quinta-feira - 27/06/2013 - 12:35h
Copa do Mundo

Governo banca outras obras milionárias além de estádios


Do portal Contas Abertas

Em 2007, quando o Brasil foi anunciado como sede da Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014, o então presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, afirmou que o poder público nada gastaria com atividades desportivas.

“A Copa do Mundo é um evento privado”, garantiu.

Passados quase sete anos desde a declaração, os recursos públicos estão financiando não somente as construções e reformas nos estádios que receberão o evento, ao custo total de R$ 7,1 bilhões, mas, também, campos e centros esportivos que não estão na lista de cidades-sede.

Neste ano, por meio da ação “Apoio à realização da Copa do Mundo Fifa 2014” do Ministério do Esporte, já foram empenhados R$ 79,3 milhões para as melhorias, reformas, estruturações aquisição de equipamentos, modernizações e adaptações em estádios de apoio para o Mundial de 2014 e para a Copa das Confederações, que se inicia hoje.

O governo já empenhou (reservar em orçamento para posterior pagamento), por exemplo, R$ 7 milhões para “suplementação de recursos orçamentários” com a finalidade de implantar e modernizar o Centro Oficial de Treinamento da Barra do Pari, em Várzea Grande, no Mato Grosso. Outros R$ 6,9 milhões serão destinados à implantação e modernização do Centro Oficial de Treinamento no Campus da Universidade Federal do Mato Grosso.

Veja matéria completa AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Esporte

Comentários

  1. Carlos André diz:

    CADÊ O LULA EIN?

    SIM O LULA, O PAPAI DA COPA?

    ELE DISSE ALGUMA COISA A RESPEITO DE TUDO ISSO?

    E CADÊ OS CIDADÃOS QUEM TEM PROCURAÇÃO PARA DEFENDE-LO, CADÊ?

    ALGUÉM DIGA ALGUMA COISA, POIS ESTE SILÊNCIO ESTÁ ME INCOMODANDO MUITO!

    • Francy Granjeiro diz:

      Falou sim André…LULA CONVOCA MOVIMENTOS SOCIAIS PARA IR ÀS RUAS.
      O ex-presidente Luiz Inácio Lula intensificou os encontros com os movimentos sociais mais próximos do PT para tratar da onda de protestos. A mensagem passada surpreendeu os jovens de grupos como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a União da Juventude Socialista (UJS), o Levante Popular da Juventude e o Conselho Nacional da Juventude (Conjuve). Em vez de pedir conciliação para acalmar a crise no governo Dilma Rousseff, Lula disse que o momento é de “ir para a rua”.

      Na última terça-feira, o ex-presidente convidou cerca de quinze lideranças para um encontro na sede do Instituto Lula, no bairro do Ipiranga, em São Paulo. O Movimento Passe Livre (MPL) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto não foram convidados.

      “O (ex-)presidente queria entender essa onda de protestos e avaliou muito positivamente o que está acontecendo nas ruas”, disse ao Globo o integrante da UJS, que conta majoritariamente com militantes do PCdoB, André Pereira Toranski.

      Segundo um outro líder, ele “colocou que é hora de trabalhador e juventude irem para a rua para aprofundar as mudanças. Enfrentar a direita e empurrar o governo para a esquerda. Ele agiu muito mais como um líder de massa do que como governo. Não usou essas palavras, mas disse algo com “se a direita quer luta de massas, vamos fazer lutas de massas”.

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Por falar em em futebol, eu não tenho bola de cristal, não coloco cartas nem jogo búzios.
    Mas domingo vai acontecer uma manifestação gigantesca nas proximidades do Maracanã.
    As Centrais Sindicais estão anunciando para 6 de julho uma greve geral que irá paralisar o país.
    Se vão conseguir, não sei.
    O que eu sei é que os políticos precisam dar respostas mais rápidas aos anseios do povo.
    Aqui em Mossoró a Prefeita Cláudia Regina bem que poderia reduzir o seu salário ao que ganha a Governadora do RN.
    Prefeita Cláudia Regina, a senhora acha justo ganhar mais do o que o dobro do que ganha a Governadora do RN?
    Prefeita Cláudia Regina, a senhora acha justo um agente de saúde aganhar 800 reais quando o salário da senhora é de 23.550 reais?
    Pense nisto, Prefeita Cláudia Regina.
    Acredito que depois da manifestação de domingo e da greve geral marcada para o dia 6 de julho os congressistas suspenderão o recesso parlamentar do meio do ano e os políticos, principalmente os governadores,prefeitos e vereadores, passarão a buscar com mais interesse soluções para os problemas que infernizam a vida dos brasileiros.
    A verdade é que estamos vivendo um momento muito importante na história deste país.
    As manifestações continuaram ontem.
    No Rio de Janeiro mais de 100 mil pessoas foram às ruas.
    O mesmo aconteceu em centenas de outras cidades.
    O país não pode conviver com tantas paralisações.
    Encontrar uma solução para que o Brasil volte à normalidade é mais do que necessário.
    Não dá sequer para se imaginar a continuação destes movimentos.
    Os políticos precisam entender de uma vez por todas que as manifestações só terão fim quando as medidas necessárias forem adotadas.
    Isto precisa ser feito o mais rápido possível.
    ///
    CUSCUZ COM OVO SEM CAFÉ É SERVIDO NA MERENDA ESCOLAR.
    O UNIFORME ESCOLAR AINDA NÃO FOI DISTRIBUÍDO EM MOSSORÓ.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.