sexta-feira - 28/01/2011 - 11:28h

Apenas sonhar



Se não posso fazer, quero sonhar
pois quimeras me ajudam a viver
e mesmo sem conseguir realizar
encanta-me tão-só embevecer

Apraz-me, ao menos, fantasiar
deixar-me pelos sonhos envolver
se não posso fazer, quero sonhar
pois quimeras me ajudam a viver

Não sendo poeta, só declamar,
longe de ser escritor, escrever,
e nesse faz de conta conjeturar
que maravilha ser sem poder ser,
se não posso fazer, quero sonhar.

Gilbamar de Oliveira – Poeta e escritor AQUI.

Categoria(s): Nélter Queiroz

Comentários

  1. Alexandre diz:

    Gostaria de deixar aqui os meus parabéns pelo excelente blog e também fazer uma sugestão: a de publicar uma postagem aqui informando sobre a existencia do “Portal das Video Aulas”, um site que reuni diversas video-aulas gratuitas, que vão desde aulas de inglês, até como tocar violão… com o objetivo de democratizar o acesso ao conhecimento no Brasil. O endereço do site é http://www.portaldasvideoaulas.com.br
    Obrigado!

  2. itamar de sousa diz:

    PARABENS PELA A ESCOLHA,BELA POESIA,COMO SEMPRE,O POETA SERÁ SABEDOR,JÁ AVISEI NO SEU BLOG E NO SEU ORKUT,COMO SEMPRE ,ELE FICA MUITO SATISFEITO,ALIAS,SATISFEITISSIMO,E COMO NAO PODERIA DEIXAR DE AVISAR AO AMIGO CARLOS SANTOS,TDS AS POESIAS E PENSAMENTOS,SAO COPIADOS NAS MINHAS PAGINAS DE RELACIONAMENTOS. OBG E B DOMINGO;

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.