segunda-feira - 31/03/2008 - 21:42h

Liderança considera posição de Blog “fascista e tendenciosa”


O Blog recebe e-mail abaixo, do dirigente estadual do PCB, Roberto Lopes. Contrapõe-se à postagem que fiz (AQUI), sob o título "Partidão exalta bandido em programa político", na quinta (20).

Leia-o

Prezado Amigo, Carlos Santos, hoje entrei em seu blog e me deparei com uma nota extremamente maldosa, cujo o titulo era: "Partidão exalta bandido em programa político".

Sinceramente, considerei seu titulo de cunho fascista e tendencioso. No entanto, esclareço que o partido ao lembrar o nome do Comandante das Farcs Raul Reyes, lembra também o apoio popular que este recebia e a forma como foi assassinado recentemente pelo governo facista da Colombia.

O comandante caiu cumprindo a missão de concretizar, através do Presidente Chávez, uma entrevista com o presidente Sarkozy, onde se avançasse na busca de soluções para a situação de Ingrid Betancour e para o objetivo do intercâmbio humanitário.

A aleivosia do ataque, a perversidade e o cinismo mentiroso de Álvaro Uribe para deformar as circunstâncias da morte do comandante Raúl Reyes, não só tensionaram perigosamente as relações deste governo com as repúblicas irmãs, como golpearam com gravidade as possibilidades do intercâmbio Humanitário e anularam a saída política para o conflito com este regime paramilitarizado e pró-ianque.

Saudar a revolução cubana e seu líder Fidel Castro; apoiar os processos em curso na Venezuela, Bolívia e Equador; denunciar o fascismo títere de Álvaro Uribe na Colômbia faz parte da demarcação do terreno necessário nessa conjuntura de levantamento dos povos em nosso continente.

Reitero a posição do partido em Construir um bloco de forças sociais anti-imperialista, anti-monopolista e anti-latifundiário, como proclamava Luiz Carlos Prestes, objetivando num programa que possa ser compreendido e defendido pelas amplas massas populares de nosso país essa tarefa é árdua, mas é uma tarefa necessária e possível.

Roberto Lopes.

Nota do Blog - Roberto, não tenho formação, não sou e não me imagino fascista. Tendencioso sim. Apresento as minhas às claras, como você também. Contudo, arrimado na tolerância e disposto ao contraditório civilizado.

Uma doutrina baseada na mentalidade totalitária, no centralismo estatal e implacável inimiga da liberdade de expressão, não combina comigo. Minha modesta biografia atesta isso.

Uma prova?

A publicação sistemática de notas, matérias e opiniões do PCB neste espaço, mesmo  em ataque ao meu livre pensar. Respeito.

Quanto à postagem que motiva sua correspondência, não retiro uma vírgula. Da mesma forma que não promovo amputação – mesmo superficial, à sua voz.

Além disso, não é esse entrechoque de idéias, métodos e visão de mundo, que ensejará veto ao PCB no Blog do Carlos Santos. O fóro de debates que me propus a realizar, aqui, continuará assim.

"Quem discorda de mim me enriquece".

Categoria(s): Blog

Comentários

  1. Alvaro Abel Tomasi diz:

    Brilhante postura do grande comunicador que és.

  2. Roberto Lopes - PCB diz:

    Prezado Amigo Carlos Santos, Apesar de não ter gostado do titulo da noticia, pois nós do PCB consideramos extremamente negativo, tendecioso e de mal gosto, peço desculpas por ter usado aquele adjetivo tão duro, pois sei de sua formação. Reconheçemos em você um excelente profissional e no blog um grande espaço de discussão, desse modo, é natural e salutar que aconteça o conflito de idéias. Gostei de como você se posicionou diante da critica. Assim como você entendo que elas são necessárias para aguçar o debate e dar elementos para uma melhor compreensão sobre os fatos; no entanto, reitero aqui todas as posições políticas do Partido em Construir um bloco de forças sociais anti-imperialista, anti-monopolista e anti-latifundiário, como proclamava Luiz Carlos Prestes, objetivando num programa que possa ser compreendido e defendido pelas amplas massas populares de nosso país.

  3. Vilcemar F. M. Filho diz:

    Carlos, você resumiu com muita propriedade o programa (que também assisti). Para mim, aquilo alí foi uma apologia ao crime. E o pior: em horário gratuito e destinado à divulgação de idéias/ideais políticos. Desde que me entendo por gente que os comunistas tem um só discurso. É o famoso samba de uma nota só: anti-imperialista, anti-monopolista e anti-latifundiário, sem contar o anti-FMI, anti-FHC …. É o mesmo discurso que era do PT e que não suporta um sopro, de tão frágil. E a “tática” de defesa não é muito diferente: chamar os outros de fascistas, neoliberais, privatizadores, filhotes dos EUA e por aí vai.

  4. Vilcemar F. M. Filho diz:

    Carlos, você resumiu com muita propriedade o programa (que também assisti). Para mim, aquilo alí foi uma apologia ao crime. E o pior: em horário gratuito e destinado à divulgação de idéias/ideais políticos. Desde que me entendo por gente que os comunistas tem um só discurso. É o famoso samba de uma nota só: anti-imperialista, anti-monopolista e anti-latifundiário, sem contar o anti-FMI, anti-FHC …. É o mesmo discurso que era do PT e que não suporta um sopro, de tão frágil. E a “tática” de defesa não é muito diferente: chamar os outros de fascistas, neoliberais, privatizadores, filhotes dos EUA e por aí vai.

  5. Ladimir Souza diz:

    Meu caro jornalista Carlos Santos.
    Faço das suas as minhas palavras.
    Assino em baixo de onde quiserem, dando apoio ao que você ou outros que vinherem a comentar a respeito e contra as FARC e seus terroristas. O comandante? Ora o comandante, estão querendo transformar assassino agora em herói?
    Você fascista? tendencioso? Estão confundindo Telepatia com a tia de Pele, ora vejam só.
    Um abraço amigo e boa sorte

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.