terça-feira - 14/05/2019 - 11:18h
Delação

Dono da Gol cita repasse financeiro a Rodrigo Maia

Henrique Constantino também afirmou ter ouvido pedido de propina de Temer e Henrique Alves

Do Correio Braziliense

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi citado no acordo de colaboração premiada de um dos donos da Gol Linhas Aéreas, Henrique Constantino, como recebedor de “benefício financeiro” por meio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (ABEAR). São citados, também como recebedores de valores da Abear, o ex-senador Romero Jucá (MDB-RR), o ex-deputado Vicente Cândido (PT-SP), o senador Ciro Nogueira (PP-PI), além de Marco Maia, Edinho Araújo, Otávio Leite, Bruno Araújo e outros.

Rodrigo Maia garante que denúncia vai ser arquivada, considerando-a absurda (Foto: Najara Araújo)

A informação consta de um trecho de uma decisão desta segunda-feira, 13, do juiz responsável pelo caso, Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara Criminal da Justiça Federal do Distrito Federal. O trecho em questão foi tarjado no documento divulgado pela Justiça Federal.

Anexos de acordos de colaboração costumam ser apresentados para descrever crimes confessados pelo delator.

Caixa Econômica Federal

Na colaboração, Constantino também afirmou ter ouvido pedido de propina de Michel Temer, então vice-presidente, e dos deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (MDB-RN). O pedido, segundo o empresário, foi feito em reunião em Brasília em junho de 2012, no valor de R$ 10 milhões, em troca da atuação do grupo para atender a interesses de companhias ligadas ao empresário em questões envolvendo a Caixa Econômica Federal (CEF)

Segundo um dos anexos da colaboração premiada de Constantino, a que a reportagem teve acesso, a negociação foi iniciada com o operador Lucio Funaro, ligado a Cunha e o MDB. Os pagamentos, afirma, foram efetuados, em parte, para a campanha de Gabriel Chalita, então integrante do MDB, à Prefeitura de São Paulo, e em outra parte para empresas indicadas por Funaro, como Viscaya e Dallas.

Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que não conhece e nunca teve nenhum tipo de relacionamento com Henrique Constantino, um dos donos da Gol Linhas Aéreas, Henrique Constantino. ”Nunca me pagou nada, isso é mentira dele. Não tem como provar e vai ser mais um inquérito arquivado na justiça brasileira”, afirmou Maia, ao chegar para um jantar com empresários e investidores estrangeiros organizado pelo Grupo Safra, em Nova York.

Henrique Alves

A defesa de Henrique Alves afirmou que “as afirmações de Henrique Constantino são absolutamente infundadas. Henrique Eduardo Alves sequer o conhece, não tendo jamais conversado ou se reunido com ele”.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos Twitter no AQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. João Claudio diz:

    Da série ‘Lindo, lindo, lindo.’

    Dois ex PRESIDENTES presos; a ex presidentA está sendo investigada; o PRESIDENTE da câmara, idem; o filho do atual PRESIDENTE tá mais sujo na praça do que poleiro de pato com caganeira; o PRESIDENTE do ‘éssi tê éfi’ é o Amigo do Amigo do meu pai; juízes e desembargadores vendendo sentenças; o maior estuprador do planeta gozando liberdade….

    -…Só tem mocinhos?

    - Só! E a lista vai crescer. Já já o PRESIDENTE do Senado vai deixar o seu rabo à mostra.

    - Aff! É o mundo todo metendo a mão, né não?

    - Né não! Esculhambeichon dessa envergadura só no país das bundas.

    - Ah, tá! Mas todos se dizem inocentes. Alegam que nunca viram uma nota de 100.

    - Marcola e Fernandinho Beira Mar, também.

    - Ah, tá!

  2. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Essas tristes notícias estão rotineiras.

  3. Inácio Augusto de Almeida diz:

    “O pedido, segundo o empresário, foi feito em reunião em Brasília em junho de 2012, no valor de R$ 10 milhões, em troca da atuação do grupo para atender a interesses de companhias ligadas ao empresário em questões envolvendo a Caixa Econômica Federal (CEF)”
    Já observaram que a CEF parece o K da fórmula de química.
    Tá em todas.
    Recebi e-mail da CEF afirmando existir INCONSISTÊNCIA na planilha do meu contrato de financiamento de um imóvel.
    Já solicitei uma planilha sem INCONSISTÊNCIA E ATÉ AGORA NADA.
    A CEF assume POR ESCRITO o erro e nada faz para corrigi-lo.
    Comuniquei por e-mail ao Julierme Torres, gerente da agência o que está acontecendo.
    Será que ele vai fazer que não está sabendo de nada?
    Quando o cliente da CEF vai ficar livre destas INCONSISTÊNCIAS?
    Quando o cliente da CEF vai ter os seus direitos respeitados?

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.