quinta-feira - 28/02/2019 - 10:12h
Dinheiro

Governo reage à greve engatilhando reajuste salarial


O Governo Rosalba Ciarlini (PP) apresenta projeto para reajuste salarial dos servidores públicos municipais de Mossoró, um dia após a assembleia que decidiu a greve dos professores (veja AQUI) para começar dia 8 de março.

A decisão é vista como contra-ataque do Palácio da Resistência à movimentação do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de  Mossoró (SINSIDERPUM).

O Projeto de Lei Complementar 138/2019, que versa sobre o reajuste, foi recebido na Câmara Municipal de Mossoró na manhã desta quinta-feira (28).

Contra-ataque

O raciocínio palaciano, é que o projeto do reajuste desmobilizará a greve e fragilizará de vez o Sindiserpum, braço sindical do PT no ambiente da municipalidade.

O principal discurso dos líderes sindicais, de indefinição sobre o não reajuste do Piso Nacional do magistério, fustiga o Governo da “Rosa” desde o ano passado.

O projeto deverá ser aprovado em plenário no próximo dia 12, na primeira sessão ordinária após o Carnaval.

Apesar de promover o agrado ao bolso do servidor, o Palácio da Resistência não se dobra a outro pleito do Sindiserpum: continua sem receber representantes do sindicato, em audiência, para debater outros itens da pauta de reivindicação.

Já são três pedidos de audiência formais, solenemente ignorados.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.