boa vontade, inocentes úteis e segmentos da mídia transformada em serralho, fragmentou-se no ar. Volatizou-se como pó ao vento.

O efeito em contrário é devastador.

Existe uma opinião pública mais vigilante e com sede de higiene moral, além do inimaginável até então: juntaram água e óleo, Judiciário e Ministério Público. Em defesa de seus pontos de vistas, essas instituições sempre andaram às turras nos escaninhos da Justiça. Hoje parecem sintonizados com o clamor social.

Pelo visto, uma leitura – ou releitura – de Maquiavel, Karl von Clausewitz, Jules Mazarin, Richelieu, Sun Tzu, Baltasar Gracián, John Lock e da Sociologia Política de pindorama contida em Golbery, Faoro etc faria muito bem aos alquimistas do caos.

Mossoró – do bem – agradece.

Categoria(s): Blog

Comentários

  1. Moacir A. Vilar Jr. diz:

    Caro Jornalísta Carlos Santos.

    Pois é. Prudência e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém.
    Parabéns por se manter e manter sua coluna virtual tão real e do bem.
    Abraços

  2. JOSÉ CONRADO FILHO diz:

    Caro colunista, parabéns pelas conclusões do clamor pela higienização moral. Isso é grande passo nesse nosso enorme país e, melhor ainda vindo de Mossoró, cidade historicamente piomeira. Abraços.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.