terça-feira - 24/11/2020 - 23:00h
Justiça

Ex-deputado federal vira réu em mais uma ação

Por Mariana Muniz (coluna Radar/Veja)

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves, o empresário Joesley Batista e o ex-executivo da J&F Ricardo Saud, viraram réus por corrupção, lavagem de dinheiro e caixa dois eleitoral – no caso que veio a tona em 2017, após a declaração premiada de Saud.

A justiça eleitoral do Rio Grande do Norte recebeu a denúncia apresentada pelo Ministério Público eleitoral no último dia 23 de outubro. A decisão é da juíza eleitoral Hadja Holanda de Alencar, da segunda zona eleitoral de Natal.

Segundo a denúncia, o ex-deputado Federal solicitou a empresa dos irmãos Batista o pagamento de vantagens indevidas para custeio de sua campanha eleitoral ao Governo do RN em 2014, tendo recebido R$2.936.000,00 milhões de reais.

Nas palavras da promotora eleitoral Iara Pinheiro de Albuquerque, que assina o documento, os crimes foram cometidos por Henrique Eduardo Alves “motivado pela ganância de ser eleito Governador do Rio Grande do Norte”.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Henrique Eduardo Alves, juntamente com Michel Frankstein Temeroso e Eduardo Cunha , três duas figuras de proa do dito histÓRICO PMDB “reluzentes” NO ATO DE SABOTAR A GOVERNANÇA DA ENTÃO PRESIDENTA ELEITA EM 2014, E , SOBRETUDO, IMPOR O PLANEJADO GOLPE JURÍDICO, MIDIÁTICO PARLAMENTAR EM FACE DA PRESIDENTA DILMA ROUSSEF. ABRINDO DEFINITIVO E MANIFESTO CAMINHO À EXTREMA DIREITA NA FIGURA GROTESCA, CORRUPTA,OBTUSA , INDECOROSA E NEO-NAZIFASCISTA: EXCREMENTÍSSIMO JAIR CLOROQUINETE ASCO NARO…!!!

    Pelo andar da carruagem, jamais será punido, sequer em um dia de cadeia e pagamento de multas, por mais de 40 anos de corrupção dentro do parlamento brasileiro…!!!

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    De novo, mais uma vez, outra vez, novamente…
    E assim o povo fica sem entender como uma pessoa já condenada, que continua participando de eventos sociais e políticos, tem mais processos abertos e permanece livre como se fosse o mais correto de todos os cidadãos.
    Quando a justiça brasileira vai endurecer com os de colarinho branco?
    Quando os recursos de condenados por prática de corrupção ganharão prioridade 1 para julgamento?
    O povo que paga com tanto sacrifício impostos para manter esta estrutura começa a dar sinais de IMPACIÊNCIA.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.