• Banner Lion Brazil Fim de 2019 - 05-12-19
quarta-feira - 31/10/2018 - 15:26h
Brasil

Justiça eleitoral segue cometendo pecados inaceitáveis


O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE/CE) cassou por unanimidade na sessão dessa terça-feira (30), os diplomas do prefeito e do vice-prefeito de Tianguá (microrregião da Ibiapaba). O município caminha para ter a terceira eleição municipal desde 2016, informa o jornal O Povo.

José Jaydson Saraiva de Aguiar e Mardes Ramos de Oliveira foram eleitos prefeito e vice, respectivamente, no último dia 3 de junho, na eleição suplementar ocorrida no município, devido cassação do prefeito Luiz Menezes de Lima e do vice Aroldo Cardoso Portela.

O caso

Um dia após o deferimento do registro de candidatura de José Jaydson Saraiva Aguiar, em 22/5, para as eleições suplementares, o TRE-CE julgou uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral que já tramitava na Corte, mantendo pena de inelegibilidade por 8 anos ao candidato José Jaydson, por abuso de poder econômico/político quando disputava as Eleições 2016 (não eleito).

Depois de eleição realizada, eleitos empossados, eis outra decisão que desmancha tudo, após consideráveis gastos.

No RN também é assim

A situação não é inédita ou rara, mostrando a profunda ineficiência da Justiça Eleitoral do país. No RN, São José do Campestre poderá também ter sua terceira eleição municipal desde 2016.

No dia 3 de junho  passado, Joseilson Borges da Costa (MDB), conhecido por Neném Borges, foi eleito prefeito ao lado do vice Eribaldo Lima (PHS). Saíram vitoriosos em pleito suplementar, em face da cassação Maria Alda Romão Soares (PSD) e Eliza Assis de Oliveira Borges (MDB).

Entretanto poucos dias depois, 12 de junho, o TRE/RN invalidou as eleições suplementares por considerar que Eribaldo Lima tinha situação de filiação partidária irregular.

Nota do Blog - Se você reproduzir essas narrativas para qualquer pessoa de um país organizado, democrático de verdade e civilizado, ela terá dificuldades de entender como isso é possível. Como justificar tamanho absurdo? Francamente.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    “Se você reproduzir essas narrativas para qualquer pessoa de um país organizado, democrático de verdade e civilizado, ela terá dificuldades de entender como isso é possível. Como justificar tamanho absurdo? Francamente.”
    Realmente e muito difícil de acreditar que isto acontece.
    Imagine você dizendo para uma pessoa de um país do primeiro mundo que a Câmara Municipal de Mossoró tem no exercício da presidência uma condenada a vários anos de cadeia por prática de corrupção passiva?
    E quando você complementar que a sentença foi do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte?
    Vão lhe chamar de mentiroso.
    Tudo isto acontecendo e os deputados eleitos pelo PSL, 17, que prometeram combater a corrupção e lutar por justiça permanecem calados. Por que isto acontece, não sei.
    Até quando, meu Deus?
    ////
    NADA MAIS TRISTE E DIGNO DE PENA DO QUE A DECADÊNCIA DE UM CORRUPTO.
    Inácio Augusto de Almeida

  2. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Desorganização, desgastes, despesas. Pelo andar da carruagem, melhor ninguém tomar posse e aguardar o referendo da Justiça Eleitoral.

  3. SD 17 - João Claudio - ▄︻┻┳═一 - Assim ó, com o Capitão, diz:

    Despreparado até a medula.

    Hoje, a justiça permite que um candidato faça campanha e tenha seu nome e foto estampado na urna, para só depois de a merda ser produzida ela indefira a candidatura.

    E olha que o período entre uma eleição e outra é de dois anos, tempo mais que suficiente para fazer o registro dos pretensos candidatos, e separar o joio do trigo.

    Repito: É despreparado até a medula.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.