sexta-feira - 30/12/2011 - 13:16h
Governismo em Mossoró

A renúncia que não vem e as conversas que emperram


O tempo está passando e não acontece a propalada renúncia da prefeita de direito de Mossoró, Fátima Rosado (DEM), a “Fafá”.

Correu solto, durante várias semanas, que o anúncio seria feito no dia 27 passado; depois disseram que seria hoje e agora a “onda” aponta para o final de março de 2012.

Pelo visto, ainda faltam alguns “acertos”. Aí são outros quinhentos.

Fafá Rosado seria indicada para ocupar vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE);

Seu marido e deputado estadual Leonardo  Nogueira (DEM) passaria para a titularidade da Secretaria Estadual da Saúde Pública (SESAP) e garantia à reeleição em 2014;

Empresas ligadas à família da prefeita e outras em nome de terceiros passariam a receber tratamento diferenciado no Estado;

O prefeito de fato e atual chefe de Gabinete da Prefeitura, agitador cultural Gustavo Rosado (PV), aguarda novas propostas. Pode ser chefe de Gabinete da “prefeita” Ruth Ciarlini, atual vice-prefeita, com garantia de ser mantido no cargo em caso de reeleição dela.

Mas existem conversas para obtenção de outros agrados.

Até o momento, não se falou em benefícios para aliados e correligionários.

Eles que se virem.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Daniel diz:

    na verdade os pobres mortais só servem para encher linguiça, as negociações são sempre em favor dos pótentados, dizem que 2012 será um ano de boas vrdades? será,o povo tem medo de não ser escravo, são como o trem só muda a cor da fumaça a rota é a mesma e continua na linha.

  2. ane diz:

    Ruth não ganha nem para vereador mais em mossoró.
    os rosados nammmmmmmmmmmm
    se fosse claudia regina ainada poderia si tentar
    e com as orelhas em pé. pros rosados mandarem nele
    e continuar a mesmaa coisa.. feijão c arroz

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.