• Banner Lion Brazil Fim de 2019 - 05-12-19
quarta-feira - 05/06/2019 - 23:16h
Folha

Governistas aprovam fim de desconto de contribuição sindical


A maioria dos vereadores mossoroenses garantiu aprovação nesta quarta-feira (5) do Projeto de Lei 139/2019 que retira da folha de pagamento da municipalidade a contribuição sindical do servidor. Como esperado, não foi uma sessão normal.

A matéria foi votada em Regime de Urgência numa sessão bastante tumultuada. Entre outros embaraços e bizarrices, a Casa teve o vereador situacionista Rondinelli Carlos (sem partido) assumindo a presidência para dar celeridade à votação, sem sequer integrar a mesa diretora.

Ele recusou-se a dar a palavra a vereadores da oposição e de se retirar da cadeira, daí, o tumulto. A sessão foi encerrada pelo vereador Alex do Frango (PMB) em meio a intenso bate-boca. Ele interveio lembrando que era o 2º vice-presidente e teria prerrogativas para tanto.

Mas a presidente da Casa – Izabel Montenegro (MDB) – apareceu em plenário e retomou sessão depois de mais de 30 minutos de paralisação dos trabalhos. Oportunizou a votação que contrariou oposicionistas e dezenas de manifestantes ligados ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM).

Votos e saída de plenário

Os vereadores governistas Aline Couto (sem partido), Maria das Malhas (PSD), Francisco Carlos (PP), Sandra Rosado (PSDB), Rondinelli Carlos, Didi de Arnor (PRB), Tony Cabelos (PSD), Manoel Bezerra (PRTB), Alex Moacir (MDB), Ricardo de Dodoca (Prona) e Zé Peixeiro (MDB) votaram a favor do projeto enviado pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

O voto do vereador João Gentil (Patriota), que se autodenomina de “independente”, também foi em favor do projeto.

Gilberto Diógenes (PT), Alex do Frango, Petras Vinícius (DEM), Ozaniel Mesquita (PR), Raério Araújo (PRB) e Genilson Alves (PMN) saíram do plenário em protesto.

Flávio Tácito (PPL) e Emílio Ferreira (PSD) justificaram falta, com utilização de atestado médico.

Prefeita x Sindicato

O Sindiserpum queixa-se que deixará de recolher contribuição de cerca de 4 mil associados. “Sem a garantia destes pagamentos, consequentemente, não tem como oferecer, por exemplo, o convênio de saúde que era disponibilizado aos associados e que contava com atendimentos de cardiologia, ginecologista, oftalmologista, dentista, clínico geral, além de 45 exames”, aponta a entidade.

A gestão da prefeita Rosalba justifica que apenas faz uma adequação à legislação. Não haveria embutido no projeto qualquer ranço politiqueiro ou tentativa de fragilizar o sindicato.

* Vídeo constante desta postagem é do Blog Carol Ribeiro em reportagem para a TCM-Telecom.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. João Claudio - Sem Glúten. Aprecie com moderação. diz:

    Sétima Arte.

    12th Traíras & CMM PICTURE A-PRE-SEN-TAM…

    SALA 8 – Os Traidores Contra Atacam (Ação e Aventura)

    SALA 9 – Os Últimos dias da Sindicalha (Drama)

    SALA 10 – A Hora do Boleto (Terror)

    SALA 11 – Quarta Feira 5: Os Traidores Vivem (Terror)

    SALA 12 – O Dia em que a Sindicalha Sifú (Documentário)

    SALA 13 – O Culpado é o Capitão (Humor)

    SALA 14 – Apertem o Cinto: A Contribuição Sindical Obrigatória Sumiu (Tragicômico)

    SALA 15 – Querida, a Teta Secou (Tragicômico)

    SALA 16 – Vida, Paixão e Morte do SindiserPUM PUM! PUM! (Documentário)

    SALA 18 – E agora, Lula? (Humor)

    Não percam os próximos lançamentos.

  2. JEFERSON GLEIDSON PEREIRA LACERDA diz:

    O Legislativo segue entendimento nacional, corretíssimo os veriadores, pena que o momento foi após conflitos com sindicato. O Brasil tem que acabar com esses penduricalhos de obrigatoriedade de repasses para os sindicatos. Quem quiser contribuir, pegue o boleto e pague.

    • CARLOS diz:

      A nova lei trabalhista deixa a critério do funcionário contribuir ou não,Sendo assim,ao meu ver ñ precisaria do executivo encaminhar uma lei dessa natureza.Agora eu pergunto:Qual o beneficio que essa lei traz a população mossoroense?

  3. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Trata-se de medida que obedece ao governo federal, referendada pelo TRT. A prefeitura municipal apenas obedece.

  4. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Entendimento nacional…Melhor traduzindo o lema dos BURRO NARIANOS, igualzinho ao do ditador Generalíssimo DITADOR Espanhol FRANCISCO FRANCO …VILA LA MUERTE….!!!!

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  5. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Cabe aos Servidores pagar os seus Sindicatos para continuarem a usufruir dos benefícios que estes lhes oferecem, quase um plano de saúde, conforme o que afirmam no texto .

  6. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    De igual modo, se pretendem exercitar o individualismo cego individualismo à qualquer preço. Assim, necessariamente, cabe à Prefeitura Municipal de Mossoró, não usar e abusar da COSERN (Empresa Privada) para amealhar recebimentos mensais da taxa de iluminação pública, àquela que é paga mensal e compulsoriamente, sendo que, jamis seus serviços vinculados são devidamente prestados pela sobredita Prefeitura….!!!

    NESSA TOADA, QUANDO O DESATINADO DESGOVERNO DITO FEDERAL ENTENDE CORRETO 40 PONTOS NA CNH, LIBERAÇÃO INDISCRIMINADA DE ARMAS, PAÍS QUE SERÃO CONDECORADOS POR LIBERAR AS CRIANCINHAS DAS CADEIRINHAS E CONSEQUENTEMENTE PARA MORTE E OUTRAS MALUQUICES QUE DIA-DA DIA SE CONCRETIZAM EM DETRIMENTO DA VIDA EM COLETIVIDADE….!!!

    Afinal, quem sabe, nesse conturbado, desvariado alucinado mundo Burro Nariano manifestamente desgovernado por um Bando de Malucos ultra-reacionários, há que haver uma reação proporcional para com essas tresloucadas e absurdas atitudes de ordem administrativa….!!!!

    Mesmo porque, contra a tirania em vertência, toda e qualquer arma, porventura, pode e deve ser utilizada contra os tiranos amalucados de Plantão, inclusive os Laranjas do PSL, bem como face aos Monarquistas aderentes e alaranjados do País de Mossoró/RN….!!!

    NÃO ESQUEÇAMOS, O PIOR GOVERNO É EXATAMENTE ÀQUELE QUE EXERCE A TIRANIA EM NOME DAS LEIS E DA JUSTIÇA (Charles de Montesquieu , 1689/1755).

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  7. Q1Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Carlos. Obrigada pelo jovem senhora. Não sou mais jovem. Tenho vitalidade, mas o outono de minha vida já chegou. Preciso de mais uns anos para concluir minha participação na criação dos netos. Pretendo vê- los formados, ou ingressos em universidades, os mais novos. Aí, sim, terei cumprido meus objetivos.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.