quinta-feira - 01/10/2020 - 08:16h
O outro lado

Coligação Juntos por Mossoró se diz vítima da ‘velha política’


A Coligação Juntos por Mossoró apresenta sua posição sobre pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) para impugnação (veja AQUI) da candidatura a prefeito da ex-prefeita Cláudia Regina (DEM), registrado oficialmente nessa quarta-feira (30) pela Justiça Eleitoral.

Veja abaixo:

Com relação à notícia sobre a intimação para a fase de contestação ao pedido do Ministério Público Eleitoral para impugnação do registro de candidatura de Cláudia Regina à Prefeitura de Mossoró, a Coligação “Juntos Por Mossoró” reitera sua plena confiança na Justiça, sobretudo pautada na decisão julgada no dia primeiro de setembro de 2020 pelo Tribunal Superior Eleitoral – TSE que autoriza a candidatura de Cláudia Regina.

É lamentável que o processo eleitoral venha ser alvo de embaraço com a finalidade de confundir o eleitor na tentativa de criar um clima de insegurança jurídica.

O esforço para a publicização de infundados “factoides” é uma prática da “velha política”, que, por sinal, vai diretamente de encontro ao nosso trabalho em uma campanha pautada no debate propositivo e na transparência de ideias para a cidade de Mossoró.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política

Comentários

  1. Victor diz:

    Claudia Regina, cassada 10 vezes, muitas destas por abuso de poder econômico, o vulgar “compra de votos”, se queixando da “velha política”. Quanto aos “dinheiros” que transitaram na sua campanha de 2012, a Revista Istoé estampou: Edvaldo Fagundes, o Marcos Valério potiguar. Então, para ela, o agente dessa velha política, agora, seria o Ministério Público? Sei.

  2. Ailson Fernandes Teodoro diz:

    Não sou eleitor de Cláudia Regina. Mas acho que juridicamente esse questão já está ou era para está superada. Pacificado. Dia 7 de Outubro as punições de inelegibilidade cessarão. Isso se não for julgado antes. Cláudia terá direito e conseguirá o registro.

    • Victor diz:

      É verdade, por isso que é mais estranho ainda ela falar em “velha política”. Bastava dizer: “o Ministério Público está no seu direito de autonomia funcional, mas o judiciário vai aplicar o entendimento que já predomina e manter meu registro”. Falar em “velha política” no caso dela é falar em corda na casa de enforcado.

      • Ailson Fernandes Teodoro diz:

        Verdade, Victor. Concordo contigo. Embora o que escrevi acima não tenha sido uma resposta a sua postagem. Àquela campanha de 2012 foi realmente “diferente”. Compra de votos no varejo e no atacado. De simples pessoas físicas até partidos políticos foram comprados, usados e abusados por alguns candidatos.

        Seu registro foi importante. Boa tarde!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.