quinta-feira - 09/09/2021 - 18:48h
Telefonema e nota

Bolsonaro afaga Alexandre de Moraes e pede desculpas por excessos

Ex-presidente Michel Temer (MDB) é chamado e acerta pacificação das relações entre os poderes

Do Metrópoles, Veja, UOL, G1 e Canal BCS

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) divulgou uma nota (leia a íntegra abaixo) na tarde desta quinta-feira (9/9) na qual diz que às vezes fala “no calor do momento” e que nunca teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes”.

A nota, um claro recuo no tom das últimas semanas, foi publicada no site do Palácio do Planalto logo após encontro dele com o ex-presidente Michel Temer (MDB) – veja AQUI.

Bolsonaro conversou ao telefone com Alexandre, após sondagem de Temer ao ministro do STF (Foto: arquivo)

Bolsonaro conversou ao telefone com Alexandre, após sondagem de Temer ao ministro do STF (Foto: arquivo)

Temer, o pacificador

Em sua coluna online, o jornalista Lauro Jardim (O Globo) acrescentou:

A nota oficial que Jair Bolsonaro divulgou há pouco, recuando de forma radical das bravatas que tem proferido nas últimas semanas contra o Supremo, notadamente o discurso do dia da Independência, foi escrita pelo marqueteiro Elsinho Mouco sob a supervisão de Michel Temer.

A ideia da nota surgiu ontem à noite quando Temer e Bolsonaro conversaram pelo telefone. Em seguida, Mouco, que atuou como marqueteiro de Temer, redigiu o texto, sob a supervisão do ex-presidente.

Hoje, de manhã, às 7h30, um avião da FAB levou os dois a Brasília para se encontrar com Bolsonaro. O texto foi apresentado ao presidente e aprovado.A propósito, foi Elsinho quem, no dia 18 de maio de 2017, no dia seguinte à divulgação da explosiva delação de Joesley Batista escreveu o discurso em que Temer disse: “Não renunciarei”.

Declaração à Nação

No instante em que o país se encontra dividido entre instituições é meu dever, como Presidente da República, vir a público para dizer:

1. Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar.

2. Sei que boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimento acerca das decisões adotadas pelo Ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das fake news.

3. Mas na vida pública as pessoas que exercem o poder, não têm o direito de “esticar a corda”, a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia.

4. Por isso quero declarar que minhas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum.

5. Em que pesem suas qualidades como jurista e professor, existem naturais divergências em algumas decisões do Ministro Alexandre de Moraes.

6. Sendo assim, essas questões devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art 5º da Constituição Federal.

7. Reitero meu respeito pelas instituições da República, forças motoras que ajudam a governar o país.

8. Democracia é isso: Executivo, Legislativo e Judiciário trabalhando juntos em favor do povo e todos respeitando a Constituição.

9. Sempre estive disposto a manter diálogo permanente com os demais Poderes pela manutenção da harmonia e independência entre eles.

10. Finalmente, quero registrar e agradecer o extraordinário apoio do povo brasileiro, com quem alinho meus princípios e valores, e conduzo os destinos do nosso Brasil.

DEUS, PÁTRIA, FAMÍLIA

Jair Bolsonaro – Presidente da República federativa do Brasil

Bolsonaro conversa com quem ele agrediu

O jornalista Igor Gadelha, do portal Metrópoles, noticiou que o presidente Jair Bolsonaro conversou por telefone com o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (9/9), antes de divulgar uma “declaração à nação”, em tom de pacificação.

Ainda na noite de quarta, o ex-presidente afirmou que “falou rapidamente” com Moraes, principal alvo de Bolsonaro nos discursos durante os atos de 7 de setembro.

Na ocasião, Temer também sondou a disposição de Moraes em dialogar com Bolsonaro. A conversa telefônica, então, ocorreu enquanto o ex-presidente estava reunido com o atual mandatário no Planalto, hoje.

Segundo relatos, Moraes teria repetido a Bolsonaro num diálogo ‘cordial’ (veja AQUI) o que disse para Temer na noite anterior: que age apenas nos termos jurídicos e que não tem nada pessoal contra o atual presidente e seus apoiadores (veja AQUI).

Reações

Nas redes sociais e imprensa formal, as reações à posição de Bolsonaro foram as mais variadas. Muita incredulidade, outras vozes aplaudindo o sinal de pacificação e muitos aliados decepcionados ou sem entender nada ainda.

“O leão virou um rato”, ironizou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). “É um frouxo e covarde”, provocou o deputado federal Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara dos Deputados.

“Continuo aliado, mas não alienado”, disse o pastor Silas Malafaia. “Ele não vai parar sozinho. Só com Impeachment. Não há outra forma de sair deste pesadelo!”, mostrou Guilherme Boulos (PSOL), ex-candidato a presidente da República.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), destacou que a “harmonia entre os Poderes é uma determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar”. Enquanto isso, o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos jogou a toalha, para ele, é o “fim do jogo”. Veja outras reações de aliados AQUI.

Nota do Blog – Presidente Bolsonaro dá um passo atrás. Recua para não desabar de vez. Os babaquaras da infantaria, que topam tudo, é que estão na pior. Daqui a pouco ele voltará ao normal. Porém, mesmo que por conveniência, vale esse armistício. O país precisa de paz para sair disso.

No andar de cima, o presidente fuma cachimbo da paz (agora, taokey?) com quem ele agrediu verbal e moralmente. Claro que não é sincero nem reconhece excessos, mas por necessidade de sobrevida ou sobrevivência. Já Zé Trovão e outros manés não escapam do xilindró.

Estúpido, inconsequente, Bolsonaro é aquele do discurso (veja AQUI) em 7 de setembro. O da nota de hoje é o que precisa ser agora. Sua ‘normalidade’ não demora a eclodir novamente.

Leia também: ‘Caminhão sem freio’ do bolsonarismo ameaça o próprio governo.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial

Comentários

  1. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    A PROPÓSITO, CADÊ OS BURRO NARIANOS ELEITORES DITOS CIDADÃO DE BEM, DEFENSORES INTRANSIGENTES E INCONDICIONAIS DO SUPOSTO PRESIDENTE E “HOMEM DE PALAVRA”….?!?

    ÀQUELES QUE NÃO QUEREM QUE NOSSA BANDEIRA SEJA VERMELHA E QUE ENXERGAM COMUNISMO ATÉ NAS FRALDAS BRANCAS DOS BEBÊ HOSPITALIZADOS…!!!!S

    Kkkkkkkkkkk…!!!!

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO
    OAB/RN. 7318.

  2. João Claudio diz:

    Da série ‘Eu já vi esse filme.’

    Eu cantei a pedra AQUI na noite da terça-feira. O Boca de Cu vai pedir desculpas pelas agressões. Não deu outra.

    E canto mais; há mais de dois anos que Boca de Cu insulta mêi mundo de gente, pede desculpas no dia seguinte e dois dias depois repete a dose.

    Babacas e mariquinhas, serão os insultados no dia 7 que apartir de segunda-feira vão novamente curvar-se ao moleque e engrossar a fila na próxima cerimônia do beija-pés.

    P. S – Zé Trovão tá no Mexico peidando pro Xandão.

    P. S 2 – Para não perder a viagem: o Lularápio disse que ‘parece’ que recebe mensalmente 27 mil reais do PT.
    ‘Parece, viu?’

    Enquanto isso, os burros encantados que zurram AQUI só pagam o ‘papel’ da água e da luz depois que recebem o aviso de corte.

    Tradução:

    Todos lisos e o chefe da quadrilha limpando o boga encardido com nota de 200.

    Arrocha, tropa de burro.

    – Zuuuuuuurro…! Zuuuuuuurro…!

    – COICE NÃO! COICE NÃO! SAI PRA LÁ. XÔ, ROCHIN! ZÔ, BURRO PRETO.
    (Kkkkkkkk….tem burro na área que nem presta)

  3. Carlos diz:

    Esse Bozo é um fascista fanfarrão, logo voltará ao (a)normal.

  4. Hermiro Filho diz:

    Dia 12/09 vai ser a vez de vocês.
    Espero que à avenida Paulista esteja “cheinha” até o tronco, porque se não, irão serem derrotados outra vez em 2022.

  5. Anderson diz:

    Tem gringo perguntando o que é “Zé cagão”. O termo foi parar nos mais comentados em algumas redes sociais e gerou curiosidade.
    Lá no Ceará dizem que “peidou pra dentro”.
    Aguardando que cumpra com a palavra dele e descumpra alguma decisão judicial… Tem bolas para isso? Duvido.

  6. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAUJO diz:

    Hermínio Filho.. como BURRO NARIANO MAIS QUE FANÁTICO,.quanto mais panha, MAIS deixa o lombo descoberto e a disposição da Da Cavalgadura Mor pro açoite.. !!!

    Kkkkkkkkkk

    Um baraço
    FRANSUELDO VIEIRA DE ATAUJO
    OAB/RN. 7318

  7. Fernando diz:

    Cagou na rabichola. Cadê o mito otarios?

    • Hermiro Filho diz:

      7 de setembro o Capitão estava ao lado das multidões.
      Você tava cagando em alguma mata fechada que não observou???????????????????????

  8. Amorim diz:

    O que Akineton não faz!
    Mas é só passar o efeito que vem merda.
    Um bom dia.

  9. MARIADOSOCORROMENEZESALVES diz:

    é muita duvida votar num louco e num ex presidiario eu prefiro a segunda opcão esperiencia própria. doe menos acreditem.

  10. Souza diz:

    Bolsonaro na verdade mandou colocar uma coleira estranguladora no pitbull.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.