segunda-feira - 13/08/2012 - 19:26h
"Prioridade"

Governo-RN gasta mais com propaganda do que com Saúde


Por Sérgio Andrade (Diário de Natal On Line)

O Governo do Rio Grande do Norte gasta menos com saúde do que com diárias e publicidade. Por causa desse e de outros fatores, as contas do exercício financeiro de 2011 da gestão Rosalba Ciarlini (DEM) foram aprovadas com ressalvas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A Corte analisou as receitas, despesas e prestação de contas do Governo do Estado em uma sessão extraordinária que aconteceu nesta segunda-feira (13). Por unanimidade, os conselheiros do TCE seguiram o voto do relator do processo, Paulo Roberto Chaves Alves, que apontou ressalvas às contas públicas no alto valor da Dívida Ativa do Estado, na falta de investimentos em saúde e na inclusão de gastos com inativos nas despesas de insumos na pasta da educação.

O relatório segue para aprovação na Assembleia Legislativa, que deve julgar se as contas podem ser aprovadas ou não.

Do montante de R$ 9.498,381,000,00 da receita prevista na Lei Orçamentária Anual, foi arrecadado o valor de R$ 7.778.420.362,47, correspondente ao percentual de 81,89%. Isso ocorreu especialmente “em função do baixo nível de eficiência da previsão de receitas correntes, como a patrimonial, a agropecuária, a industrial e a de serviços, e da superestimação das receitas de capital”, disse o relator.

O governo gastou apenas 3,70% do orçamento com investimentos.

Nota do Blog – Até mesmo o TCE, com sua vocação para ser “parceiro” em vez de fiscal das contas públicas, está com dificuldade de dar endosso ao Governo Rosalba Ciarlini (DEM).

Segundo dados oficiais, R$ 16.851.590,51 foram torrados com Propaganda e R$ 11.076.834,92 com Saúde. As diárias consumiram R$ 23.678.716,14.

Deve ser assinalado, ainda, que o conselheiro-relator Paulo Roberto Alves é irmão de um dos principais aliados de Rosalba, o senador-ministro Garibaldi Alves. Claro que a “ressalva” não tem efeito prático nenhum. Na Assembleia Legislativa, tudo estará “em casa”.

Estamos próximos do fim do segundo ano de gestão e a culpa continua no passado. Lamentável que tudo isso esteja ocorrendo. Confesso-lhe que não esperava esse nível de desatino da gestão Rosalba.

Categoria(s): Administração Pública / Política

Comentários

  1. Geraldo Júnior diz:

    Extremo esbanjamento e desperdício do dinheiro público. Somente quem não sabe governar realizando obras concretas é que tenta enganar o povo com propagandas exageradas, falácias contos de tapinhas nas costas. Mas aqui em Mossoró o povo já aprendeu e dará a resposta que esta governadora está precisando. Em seguida teremos mais coisas que demonstrarão que somos inteligentes e usaremos bem o nosso conhecimento. Não se iluda, Médica da calamidade hospitalar e promotora do desemprego potiguar.

  2. Joao diz:

    FICO ME PERGUNTANDO, CADÊ O MINISTÉRIO PUBLICO?

    O Governo do RN decreta estado de calamidade na saúde (risco iminente de morte para o cidadão norte-rio-grandense) e agora comprova-se que foi devido sua própria incompetência administrativa e o MP não faz nada.

    Lembre-se que quando os municípios decretaram estado de calamidade devido a seca ficaram impedidos de realizar o São João (que e justo), com aquelas atrações milionárias. Se estava em calamidade não poderia promover gastança. Agora, vale o contrario: por que gastaram tanto com publicidade e diárias e não com a saúde do povo do RN? Quantos inocentes precisaram morrer para que se faça algo?

  3. Italo Gomes diz:

    Um governo que não honra compromissos com fornecedores (muitas já são as licitações “desertas”, por medo de não receber), não tem planejamento, gasta sem controle e critérios, tende a caminhar para o caos. Se não fosse a atuação da Secretaria de Tributação (mesmo sucateada, pois falta de tudo) o RN já estava no buraco. Infelizmente, é um governo sem rumo.

  4. Nicênia Aguiar diz:

    Mossoró vai no mesmo rumo!!! A preocupação é com a imagem e com as “grandes obras”; nem interessa saber quantos estão morrendo!!!!

  5. B.Nunez diz:

    Em outros estados, verificamos ações do ministério público no sentido de investigar determinadas aplicações de recursos públicos de forma indequada ou que não atendam os interesses da população. Porque no RN não há essa manifestação?

  6. Amauri Araújo de Moura diz:

    Por estas e por várias outras, é que devemos elevar o côrrrroooo de “Fora Rosalba”. É com essas atitudes que eles demonstrado que não estão nem aí para a população pobre e é com esta propaganda enganosa que ela vai se mantendo neste DesGoverno.

    • JUNIOR diz:

      DESCULPE A REDUNDÂNCIA, MAS “Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”“Fora Rosalba”

  7. JUNIOR diz:

    POR FAVOR QUANDO SERÁ A CARREATA PEDINDO A SAIDA DESTA MULHER, FACAM ESTES DEPUTADOS ENTRAR NA REAL POIS ELE TAMBÉM PODEM ENTRAR NUMA PIOR!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.