quarta-feira - 31/12/2014 - 08:05h
É sério

Assaltante pede mais policiamento e investigação contra crimes


“Tem que ter policiamento nas ruas, mais investigação e emprego”.

A declaração acima não é de nenhuma autoridade pública, qualquer líder oposicionista ou dirigente de alguma Organização Não-Governamental.

É a fala de um tal Léo Boy. Foi preso como um dos responsáveis pelo assalto ao vice-governador eleito Fábio Dantas (PCdoB) e da advogada e futura chefe do Gabinete Civil do Estado, Tatiana Mendes Cunha, há poucos dias, em Natal.

A fórmula é conhecida por todos, inclusive pela classe política e a própria marginália, como o próprio bandido aponta com conhecimento de causa.

Na voz de Léo Boy, tudo parece irônico.

Seu “pronunciamento” oficial está hoje nas páginas do Novo Jornal.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Na vitrola maluca Zé Buchudinho sapeca:
    “Acorda Amor
    Chico Buarque

    Acorda, amor
    Eu tive um pesadelo agora
    Sonhei que tinha gente lá fora
    Batendo no portão, que aflição
    Era a dura, numa muito escura viatura
    Minha nossa santa criatura
    Chame, chame, chame lá
    Chame, chame o ladrão, chame o ladrão

    Acorda, amor
    Não é mais pesadelo nada
    Tem gente já no vão da escada
    Fazendo confusão, que aflição
    São os homens
    E eu aqui parado de pijama
    Eu não gosto de passar vexame
    Chame, chame, chame
    Chame o ladrão, chame o ladrão

    Se eu demorar uns meses
    Convém, às vezes, você sofrer
    Mas depois de um ano eu não vindo
    Ponha a roupa de domingo
    E pode me esquecer

    Acorda, amor
    Que o bicho é brabo e não sossega
    Se você corre, o bicho pega
    Se fica não sei não
    Atenção!

    Não demora
    Dia desses chega a sua hora
    Não discuta à toa, não reclame
    Clame, chame lá, chame, chame
    Chame o ladrão, chame o ladrão, chame o ladrão
    (Não esqueça a escova, o sabonete e o violão)”
    ////
    Zé Ruela ri.
    Eu fico a me lembrar dos tempos em que ladrão era ladrão, em que condenados por furto, de dinheiro privado ou público, cumpriam pena na cadeia. Hoje condenados por prática de improbidade afontam membros do Ministério Público e permanecerem no exercício de cargos eletivos.
    Falta descermos mais algum degrau?
    /////
    QUANDO SERÃO JULGADOS OS RECURSOS SAL GROSSO?

  2. João Claudio diz:

    A impunidade está acima de qualquer ação da policia/justiça.

    Ou se refazem as Leis já mortas e sepultadas/cremadas há anos, ou o brasileiro está ferrado.

  3. Carlos diz:

    Boa afirmação deste meliante, pena que não irá surtir efeito, pois as desautoridades confirmam sua incompetência e ainda baterão continência. ” SIM SENHOR” !!!!

  4. João Claudio diz:

    EUREKA!

    - O fim do medo dos motoqueiros ao saírem de suas casas, trabalho, shopping, escola etc. –

    Uma vez que a policia/justiça brasileira não tem como dar “conta do recado”, bem que ambas poderiam obrigar os motociclista a usarem um colete, com o nome de cada um dos usuários e caronas impressos em letras garrafais nas costa e no capacete.

    O objetivo da identificação, é para ninguém ser confundido pelos “dois da moto”.

    Exemplo:

    Os “dois da moto” saem as ruas para matar o “boy do santo antonio”. Ao verem uma moto sendo conduzida por um motoqueiro com o nome “ROBERTO” impresso nas costa, é evidente que eles poupem a munição, e o inocente “Roberto” continue vivo. Caso o “boy do santo antonio” use em seu colete um outro nome que não seja o dele , poderá receber uma multa por “trafegar em via publica usando identidade falsa” rs rs rs.

    Caso os ” dois da moto” matem algum inocente e aleguem que o mataram por serem míopes (não conseguiram ler o nome na costas), as autoridades tem por obrigação encaminha-lo a um oftalmologista para fazer exame de vista (pelo SUS). Se alegarem que são analfabetos, devem encaminhados ao MEC.

    Outra providencia importante, seria as autoridades intimarem os ” dois da moto” a fazerem um curso de tiro ao alvo financiado pelo governo. Exímios no gatilho, os “dois da moto” evitariam as tais “balas perdidas”, e consequentemente a morte de inocentes.

    Essa ideia da identificação pode ser estendida aos motoristas de automóveis, ônibus, caminhões, bicicletas e carroças. Nesse caso, o nome do condutor teria que ser estampado nas laterais, no parabrisa e no vidro traseiro do veiculo.

    Ideia mais simples e objetiva, impossível.

    Em assim sendo, tá resolvida a polemica.

    rs rs rs rs

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      Caro João Cláudio
      “Ideia mais simples e objetiva, impossível.”
      Existe uma ideia mais simples.
      Basta acabar com o bônus pago ao policiais e passar a pagar uma GRATIFICAÇÃO POR RESULTADO.
      Exemplo:
      Por cada arma apreendida, tanto.
      Por cada quantidade de drogas apreendida, tanto.
      Isto tornará a vida dos dois numa moto um verdadeiro inferno.
      Policial até mesmo de folga vai parar dois numa moto e fazer busca de arma e droga.
      Isto está no meu projeto para diminuir a violência em Mossoró.
      Infelizmente um vereador se meteu e resolveu modificar, trocando GRATIFICAÇÃO POR RESULTADO por um tal de BÔNUS.
      Deu no que deu.
      Neste meu projeto existem várias outras sugestões. Mas como tem que ser bem explicadas, o vereador não conseguiu entendê-las e elas ainda não foram colocadas em prática.
      Na época, junho de 2013, deixei cópia do projeto com o Major Correia Lima, que o aprovou e ficou de repassá-lo a então prefeita Cláudi Regina. Isto aconteceu num dia de terça e o encontro do Major com a prefeita seria na quinta. Na semana seguinte surge o vereador garupeiro apresentando um projeto semelhante ao meu. Só que modificado em partes que não podiam ser tocadas.
      Este ano, na tentativa desesperda de diminuir a violência em Mossoró, deixei cópia deste projeto com a Izabel Montenegro, com quem falei a respeito deste assunto por indicação da Sra. Naide Rosado.
      Na época não sabia que ela estava condenada em primeira instância por prática de improbidade.
      Foi marcada uma audiência com a Secretária de Segurança, só que esta audiência nunca se realizou.
      E se a condenada em primeira instãncia levou o projeto à Secretária de Segurança de Mossoró, claro que não soube explicá-lo. E como a Secretária não é do ramo, coisas de Mossoró, o diabo continuou fazendo a festa na nossa cidade.
      SOLUÇÃO PARA DIMINUIR A VIOLÊNCIA EM MOSSORÓ EXISTE.
      ////
      QUANDO SERÃO JULGADOS OS RECURSOS SAL GROSSO?

      • Inácio Augusto de Almeida diz:

        Assim como existe solução para DIMINUIR A VIOLÊNCIA EM MOSSORÓ, solução existe para a retirada dos FLANELINHAS das ruas de Mossoró.
        Fiz a exposição deste projeto para o hoje Vice-Prefeito Luíz Carlos na sala do Padre Talvacy, Igreja de Fátima, tendo ele na época aprovado a ideia e se comprometido a tão logo a prefeita assumisse, na época pensava que a Larisa ganharia a eleição suplementar, apresentar o projeto.
        Como aconteceu o meu encontro com o hoje Vice-Prefeito Luiz Carlos?
        O PadreTalvacy achou o projeto viável e telefonou para o então vereador Luiz Carlos, tendo este comparecido de imediato para tomar conhecimento da proposta.
        O que mais motivou o Padre Talvacy a apoiar as sugestões foi ter constatado que elas não causariam nenhum impacto social, já que todos os FLANELINHAS participariam de um programa social.
        MOSSORÓ É OU NÃO É UMA CIDADE DIFÍCIL?
        Um projeto que libera a cidade dos FLANELINHAS, tornando Mossoró a primeira cidade do Brasil a livrar os seus moradores deste problema, não é levado adiante.
        APESAR DE TER SIDO APROVADO PELO HOJE VICE-PREFEITO.
        Não é levado adiante simplesmente porque o autor da ideia critica a administração municipal.
        O mesmo acontece em relação ao projeto para DIMINUIR A VIOLÊNCIA EM MOSSORÓ.
        Até quando, meu Deus?
        Até quando assumir um prefeito que faça uma MOSSORÓ PARA OS MOSSOROENSES?
        /////
        QUANDO SERÃO JULGADOS OS RECURSOS SAL GROSSO?

  5. Junior 100 diz:

    Depois da escolta da ROCAM feita a “grande celebridade” MC Gui feita pelas ruas de Natal, nada mais me surpreende!!

  6. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Como sempre e sempre tem demonstrado em seus reiterados e variados comentários, o João Cláudio realmente é um G Ê N I O….!!!

    O Homem têm uns repentes umas Eurekas e uns “elaborados” comentários que nem Blaise Pascal imaginaria poder pensar e (ou) escrever….!!!

    Com tantas ideias no colete e (ou) no cocuruto, e, sendo um conhecido americanófilo, pelo menos, é o que se depreende dos seus maviosos comentários.

    Que tal o João Cláudio viajar para os U S A, exatamente para dar consultas sobre segurança pública aos Ianques.

    Não esqueçamos que os “meliantes e vagabundos” negros americanos estão matando, inclusive policiais americanos em plena luz do dia.

    Lá na terra dos Ianques, tendo a Disneylândia como lazer em seus finais de semana, com certeza o João Cláudio estaria, deveras prestando um grande “serviço” à humanidade…!!!

    Ou até, quem sabe, poderia, inclusive fazer companhia ao ex-roqueiro Lobão da terra do nada e do nunca, que, após a posse da Presidenta Dilma Rousseff estaria de malas prontas para o “paraíso” chamado Miami Beach…!!!

    Acaso o famoso ex-roqueiro Lobão, não cumpra devidamente sua palavra de que se mudaria para Miami, o grande e convicto João Cláudio, bem que poderia se juntar aos cubanos anti castristas para fazer coro de que a decisão do governo do presidente Barack Obama de soltar três espiões terroristas da ditadura castrista, em troca de pôr fim ao injusto sequestro do cidadão americano Alan Gross, é um grave erro — disse o secretário-geral do Diretório Democrático Cubano, Orlando Gutiérrez-Boronat, em um comunicado.

    Mesmo porque, como antipetista fundamentalista, muito provavelmente suas “brilhantes ideias, porventura não seriam aceitas pelos atuais dirigentes da terra de Macunaíma.

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.