quarta-feira - 15/01/2020 - 07:46h
Na pressão

Governo estadual recua em proposta de reforma previdenciária


Rui: segunda reforma (Foto: A Tarde/UOL)

Após a votação sobre a reforma da previdência para servidores da Bahia ser suspensa nessa segunda-feira (14), por causa de uma liminar do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o governo do estado mudou o texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê, entre outros itens, a mudança na previdência dos funcionários públicos.

Valeu a pressão dos setores organizados do funcionalismo, através de seus sindicatos.

O governador baiano Rui Costa (PT) deve enviar nos próximos dias o texto da PEC para Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) e pediu uma convocação extraordinária para análise do documento.

Uma reclamação dos servidores diz respeito à alíquota de contribuição que já tinha crescido de 12% para 14%, em 2019 e ,com a reforma da previdência, chega a 15% para o servidor que recebe mais de R$ 15 mil por mês.

A reforma da previdência deve alcançar 150 mil servidores públicos na ativa e cerca de 130 mil aposentados e pensionistas.

O texto antigo falava em contribuição para quem recebe mais de R$ 10 mil.

Com informações do G1 Bahia e outras fontes.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.