sexta-feira - 25/08/2017 - 07:58h
Sindicato x Prefeitura

Dois lados absurdamente equivocados no serviço público


Sobre a postagem Sindicato avisa que “vai ter greve” de servidores municipais (veja AQUI), o odontólogo, advogado e servidor municipal de Mossoró, Adílio César, emite o seguinte comentári:

Bom dia, Carlos Santos.

Duas coisas absurdas. Uma por parte do “sindicato” (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró-SINDISERPUM), outra por parte da Prefeitura Municipal de Mossoró.

A do “sindicato”: a “espera” por Rosalba Ciarlini (prefeita) esconde o reconhecimento de que essa mobilização não tem força. E isso decorre do passado recente dessa instituição.

Hoje, não representam os servidores da saúde e sem esses servidores, não há como o movimento ser forte. Com isso, o “sindicato” cria essa coisa de esperar a prefeita voltar de viagem (veja AQUI) só pra manter os poucos pobres coitados dos servidores que ainda acreditam nele.

O absurdo da prefeitura diz respeito ao descumprimento da Constituição Federal e a própria lei municipal criada pela própria prefeita em 2003, que determina que a data-base dos servidores municipais é em maio.

O descumprimento da CF está relacionado à reposição da inflação. O cálculo que estão fazendo é equivocado, pois o último reajuste teve como última referência o mês de dezembro de 2015, então não poderia simplesmente a atual gestão esquecer os 04 primeiros meses do ano no cálculo.

Se querem atualizar, o faça de janeiro de 2016 a agosto de 2017, retroagindo o pagamento dos meses de maio em diante.

Adílio César

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / E-mail do Webleitor

Comentários

  1. VERA DENICE MARQUES diz:

    A quem interessar possa;
    A instituição qual o senhor está se referindo me representa sim, e aos demais servidores da saúde do município de Mossoró. Quando você se refere ao passado seu equívoco é ainda maior, por esquecer de como a categoria está mobilizada, e isto está explícito em fotos de reuniões realizada por esse sindicato.
    No entanto em sua visão individualista transformada como sendo de um coletivo, me faz recordar ações do senhor também. Referir-se aos servidores como “coitados” também é um erro, eu não sou coitado, peça desculpas aos servidores que o senhor tem prazer em dividir enquanto categoria. Seria uma atitude louvável de sua parte.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.