sexta-feira - 11/11/2016 - 21:19h
Uern

Ex-secretária da Educação reforça tese defendida por Blog


Boa noite Carlos Santos:

Muito oportuna suas observações sobre a Universidade do Estado do RN (UERN) – veja AQUI.

Ieda: preocupação (Foto: De Saboya.com)

Bom mesmo que autoridades e pessoas influentes da sociedade do Rio Grande do Norte se inquietassem com a situação de incertezas postas sobre a realidade de uma instituição que há cinco décadas contribui com a formação superior de milhares de norte-rio-grandenses e, com base em dados consistentes e informações confiáveis, discutam e apresentem sólidas propostas para sua eficiência e efetividade, incluindo a composição de custos/investimentos e benefícios socioeconômicos desta Universidade que é verdadeiramente estadual e não apenas de Mossoró.

Lembro que em uma outra situação da UERN, ainda FURRN, Padre Sátiro Dantas soube articular e conseguir reverter uma situação de crise e evoluir para a sua estadualização e posterior reconhecimento pelo Conselho Federal de Educação, possibilitando os avanços que a transformaram na UERN atual, com expansão da pós-graduação, consequentemente da pesquisa e da extensão.

Aguardo pois que sua chamada tenho eco.

Ieda Chaves – Professora da Uern e ex-secretária da Educação da Prefeitura de Mossoró

Nota do Blog – É difícil ser ouvido além dos muros da Uern, professora.

Mas vou insistindo. Enquanto continuarem fazendo movimentos para propagação do que não funciona, em vez de revelarem seu valor, os resultados não ajudarão a seus detratores.

Quem sabe os segmentos se unam e percebam a estupidez de uma luta sem foco, fracionada e baseada em interesses de grupos, que facilita a prosperidade da campanha anti-Uern.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): E-mail do Webleitor

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Foi esta senhora que DEBOCHANDO de pais de alunos disse NÃO ENTREGAREI OS TÊNIS PORQUE OS PÉS DOS ALUNOS CRESCEM. Dias depois resolveu debochar mais ainda de todos os mossoroenses e compareceu ao programa CIDADE EM DEBATE, Carlos Cavalcanti, para dizer que:
    FALTA MERENDA ESCOLAR PORQUE FALTAM MERENDEIRAS.
    Agora aparece advogando em causa própria e se insinuando a ser a futura Secretária de Educação de Mossoró. Quer ganhar mais na UERN e busca, nesta tentativa de volta à mídia, se mostrar e assim ser lembrada pela Rosalba Ciarlini.
    Professora inativa da UERN, conforme o Portal da Transparência daquela instituição de ensino, tem rendimento bruto de R$ 17.916.52 e deve estar achando pouco. Estes dados são de OUT 2016.
    Por causa de INATIVIDADES como esta é que o governo aventa a possibilidade de privatizar a UERN. O RN não suporta pagar rios de dinheiro a quem está na inatividade, tudo por conta de direitos adquiridos, quando o trabalhador brasileiro passa à inatividade com ganhos de R$ 5.189,82.
    ISTO É JUSTO?
    Esta senhora quando estava, repito, ESTAVA, secretária de educação de Mossoró, NADA ENTREGOU A TÍTULO DE UNIFORME ESCOLAR NO ANO DE 2O15. E quando questionada por mim porque Jardim do Seridó tinha distribuído UNIFORME ESCOLAR completo a todos os alunos da rede municipal daquela cidade, respondeu que Jardim do Seridó tinha menos alunos do que Mossoró, achando que com esta resposta RIDÍCULA conseguiria me confundir. Quando eu contrapondo disse que o DINHEIRO VINHA DE ACORDO COM O NÚMERO DE ALUNOS, desconversou, quando insisti apelou e disse: ME RESPEITE, como se eu a estivesse desrespeitando, quando na realidade quem estava desrespeitando a todos os pais de alunos da rede municipal de ensino era ela que não entregava o UNIFORME ESCOLAR.
    ATÉ HOJE NUNCA NINGUÉM SOUBE PORQUE EM 2015 NADA FOI ENTREGUE DE UNIFORME ESCOLAR.
    O Ministério Público nunca se dedicou a investigar esta grave ocorrência.
    Foi esta mesma senhora que quando estava, ESTAVA, secretária de EDUCAÇÃO licitou FILÉ DE TILÁPIA para a MERENDA ESCO0LAR e nunca uma cabeça de piaba chegou a alguma escola. Todos os dias eu denuncio este fato aqui e nunca tive notícia de que uma investigação tenha acontecido por quem quer que seja.
    Tem mais. Tem a construção de uma quadra de esportes dentro de um colégio com custo superior a 612 mil reais. Tem compra de calção e camiseta para os alunos das creches com custo de 600 mil reais. Fiz as contas e cada camiseta sai em torno de 75 reais, mesmo preço do calção. Camiseta e calção para criancinhas de creche. Isto considerando que existiam em 2015 4 mil alunos matriculados nas creches de Mossoró.
    POR QUE NUNCA NADA FOI APURADO ATÉ HOJE EU NÃO SEI. SEI QUE NÃO FOI APURADO.
    Não fosse esta senhora PROFESSORA INATIVA DA UERN e duvido que desse a mínima para a privatização ou não da UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO NORTE.
    /////////
    QUANDO VÃO APURAR A COMPRA DE FILÉ DE TILÁPIA PARA MERENDA ESCOLAR?
    QUANDO VÃO APURAR O FATO DE MAIS DE 100 ALUNOS ESTAREM MATRICULADOS EM 2015 NO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO E NUNCA TER ACONTECIDO UMA AULA POR FALTA DE PESSOAL? O QUE FOI FEITO COM O DINHEIRO DO MAIS EDUCAÇÃO?

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.