segunda-feira - 30/12/2019 - 17:28h
Auditores fiscais

Governismo racha em plenário, mas projeto é aprovado


Houve esvaziamento, mas restante aprovou projetos (Foto: Edilberto Barros)

O plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou em sessão extraordinária nesta segunda-feira (30), Projeto de Lei Complementar n º 142/2019 que reestrutura a carreira do auditor fiscal de tributos municipais, com emenda subscrita por vários vereadores. Também aprovou a doação de terreno público à Paróquia Menino Jesus de Praga.

Os dois projetos são de autoria do Executivo.

O primeiro chegou a Casa com uma “pegadinha” do Governo Rosalba Ciarlini (PP), que aumentava a carga horária dos auditores para 40 horas, contrariando edital de concurso e duas leis complementares que fazem referência a “30 horas”.

Debandada

Parte da bancada governista esvaziou plenário: Rondinelli Carlos (PMN), Francisco Carlos (PP), Tony Cabelos (PSD), Manoel Bezerra (PRTB), Ricardo de Dodoca (PROS) e Didi de Arnor (Republicano).

Mas a bancada oposicionista e o restante dos vereadores do governo garantiram a aprovação da matéria e da emenda necessária ao reparo do texto original.

O projeto atualiza prerrogativas da função de auditor fiscal, reduz custo da remuneração e extingue dez cargos vagos. O quadro cairá de 45 para 35 auditores.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Eles racham, eles fazem tudo. Duvido darem a conhecer os nomes dos funcionários nomeados sem concurso, sem segundo grau concluído, com direito a plano de saúde e salários de mais de 20 mil reais.
    Não adianta procurar no Portal da Transparência.Lá só aparece se o NOME COMPLETO do funcionário e o CPF. Por que cobro tanto transparência neste caso? PORQUE EU PAGO ESTES FUNCIONÁRIOS.
    O povo é que paga estes funcionários através dos impostos.
    Faz sentido pagar salários de mais de 20 reais a funcionários que nem sequer concluíram o segundo grau e foram nomeados sem concurso?
    O POVO QUER SABER QUEM SÃO ESTES FELIZARDOS.
    No Portal da Câmara Federal ou do Senado é possível saber o nome e o salário de todos os funcionários.
    Por que em Mossoró não é possível saber o nome dos funcionários da CMM e os respectivos salários?
    Por que nem os vereadores sabem os nomes destes funcionários?
    O que de tão importante fazem estes funcionários para se tornarem merecedores destes salários?

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.