segunda-feira - 30/06/2008 - 10:20h

Investigação sobre “Sanguessugas” terá depoimentos


A apuração de suposto desvio de recursos federais através da Fundação Vingt Rosado e a Associação de Proteção e Apoio à Maternidade e à Infância (APAMIN) prossegue esta semana. É uma derivação de processos da "Máfia dos Sanguessugas".

Alguns atuais e ex-colaboradores do grupo do ex-deputado federal Laíre Rosado (PSB) serão ouvidos na quarta (2). A oitiva ocorrerá em horários distintos.

Laíre foi denunciado por pelo menos três crimes no procedimento processual principal, instalado pela Justiça Federal do Mato Grosso: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Ele e mais 15 pessoas tiveram contas bancárias e bens bloqueados por decisão da Justiça Federal, no dia 14 de novembro do ano passado. Até aqui não a reverteram em recurso à 5a Região da Justiça Federal em Recife.

Nesse caso, existe a suspeição de fraudes a partir de emendas ao Orçamento Geral da União (OGU), para compra de remédios e equipamentos.

Na maioria dos negócios com determinados fornecedores, denuncia o Ministério Público Federal, os produtos sequer teriam sido entregues. Havia apenas troca de notas para liberação de milhares de reais do erário federal.

* Conheça melhor o caso AQUI.

* Veja AQUI a denúncia acatada pela 8a Vara da Justiça Federal em Mossoró.

Categoria(s): Sem categoria

Comentários

  1. alcides diz:

    Carlos isso é só blá, blá, blá não vai dar em nada. O prejuizo vai ficar com os contribuintes.

  2. Everton Carlos da Costa Cardoso diz:

    Carlos Santos, depois de tanto tempo, agora é que os réus vão ser ouvidos? Me engana, que eu gosto…

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.