quarta-feira - 28/02/2018 - 10:15h
"Alternativa"

Esperteza política tenta excluir Robinson da própria sucessão


Articulações que envolvem vários atores da política potiguar tentam seccionar o Governo Robinson Faria (PSD), levando-o a desistir de qualquer projeto de reeleição.

Paralelamente, se busca a viabilidade de uma chapa que junte empresários e políticos da “velha guarda”, como “alternativa” (pasme!) político-eleitoral este ano.

Seria uma chapa em contraponto ao petismo de Fátima Bezerra (PT) e ao sistema Alves do prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT).

Nesse arranjo, falta apenas combinar com o povo e esperar que os “excluídos” aceitem todas as manobras candidamente.

Nota do Blog – Vale lembrar na narrativa dessas conspirações de bastidores, pelo menos duas frases célebres do presidente Tancredo Neves:

- “Esperteza, quando é muita, come o dono.”

- “Não se faz política sem vítimas.”

Leia também: Vice-governador é anunciado como pré-candidato a governo.

Leia tambémIndigência política no RN leva à notícia hilariante.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Marcos Pinto. diz:

    São os mesmos sacripantas que forjaram a candidatura do Deputado Henrique Copa do mundo em 2014 e que levaram o dito cujo a uma retumbante derrota no segundo turno. O povo está tão ressabiado que só restam mesmo dois nomes com cacife e credibilidade popular, que são os respeitáveis Prof. Dr. Robério Paulino (O meu candidato) e a Fátima Bezerra. Do PT só voto no Cara Lula Brasil, sem medo de ser novamente feliz.

  2. François Silvestre diz:

    Quem exclui Robinson é o próprio Robinson. Delírio em excesso, esperteza nula. E o povo? Mula.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.