segunda-feira - 01/03/2021 - 09:50h
Covid-19

Estado e município têm ação conjunta contra desobediência a decretos

Em postagens no seu Twitter (rede social), o procurador geral do município de Mossoró dissipou dúvidas quanto ao papel da municipalidade na luta contra a pandemia da Covid-19.

Postagens do procurador ocorreram nesse domingo (28 de março)

Postagens do procurador ocorreram nesse domingo (28 de março)

Segundo afirmou, os decretos municipal e estadual não são excludentes e se completam.

Nesse domingo (28), por exemplo, várias operações feitas em várias partes de Mossoró flagraram aglomerações humanas e várias irregularidades em bares e restaurantes. Até condomínio residencial foi identificado desobedecendo os decretos.

Apesar dos esforços públicos em termos de esclarecimento, fiscalização e sanções contra desobediências a decretos que procuram frear o avanço da pandemia, não faltou desobediência.

Transgressão, fiscalização, punição

Em Mossoró, por exemplo, uma “saída” à transgressão das normas foi realizar festas diversas antes do horário de toque de recolher determinado pelo Governo do Estado, de 22 às 5 horas.

No centro da cidade e nos bairros Nova Betânia, Bom Jesus, Aeroporto e Santo Antônio, entre outros, houve flagrante de abusos entre período da tarde e início da noite.

Nas redes sociais pulularam fotos e vídeos mostrando excessos, como também ações conjuntas das forças de segurança do município e do governo estadual, que na maioria das intervenções teve papel educativo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde

Comentários

  1. Hermiro Filho diz:

    Já disse
    Podem baixar dois mil decretos, não tem quem frei o povo.
    Com multa, sem multa, só revolve com a vacina.
    Pronto

  2. João Claudio diz:

    E eu concordo com os dois e vou mais além:

    Esses decretos e nada é a mesma coisa. Ou melhor dizendo; é mais imútil do que cagar e limpar com canjica.

    Porém, se começarem a botar a mundiça na cadeeeeeia, aí, poderão ser outros quinhentos, mas desde que Gilmar Mendes não saiba.

    E finalizo repetindo o de sempre: o gado tá solto e desembestado. Ninguém segura a boiada no brasil.

    Escrevi o comentário ao som de ‘Aonde a vaca vai, o boi vai atrás’, by João da Praia.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.