sábado - 14/09/2019 - 10:02h
RN

Ex-deputado é condenado por forjar licitação de merenda


O Ministério Público Federal (MPF) obteve a condenação do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Goianinha, Rudson “Dison” Raimundo Honório Lisboa, e mais quatro pessoas envolvidas em um esquema que forjou uma licitação no Município de Goianinha, em 2004. O grupo simulou a realização de um processo licitatório, exigido por lei, enquanto o então prefeito contratou diretamente uma empresa para fornecer os alimentos a serem utilizados na merenda escolar.

Dison: ex-deputado (Foto: Eduardo Maia)

A Dison Lisboa foi aplicada uma pena de mais de quatro anos de detenção e, se mantida, ele ainda ficará inelegível por mais oito anos após o cumprimento.

Em 2004, a prefeitura recebeu R$ 78 mil do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para aplicação no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Licitação forjada

Em vez de promover a devida licitação para escolher a fornecedora, os cinco forjaram um procedimento licitatório – via modalidade convite -, que serviu de artifício para a empresa Potiguar Atacadista Ltda. ser contratada diretamente e de maneira ilegal.

Além do político, foram condenados dois ex-integrantes da Comissão Permanente de Licitação,  Jean Carlos Coutinho Lima e Márcia Maria de Lima, e os empresários Orlando Luiz Pessoa (da Potiguar Atacadista) e José Regivaldo Silva de Lima, dono da distribuidora de alimentos que leva o seu nome e que participou da simulação como suposta empresa derrotada.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    A falcatrua aconteceu em 2004 e só agora acontece a condenação.
    Certamente vai recorrer e tudo vota ao 0 X 0.
    Não se surpreendam se ele aparecer como candidato nas próximas eleições.

  2. João Claudio diz:

    Entre a condenação e a prisão, tem é Zé,

    No dia em jogarem bandidos deste naipe na jaula dos leões junto aos PPPs, é provável que os próximos candidatos ao crime pensem 10 vezes antes de o cometer.

    Por enquanto, o crime compensa. Perguntem aos envolvidos e condenados pelas Operações Lava Jato e Sanguessugas, se estão arrependidos. Perguntem? A resposta é não! Porquê? Ora, eles continuam com o mesmo patrimônio.

    A resposta será ‘Sim, eu estou arrependido’, a partir do dia em que a justiça confiscar tudo e deixa-lo apenas de cueca e morando sob um viaduto. Sabe quando isso vai acontece? NUNCA. NUN-CA.

    Quanto aos roubos, os mesmos estão acontecendo AGORA. A-GO-RA. E, pelas mesmas pessoas que já foram pegas ROUBANDO. ROU-BAN-DO.

    Eu axepôco. A-XE-PÔ-CO.

  3. Raniele Costa diz:

    Não acredito, é tudo Fake News daqui a vinte anos ainda vai rolar esse mesmo assunto, no final ele fica em casa com a tornozeleira da moda e só.

  4. Q1Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Sr. Inácio, lembrei de sua luta!

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      Obrigado por lembrar desta minha luta.
      Por conta dela sequer posso emitir opinião em emissora de rádio em Mossoró e fui agraciado com uma condenação por injúria, calúnia e difamação, tendo que pagar danos morais a quem foi condenada em primeira e segunda instância, mas que recorreu a uma instância superior.
      O pagamento destes danos morais desfalcou a poupança da minha mulher. Poupança que tem por objetivo a quitação do contrato imobiliário da nossa casa no bairro Barrocas.
      Não pude contratar uma banca de advogados e terminei sendo condenado, mesmo nunca antes, nestes 73 anos de vida, ter entrado numa delegacia para responder por queixa prestada por vizinho.
      Da lei dos homens não é difícil escapar, mas das leis divinas ninguém escapa, nem mesmo contando com advogados brilhantes.
      Se Deus quis assim, que assim seja.

  5. Amorim diz:

    ” Maus vale um hiomem todavia nunca que em comparação jamais”
    Não sei de quem é o auto; mas certamente era inteligênte!
    ” ou não” como diria o C Veloso.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.