segunda-feira - 12/03/2012 - 09:08h
"Fazendo acontecer"

Agente usa “baladeira” como arma contra fugas

Do Portal UOL

Uma inspeção realizada pelo juiz da comarca de São Paulo do Potengi, Peterson Fernandes Braga, no CDP (Centro de Detenção Provisória) da cidade (72 km de Natal), apontou que agentes penitenciários não têm armas e usam estilingues para tentar se proteger de detentos e intimidá-los contra tentativas de fuga.

Segundo Braga, a visita foi realizada a pedido do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e constatou diversas irregularidades no CDP, como superlotação e más condições de abrigar os detentos e de trabalho dos agentes.

O magistrado informou ao UOL que já enviou o relatório ao CNJ sobre a situação do local, além de ofícios à Corregedoria de Justiça do Rio Grande do Norte e à Administração Penitenciária, subordinada à Sejuc (Secretaria de Justiça e Cidadania). Nos documentos, o juiz cobra ações imediatas no CDP.

Segundo Braga, apenas dois dos quatro agentes que dão plantão no local possuem armas, mas elas são pessoais, não do Estado. “Observei que o agente que estava no dia da inspeção não estava armando e questionei o porquê de ele não usar armas no trabalho. A resposta que ele me deu me surpreendeu: ‘Doutor, o que tenho é isto aqui’, disse, mostrando a baladeira [conhecida como estilingue], que estava no bolso dele”, informou o juiz.

Saiba mais AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. zé roberto diz:

    Davi,matou o gigante Golias,com uma funda,a BALADEIRA,é coisa mais moderna,então,nada demais em se usar,nesses casos,Homi,vá cagar!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.