quinta-feira - 28/02/2019 - 15:40h
Definido

Folha de março do Estado será paga nos dias 15 e 29


O pagamento do mês de março dos servidores públicos do Estado será feito nos dias 15 e 29, conforme faixa salarial. O anúncio do calendário foi feito nesta quinta-feira (28).

Dia 15 será pago o salário integral a quem ganha até R$ 6 mil, aos servidores dos órgãos que compõem a Segurança Pública e uma parcela de 30% do salário de quem recebe acima de R$ 6 mil.

Reunião hoje sacramentou definição (Foto: Felipe Augusto)

Dia 29 será pago o restante do salário de quem recebe acima de R$ 6 mil e os servidores dos órgãos que têm arrecadação própria e da Educação.

Essas datas e valores foram fruto do acordo entre o Governo do Estado e as entidades representativas dos servidores durante reunião realizada na manhã desta quinta-feira (28) no Gabinete Civil com os secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil), Virgínia Ferreira (Administração) e Aldemir Freire (Planejamento).

Na reunião ficou acordado também que o Governo irá estudar uma proposta de calendário salarial dos próximos seis meses para, assim, poder oferecer uma previsibilidade aos servidores. Atualmente, as datas são definidas a cada mês durante as reuniões entre representantes dos Governo e dos servidores.

Fevereiro

Nesta quinta-feira, o Governo do Estado concluiu a folha de pagamento do mês de fevereiro pagando o restante de 70% dos salários de quem ganha acima de R$ 6 mil, além dos servidores da Educação e dos órgãos com arrecadação própria, como por exemplo Caern e Detran.

Com informações do Governo do RN.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública

Comentários

  1. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Continuo a afirmar que o governo está agindo de forma injusta, não acertando débitos, dívidas anteriores. Sugiro que o pagamento deva ser alternado. Num mês paga-se um vencido, ou dívida pré-Fátima, e noutro um vincendo, dívida Fátima. Vai chegar o dia em que os anteriores serão honrados e findos e os atuais pagos mês a mês. É quase desumano que pessoas contratadas nessa gestão recebam em detrimento dos de outra. Alternâncias calem que como divisão de sacrifícios. Não vejo sinais de dinheiro caindo do céu.
    Essa dívida herdada no passo que anda vai sobrar para o próximo governo, daqui a quatro anos e, se isso acontecer, a próxima governadora não será Fátima Bezerra.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.