quarta-feira - 28/08/2013 - 07:49h
Lamentável!

Jornalista do RN ridiculariza médicas cubanas na Net

Do Portal G1

A declaração de uma jornalista do Rio Grande do Norte sobre a aparência das médicas cubanas que chegaram ao Brasil para trabalhar no Programa Mais Médicos gerou polêmica nas redes sociais nesta terça-feira (27). A jornalista Micheline Borges publicou que as médicas têm cara de “empregada doméstica” e questiona se as mulheres são mesmo profissionais da saúde. “Será que são médicas mesmo?”, contesta. Ela excluiu a conta na rede social após a repercussão da mensagem, que gerou mais de cinco mil compartilhamentos até as 16h desta terça.

“Me perdoem se for preconceito, mas essas médicas cubanas tem uma Cara de empregada doméstica. Será que São médicas Mesmo? Afe que terrível. Médico, geralmente, tem postura, tem cara de médico, se impõe a partir da aparência…Coitada da nossa população. Será que eles entendem de dengue? Febre amarela? Deus proteja O nosso povo! (sic)”, diz a mensagem postada durante a manhã.

Ao G1, a jornalista pediu desculpas aos que se sentiram ofendidos e afirmou ter sido mal interpretada. “Foi um comentário infeliz, só gostaria de pedir desculpas, fiquei muito angustiada. Ganhou uma proporção muito grande nas redes sociais, onde as pessoas interpretam do jeito que querem. Não tenho preconceito com ninguém, não quis atingir ninguém, nem ferir a imagem nem a profissão de ninguém”, declarou.

Justiça

O diretor do Sindicato das Empregadas Domésticas do Rio Grande do Norte, Israel Fernandes, informou que vai analisar a possibilidade de entrar na Justiça contra a jornalista.

“Isso é um absurdo. Em pleno século 21 uma pessoa ainda ter esse tipo de pensamento. Não acredito que essa moça seja jornalista mesmo. É racismo, discriminação, é crime. Vou me reunir com os demais membros do sindicato para analisar a possibilidade de entrar na Justiça. Ela vai responder por esses crimes”.

Nota do Blog – Lamentável! Não a conheço e não consigo dimensionar o porquê de tamanho desatino dessa moça, com tamanha carga preconceituosa e de desdém.

Que essa situação possa fazê-la refletir sobre a vida, sua bela profissão e o real valor do ser humano.

 

Categoria(s): Comunicação / Saúde

Comentários

  1. Marcos Pinto. diz:

    Essa moça/jornalista não é digna do Diploma que alega ser detentora. Ademais, não vejo e não existe nenhuma diferença no ítem dignidade e ética profissional entre médicos e empregadas domésticas. Suas execráveis e abjetas manifestações de pensamento suscitam uma recomendação para que faça um curso intensivo de inter-relação social e profissional. Uma lástima, pois.

    • Gilmar diz:

      Ditto:

      Suas execráveis e abjetas manifestações de pensamento suscitam uma recomendação para que faça um curso intensivo de inter-relação social e profissional. Uma lástima, pois.

      Silva (Gilmar)

  2. Gizele Duarte diz:

    Que vergonha ! que em nosso Estado exista gente assim ! uma jornalista ! tem que sair mais conhecer outras culturas sair do mundinho de aparencia ! tem paises aqui pertinho Argentina , Chile que um medico , usa coletivo , o carro simples , que lhe cumprimenta quando vc entra no consultorio , se veste como qualquer outra pessoa , esta jornalista necessita sair desse mundinho que ela vive de gente hipocrita de gente que vive da aparencia os maiores ladroes estao vestidos de ternos e gravatas de marcas como muitos que se diz “medico” porque terminou uma faculdade de medicina e que nao cumpre com o juramento que fez , atende so se o dinheiro estiver na frente a vida nao vale, vale o dinheiro e muitos nem sao bons profissionais , tem suas exeçoes logico !!!!!!!

  3. Toinho Dutra diz:

    Elas é como raposa,a cor é seu próprio nome.O nome dela é de joia falsa,MICHELINE,é mesmo que bijuteria,bonita por fora e enferrujada por dentro.

  4. Inácio Augusto de Almeida diz:

    PERDOO NÃO!
    É PRECONCEITO NOJENTO.
    SÓ PODE TER PARTIDO DE UMA PESSOA MEDÍOCRE E TOTALMENTE DESPROVIDA DE VALORES MORAIS.
    DENOTA RACISMO!
    E AINDA FALA EM DEUS.
    Todos sabem que eu sempre me posicionei contra a vinda dos médicos cubanos. Mas jamais usei deste tipo de argumentação chula e própria de pessoas totalmente desprovidas de INTELIGÊNCIA.
    Por que esta que SE DIZ jornalista não divulga o fato de MÉDICOS BRASILEIROs numa cidade do interior do Rio de Janeiro apenas aparecerem para bater o ponto, inclusive participando desta CANALHICE o próprio SECRETÁRIO DE SAÚDE DO MUNICÍPIO?
    Por que esta que SE DIZ JORNALISTA não investiga se fato semelhante acontece com médicos no RN?
    Cada dia me convenço mais que o saudoso médico Maurílio Augusto de Almeida tinha razão?
    INÁCIO, TUDO O QUE VOCÊ IMAGINAR EXISTE. E TUDO O QUE VOCÊ NEM CONSEGUE IMAGINAR TAMBÉM EXISTE.
    Quem poderia imaginar que uma Jornalista, se é que esta figura seja mesmo jornalista, pudesse fazer uma declaração como esta?
    QUE VENHAM OS MÉDICOS ESTRANGEIROS. MÉDICOS PRETOS, BRANCOS, AMARELOS.
    Que venham e não se limitem a apenas bater o ponto como fazem MUITOS MÉDICOS BRASILEIROS.
    Gostaria muito que os médicos estrangeiros se submetessem ao revalida para provarem que são preparados e calar a boca de, deixa para lá…
    ESTA FIGURA INEXPRESSIVA ESTÁ BUSCANDO SAIR DO ANONIMATO E VIRAR ASSUNTO NA REDE SOCIAL.
    Como diz o samba, quem não sabe tocar violão nem piston, toca surdo.
    ///
    ATÉ O DIA 23 DE OUTUBRO A PREFEITURA DE MOSSORÓ TERÁ QUE TORNAR PÚBLICA A MERENDA ESCOLAR SERVIDA NAS ESCOLAS MUNICIPAIS.
    O UNIFORME ESCOLAR AINDA NÃO FOI ENTREGUE EM MOSSORÓ.
    O IPTU VAI AUMENTAR EM MOSSORÓ EM 2014.

    • Gilmar diz:

      PERDOO NÃO! (Esse tipo de “jentche” não pede desculpas)
      É PRECONCEITO NOJENTO.
      SÓ PODE TER PARTIDO DE UMA PESSOA MEDÍOCRE E TOTALMENTE DESPROVIDA DE VALORES MORAIS.
      DENOTA RACISMO!
      E AINDA FALA EM DEUS. (Es fueda!!!)

      É tão idiota que ainda não percebeu que a Saúde no Brasil está há muito na UTI como consequência de gente de boa aparência do tipinho dessa micheline. É sim Micheline, preconceito, idiotice, burrice é tudo de ruim. É tão idiota quem nem sequer consegue disfarçar o preconceito e a ignorância. Fique sabendo, Micheline, que muitas empregadas domésticas estão muito acima do seu nível cultural.

  5. marc diz:

    é uma jumenta mesmo! publique isso!!!!

  6. Rui Nascimento diz:

    Quanto mais convivo com a raça humana mais me surpreendo e me decepciono!
    Ridículo, abjeto, inaceitável, inconcebível, vergonhoso, revoltante, deprimente, ridículo, incompreensível… Principalmente observando-se de onde veio tamanho desrespeito e preconceito!
    Isso é tudo que a sociedade brasileira não precisa!
    Aí, então, pergunto: somos realmente racionais?

  7. jOEL BORBA FILHO diz:

    Essa senhora, com tanto preconceito dentro dela, não vem a desmerecer a classe de jornalistas. Ela se desmerece por sí só.
    ” Quanto menor o coração do homem, mais ódio cabe dentro do mesmo”. Victor Hugo.

  8. Maria diz:

    NOJENTA, é esta mulher que se diz jornalista, certamente na família dela tem algum médico, pois quem não tem sabe o quanto é humilhado por esta categoria aqui no Brasil. Venham médicos CUBANOS, sejam bem vindos, venham nos socorrer, pois ficamos humilhados nos corredores dos hospitais esperando pela boa vontade de um médico aqui no Brasil. Eles se acham, pois por bom tempo os governos do Brasil só deu vez para se formar em medicina filhos de papai, pessoas que estudavam em boas escolas em escolas de renome, o filho de pobre que é medico aqui no Brasil é exceção. Conta se nos dedos quem são.
    Quanto a imagem que esta mulher que se diz jornalista esnobou dos médicos cubanos, ela é uma pobre de espírito, digna de se ter pena dela, coitada da valor a coisas materiais como roupas e beleza.

  9. Nilson Gurgel Fernandes diz:

    Caro Carlos;
    Com relação a trabalho, não conheço empregada doméstica batendo ponto e depois sair e ir fazer serviços particulares em outro lugar. Se ela não trabalha não ganha. Do outro já não podemos dizer o mesmo. Taí a televisão mostrando também. Da jornalista, pela atitude, só podemos dizer que a suavidade, o belo sorriso e a bela aparência que estampa na sua foto e nos chama à atenção, infelizmente não condiz com um átomo que seu interior estereotipou. É uma pena.
    Nilson

  10. Carlos Andre diz:

    Pelo que percebo nas leituras que faço sobre o assunto é que estão transferindo para os médicos estrangeiros o sentimento de desacordo com esta politica publica, esses profissionais não tem nada a ver com as deliberações que o governo brasileiro tem tomado com respeito a contratação deles, é algo muito feio para a nossa nação agir desse jeito, e os “mercenários” da saúde deixem de hipocrisia pois a ultima coisa que vcs estão preocupados neste mundo é com a saúde da população mais carente de nosso pais.

    Acredito que eles estão mais preocupados é com a nova “concorrência”, que com certeza irá diminuir o “passe” dos médicos, inclusive na rede privada de saúde, onde muitos médicos não querem nem atender por acharem pouco o valor que lhes é pago pelo trabalho.

    A unica coisa que não concordo neste programa é de o louco do Fidel, que acha que é o único dono de Cuba, ficar com o dinheiro dos médicos e ainda querer, em terra estrangeira, mante-los aprisionados ao seu regime tirano.

  11. Samir Albuquerque diz:

    É de se impressionar mesmo. Já comentei esse caso no face, mas, aqui vai mais uma reflexão sobre esse caso:

    “fiquei muito angustiada. Ganhou uma proporção muito grande nas redes sociais, onde as pessoas interpretam do jeito que querem.”

    1º – Se extrai do trecho acima que a “jornalista” – só Deus sabe de quem é filha e a influência e dinheiro que bancam sua projeção e carreira – ficou angustiada. Ficou angustiada por que? porque viu que tinha postado algo desumano totalmente desatinado? Não. Ficou angustiada porque sua atitude foi fortemente combatida nas redes sociais, chegando a outros meios de comunicação. Ou seja, se não tivesse ganhado essa proporção, ainda que, ela estaria pouco se lixando para as criticas.

    2º – Interessante o destaque que a “jornalista” dah ao fato de que nas redes sociais as pessoas interpretam do jeito que querem. Em que pese não ver muita possibilidade de interpretação em outro sentido, se não o que fica claro, o foi, a observação dela é até pertinente uma vez que, de fato – por hora -, nas redes sociais é onde existe a maior liberdade de pensamento dos meios midiáticos. Lá, os grandes grupos de mídia como a Globo não me diz como eu devo interpretar e isso é maravilhoso. Não nego que existam muitas pessoas alienadas nas redes sociais. Tenho certeza que ela (joia falsa) esta lá também, servindo aos interesses de só Deus sabe quem.

    3º – Sou cristão, e existe no cristianismo um principio que, de fato, é muito violado. Trata-se do “não julgueis segundo a aparência.”, reforçado pelo ” O homem vê a aparência mas Deus olha o coração.”

    Que dizer quando uma criatura abre a boca (o teclado) para dizer “Médico, geralmente, tem postura, tem cara de médico, se impõe a partir da aparência…”?

    Esse é justamente o problema em nosso pais, vivemos de aparências e – para muitos – isso basta. Dizem: O juiz tem que ter postura, não pode fazer isso, não pode fazer aquilo. Tem de ter cara de juiz, se impor pela aparência. Isso basta. Pode ele ser um safado, ladrão, injusto, submisso às vontades de políticos e etc. desde que tenha aparência de juiz. Da mesma sorte o advogado, o promotor, o pastor, o padre e etc.

    Mas o medico é um negocio impressionante. Ele não precisa cumprir o juramento do filosofo, não precisa ser humano, o que ele precisa é ter postura, ter cara de médico, se impor a partir da aparência.

    De fato, talvez exista inclusive uma cadeira a pagar nas faculdades de medicina chamada “Postura medica e imposição pela aparência”, e, aqueles que “tomam bomba” nela, são justamente aqueles que são bons médicos.

    O medico que se faz pela aparência é de fato, um profissional da medicina e quer dinheiro, pois nada mais importa, apenas a recompensa pela sua profissão, e que se dane o mundo.

    Espero sim que os médicos cubanos sejam como as Empregadas Domesticas, assim como eu sou como elas, como sou com os garis, filósofos, enfermeiros e afins. Se assim forem, que sorte a da população carente, pois será atendida por seres humanos Humanos (entendam a distinção), e assim serão tratados. E é justamente isso que mostrará a dimensão das falhas morais da elite e da classe medica, que só querem manter seus privilegias.

    Se registre por fim, que existem ótimos e humanos médicos. Esses, em sua imensa maioria não são ricos, mas, são realizados sendo a única frustração deles, o fato de não poderem fazer mais. Esses eu louvo.

    Para terminar, fica para essa fuxiqueira (sim, porque chamar de jornalista é ofender os Jornalistas de verdade), aquela resposta do Rei de Espanha ao ex presidente venezuelano, Hugo Chaves: “Por que não te calas?”.

  12. jair diz:

    Acredito que por traz de tudo a sempre cul´pados e neste caso o medo fala mais alto .
    medo do sucesso dos cubanos que os profisionais brasileiros não tao querendo assumir,
    por mim credibilidades eles tem, mais vai valta equipamentos, esta tapando um buraco e deixando outro.

  13. Jairo Siva. diz:

    Piso na bola. Mas, feio é permanecer no erro.

  14. Denis Cabral diz:

    Este infeliz comentário, apenas representa o que pensa grande parte da nossa sociedade provinciana. Uma sociedade preconceituosa, elitista e segregadora. Mas como sou um otimista, acredito que o país está passando por um processo de transformação social, político e cultural. Porém, é um processo moroso e complicado.

  15. luiz diz:

    A jornalista pegou pesado, parece-me que nao tinha nada para colocar em noticias em seu blog, pq primeiro nao vai fazer uma reportagem com aq qualidade do atendimento medico brasileiro que em muitos casos distrada o seu paciente, que deveria pelo menos ser cordial.

  16. luiz diz:

    triste comentario – essa jornalista nao percebe o como os medicos brasileiro tratam seus pacientes.

  17. josé tomaz de almeida diz:

    Sou negro, mas, diante de tantos comentários não tenho nem palavras para descrever essa pessoa que se diz jornalista, com tanto ódio e desprezo com pessoas humanas, achando que cor tira a capacidade e a competência de alguém que passou tanto tempo numa cadeira em sala de aula para terminar um curso, assim como ela também fez, e mostra-se incapaz de exercê-la tal profissão. como é difícil para negros e índios nesse país, qd gente do poder pensar como essa senhorita.

  18. Francy Granjeiro diz:

    Essa blogueira Micheline Borges filha do secretario de obras de Carlos Eduardo que disse que os medicos parecem com empregadas domésticas…Ela levou uma baita resposta nas redes sociais…o dono do blog diz: e a jornalista Micheline Borges parece uma surfistinha, ou seja uma garota de programa… Se aparência é tudo ela deveria casar com o Babão Cabeludo.
    .
    http://www.pmjucurutu.com.br/major-pm-foi-baleado-no-bairro-capim-macio-em-natal-rn/

  19. Francy Granjeiro diz:

    ‘Médicos Cubanos provocam fígado e alma do Brasil…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Justamente no Ceará,um estado detonado cuja solução medicinal é: vão para o Sul!!!…kkkkkkkkkkkkkkk
    Naquela foto que percorreu nas redes sociais em que o medico cubano Dr. Delgado chega no aeroporto de Fortaleza se ver as carinhas de duas médicas de filhinhas de papai que não querem trabalhar e mostram uma educação DEFICIENTE.Essas sim, precisam de um Revalida Educacional

  20. Francy Granjeiro diz:

    Ela foi preconceituosa sim, quem não lembra o caso da estudante Advogada paulista Mayara Petruso? Perdeu emprego e foi prestar depoimento na Justiça condenou a universitária por preconceito contra nordestinos.É revoltante discriminação desse tipo.

  21. Raimundo nonato sobrinho nonato diz:

    Para mim nenhuma surpresa. Essa vaidosa só foi imprudente ao deixar cair a carapuça. Como ela tem muitos. Aqui em Mossoró eu sofri coisa parecida em 2012; mais deixei pra lá. Os comentários referindo-se a mim eram menor que o colunistazinho de meia pataca.

  22. RC 50 diz:

    É essa elite que segrega,humilha e é cheia de preconceito! É essa elite que não aceita a ascenção social de ninguém! É assim que eles pensam mesmo,isso é a mais pura expressão do neofascismo ou neonazismo!? É assim que pensa a classe média,o componente racial e preconceituoso sendo exposto sem dó nem piedade! Pobre criatura só tem status o resto é resto! É só!

  23. RC 50 diz:

    A RESPOSTA A JORNALISTA DE NATAL QUE PERDEU A CHANCE DE FICAR CALADA.
    “Sim, Micheline Borges, as médicas cubanas, de fato, parecem-se com as suas empregadas domésticas. Eu também me pareço com a sua faxineira e a sua cozinheira. E, se me permite a comparação, Barack Obama também é cara dos garçons dos restaurantes que você deve frequentar, dos vendedores de coco na praia, da maioria dos presidiários brasileiros, dos desempregados e subempregados do país.
    Feita esta constatação certeira, seria legal se você se perguntasse por que é uma ilha de loiridão e alvura cercada de tantos pretos pobres por todos os lados. Será determinação do destino que estabelece que as pessoas não-brancas tenham que se tornar empregadas domésticas de michelines? Será prescrição do Oráculo de Apolo que pessoas com cara de micheline sejam jornalistas casadas com engenheiros?
    Pergunte-se, além disso, qual é a magia que fizeram em Cuba para que tantos que bem poderiam ser suas empregadas domésticas sejam hoje médicas que embarcaram para este país, de saúde pública de terceira, a fim de ajudar pessoas de todas as cores que não são ajudadas pelas alvas michelines que moram ao lado.
    Não, Micheline, eu não diria “coitada da nossa população” de pessoas com cara de empregadas domésticas porque serão atendidas por médicos com a mesma cara delas. Eu tenho pena é do coitado deste país, açoitado pela mentalidade-micheline, que resolve que o lugar de pessoas com cara de empregadas doméstica é na cozinha das suas casas, fazendo a limpeza ou picando cenoura para o jantar. Na falta de uma boa e velha senzala…”. (Wilson Gomes)

  24. Hermiro Filho diz:

    Está com o diabo nos couros. Isso é uma nojenta!

  25. Francy Granjeiro diz:

    Essa bonitinha mas ordinária essa daí acabou com a própria carreira… depois não acreditam que burrice mata.

  26. Carlos diz:

    Esta é mais uma patricinha de cabeça vazia disfarçada de jornalista. Nem perco meu tempo em escrever mais do quê isto !!

  27. M.D.Rufino. diz:

    Não concordo com política salarial dos médicos Cubanos; essa política do PT, aceitando todas coordenadas do regime de FIDEL, é uma vergonha nacional. Aonde estão os nossos Congressista!

  28. Gilmar diz:

    Deus proteja nosso povo desse povo, Micheline, ó:
    https://www.youtube.com/watch?v=Y4tzRrEY3AY

  29. sales pereira diz:

    É isso é triste mesmo !
    certo dia vi uma reportagem , referindo se ao nosso estado e mostrando a realidade do maior hospital do nosso rio grande do norte , e denuncias também , que até larvas de moscas existia na boca de alguns pacientes , isso não foi possível da parte desta infeliz mostrar o descaso , a falta de interesse pelo jornalismo a profissão que tem , porque ela não mostrou essa vergonha que foi manchete nacional
    sem racismo espiritual , alma desta mulher é preta rsrsrsr pois fazendo assim o bom serviço de uma jornalista que se preza e tem muitos no brasil , não estaria passando porisso . e tem mas prefiro ser atendido por quem vem de outro pais cumprindo assim com o juramento que feiz ao se tornar médicos saindo do seu conforto de seu pais sabendo que é caótico a falta de aparelhos de leitos e outras tantas coisas , como falta de interesse pela profissão , parabéns a os médicos que se disporão a servi no pais sejam bem vindos .

  30. Paulo Pinto diz:

    MENOS PAULO, MENOS!

    Um dia, o compositor carioca Lulu Santos falou mal dos Nordestinos em um programa de TV. Dai em diante, passei a ver com maus olhos o trabalho de Lulu Santos. Vi preconceito até nos versos de Assim Caminha Humanidade, “Não imagine que te quero mal Apenas não te quero mais…”.
    MENOS PAULO, MENOS!
    Outro dia, assisti pela TV paulistas xingarem e espancarem nordestinos por não gastarem do ritmo cadenciado do “nordestinês”. Passei a ouvir as poRRRtas, coRRRdas e toRRRtas dos paulistas, como se fossem palavrões.
    MENOS PAULO, MENOS!
    “Você é branco e alto, nem parece nordestino” me disseram um dia. Elogio? Foi intenção. Porém, bateu com alta dosagem de preconceito e racismo de origem.
    DÊ UM DESCONTO PAULO!
    Agora estou lendo o que disse uma jornalista nordestina “Me perdoem se for preconceito, mas essas médicas cubanas tem uma cara de empregada doméstica” É preconceito sim! È a tradução dos gritos “Revalida, revalida! Escravos, escravos! com que médicos e estudantes de medicina nordestinos hostilizaram e agrediram médicos cubanos e/ou formados em Cuba.
    Um dia jornalistas, médicos ….nordestinos estarão em São Paulo, Brasil, aperfeiçoando os seus conhecimentos e serão hostilizados. Serão vistos “com cara empregadas domésticas” e hostilizados por conta do seu sotaque “carregado”.
    Um dia jornalistas, médicos…. brasileiros estarão na Alemanha, onde a capital do Brasil é Buenos Aires, aperfeiçoando os seus conhecimentos. Serão hostilizados. Serão vistos com reservas porque “nem são brancos e nem são negros”, uma ameaça a pureza da raça.
    Um dia, o compositor carioca Lulu Santos falou mal dos nordestinos….
    MENOS PAULO, MENOS!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.