segunda-feira - 16/09/2019 - 15:32h
Combustíveis

Beto e Betinho Rosado são denunciados por reembolso ilegal

Filho e pai podem ter os seus direitos políticos suspensos e serem alcançados por outras punições

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou as alegações finais da ação de improbidade movida contra o atual deputado federal Carlos Alberto de Souza Rosado Segundo, o “Beto”; e o seu pai, o ex-deputado federal Carlos Alberto de Souza Rosado, o “Betinho” – ambos do PP. Contrariando o ato que regulamenta o uso da chamada Cota para o Exercício de Atividade Parlamentar, eles conseguiram o reembolso de mais de R$ 130 mil em combustíveis adquiridos no Posto Laser (Mossoró), pertencente a um irmão e um sobrinho de Betinho.

Betinho é ex-deputado; Beto é atual deputado e devolveu recursos após denúncia (Foto: arquivo)

Caso condenados, eles podem ter seus direitos políticos suspensos e serem obrigados ao pagamento de multa, além da perda da função pública e ficarem proibidos de contratar com o poder público. Somado a isso, a Justiça poderá obrigá-los ao ressarcimento dos danos.

Importante salientar, que Beto Rosado – após ser alvo de uma denúncia – já devolveu sua cota, sendo assim o ressarcimento se limitaria apenas aos valores gastos pelo pai.

Em suas alegações finais – de autoria do procurador da República Emanuel Ferreira – o MPF rebate o argumento de Beto Rosado de que, como suposta prova de “boa-fé”, teria efetuado a devolução antes de ser alvo da ação de improbidade: “Ocorre que, de acordo com o documento constante no Inquérito Civil, tal devolução foi motivada a partir de denúncia movida por Lúcio Duarte Batista e noticiada pela Coordenação de Gestão de Cota Parlamentar da Câmara dos Deputados (a Beto Rosado). Logo, não se tratou de ato espontâneo.”

Sobre isso, o MPF destaca ainda que a devolução, mesmo que ocorresse espontaneamente, não apagaria a irregularidade já cometida.

Parentesco

Irmão do ex-deputado e tio do atual, Carlos Jerônimo Dix-Sept Rosado Maia é sócio do posto junto de seu filho, Carlos Jerônimo Dix-sept Rosado Maia Segundo. O pedido de reembolso de abastecimento em empresas ou entidade da qual o proprietário ou detentor de qualquer participação seja parlamentar ou parente até terceiro grau é vedada pelo Ato de Mesa nº 43, de 21 de maio de 2009, do Congresso Nacional.

Entre 2011 e 2015, Betinho Rosado utilizou R$ 79.423,34 de sua cota em pagamentos ao posto de gasolina. Já Beto, na legislatura 2015-2019, abasteceu no Posto Líder o equivalente a R$ 58.855,36.

O MPF requer a condenação de ambos pelo artigo 10 da Lei 8.429/92 (“Atos de Improbidade Administrativa que Causam Prejuízo ao Erário”) e ainda a de Betinho Rosado pelo artigo 11 da mesma lei (“Atos de Improbidade Administrativa que Atentam Contra os Princípios da Administração Pública”).

A ação tramita na Justiça Federal sob o número 0801372-93.2017.4.05.8401.

P.S – 19h55 - A assessoria do deputado Beto Rosado encaminhou o seguinte texto, em contraponto à postagem derivada do MPF:

Nota

Acerca da notícia veiculada pelo Ministério Público Federal informando que o deputado federal Beto Rosado (PP) estaria sendo processado por ato de improbidade administrativa, o parlamentar faz os seguintes esclarecimentos:

Já foram apresentadas todas as defesas técnicas necessárias para comprovação da boa-fé e inexistência de culpa no que tange a conduta imputada pelo Ministério Público Federal no referido processo.

O parlamentar já restituiu inteiramente os valores utilizados da cota parlamentar, de forma espontânea, bem antes da provocação do Ministério Público. Portanto, reputamos a conduta como se tratando de um mero equívoco no exercício do mandato, e não como uma conduta ilícita como pretende imputar o MPF.

É importante ressaltar que a cota foi utilizada dentro do limite estabelecido pelas normas da Câmara dos Deputados e dentro dos padrões normais de preço de mercado, sem nenhum excesso ou proveito econômico em favor de terceiros e ao deputado, fato esse admitido pelo próprio Ministério Público em sua alegação, vejamos trecho: “(…)fornecido o combustível para o parlamentar a preço normal, ou seja, em valor comum a todos os consumidores(…)”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política

Comentários

  1. Inácio Rodrigues diz:

    Que silêncio! Nem uma palavrinha sobre essa matéria?

  2. José diz:

    Oligarquia não deixa de ser oligarquia nunca. Gastar quase 60 mil reais de gasolina no posto do primo e vir com uma justificativa dessas, é brincar com a cara do povo

  3. Sebastião diz:

    Lastimável o que fazem com nosso dinheiro. São os “nossos representantes”

  4. marcelo silva diz:

    vamos tirar esses nossos representantes do poder, colocar pessoas novas e dignas para fazer um bom trabalho em prol do povo mossoroense.

  5. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Nada comentei sobre esta matéria porque tenho procurado saber como pode funcionários não concursados e com ensino médio incompleto serem nomeados para cargos com salários acima de 20 reais na Câmara Municipal de Mossoró, conforme denunciou a Rádio Difusora de Mossoró, A FALA DO POVO, em programa apresentado pelo radialista Carlos Nascimento.
    Hoje aconteceram duas homicídios em Mossoró e apenas três arrastões.
    Por falar em arrastão continua envolto no mais denso mistério o arrastão em que os bandidos após a prática do crime ficaram chutando o portando e gritando. Até hoje nenhum bandido foi preso.
    Tivesse eu tempo investigaria este e outros casos.

  6. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Cadê os Monarquistas, supostos combatentes da corrupção…!!!???

    Desculpem, tinha esquecido, basta ligarem para o Marreco de Maringá mais conhecido como Judge Moro, pedir desculpas, aí ta tudo solucionado…!!!

    Ora ora, por acaso não sabem, a velha , carcomida e golpísta direitona, jamis investigou e (ou) puniu algum dos seus membros…!!!

    E o jornalismo Tupiniquim…!!!??

    E a nossa grande mídia, o nosso jornalixo mais conhecido por “confundir” propaganda com jornalismo…!!!???
    Basta dar uma notinha de pé de página, em fim faz um mise en sciene, engana os trouxas e fica tudo por isso mesmo…!!!

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  7. João Claudio diz:

    Tradução:

    Pai e filho são ‘movido$’ a petróleo.

    Tomam banho, café, almoçam, jantam e ainda sobra petróleo para abastecer os seus veículos.

    É o milagre da multiplicação do petróleo. Né não?

    O Corpo de Bombeiros adverte:

    CUIDADO: NÃO RISQUE FÓSFORO OU FAÇA USO DE ISQUEIRO NA PRESENÇA DOS DOIS.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.