quinta-feira - 07/01/2021 - 08:50h
A 'democracia' na América

EUA testemunham invasão de Congresso com registro de mortes

Do Canal Meio

Estados Unidos - Invasão do Capitólio (Congresso) em 06-01-21

Invasão juntou tipos estranhos e raivosos com repercussão em todo o mundo (Foto: web)

Já se aproximava das 6h no Brasil, agora na manhã de hoje, quando no exercício ritual de comando do Senado o vice-presidente americano Mike Pence declarou eleitos Joseph R. Biden Jr e Kamala D. Harris.

Na Geórgia, enquanto isso, o reverendo Raphael Warnock e o documentarista Jon Ossoff foram eleitos senadores, confirmando assim que o Partido Democrata terá maioria na Câmara e no Senado durante o biênio 2021-22. Há vinte anos o estado só elegia republicanos — ontem foram dois da oposição, de uma só tacada.

E assim o processo eleitoral americano enfim terminou. Não há mais passos ou possibilidade de reverter, o Congresso Nacional sancionou o resultado da corrida presidencial. Mas não era para ter sido tão tarde.

Deputados e senadores tiveram de parar por várias horas seu trabalho pois tiveram a vida posta em risco. Também ontem, pela primeira vez em mais de 200 anos de história, um presidente americano – Donald Trump – incitou uma turba em fúria para que invadisse o Parlamento de forma a impedir que a escolha popular fosse confirmada.

Democracia ferida

Justamente quando o Congresso se reunia para homologar a eleição presidencial, Trump foi à frente dos jardins da Casa Branca de onde discursou para a turba, repetiu sua afirmação sem qualquer prova de fraude eleitoral, e a incitou. “Nós vamos agora andar até o Capitólio”, ele disse, “e vamos celebrar nossos bravos senadores e deputados e deputadas, e talvez não celebremos alguns deles.”

A multidão atravessou então os quase três quilômetros que separam a residência presidencial do Congresso e, após pressionar, vários ganharam acesso ao prédio pegando a segurança desprevenida.

Mike Pence foi o primeiro evacuado às pressas, depois por ordem os senadores e os deputados — mas ainda havia parlamentares no plenário do Senado quando os vândalos o invadiram.

Um homem desfilou com uma bandeira confederada — símbolo daqueles que, nos anos 1860, quiseram cindir o país. Uma dupla substituiu a bandeira nacional no exterior do Parlamento por uma na qual se inscrevia apenas o nome do líder em letras garrafais — Trump.

Bandeira confederada é empunhada no Capitólio (Foto: Saul Loeb/AFP-Getty)

Bandeira confederada é empunhada no Capitólio (Foto: Saul Loeb/AFP-Getty)

Outro circulou com na camiseta a estampa Campo Auschwitz.

Invadiram gabinetes de deputados e senadores, fotografaram o que estava nas telas dos computadores largados às pressas, ocuparam sem ter sido eleitos os assentos no plenário incluindo aquele dedicado ao presidente da Casa. Discursaram.

Quando a prefeitura de Washington pediu ao Departamento de Defesa ajuda da Guarda Nacional, ouviu não. O assalto ao Capitólio já durava duas horas quando Joe Biden apareceu.

“Este é um assalto ao que há mais sagrado na América”, afirmou. “O trabalho de debater os temas do povo.” E então chamou Trump à responsabilidade. “Apareça em cadeia nacional, cumpra seu juramento, defenda a Constituição e exija o fim do cerco.”

Poucos minutos depois, nas redes sociais, veio o vídeo do presidente. “Vão para casa”, pediu. “Nós amamos vocês.” Demorou ainda mais de hora para que a Guarda Nacional, agora convocada pelo vice-presidente, pudesse evacuar enfim o prédio.

Ao todo quatro pessoas morreram por conta da invasão ao Capitólio – veja AQUI também.

Nota do Blog – Preciso voltar a ler (depois de décadas) “A democracia na América”, de Alex de Tocqueville. Centenas de páginas que precisam ser revistas, agora sob um novo olhar, com mais maturidade, em confronto com isso que testemunho agora. Que tempos estranhos!

INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    É isso gente, evidencia-se mais uma vez, que, a extrema direita não manda recado, faz e acontece na busca insana pelo poder, explorando os instintos seculares instintos mais primitivos da dita raça humana. No caso estadunidense, temos à frente UM TAMPO (DONALD TRUMP) que espelha, incita e coordena como ninguém, afetos anti-democráticos, especialmente fundados na misoginia, no escravismo e na supremacia branca.

    Os acontecimentos no Capitólio Americano do Norte, pode e deve servir de alerta aos democratas brasileiros, tendo em vista o empoderamento dos extremistas do ódio e da mentira como farsa e método político. Oportuno não esquecermos que aqui eles, não só estão no poder, como detém grande apoio das forças militares, seja no exército, nas policias e de modo informal, no seio das centenas de milicias espalhadas por este Brasil de exclusão, escravismos e estupidezes galvanizadas pelo processo de ignorância histórica.

    ACORDEMOS BRASIL…ANTES QUE SEJA TARDE…!!!

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  2. João Claudio diz:

    Um filme com esse mesmo roteiro e sob a direção do porra-louca de cá, está sendo produzido com a partcipação de canalhos e canalhas, picaretos e picaretas, irresponsáveis e irresponsávas, e a frasqueira em geral, cuja estréia está presvista para 2022.

    O fato de grande parte da população tupiniquim ser composta de fanáticos, incivilizados, analfabetos, mal-educados e abestalhados, imagina-se que a tragédia pode ser maior do que a dos EUA.

    Quem viver verá.

    Aguardeeeemmmm…!!!

  3. João Claudio diz:

    – Pensando bem, digo, olhando bem as imagens dos fanáticos invadindo o capitólio, lembrei…..sabe de QUÊ????

    – Não!

    – Dos fanáticos esquerdalhos que se agoleraram em frente ao sindicato dos metalúrgicos de ‘São Beirnaido’, no dia em que Lula foi convidado a ir preso.

    – Ahhhhh….lembrei também. Mas os fanáticos por Lula não invadiram prédios públicos.

    – Não invadiram porque não tiveram tempo. Se a policia não tivesse retirado o lalau daquele prédio e naquela noite, o estrago no ‘day after’ seria incalculável.
    Homi, acredite se quiser; a carniça vermelha de Mossoró já estava programando uma lotação à ‘São Beirnaido’ para engrossar o caldo da carniça de lá. Fanáticos de todo país estavam fazendo o mesmo.

    – Sostô! Tem abestalhado nos quatro cantos. Né não?

    – E não teria mais porque a Terra é redonda. Já imaginou se fosse plana e tivesse vários cantos?

    – Terra plana é a cara do Lula. Ei, Zé Dirceu botou a cara sem-vergonha na rua.

    – Foi??? O que o picareta cuspiu? É familiar ou impróprio aos menores de 16 anos?

    – Homi, ele disse que não pode esperar 2022 chegar. Você pode traduzir isso?

    – Claro! Ele tá doidin pra voltar ao poder pra se ‘arrumá’ novamente.

    – Você acha que o PT vai voltar?

    – Homi, essa ilusão só passa na cabeça do Lula.

    – Quer dizer que….

    – …as urnas de 2020 deram o recado; em 2022 o pé na bunda vai ser geral.

    – Tu acha?

    – Anote, viu?

    – Viu! E quanto aos fanáticos?

    – Homi, esses não acabam nunca. Tiveram seus cérebros lavados pela seita e só a morte é capaz se ‘deslavar’. De sorte a raça não sai às ruas mordendo a todos que encontrar pela frente.
    Por enquanto. Entende?

    – Entende e ah, tá!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.