sábado - 30/07/2011 - 10:57h
Gestão catastrófica

Fracasso da Unimed é creditado à sua direção


Carlos Santos,

Eu sou médico e tenho que reconhecer o fato de não sermos exemplo de bons administradores.

Na verdade, a Unimed-Mossoró é um exemplo de péssima administração na qual existem meia dúzia de figurões que enchem o peito pra dizer “sou diretor” ou ” sou presidente” da Unimed.

A eles deve ser de creditada a conta da quebra da Unimed.

Pergunte aos doutores, na grande maioria exímios cirurgiões, a quem interessa fechar um hospital próprio onde se realizavam diversas cirurgias por dia, indo contra a tônica atual de se administrar o próprio hospital tentando minimizar custos.

Lamentável Mossoró, mais uma vez.

Clicério Reboucas – Médico e webleitor

Categoria(s): Blog / Saúde

Comentários

  1. Neto Vale diz:

    a UNIMED, tornou-se uma empresa como outra qualquer, só pensa em lucro. pode e ainda há tempo de ser diferente. é uma questão de opção.
    minha esposa, está com uma cirurgia agendada para segunda feira, troca de marca passo, a UNIMED foi comunicada desde terça feira, até ontem a cirurgia não tinha sido confirmada, a UNIMED está fazendo pesquisa de preço. pela lógica atual, deve está pesquisando em alguma loja de R$ 1,99. tudo bem, segunda feira, conforme orientação médica, Luzia Bessa, vai para o hospital. o resto a gente acerta depois com a UNIMED. para não dizer que não sou paciente, na segunda feira, ainda vou passar pela manhã para saber da autorização. a única coisa que tenho certeza, a UNIMED não adiará essa cirurgia, nem aceitaremos produto IN MADE PARAGUAI, em nome da redução de custos da UNIMED e do aumento dos lucros de sua direção. sei que muitos de seus cooperados não concorda com a atual filosofia da mesma, conto com vcs, abraços.

  2. Ricardo Lopes diz:

    Este fim melancólico da UNIMED Mossoró, há muito tempo que é uma “trágedia” anunciada, ali instalou-se com o passar dos anos um antro de Traições e covardias, levado por interesses próprios em detrimento da Saúde da própria entidade, pra mim surpresa nenhuma, e tem mais, ninguém se surpreenda se o mesmo fim vinher acontecer com a UNICRED. Quem viver verá!!!

  3. berg diz:

    Tenho os meus dois filhos usuarios da unimed,ao meu ver ,tanto os medicos da cooperativa como seus diretores são responsáveis pela situação decadente da unimed,se vc procurar saber,em alguns estados a unimed é exemplo de plano de saude,aqui em mossoró,até as atendentes dos medicos, qdo informamos que é através da unimed, mudam o tom de voz e o trato com paceles .Acredito que a direção da unimed é eleita pelos próprios médicos,significa que eles são os responsáveis pela situação,se a dierção não tem competencia e é eleita por eles ,só podem derrubar a ireção.

  4. Carlos Andre diz:

    Bom dia Carlos Santos!

    Já disse uma vez aqui neste espaço, e volto a repetir, medico entende de medicina, resalvo para alguns, administrar ficou para os administradores.

  5. Gutemberg Dias diz:

    Caros,

    A UNIMED é sem sobras de dúvidas uma caso de má gestão. Quando minha esposa era cooperada, creio que há uns cinco anos, por um fechamento de contas foi necessários que os médicos cooperados cobrissem o rombo da entidade. Na época os diretores da entidade não tiveram nenhum problema, haja vista ganharem vultuosos salários para admnistrar a instituição. Uma outra coisa, parte dos prejuizos foram creditados aos convênios com os hospitais e laboratórios que consomem maisde 70% dos recursos da UNIMED, na época nenhuma desses conveniados entrou com um centavo, sobrou para os médicos como manda a lei. Sendo assim, imagino que a UNIMED foi criada como uma cooperativa médica onde os profissionais deveriam ser os beneficiados, fato que não ocorre, basta ver os valores que a UNIMED paga por uma consulta eletiva. Infelizmente no momento quem vai pagar são os usuários.

  6. Frank Dantas diz:

    Não tenho o que reclamar da UNIMED em Fortaleza/CE. Aqui em Mossoró, pela cara das atendentes tenho até vergonha quando vou realizar algum exame ou consulta.

  7. lincoln almeida diz:

    Sou médico também, como o autor do texto, e vivo um empasse muito grande e gostaria da ajuda de algum colega, administrador ou advogado. O fato é que este ano a Unimed da minha região já fez um rateio alto para os cooperados e fala-se até em ‘quebrar’, ‘falir’, etc… Minha revolta é que, além de ganharmos muito pouco atendendo muita gente, ainda estamos pagando para trabalhar por pura ingerência, segundo os critérios da ANS. Queria saber, do ponto de vista legal, se eu me descredenciar agora até dezembro e a UNIMED vier de fato quebrar, se ainda assim eu, mesmo desligado, serei responsável e terei que arcar com todos os ônus do fechamento da empresa ou passagem dela para outra carteira…AGRADECERIA IMENSAMENTE SE ALGUÉM ME RESPONDESSE. OBRIGADO.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.