terça-feira - 30/10/2012 - 23:00h
Porcino Costa

Grupo investirá em grande equipamento de lazer


Uma vasta extensão de terra entre a BR-304 (saída para Fortaleza-CE) e a conhecida “Estrada do Óleo”, em Mossoró, será ocupada com complexo de lazer do Grupo Porcino Costa.

O investimento de alguns milhões promete ser algo bastante diferenciado na região.

Ele terá parque de vaquejada e outros equipamentos para público variado e numeroso.

Aguardemos.

Categoria(s): Gerais

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Eis aí uma excelente área para se construir o novo aeroporto de Mossoró.
    E uma das grandes vantagens que este novo aeroporto trará será a de liberar toda a área em torno do atual aeroporto para a construção de grandes edifícios, o que certamente irá baratear o preço dos imóveis em Mossoró.
    Um novo aeroporto que possibilite a operação de aeronaves de grande porte certamente incrementará o turismo na terra do sal. E quem não deseja ver este céu azul sempre azul, estas montanhas de sal branco, os paliteiros funcionando, os retratos autênticos do Lampião e do seu bando, o maior teatro do Nordeste, as lindas praias de Tibau e de Areia Branca?
    Atrações turísticas Mossoró têm e muitas. Falta apenas uma política voltada para a indústria sem chaminé.
    E isto sem contar as famosas vaquejadas, que com o novo investimento deste grupo que tanto aposta nesta cidade, certamente ganhará um impulso enorme atraindo para cá milhares de turistas.
    Mossoró tem o Lalauzinho, o maior animador de vaquejadas do Brasil.
    Mossoró tem todas as condições de desenvolver o turismo e com isto gerar os empregos de que tanto os seus filhos necessitam.
    Ao grupo Porcino Costa os nossos parabéns por investir na nossa terra.
    Que todos os mossoroenses se juntem à futura prefeita Cláudia Regina na luta pela construção de um novo aeroporto.

  2. Zé Paula diz:

    Aeroporto,é fácil,é só querer,difícil mesmo,é avião,avião aqui,pra que? pra carregar sal ou petróleo,que está se acabando e a “Peroba”,partirá em breve,para vôos mais profundos e o sal,se for se cobrar os impostos devidos,e forem pagas,pelos salineiros,não sobra um só,pra contar a história,aliás,já há muito tempo,o consumo de sal e açúcar cá em Mossoró,segundo o fisco,é quase nenhum,quanta saúde.Homi,vá cagar!

  3. .Inácio Augusto de Almeida diz:

    Caro Zé Paulo
    Você não está sendo muito pessimista em relação a Mossoró?
    A única coisa que eu conheço e que anda para trás é caranguejo. E Mossoró não é um caranguejo.
    Se você observar hoje os preços das passagens aéreas verá que estão bem mais baratas do que as de ônibus quando se trata de longos trechos. Quem for de Mossoró para o Rio de Janeiro ou São Paulo pagará um pouco mais ou igual do que pagará se for de ônibus. Mas se computar os gastos com alimentação, desconforto de dias na estrada, risco de assalto, chegará à conclusão que é muito mais compensador financeiramente falando viajar de ônibus. Já vão longe os tempos em que só a classe A viajava de avião. E hoje, com as viagens parceladas em várias prestações, o que mais se encontra dentro dos aviões são pessoas da classe C e D.
    Viajar de avião já não é um luxo.
    Então, passageiros é o que não vai faltar.
    Isto sem contarmos os turistas que aqui chegarão. Não chegam atualmente porque ninguém vai desembarcar em Natal ou Fortaleza e pegar mais de 250 quilômetros de estrada, perdendo praticamente todo um dia, isto sem contar a despesa, para conhecer esta região linda mais que nunca teve as suas belezas divulgadas.
    Turista acha bonito o que é para ele novidade. Turista se encanta com aquilo que nunca viu. E onde é possível ver estas montanhas de sal? Onde se pode admirar a lindeza que são estas verdadeiras pirâmides brancas? E a beleza da praia de Tibau e de Areia Branca?
    Mossoró tem mais, muito mais.
    A história do cangaço não pode ser conhecida sem que se venha a Mossoró. Aqui aconteceu a primeira resistência ao bando do Lampião. Onde é possível ver em tamanho natural as fotos do maior cangaceiro e do seu bando?
    Mossoró tem atrações turísticas.
    E mais atração terá com a construção do complexo de lazer do Grupo Porcino Costa. Ou você acha que este grupo iria investir milhões de reais se não vislumbrasse nenhuma viabilidade de retorno econômico neste empreendimento?
    Mossoró é plenamente viável do ponto de vista turístico.
    Mossoró cresce.
    E cresce de uma forma sustentável. Não é aquele crescimento artificial a que costumamos chamar de bolha.
    Sejamos mais otimistas com esta linda cidade que caminha a passos largos para se tornar a Manchester do nordeste brasileiro.
    E muito obrigado por ter lido o meu comentário.

  4. .Inácio Augusto de Almeida diz:

    Caro Zé Paulo
    Se souber de alguma rádio que possa abrir um espaço, três minutos é o suficiente, para que eu possa divulgar meus comentários, por favor, avise-me. Pode ser até de madrugada.
    Eu ficarei muito agradecido.
    Um forte abraço.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.