quinta-feira - 31/12/2020 - 19:53h
Réveillon

Engarrafamento sinaliza para multidão em Tibau

A 42 quilômetros de Mossoró, a cidade-praia de Tibau concentra nesse réveillon uma população flutuante incontável.

Mesmo com sérias restrições legais impostas pela prefeitura do município, contra aglomerações e festas diversas – devido o perigo da Covid-19, parece que multidões devem ser formar por lá.

O vídeo constante dessa postagem, que circula em grupos de WhatsApp, mostrou como estava o engarrafamento de acesso à cidade no fim da tarde dessa quinta-feira (31 de dezembro de 2020), com centenas de veículos originários sobretudo de Mossoró.

INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais / Saúde

Comentários

  1. João Claudio diz:

    Plantão ‘Estouro da Boiada – II.’

    Nossos repórteres estão nas ruas, nas fazendas, nas casinha de sapês e nas praias, para levar aos ouvintes e ouvintas as últimas notícias sobre o grande estouro.

    E vamos acionar o nosso PensandoBemCop.
    Alô, Padre Quervêlo. O que você ver aí de cima que nós não vemos aqui embaixo. Boa Noite!

    – Boa Noite a todos e todas. O que estamos vendo daqui do helicóptero do Pensando bem, é algo espantoso.
    Isso non ezxiste.

    – Seja mais claro, Padre Quervêlo.

    – Estamos sobrevoando a RN que liga o país de Mossoró à praia do Tibau, praia essa que os mossoroenses botaram na cabeça que pertence a eles.

    O que estamos vendo é a boiada abandonando a capital do oeste com a mesma pressa que os moradores de Pompeia abandonaram suas casas antes de o Vesúvio começar a cuspir labaredas. Isso non ezxiste.

    Daqui do alto dá pra ver ônibus, caminhões, mistos, pau-de-araras, táxi-lotação, transporte clandestino, motos, paredão de som em banda de lata, e o escambau. Isso non ezxiste.

    – E a cidade de Tibau. Muito gado por aí?

    – Estamos nos aproximando daquele funil que fica na entrada da cidade. Os carros que conduzem a boiada deram aquele tradicional nó no funil.

    Também se vê milhares de redes de todas as cores armadas nos alpendres, digo, nos currais. O colorido é tanto que mais parece um quadro pintado por Salvador Dalí.
    Isso non ezxiste.

    Vou pedir ao Comandante Hamoilton para sobrevoar a praia do Gado Bravo. É nessa praia onde vai se concentrar a maioria do gado mais teimoso e revoltado.
    Daqui do alto podemos ver novilhas e garrotes ciscando a areia da praia com os cascos. Isso non ezxiste. Isso é coisa do demônio.

    Estamos sobrevoando agora a mansão da prefeita onde se vê uma grande fila formada pelos cargos comissionados e puxa-sacos de Ravengar, e os levanta-a-saia-pra-cheirar-peido da prefeita. Segundo o Comandante Hamoiton, trata-se da cerimônia do ‘deslava-pés’. Isso non ezxiste.

    Estamos sobrevoando agora a Praia do Ceará. Eiiiiiita da carniça miserável. É grande o número de panelas contendo galeto e farofa. Tem litro de cachaça na areia da praia que nem presta.

    – Padre Quervêlo, a produção pede o seu retorno agora para abastecer o PensandoBemCop, antes que a Petrobrás anuncie o novo aumento de combustível.

    – Isso non ezxiste. Isso é coisa do demônio. Justamente agora que a gente ia pousar em Jucelino para comprar grude.
    Câmbio e desligo.

    – Obrigado, Padre Quervêlo.
    Srs. ouvintes, o plantão de ‘O Estouro da Boiada – II, pode voltar a qualquer momento ou em edição extraordinaria.

    Fiquem ligados.

    Trabalhamos em nome de ‘A Kancela’, o restô da família mossoroense, e da Indústria de Moveis Lindomar, onde você compra uma sinuca e ganha duas.

    Até já.

  2. Hermiro Filho diz:

    Carlos,
    Impossível segurar o povão. A salvação será a vacina.
    Enquanto isso, seguimos tocando a vida.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.