sexta-feira - 21/01/2011 - 00:11h

Caminho por aí



Caminho por aí,
caminho feito louco varrido…
Vagarando nas noites de lua cheia,
vagabundeando entre árvores e neblina.
Caminha meu corpo por aí,
cortando vento,
dançando entre os ramos da noite densa,
minhas mãos presas nas correntes do tempo,
tempo por aí.
Tempo este que corre de mim,
e corro dele através de um labirinto,
desatando os nós dos medos,
rompendo segredos e talhados.
Tempo vagabundo?
Caminho por aí.

Sulla Mino – Poetisa AQUI.

Categoria(s): Nélter Queiroz

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.